banner livro

Aviação = amizades ao redor do mundo

Quando você consegue ser admitido por uma empresa aérea, tem início um ciclo de amizades que vai se estender pelo resto de sua vida. É difícil explicar, é como se fosse a continuação de seus amigos de infância, de seus amigos de escola e faculdade, só que melhor!

Melhor porque a dimensão é maior, você não está restrito à sua classe na escola, a seu bairro, à sua classe social: as amizades se expandem desde o pessoal que faz a limpeza durante os trânsitos até o capitão de um 747. Não há um dia de trabalho em que alguém não te “sacaneie”. Como eu já disse antes, pegue uma sala cheia de engenheiros e em raras ocasiões haverá sacanagem entre eles, agora basta juntas dois mecânicos e um vai sacanear o outro o tempo todo.

A aviação faz também com que você tenha amigos distantes, por lugares que passou, e que o avião vai se encarregar de trazer (ou levar) para perto de vem em quando. Tenho amigos de verdade no Rio de Janeiro, em Foz do Iguaçu, em San Francisco, em Houston, em Montreal… de que outra maneira senão a aviação a nos aproximar?

Quando comecei a escrever esse Blog não tinha a idéia de ele também traria tantas amizades, algumas virtuais e outras já reais. Recebi uma demonstração de carinho de um amigo que fiz por meio do Blog, o Márcio Inforzatto, colecionador de “coisas” da Esquadrilha da Fumaça e artesão de modelos de aeronaves em madeira.

No último Domingo me fez uma visita e trouxe um presente, que a minha gata preta que se chama Electra aprovou.

A Electra aprovou e gostou da maquete

Agora, deixe-me explicar a minha definição de um presente: Presente para mim não é algo que que você compra e dá para alguém. Presente é algo que é seu e você doa para outra pessoa. A lembrança do Márcio é algo valioso demais, porque único. Neste modelo de madeira está doado seu tempo, sua lembrança e seu prazer de ter feito.

Muito obrigado Márcio, mais um amigo de tantos que a aviação me presenteou.

Modelo em madeira feito pelo Márcio, clique para ampliar

Lockheed Electra II em madeira

Tags: , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo