banner livro

A resposta ao Quiz do 747 da GE com motores diferentes

Muita gente respondeu o Quiz sobre o motor 2 ser maior que os outros da asa, e acertaram, mas apenas o César Lemos matou o que é mais curioso nessa história toda da GE ter um 747 para testar motores.

Um pouco de história para entender o que é curioso.

Este é um Boeing 747-121, CN 19651, que foi o vigésimo quinto 747 produzido e que fez seu primeiro voo em 3 de Março de 1970. Era um avião da Pan Am, batizado como Clipper Star of the Union e que foi aposentado em 4 de Dezembro de 1991.

A General Electric então fez o leasing em 1992 e o re-matriculou como N747GE. Agora vou por uma foto como última oportunidade de sacarem algo bem curioso antes que eu revele o que é…rs

Curioso...

Curioso…

Nada ainda?

Ok, vamos em frente. A GE fez várias modificações e instalou diversos equipamentos para testar seus novos motores em voo, incluindo aí desde os pequenos CF-34 que equipam os E-Jets da Embraer até os gigantescos GE90-115 que propulsionam o Boeing 777-300ER e os GEnx 2B que equipam o 747-8i.

Aliás a foto a seguir é bem interessante, mostra um dos testes com o GE90-115 e a diferença de contrail gerado pelo motor 2 muito maior que os outros [shhhh, não contem nada disso pro pessoal que acredita em chemtrails, eles não vão gostar de saber que um motor maior causa um rastro maior…shhhhh]

Contrail

Contrail

Pois bem, em 2002 a General Electric comprou o N747GE da empresa de Leasing e passou a ser proprietária do modelo.

O curioso senhores, é que a GE usa para testar seus motores um 747 equipado com motores Pratt & Whitney JT9D-7A, sua principal concorrente! Ou seja, a GE, a maior fabricante de motores a reação é dona de um avião que usa motores de outro fabricante. Isso não é genial?

Só pra terminar a história, esse 747 sofreu diversas modificações de reforços estruturais na asa esquerda para suportar o peso extra de um motor muito maior do que o projeto original previa, além de reforços também na fuselagem central.

Em 2013, a GE adquiriu um 747-400 para substituir o 747-100, por dois motivos: Uma célula mais moderna e …tchãrãm…motorização GE! Finalmente vão poder voar com um avião sem fazer propaganda do concorrente :)

Novo "testbed" da GE

Novo “testbed” da GE

Com certeza ficou muito mais bonitinho do que esse 757 que Honeywell usa como plataforma de testes.

757 Honeywell - Foto de Bryan Lockett

757 Honeywell – Foto de Bryan Lockett

Tags: , , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo