banner pneufree.com

A invisibilidade da manutenção e os aviões sem pilotos

Há algumas semanas voltava de Confins (BH) pela GOL quando uma matéria da revista de bordo chamou a atenção. “Parada Estratégica”, um infográfico que pretendia explicar às pessoas como em apenas 30 minutos depois de chegar ao gate um avião já está pronto para decolar novamente. E claro, todo o pessoal envolvido na operação.

Esta é a reprodução da matéria:

Reprodução da revista de bordo da GOL

Reprodução da revista de bordo da GOL

Uma olhada rápida no gráfico e o número 8 abriu-me um sorriso. O mecânico entregando o livro de bordo ao comandante. Uhu!. Não “péra”! A legenda diz que o número 8 é um tal de Orange Cap, não é um mecânico e aquilo não é o livro de bordo.

Procuro novamente. Ah achei, o número 1 está olhando o trem de pouso, deve ser o mecânico. Ops, também não é. É um agente de rampa calçando os pneus (não confundir com sandália de pneus).

Ok, vamos tentar então o número 4, verificando o re-abastecimento… não, o 4 é o abastecedor da aeronave.

Escrever este texto demorou muito mais tempo na verdade do que perceber que a Manutenção havia sido completamente esquecida e ignorada no infográfico da GOL. É como se manutenção de aviões não existisse, não fizesse parte do processo principal que mantém os aviões voando.

Acredito que isto é uma coisa relacionada ao marketing das empresas aéreas no Brasil. Por algum motivo o setor de manutenção não deve aparecer em propaganda, não se deve tocar no assunto que aviões quebram e precisam ser consertados. E que há uma multitude de profissionais por trás.

O marketing foca no profissionalismo dos pilotos da empresa e de vez em quando nos seus comissários de bordo e pessoal “de terra”. Isso é ótimo, os uniformes deles estão sempre mais limpos e passam uma imagem melhor, não há problema. O pessoal da manutenção não quer aparecer, apenas não quer ser esquecido.

E sabe por que? Porque você mostrar que tem (e investe) em uma manutenção espetacular, inibiria o papelão de mudar o número de um voo por causa de um paspalho vidente dizendo que seu avião tem um “defeito mecânico e vai cair na paulista”.

E defeito mecânico não se conserta ao trocar um número de voo.

Acreditar em um paspalho e não em sua própria manutenção é o resultado final de sua campanha errada de marketing. E ela volta contra você:

O mais irônico de não mostrar sua manutenção em campanhas publicitárias é que com o avanço da tecnologia, cada vez mais se fala em aviões comerciais sem pilotos. Cada vez mais a tecnologia embutida nos devices para check in e embarque vai diminuir o seu “pessoal de terra”.

Mas enquanto existir pneu, freio e “gizmos” e “repimbocas” para serem consertados, a manutenção estará lá.

Por favor, não coloquem um mecânico em suas fotos “clean”. Somos feios e sujos.

Só não nos esqueça.

A propósito: hoje 20 de Dezembro, é o dia do mecânico.

Flickr_-_Israel_Defense_Forces_-_Airplane_Technician,_March_2010

Tags: , , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
banner livro
Topo