banner pneufree.com

248 dias ligado pode ser um problema para o Boeing 787

E eis que um desses nerds de laboratório, a quem devemos soluções para os problemas que possivelmente jamais existiriam [a não ser no próprio laboratório], descobriu um bug no Software que controla as GCU’s (Generator Control Units) dos Boeings 787. GCU’s são caixas de controle para os geradores elétricos.

nerd

O bug aparece se o avião permanecer ligado por 248 dias seguidos (8,2 meses), condição que poderia fazer com que o avião perdesse toda a sua força elétrica. Não que isso fosse derrubá-lo, já que a RAT (Ram Air Turbine) entraria em ação neste caso e a aeronave pousaria em segurança.

O 787 tem 2 geradores de 250KVA em cada motor, mais dois de 250KVA no APU (1500KVA por avião, tem cidade que não consome isso de energia). Cada gerador é controlado por uma GCU e é justamente no software dessas GCU’s que poderia ocorrer um “overflow” no contador e causar um desligamento dos geradores por “fail safe”, independente do avião estar em voo ou não.
A cada vez que o avião é desligado, o contador das GCU’s “reseta” e o problema desaparece pelos próximos 248 dias. A correção do bug será disponibilizada em Outubro deste ano.

Quais são as chances de um Boeing 787 ficar ligado por uma semana? Quase zero.

Quais as chances de ficar ligado por 8 meses?

Zero.

No entanto é muito reconfortante saber que em laboratório testam-se os equipamentos para as condições que jamais serão vistas na vida real e assim vamos acumulando cada vez mais recordes de segurança no transporte aéreo comercial.

Graças aos engenheiros. E graças aos nerds.

787-10 Artwork

Tags: , , , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
banner livro
Topo