banner livro

Ainda não encontrado – Air France AF447

Ate agora sem novidades no acidente do Airbus A330 da Air France.
Esse é o tipo de acidente que não possui ainda subsídios ou respostas para inúmeras questões e por enquanto as perguntas são em número muito maior do que as respostas. Não gosto de nenhum acidente, claro, mas aqueles em que se pode tirar lições para que não ocorram mais podem gerar um certo alivio de que não foi somente o imponderável, que alguém errou, que algo falhou e precisa ser corrigido.
Neste caso da Air France, a aeronave estava em rota, em voo de cruzeiro, onde menos de 10% dos acidentes ocorrem e embora tudo o que se fale até agora deva ser tratado como especulação, pode ter certeza de que discussões vão voltar à tona sobre o uso de controles de voo fly-by-wire, ETOPS, proteção contra raios em aeronaves com “composite”, etc, mesmo depois de milhões de horas de operação segura.
Tudo por causa do imponderável, da inexplicabilidade.
Nas palavras de David Learmount:

An event like this is the kind the aviation world hoped it would not see again, because it involves a world class carrier flying the latest generation of airliner, and it occurred en route, not during take-off or landing in difficult weather. It’s a chilling reminder that nothing is impossible, however unthinkable.

“Um evento como esse é o do tipo que o mundo da aviação esperava nunca mais ver novamente, porque involve uma empresa de classe mundial operando com aeronaves de ultima geração, em voo de cruzeiro e não em pouso ou decolagem em condições climáticas difíceis. Uma fria lembrança de que nada é impossível, apesar de inimaginável”

UPDATE: LINHA DE TEMPO DO VOO

AIR FRANCE 447

AIR FRANCE 447

Detalhes continuam chegando sobre o desaparecimento do voo da Air France que partiu do Rio de Janeiro ontem a noite. O voo AF 447 decolou as 1900 horario de Brasilia (2200 GMT) no domingo, 31 de maio.
O que é conhecido ate o momento:

2200 GMT, Domingo, 31 Maio: AF 447 decola do Rio de Janeiro (Galeao International Airport), em direção a Paris Charles de Gaulle.

0133 GMT, Segunda 1 Junho: Ultimo contato radar com o AF 447, de acordo com a Forca Aérea Brasileira. O jato havia acabado de passar por Fernando de Noronha, a 350 km (217 milhas) da costa do Brasil.
** Não ha cobertura radar no oceano, só para clarificar **

0200 GMT: A aeronave cruzou com uma forte zona de tempestade com turbulencia severa (de acordo com a nota oficial da Air France)

0214 GMT: De acordo com a empresa aérea, uma mensagem automática foi recebida indicando uma falha elétrica a bordo (a maioria dos aviões modernos envia mensagens automáticas de falha para os centros de manutenção)

0715 GMT: Air France decide que “a situação é séria”, de acordo com om C.E.O. Pierre Henri Gourgeon. O centro de crise é criado.

0910 GMT: A Aeronave deveria estar pousando em Paris Charles de Gaulle.

0935 GMT: Os oficiais do aeroporto de Paris anunciam que o voo AF 447 esta perdido.

1017 GMT: A FAB confirma que uma operação de busca e salvamento já ocorre perto de Fernando de Noronha seguindo o traçado original do voo.

1140 GMT: A FAB informa que o AF 447 ja havia avançado muito sobre o Oceano Atlântico quando desapareceu.

1142 GMT: A Air France confirma que recebeu a mensagem de falha eletrica na aeronave.

1213 GMT: Air France sugere que a falha eletrica pode ter sido causada por raio.

1515 GMT: A maioria das 228 pessoas a bordo são Brasileiros, aproximadamente 40 franceses e 20 alemães de acordo com um ministro francês.

Linha do tempo: Colaboracao BBC News

Tags: , , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo