banner livro

ANAC libera o uso do celular, só para a TAM e só para alguns aviões.

Pois é amigos, não adianta pular de alegria porque a notícia não é bem assim como apareceram nas manchetes de hoje.

O uso de celular continua proibido após as portas da aeronave serem fechadas em todas as empresas nacionais. No caso da TAM, alguns Airbus A330 são preparados com células (antenas) de celular para que estes aparelhos possam ser usados quando a altitude for superior a 10 mil pés (aprox. 3 mil metros).

Eu não tenho o estudo profundo das modificações feitas nos Airbus para que os parelhos possam ser usados em voo, mas eu duvido que algum sistema da aeronave tenha sido modificado (além do necessário para dar suporte ao uso celular através do satélite). O mesmo ocorre com aviões da Boeing em uso na Europa, que já permite há algum tempo o uso de celulares em voo.

Há um longo estudo nos Estados Unidos (pelo menos desde 2006) sobre o uso de celulares a bordo e ninguém conseguiu chegar a conclusão que os celulares interferem nos sistemas de navegação. Já provaram que DVD players e mouse sem fio via RF podem causar interferência, mas celular ainda não.

Todo os sistemas de navegação das aeronaves são “shieldados”, ou seja, possuem um campo de proteção contra interferência, além de trabalharem em uma frequência completamente diferente das usadas pelos celulares.

Gostaria de ver os estudos da ANAC sobre isso.

A quantidade de filmes que rolam no youtube gravados pelo celular mostra que alguns passageiros não respeitam muito a regra de manter o celular desligado, no entanto não há qualquer reporte de incidente causado pelo seu uso.

Não estou advogando o uso dos celulares a bordo, apenas estou informando que inúmeros estudos foram feitos por cientistas e não se chegou a nenhuma conclusão. E se vai poder usar em algumas aeronaves sem que as cablagens das aeronaves tenha sido modificadas, então há no mínimo uma contradição na liberação.

Abaixo alguns links (em inglês) para quem quiser ler mais sobre o uso de celulares a bordo.

http://abcnews.go.com/2020/story?id=3964895&page=1

http://www.technologyreview.com/InfoTech/wtr_16675,294,p1.html

Ah, e um pouco de comédia: abaixo um recorte do que saiu no IDG Now, percebam que a pessoa que escreveu não tem noção alguma de altitude né? (seta vermelha).
O comentário do Pedro Golino (um leitor aqui do blog) lá é hilário também (cicar na imagem leva ao site do IDG Now).

Tags: , , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo