banner pneufree.com

As crianças aplaudindo “Aviões” ao final, impagável.

A pré-estréia de Aviões no Brasil foi um sucesso, como era de se esperar, mas ainda assim emocionante ouvir a reação das crianças e os aplausos ao final quando Dusty….errr…não faço spoiler! :P

Os ganhadores de ingressos VIP para pré estréia

Os ganhadores de ingressos VIP para pré estréia

Assisti em 3D desta vez (já que a premiére americana foi em cinema ao ar livre) , e a imersão e empatia com Dusty é muito maior. A versão nacional dublada ficou excelente e possui ínfimas diferenças com a versão original. Por exemplo, na versão americana o Boeing 777 que dá informações de taxi para o Dusty em JFK (Nova York) é da American Airlines, mas a versão nacional mostra uma pintura genérica. A Carolina (excelentemente dublada pela Ivete Sangalo) é, naturalmente, baiana, enquanto na versão americana é uma francesa. No placar da corrida, embora apareça a bandeira do Brasil em um dos competidores, ele é macho enquanto na versão brasileira foi adaptado para ser a Carolina que fica bem à frente. Achei muito legal essa “segmentação”.

O Cinemark do Eldorado foi modificado para a pré-estréia, com o chão de entrada pintado como se fosse uma pista de pouso e comissárias de bordo recolhendo os ingressos.

Pista de pouso para assistir Aviões

Pista de pouso para assistir Aviões

Aviões é um desenho para todos, com uma bela mensagem. Se você é especialista em aviação, vai perceber os termos usados no filme, os Ailerons se movendo nas curvas, o profundor se movendo para mudar a altitude. Se você não sabe nada de avião, vai se divertir tanto ou mais do que se divertiu assistindo Carros. E se não viu a entrevista exclusiva do AeM com o diretor e a produtora do filme, veja aqui.

A estréia nos cinemas é na próxima Sexta, dia 13 de Setembro, e se eu conseguir ingressos, serão sorteados no Blog. Stay tuned.

Klay Hall, diretor do filme Aviões visita o cockpit do Dusty em Oshkosh

Klay Hall, diretor do filme Aviões visita o cockpit do Dusty em Oshkosh

Tags: , , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
banner livro
Topo