banner livro

As mulheres cada vez mais navegam nos ares brasileiros, pilotando!

Já faz tempo que as mulheres estão conquistando cada vez mais profissões que eram tidas como redutos de homens.

E a aviação não fica para trás obviamente.

Eu lembro de que quando entrei na manutenção da Varig lá nos idos de 1986, não havia nenhuma mulher na minha turma. Não havia nenhuma mulher na manutenção da Varig em Congonhas.

Hoje, alguns 20 anos depois, 22% dos técnicos que trabalham comigo são mulheres. Nos Estados Unidos a proporção é ainda maior, embora eu não tenha os dados.

Mecânica trocando um farol de pouso em Um Boeing 777

Em relação ao pessoal de voo aconteceu a mesma coisa, quase nenhuma mulher na aviação comercial em 1986 e hoje há várias pilotas comerciais e até comandantes (muito comum lá nos Estados Unidos).

Quando a United operava o voo de Miami com o Boeing 777, era comum ver uma tripulação técnica composta inteiramente de mulheres, comandante, primeira oficial e co-pilota. E em 2009, ocorreu o primeiro voo nos Estados Unidos em que toda a tripulação era feminina, pilotas e comissárias. Aqui no Brasil ainda temos que “pedalar” pra chegar lá.

Mas convenhamos que as mulheres tiveram que batalhar muito para chegar aonde estão agora, e até o nome de algumas partes do avião tiveram que mudar por causa delas…hehehe…pois não sei se sabem, mas a palavra “cockpit” significa “lugar de machos” (pra ser bem educado..hehehe..acho que a maioria sabe o que significa cock na gíria).

A propósito, hoje em dia chamamos cockpit de “Flight Deck“, um nome mais bonito e politicamente correto.

Mas por quê resolvi falar disso hoje? Porque anteontem saiu uma matéria no Estadão falando sobre a conquista dos céus pelas mulheres, que vale a pena ler, e que tomei conhecimento através da @luanagtx, que é uma mocinha que está correndo atrás do seu sonho de voar, a descrição de seu perfil diz tudo: “born to fly”.

Ela é inteligente, esforçada, batalhadora, estudiosa e gosta muito da aviação, então não tem como dar errado :)

E você? O que tem feito para realizar seus sonhos?

Tags: ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo