banner livro

Aviação brasileira em formato de pizza

Pizza é bom não é mesmo? Com catchup então! (Lito desmaiando em 3, 2, 1)! E foi justamente pensando em uma pizza que fiz algumas para o Aviões e Músicas, mas não são de mozarela, portuguesa e afins, falo de gráficos em pizza – sem catchup diga-se de passagem. Esses dados foram compilados em 1 de Outubro de 2013 e fazem parte de uma série sobre Aviação Comercial que idealizei para publicar no AeM.

A primeira rodada dessa pizzaria é a pizza referente aos tipos de aviões se são “jatos” ou “turboélices”, onde constatamos que nossa frota é predominante de aviões “a jato”. Atualmente, contabilizando empresas e aeronaves ativas, temos 417 jatos voando (84%) contra 81 turboprops (16%). As dimensões continentais do país de fato pedem jatos nas aerovias, ligando grandes distâncias em pequeno espaço de tempo, mas o vasto interior, cuja estrutura é sedenta pela versatilidade dos turboélices é servida por quase 1 centena de aviões, o que na minha humilde opinião, deveria ser bem mais.

Pizza Frota / Motor

Pizza Frota / Motor

A disputa da pizza dos fabricantes é interessante, pelo equilíbrio entre Airbus e Boeing (34% vs 33%). E pensar que há 30 anos tínhamos apenas 7 Airbus voando no Brasil. A Embraer graças ao uso maciço por parte da Azul/TRIP tem 16% da fatia e por fim a ATR. Em redução constante está a FOKKER e LET, ano após ano reduzindo sua fatia por razões de phase-out, enquanto a Cessna mantém seus tímidos 10% operando um nicho específico com seu excelente C208 Caravan. Como esta pizza é saborosa, vamos fazer a versão advanced dela…

Pizza Frota/Fabricante

Pizza de Frota por Fabricante

A pizza dos modelos de cada fabricante mostra bem o que é a divisão dos tipos de aviões por fabricante na aviação comercial Brasileira. Mais uma vez equilíbrio entre Boeing e Airbus, refletido no A320 e 737-800 com fatias muito similares. No entanto as versões menores como A319, A318 e B737-700 perdem para o Embraer 195 que domina 9% do total com 47 unidades voando. Outro avião que reduziu bastante sua participação foi o ATR42, em processo de phase-out na TRIP e com a crescente chegada de ATR72 perdeu bastante espaço. Um avião que nos anos 90 foi sinônimo de voar no Brasil também desapareceu por completo que era o 737-300 ou CLASSIC (hoje apenas 2 unidades CARGO voam no Brasil). Outro tipo que entrará em extinção gradual será o A330 com a decisão da TAM em operar o Boeing 767, este sim iniciou sua extinção e agora renasce nos céus do Brasil.

Pizza de tipos por Fabricante

Pizza de tipos por Fabricante

A última pizza da rodada vem com as fatias de cada operador! Quem opera os aviões e quais fabricantes? A TAM lidera a fatia com 32% da frota comercial do Brasil, seguida por GOL com 24% e pela AZUL com 15%. Como perante a ANAC Azul e TRIP são duas empresas distintas eu considero os números individuais ainda, assim como separei os aviões ainda pintados de VARIG (2% da frota nacional). Mas se consolidarmos os números, a GOL teria 26% e Azul 25%, de longe e mansinha vem a AVIANCA BRASIL com 7% da frota e aí sim uma micro pulverização das menores! Um dado cabalístico é que a SETE Linhas Aéreas possui justamente 7 aviões na frota, um dado curioso.

Pizza de frota por operador

Pizza de frota por operador

Enfim essas foram as pizza do AeM, mostrando de forma clara e precisa (dados de 01 de Outubro de 2013) como é a divisão dos tipos, marcas e operadores em nossa aviação!

pizza 9

A foto da pizza, especialmente produzida para o AeM, tenho certeza arrancou lágrimas do Lito… só que não!

Tags: , , , , ,

Sobre o Autor

Alexandre Conrado, pesquisador de aviação e profissional no segmento desde 2001
Topo