banner livro

Ace Of Base – The Golden Ratio #SextaMusical

aob2

Em 2009 houve uma cisão no Ace of Base, desentendimentos entre os irmãos Jonas e Jenny fizeram com que ela saísse da banda. No entanto com muito material pronto para lançamento a banda decidiu então buscar duas vocalistas. Julia Williamson, nascida em 1983, foi descoberta pelo executivo da Mega Records Martin Dodd e apresentada a Onas e Ulf e tão logo ela começou a cantar, eles entenderam que seria a primeira para a nova fase ao descreverem sua voz como “similar” a Linn. Para fechar o quarteto foram atrás da então com 18 anos de idade Clara Hagman (1991), finalista do Swedish Idol 2009 (equivalente ao Idolos aqui do Brasil). Curiosamente Ulf havia sido um dos jurados e até ficou desapontado pela eliminação da Clara no Idol, mas a convidou para a fase nova, onde por sinal já chegou assumindo uma posição de liderança vocal.

A primeira vez que vi ambas cantando, foi no clipe All For You, com direito a lingerie e tudo no vídeo, um choque para quem estava acostumado com as irmãs Linn e Jenny. Aliás os fãs reclamaram muito, a banda inclusive adotou pontos entre o nome para diferenciar a marca ace.of.base. Mas a medida que você vai ouvindo o album aprende a respeitar o trabalho das meninas e o conteúdo do produto. As faixas de TGR como é chamado pelos fãs este albúm são: All For You, Blah Blah Blah On The Radio, The Golden Ratio, Southern California, Told My Ma, Black Sea, One Day, Juliet, Precious, Vision In Blue, Mr.Replay, Who Am I e Doreen.

O álbum não emplacou, poucas apresentações e vendas baixas, o que é até injusto pois a batida é legal. Para se ter idéia, se em 1995 em Israel a banda se apresentou para um público de 55.000 pessoas, o show em São Paulo em 2011 teve cerca de 250 pessoas! No youtube é possivel se encontrar videos diversos de apresentações desta fase, sempre com público baixo.

Como sempre, comecei atrasado neste álbum, só fui ouvir praticamente em 2015, viciei imediatamente na faixa The Golden Ratio, cujo vocal da Clara me prendeu, um misto de voz rouca enjoada com vício total em ouvi-la (já me tornei fã dela agora em carreira solo). Logo depois fui gostando das faixas All For You, Blah Blah Blah, Black Sea e por fim Southern California, dessas faixas que citei todas são Clara liderando vocais, exceto Blah Blah Blah que Júlia lidera.

Essa formação se desfez ao longo de 2012 e ambas estão em carreira solo, Julia aos 32 anos está na França produzindo material, enquanto Clara Hagman se tornou Clara Mae and TheSeaDiamonds, acho que valerá futuramente um artigo sobre ela e seu trabalho que está ficando bem legal. Após esse “desmanche”, o Ace of Base relançou todos álbuns remasterizados com uma faixa bônus por cada álbum, até lançar o Hidden Gems em 2015.

E esse mixtape do Lito que eu não paro de ouvir?

Tags: ,

Sobre o Autor

Alexandre Conrado, pesquisador de aviação e profissional no segmento desde 2001
Topo