banner pneufree.com

40 anos de Airbus A300

image004

Este mês comemoramos 40 anos de um fato relevante na história da aviação comercial mundial, pois em 30 de Maio de 1974 a AIR FRANCE introduziu em suas rotas o primeiro widebody bimotor da história, o Airbus A300. Em 28 de Outubro de 1972 o A300 despontava para o mundo ao realizar seu primeiro voo. Encomendado inicialmente por Air France e Ibéria, o avião demorou a “pegar” em vendas. No Brasil, por exemplo, esteve em 1973 em uma feira em São José dos Campos e até chegou a ser encomendado pela TRANSBRASIL, mas não a compra não foi autorizada e só veio a aparecer em “terra brasilis” em 1980, quando a CRUZEIRO introduziu um par de A300 em suas rotas.

image001

No final dos anos 60, as empresas americanas procuravam por um sucessor para o Boeing 727 com capacidade entre 250 e 300 assentos e a resposta dos fabricantes americanos foi o Douglas DC10 e o Lockheed L1011 Tristar. Do outro lado da “lagoa”, Inglaterra, França e Alemanha assinaram um memorando para desenvolver um avião de 300 assentos da Airbus, daí o nome A300. O fato é que com 250 assentos finais foi renomeado para A300B configurado com um par de GE CF6-50 (o som mais belo da aviação em minha opinião), sua asa colocava o avião em um patamar de excelência para pistas curtas e ao mesmo tempo cruzar longas distâncias.

Em 1979 apenas 81 A300 voavam, a empresa já vislumbrava o A310, quando uma encomenda da Eastern alavancou o programa e o avião “pegou”. Sua fuselagem comportava 8 assentos de passageiros em 2 corredores e abaixo do piso 2 containers LD3 de carga. Foi o primeiro avião a ter uma proteção de windshear, sistema de freios controlado eletricamente e algumas heranças do Concorde, como o trem de pouso.

image002

Os operadores mais famosos de A300 das séries iniciais foram a Air France e Lufthansa, posteriormente Indian Airlines, Germanair, Korean Air, Japan Air System e Eastern encorparam a lista de operadores.
Hoje em dia os A300 das séries iniciais são aves raras, vistas principalmente no Irã. Em 1984 surgiu o A300-600, esse tinha wingtip fences para melhorar o consumo, motores PW4000 ou GE CF6-80.

No Brasil o A300 foi operado por 3 empresas, CRUZEIRO (2), VARIG (2) e VASP (3) voando entre 1980 até 2004. Tive o prazer de voar quando bebê e depois adulto nesta máquina que sem dúvida é meu grande amor na aviação. Para relembrar o voo no A300 fiz um flight report e publicarei em breve aqui no AeM.

Os 40 anos do A300 devem ser lembrados por todo pioneirismo desta aeronave que não pode ser excluída da história, tanto por ser o primeiro Airbus como o primeiro widebody bimotor.

image003

Tags: , ,

Sobre o Autor

Alexandre Conrado, pesquisador de aviação e profissional no segmento desde 2001
banner livro
Topo