Camiseta Electra

Boeing 777 da Malaysia desaparecido – Post atualizado 24 Março #MH370

Update 1: Clique aqui
Update 2: Clique aqui
Update 3: Clique aqui
Update 4: Clique aqui
Update 5: Clique aqui – Fotos, FDR e AD
Update 6: Clique aqui – Não acredite em nada, Banda Larga de dados
Update 7 / 12 Mar: Clique aqui – Fato Novo, Radar Primário
Update 7.1: Clique aqui – Negação
Update 8 / 13 Mar: Clique aqui – Satélite Chinês fotografa algo, estou cético
Update 9 / 14 Mar: Clique aqui – Pings de satélite e porque não acredito em falha de pressurização
Update 9.1 / 14 Mar: Adicionado imagem da rota de acordo com a Reuters
Update 10 / 15 Mar: A hipótese de sabotagem ou sequestro ganha destaque
Update 11 / 16 Mar: A busca continua, e nada foi encontrado
Update 12 / 20 Mar: Minhas considerações sobre a “teoria mais plausível”
Update 13 / 24 Mar: Novos cálculos indicam posição aproximada de queda.

Foto retirada do site Luxuo.com, sem autoria.

Foto retirada do site Luxuo.com, sem autoria. Não é o 9M-MRO.

Esta é uma notícia que jamais aconteceu na história do modelo 777. Neste momento (22:30) ainda não se sabe o que aconteceu com o voo MH370, mas ele não pousou no destino (que deveria ter acontecido por volta de 19:30 Horário de Brasília). O único acidente com vítimas com o “triplo sete” foi na pista de San Francisco em Julho do ano passado, quando houve erro na aproximação e a cauda do avião da Asiana bateu antes de chegar à pista.

A Malaysia já publicou em sua página do Facebook uma nota, informando que equipes de busca e resgate já foram ativadas para encontrar a aeronave. O voo seguia para Pequim (Beijing), tendo decolado de Kuala Lumpur com 227 passageiros e 12 tripulantes.

É muito difícil pensar que tipo de falha (mecânica ou humana) poderia causar um acidente com o B777, dada a sua robustez e redundância de todos os sistemas.
Especialmente difícil para mim, que trabalho com o modelo desde 1996. Um acidente com um 777? :/

  • Os 777 da Malaysia são propulsionados por motores Rolls Royce Trent 800.
  • Não houve chamada de emergência da tripulação.
  • Ultima posição de transponder indicava cruzeiro a 35.000 pés.

Vamos aguardar atualizações das agências de notícias e principalmente órgãos de investigação de acidentes.

Atualizarei este post conforme as notícias forem chegando :(

Update 1:

  • Esqueci de mencionar, mas o Boeing 777 possui “telemetria” em tempo real de vários (VÁRIOS mesmo) sistemas. Apesar de não ser divulgado, se ocorreu o acidente, a empresa neste momento já sabe.
  • Este site de notícias da Malaysia informa não oficialmente que o avião teria pousado na China. Gostaria muito que fosse verdade, mas acho difícil.

Update 2:

  • Alguns comentários “non sense” já pipocam na net. Um deles é de falha da asa, pois este mesmo avião sofreu um incidente há alguns anos, em que a ponta da asa sofreu danos ao se chocar com outro avião.  Vamos aos fatos: O Boeing 777 possui a asa mais robusta da história da aviação, tanto que a asa do modelo -200 é a mesma usada no modelo -300 (que possui 10,2 metros a mais de comprimento de fuselagem). Em testes de ruptura, a asa se rompeu com 154% do “ultimate load”.  Como se esta informação não fosse suficiente, a ponta de asa dos aviões não faz parte da estrutura primária, portanto mesmo um reparo mal feito na ponta não causaria falha catastrófica da asa.
  • 2.1 – Minha nota acima não descarta a hipótese de falha estrutural da asa, apenas descarta a ligação entre um choque de ponta de asa e o comprometimento de uma estrutura primária.

Update 3:

  • Pessoal, não há como um Boeing 777 perder toda a sua comunicação. Neste post eu mostro quantas antenas há nesta aeronave. A possibilidade de sequestro, mesmo que fosse real, não impediria a comunicação, já que a comunicação por telemetria não pode ser desligada. Infelizmente só há uma maneira de cessar TODA a comunicação com um 777: é se houver uma perda catastrófica da aeronave ou perda total do centro eletrônico por agente externo.
  • O tracking do FlightRadar24 (replay) e do Flightaware apresentam a última posição sobre o golfo da Tailândia. Esta região não apresenta grandes profundidades, então a eventual busca pelos destroços não será tão dramática quanto a do Air France 447 
  • Não há como esconder um avião em voo (recebi algumas perguntas sobre isso). Mesmo que se conseguisse desligar tudo, ainda haveria retorno de radar, especialmente naquela área entre Vietnã, China e Malásia, que é totalmente coberta por radares.
  • Tela do Flight Radar e última posição enviada por ADS-B

    Tela do Flight Radar e última posição enviada por ADS-B

Update 4:

  • Meteorologia não foi um fator contribuinte. O tempo em rota estava bom, sem turbulência e com clear skies.
  • De acordo com a CNN, dois passageiros que constavam como se estivessem a bordo, ligaram para as autoridades informando que seus passaportes haviam sido roubados.  Ainda de acordo com a CNN, o controle de imigração tanto na Malásia quanto na China são altamente informatizados.
  • Nenhuma hipótese pode ser descartada. Suicídio, embora plausível, é pouco provável, principalmente se forem encontrados destroços em uma área muito espalhada no oceano. O fato é que qualquer suposição neste momento sobre a causa do acidente é puramente especulação e totalmente inútil. A causa real mesmo, a menos que tenha sido ato terrorista, só  será conhecida com o relatório final, que pode demorar até dois anos.
  • As buscas estão encerradas neste momento pois é noite na área. Sinais do ELT (emergency locator transmitter) foram confirmados e depois negados. O fato do possível acidente ter ocorrido em uma área de águas internacionais é um complicador, pois ainda não se formou um comando central.

Update 5:

  • Após o segundo dia consecutivo de buscas, absolutamente nenhum detrito da aeronave foi encontrado. Nenhum sinal transmitido pelos ELTs, nenhum sinal capturado dos “beacons” do gravadores de voo e de voz.
  • Mostro abaixo um detalhe de um Underwater Beacon presente em todas as caixas pretas. Este transmissor atua automaticamente em caso de contato com água, enviando “pings” a uma frequência de 37.5 Kilohertz (kHz) até uma profundidade de 4.267 metros (o Golfo da Tailândia é raso). O pulso sonoro é emitido uma vez por segundo durante aproximadamente 30 dias. Até o momento nenhum sinal do “beacon” foi recebido.
    FDR e seu Underwater Beacon

    FDR e seu Underwater Beacon

  • O desenho abaixo mostra as camadas internas de proteção de um FDR. A parte circular, chamada de CSMU (Crash Survivable Memory Units), é a principal, pois os módulos de memória ficam armazenados nela e portanto é a que possui mais camadas de proteção.
    FDR (Caixa Preta) em corte e seu beacon.

    FDR (Caixa Preta) em corte e seu beacon.

  • Está difícil acompanhar a profusão de informações vindas de fontes Chinesas, Vietnamitas e Tailandesas. Em condição normal, a imprensa já erra muito ao informar sobre acontecimentos aeronáuticos, em caso de acidente o desencontro é ainda maior. No momento se fala que a aeronave “poderia ter feito uma curva para retornar”. Não existe “poderia”, ou ela fez a curva, ou não fez, e isto está gravado em pelo menos três coberturas de radar. Geralmente estamos acostumados com uma transparência de informação como as providas pelo NTSB (vejam o caso do 777 da Asiana em SFO – todos os dados obtidos até agora estão disponíveis para consulta pública. Este tipo de postura do órgão americano diminui as especulações tanto da mídia quanto de “experts”, mas não podemos esperar isto dos governos envolvidos no momento com a tarefa de busca e salvamento.
  • Uma imagem divulgada de algo parecido com um “bevel” de uma janela acabou de ser divulgado e é difícil de saber do que se trata, contudo o “composite” interno que reveste as janelas do 777 possuem a forma retangular e não quadrada como este objeto da foto. Como toda informação fresca, deve se aguardar futuras confirmações.
  • Leitores descobriram uma AD (Airworthiness Directive) que trata de uma rachadura na pele da fuselagem sob um adaptador de antena de SATCOM (Comunicação por Satélite) descoberta em uma aeronave 777 com 14 anos de uso, que poderia via a causar descompressão e afetar a integridade estrutural. Obviamente já associaram que isto poderia ter ocorrido neste 777 em questão. Bem, ADs são emitidas constantemente durante a vida operacional de qualquer aeronave, são o resultado do conhecimento adquirido com a operação. É preciso entender que a primeira rachadura que foi encontrada, ocorreu exatamente por causa do processo de inspeção definido pelo fabricante, é para isso que existe o programa de manutenção. Outros aviões sofreram inspeção e nenhum apresentou rachadura, embora alguns tenham apresentado sinais de corrosão. O que eu quero dizer é que o fato de existir uma AD tratando de qualquer assunto não coloca uma aeronave em risco de voo, senão a própria AD determina o seu “groudeamento”, como ocorreu no caso do 787 ano passado. O desconhecimento do que trata documentos de manutenção de aviação pode levar a conclusões e afirmações totalmente equivocadas, tanto por parte do público quanto por parte da imprensa. Cuidado. Antes falavam do choque de ponta de asa, agora só falam desta AD.

Update 6:

  • Celulares que tocam, manchas de óleo, pedaços que parecem janelas, fontes na internet desconhecidas. É duro falar isso, mas tem gente que lucra com a tragédia humana, e tem gente que cai. Não caia em contos da carochinha.
    Eis o que se sabe até agora:
  1. O avião não chegou ao destino.
  2. O avião não entrou em espaço aéreo chinês.
  3. Não houve MayDay ou qualquer outra comunicação.
  4. Não se sabe ao certo a última posição conhecida, pois os sinais de radar gravados não estão confiáveis nem há consenso sobre a última comunicação válida.
  5. Não há informação oficial sobre captura de sinal dos ELTs ou dos Underwater Locator Beacons
  6. Dois passageiros embarcaram com passaportes falsos, sendo que os tickets foram comprados no mesmo dia. Dois outros passageiros fazem parte de uma lista de suspeitos.
  7. O tempo estava bom em rota.
  • O sinal das caixas pretas só é acionado se houver contato com a água, e eles transmitem em um raio de 2 milhas (aproximadamente 3,7Km), o que significa que os navios têm que passar perto para capturarem o pulso ultra-sônico.
  • O Boeing 777-200 pode possuir diversos ELTs (pelo menos 11 ao todo, pode ter mais). Os localizados nas escorregadeiras precisam de contato com a água para serem ativados (8 deles), os outros acionam com água ou em caso de choque. O sinal é um pouco mais forte que dos beacons das caixas pretas, mas não tenho a informação de qual o raio de alcance.
  • Este acidente reacendeu o debate sobre a transmissão de voz e dados de voo via satélite. Esta opção foi estudada após o acidente com o AF447, mas abandonada devido aos custos e a largura de banda necessária. Novos projetos têm surgido para resolver a questão dos custos, transmitindo as informações somente quando determinadas condições de perigo forem atingidas. Particularmente (opinião pessoal, não é factual) eu acho que neste caso específico o sistema não seria de grande ajuda, mas talvez em outros tipos de acidente sim.
  • Quem trabalha seriamente com aviação sabe que qualquer especulação não tem qualquer valor, e a única coisa que queremos é que a aeronave seja encontrada o mais rápido possível para que, no caso de ter havido falha técnica, seja imediatamente estudada e corrigida para que jamais ocorra no futuro. Tudo que se falar agora que não venha de fonte oficial deve ser aceita com um grão de sal (ceticismo).

Update 7:

  • O AvHerald noticiou que a Força Aérea da Malasia reportou que informações de radar primário sugerem que a aeronave virou para Oeste sobre o Golfo da Tailândia a aproximadamente 1000 metros abaixo da altitude original (há uma dúvida de interpretação, que poderia significar também altitude total de 1000 metros).  Ainda de acordo com os dados deste radar primário, o “alvo” passou na costa leste da Malásia próximo a cidade de Khota Baru e depois na costa Oeste próximo a Kedah. O último retorno de radar ocorreu as 02:40 da manhã, próximo a Pulau Perak, no estreito de Malacca, aproximadamente 530Km a oeste da última posição conhecida do radar secundário. A polícia local de Khota Bharu confirmou que vários moradores avistaram luzes e uma aeronave voando baixo.
  • Um detalhe sobre a diferença entre Radar Primário (RP) e Radar Secundário (RS). O RS é o mais  comum e utilizado nos controles de tráfego aéreo ao redor do mundo, ele depende do Transponder da aeronave para mostrar um “alvo”. Se o transponder for desligado [o 777 possui dois transponders (L e R), além de duas antenas (superior e inferior) que faz com que haja 4 opções de funcionamento, dupla redundância), o radar secundário interroga o avião mas não recebe nada de volta, portanto o "alvo" some do radar.  O Radar Primário funciona de maneira diferente: ao invés de interrogar o avião, ele envia um pulso de rádio e uma porção desta energia enviada reflete na superfície do "alvo" e retorna (eco), sendo capturado pelo receiver. A posição da antena deste radar (Azimuth) em relação ao alvo indica qual o rumo que o alvo se desloca e o tempo que o "eco" leva para retornar indica a distância relativa ao radar. Integrando o rumo e a distância, é possível ter uma idéia da localização do alvo no espaço.  Altitude geralmente não é obtida com radar primário, mas pode ser calculada por outros meios. O fato de o alvo ter sumido próximo a Pulau Perak não significa uma queda exatamente ali, mas sim que o eco de radar pode ter se tornado  fraco demais.
  • Esta nova informação do radar lança mais dúvidas ainda sobre esse misterioso acontecimento com o MH370. Fiz a imagem abaixo no Google Earth (atenção - NÃO É A ROTA REAL, é apenas uma linha reta sobre as localizações informadas pela Força Aérea da Malásia) para ter uma idéia da distância que a aeronave voou sem comunicação. É possível perceber que o avião cruzou todo o país e continuou seguindo na direção oeste. O tempo estava bom no dia do desaparecimento.
    Por onde supostamente passou o voo MH370 após decolar de Kuala Lumpur

    Por onde supostamente passou o voo MH370 após decolar de Kuala Lumpur

  • A imprensa noticiou hoje (11 Mar) que uma australiana revelou ter voado com uma amiga no cockpit de um voo da Malaysia Airlines a convite do copiloto desaparecido no voo MH370. A princípio esta é uma informação irrelevante, contudo demonstra uma quebra de procedimento operacional e isto levanta suspeitas sobre a “esterilidade” fornecida pela porta blindada quando composta por esta tripulação.

Update 7.1:

  • No final da noite (horário de Brasília), um oficial da Força Aérea negou a informação que outro oficial havia passado sobre o retorno da aeronave pelo radar primário. Com esta última negação, a área de busca está sendo cada vez mais alargada.

Update 8:

    • Hoje foram divulgadas fotos de objetos avistados no mar no dia 9 de Março. As fotos são de um satélite chinês (State Administration of Science (SASTIND)) e mostram 3 objetos medindo 13×18, 14×19 e 24×22 metros, na posição N6.7 E105.63 (121 milhas sul-sudeste da última posição conhecida de radar), e todos os 3 objetos contidos em um raio de 20km. A qualidade das fotos é horrível e não dá para identificar o que sejam, vejam a melhor delas abaixo.
    • Pedaço fotografado

      Pedaço fotografado

    • Como em todas as informações disponíveis até agora, esta é mais uma que soa estranha. Se as dimensões dadas pela agência chinesa estiverem corretas, pode ser que estes pedaços não tenham relação com o avião. A minha dúvida vem em relação ao pedaço maior, de 24×22 metros, pois não há uma área quadrada tão grande assim na aeronave (528 metros quadrados – ok, não é um retângulo perfeito, mas seria um valor aproximado). A área da asa, que é gigantesca, possui 310 metros quadrados, logo, ou este pedaço não é do avião, ou as dimensões fornecidas pela agência chinesa estão erradas.
      Mesmo que a fuselagem fosse desenrolada, ainda assim não atingiria a medida. Na imagem abaixo, o desenho oficial da Boeing mostra que o diâmetro da fuselagem é de 6,2 metros. Calculando a circunferência (C=2R*Pi), teríamos aproximadamente 19,5 metros.

 

  • Vejam as dimensões gerais de um Boeing 777 e tirem suas próprias conclusões:
    Vista Lateral

    Vista Lateral

    Vista de cima

    Vista de cima

Update 9 / 14 de Março 2014:

  • Apesar dos desmentidos oficiais, o Wall Street Journal reafirmou que satélites de comunicação receberam “pings” intermitentes da aeronave da Malaysa por pelo menos 5 horas depois do desaparecimento. Nos “pings” constavam a localização da aeronave, velocidade e altitude. O último “ping” foi enviado quando a aeronave encontrava-se sobre o oceano em altitude de cruzeiro normal, mas não foi divulgado exatamente em qual local. Uma das pessoas que fazem parte da investigação informou o Wall Street Journal que uma das possibilidades do sinal de satélite ter parado é de uma pessoa a bordo ter desabilitado o sistema.
  • Investigadores americanos estão analisando as transmissões de satélite para determinar se novas pistas podem surgir sobre a localização e condição da aeronave. Estes “pings” foram enviados através do sistema projetado para enviar dados de manutenção e monitoramento de falhas via links de satélite. O interessante é que esses “pings” significam que o “satellite datalink” estava pronto para enviar dados coletados sobre o voo, e ao serem efetuados indicavam para o satélite sua posição, altitude e rumo. O 777 possui duas antenas de satélite, uma a bombordo e outra a estibordo. Dependendo do rumo que o avião voa, ocorre uma troca entre estas antenas, para que a melhor posicionada em relação ao satélite seja usada. Cada vez que ocorre esta troca, é preciso que o sistema envie as coordenadas para o satélite. Se isto realmente ocorreu por quase 5 horas após a última posição conhecida, significa então que a aeronave não possuía qualquer problema mecânico e pode estar em algum lugar no oceano Índico, em sentido contrário de onde deveria estar.
  •  Muitas pessoas comentando sobre despressurização e tripulação inconsciente como aconteceu com o 737 da Helios em 2005, tem até um Tumblr pseudo científico sobre isso. Não tem absolutamente NADA a ver um acidente com outro.  Em primeiro lugar, despressurização não desliga transponder. Em segundo lugar, os alarmes (avisos visuais e sonoros) que o 777 emite quando a altitude de cabine começa a subir são muito mais sofisticados do que os do 737. Em terceiro lugar, na altitude de cruzeiro o avião já se encontraria com o piloto automático engatado há muito tempo (VNAV e LNAV) e seguindo o plano de voo, ou seja, mesmo a tripulação ficasse inconsciente o voo seguiria até Pequim automaticamente, não se espatifaria no chão ou no mar como algumas pessoas pensam. Em quarto lugar, se fosse descompressão explosiva, os pilotos colocariam as máscaras e desceriam o avião para uma altitude de segurança. Por qualquer lado que se veja, não há hipótese de ter acontecido o mesmo que ocorreu com o Helios, portanto parem de associar um acidente com outro.
  • Como se não bastasse não entender como os sistemas funcionam, o autor do referido Tumblr evoca a AD (Airworthiness Directive) que mencionei no Update 5 para construir sua teoria de que uma eventual falha na fuselagem comprometeria as antenas de Transponder e Satélite, afetando a comunicação da aeronave. Oras, se ele tivesse lido o Aviões e Músicas, saberia que há antenas tanto na fuselagem superior (objeto da AD) quanto na fuselagem inferior, portanto a comunicação não seria afetada como ele afirma.
  • Se não houver desmentidos sobre os “pings” até 5 horas após o último contato, é possível afirmar então que a aeronave funcionou perfeitamente e se ocorreu um acidente após este período, foi por motivos alheios à operação normal do jato.
  • Para se desligar intencionalmente alguns sistemas durante o voo, é necessário um excelente conhecimento técnico da aeronave. Tenho certeza que os órgãos que estão investigando a lista de passageiros estão dando muita atenção a este “detalhe”.
  • BirfviUCIAAcgGj.png-large

Update 10 / 15 Março 2014 :

  • Com a cooperação das empresas de transmissão de dados (SITA) e algum vazamento de informação, os investigadores cada vez mais se afastam da possibilidade de um acidente e agora focam em sabotagem ou interferência ilícita. O que ocorre é que a SITA provê a infraestrutura para que as mensagens de ACARS das aeronaves possam atingir seu destino, tanto via rádio (VHF), quanto via satélite (SATCOM). Quando a aeronave está sobre o mar e não possui cobertura de rádio, as informações de ACARS são roteadas automaticamente para serem enviadas via satélite, MESMO que o serviço para fazer isso não tenha sido pago. No 777 há dois tipos de antenas de SATCOM, uma que se chama Hi-Gain e outra Low-Gain. A primeira transmite voz e dados enquanto a segunda somente dados. Para enviar estes dados para o satélite, o BSU (Beam Steering Unit) recebe informação de localização do sistema inercial do avião no espaço para sintonizar qual satélite INMARSAT seria o adequado para aquela posição. Após sintonizar o satélite, o sistema envia uma requisição de conexão e o satélite aceita ou nega. No caso do Malaysia, todas as requisições de conexão foram negadas (porque a empresa não contratou serviço), mas o fato do avião ter requisitado esta conexão gera um LOG de localização nos servidores da SITA. Isto é o que a imprensa tem chamado de “ping”. O fato destas requisições terem sido enviadas reafirma que a aeronave estava voando sem problemas.
  • O Boeing 777 possui uma filosofia que trata eventos de cockpit como FDE (Flight Deck Effects). Isto é muito importante para a manutenção, pois através de um FDE podemos identificar por exemplo qual sistema falhou e consertar mais rapidamente com o auxílio dos diagnósticos a bordo. Quando um piloto intencionalmente altera trajeto de voo programado no FMC (Flight Management Computer), isto gera um FDE que é enviado via ACARS, não para manutenção (pois não é uma pane), mas para outros setores da empresa. Após a perda de sinal do transponder, o MH370 gerou um FDE de mudança de proa manual para Oeste, e este relatório com o FDE foi enviado pelo ACARS. Depois disso, o sistema ACARS foi “desativado”, por alguém com conhecimento mediano que gostaria de ficar invisível. O fato é que a desativação do ACARS pelo cockpit não impede a complexa comunicação pelos barramentos de dados do 777, e o consequente “ping” ao satélite.
  • A série de pings enviados fez com que investigadores começassem a buscar o avião agora a noroeste da Malásia, já no Oceano Índico. Os responsáveis pela investigação calcularam que pelo horário do último ping enviado, a aeronave teria apenas uma hora a mais de combustível. Como outro ping não foi recebido, eles trabalham com a hipótese de um acidente no mar ou de que alguém possa ter tido acesso ao centro eletrônico do avião para fisicamente desativar o sistema de SATCOM [isto requer um conhecimento mais avançado dos sistemas do avião]. O último ping foi enviado em voo de cruzeiro, sobre o oceano Índico
  • As novas informações divulgadas pelo WSJ levam a crer que alguém intencionalmente estava no comando do avião para o tirar da rota. Se feito pelos próprios pilotos seria sabotagem. Se feito por outras pessoas com acesso ao cockpit, seria sequestro. Informações vazadas indicam mudanças drásticas de altitude, sendo que em um ponto a aeronave chegou a 45 mil pés, em seguida desceu a 23 mil pés. O teto de serviço do 777 é 43 mil pés, mas em raras condições se voa acima de 41mil. Levar o avião a 45 mil com o peso que estava com certeza desestabilizou a dinâmica de voo. Não foi divulgado em que horário (fase de voo) ocorreu essa subida.
  • Apesar de todas estas novas informações, nenhuma hipótese ainda foi descartada, apenas o foco foi mudado para investigação dos pilotos e de toda a lista de passageiros. É importante saber também que nem toda a informação está sendo divulgada, pois há operações militares de diversos países fazendo buscas. Os Estados Unidos por exemplo, estão buscando ao Sul do Oceano Índico.
  • Pergunta Frequente: Por que o transponder pode ser desligado pelo piloto? Não seria mais seguro tirar esta função do cockpit?
    Resposta: O transponder envia dados para a tela de radar do aeroporto. Quando um avião pousa, uma das primeiras coisas que a tripulação faz é colocar o transponder em “stdby”, o que desliga o envio dos dados. Se não fosse possível fazer isso, a tela do controlador do radar seria inundada com dados de todos os aviões estacionados no aeroporto e não seria possível visualizar os alvos em voo. Além disso, há também um “circuit breaker” (CB), que é uma espécie de disjuntor, no painel superior traseiro que está lá para proteger o sistema e o avião em caso de falha elétrica.

Update 11 / 17 Março 2014 :

  • Uma série de erros em sequência do comando da Força Aérea da Malásia pode ter como efeito o desaparecimento sem chance de resgate do 777 da Malaysia Airlines. Como as imagens de radar primário mostraram, o voo MH370 cruzou todo o País sem que nenhuma base militar acionasse a defesa aérea, e o pior, apesar de terem esta informação já no dia seguinte ao desaparecimento, ainda assim o governo Malaio organizou as buscas no golfo da Tailândia, perdendo tempo precioso e gastando recursos que poderiam estar direcionados para o outro lado (fonte: New York Times)
  • O CVR (cockpit voice recorder – gravador de voz) grava somente os últimos 30 minutos de conversação e sons (alguns modelos podem registrar até 2 horas). Como a aeronave voou por até pelo menos 5 horas após o desligamento do transponder, os dados do CVR passam a não ter qualquer importância.
  • O FDR (Flight Data Recorder – Gravador de Dados do Voo) grava as últimas 24 horas de uma infinidade de parâmetros, mas como houve interferência ilícita ou sabotagem, pode ser que seus dados tenham sido desligados. O desligamento envolve um certo conhecimento dos sistemas do avião, pois não se encontra no cockpit os recursos para se fazer isso, porém como eu já disse antes, o 777 possui uma rede complexa de dados e mesmo com FDR desligado ainda há outro componente que armazena os últimos 30 dias de alguns dados em um disco óptico
  • A falha da Força Aérea da Malásia em interceptar o alvo não identificado sobre seu território pode significar que este mistério não seja solucionado por décadas.
  • Dada a natureza criminal, este post deixa de ser atualizado diariamente até que algo incrível aconteça, sendo que neste caso, um novo post será criado. Obrigado a todos pela interação e o respeito nos comentários para engrandecer a discussão.

Update 12 / 20 Março 2014 :

  • Fiz um novo post comentando as falhas na teoria que foi considerada a mais plausível até agora. Leiam neste link.

Update 13 / 24 Março 2014:

  • Em uma conferência hoje, 24 de Março, o primeiro ministro da Malásia informou que os experts da AAIB (órgão de investigação de acidentes britânico), juntamente com os especialistas em satélite da INMARSAT fizeram novas computações utilizando métodos nunca antes utilizados neste tipo de investigação para chegar a conclusão que a aeronave caiu em uma área remota ao Sul do Oceano Índico, a Oeste de Perth na Austrália. Não há hipótese de sobreviventes, de acordo com o primeiro ministro.
  • A tecnologia usada para os novos cálculos se baseou no efeito Doppler. Para saber como funciona o efeito Doppler, é preciso lembrar daquelas aulas de Física em que a tia Fafá nos colocava perto de uma linha de trem. Quando o trem vinha apitando, era possível perceber a diferença de som entre quando ele estava vindo e quando ele passava. A mudança de frequência do som em relação à direção do movimento é o efeito Doppler.
  • Como a aeronave enviou sinais de rádio para o satélite, foi possível calcular a sua direção baseada no efeito doppler, comparando-se com sinais de outras aeronaves que tinham a rota conhecida.
  • Estes cálculos não são precisos o suficiente para indicar a posição exata da queda, mas restringe bastante o local a ser procurado. O mistério do que aconteceu continua junto aos destroços, enquanto não forem encontrados, nada pode ser descartado

Tags: , ,

Sobre o Autor

Um técnico com bom senso :) 28 anos de aviação comercial, de Lockheed Electra a Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários. O Aviões e Músicas possui moderadores de comentários e se reserva o direito de apagar quaisquer comentários que sejam ofensivos ou que não contribuam para uma discussão saudável. Pontos de vista divergentes são muito bem aceitos e incentivados, desde que se mantenha o mínimo de civilidade. Este é um espaço para discutirmos aviação :)
  • GabrielAP

    Absolutamente chocado com a notícia. A primeira coisa que pensei: um 777? Impossível!

    Vamos aguardar as notícias, mas sinto que não serão boas.
    :(

    • Eduardo – SJP

      Pensei a mesma coisa.

    • http://www.avioesemusicas.com.br/ Rodrigo Portam

      Poxa… Já estava indo deitar e minha esposa me avisa.

  • Pedro Paulo Amorim

    Meu deus o que está acontecendo?

  • GabrielAP

    Há notícias de que encontraram o avião, pousado, em segurança. #natorcida

    http://www.malaysiandigest.com/frontpage/282-main-tile/492200-updated-mas-kl-beijing-flight-mh370.html

    • http://www.avioesemusicas.com.br/ Rodrigo Portam

      Esse link esta com erro para acessar o banco de dados em mysql

    • http://www.portalodia.com/blogs/no-mirante AlexandreACW

      VP da empresa acaba de confirmar que a informação do pouso não é fato consumado.

      • Leandro Sasso

        Exato, na CNN . E disse que em instantes haverá uma conferência infirmando mais sobre o caso

        • nubiatavares

          Alguém sabe que horas será essa coletiva? Desde que meu marido me falou, estamos os dois buscando informações (e, claro, corri pra cá).
          #natorcida por um final feliz, mas sem acreditar muito. O que achei estranho foi a falta de,comunicação. Bomba?

  • Sérgio C. Reis

    Aeronave prefixo 9M-MRO, com quase 12 anos de uso. Puxa, que aflição… :((

    • Leonardo Meca

      Acho que se tivesse havido seuqestro e os pilotos tivessem o minimo de tempo, eles colocariam codigo 7500 no transponder, indicando sequestro. Acho que se fosse terrorismo algum grupo ja teria assumido a autoria do ataque. So especulacoes.

  • Ramon Andrade

    O avião estava em uma rota mais a direita do que a normal. Poderia indicar sequestro?

    • João Pedro Duarte

      Geralmente os pilotos solicitam proas diretas para agilizar a viagem e economizar combustível

  • Bruno Nascimento

    Infelizmente acho difícil não ter acontecido algo trágico. O contato foi perdido 2 horas após a decolagem, que aconteceu às 13h40 de Brasília. Ou seja, o avião está desaparecido há mais de 7 horas. :/

  • Pedro Augusto

    Qual a chance de ter acontecido algum sequestro?

    • João Pedro Duarte

      Se eu estou certo muito baixas – se não, nulas… Os novos regulamentos são bastante rígidos desde o 11 de setembro, além da porta do cockpit está fechada desde a partida.

      • Pedro Augusto

        Mesmo assim, tipo, sempre há falhas, acho que é mais fácil acontecer um sequestro do que um avião cair!

  • Bruno Monteiro Silva

    Teve gente postando notícia que acabou o combustível, que o avião perdeu sustentação e caiu em parafuso no mar, tudo junto. =/

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Então, as pessoas não entendem que falta de combustível não derruba avião ou interrompe comunicações.

      • Bruno Monteiro Silva

        Eu entendo pouco sobre aviação, mas foi em dos seus posts sobre o medo de voar que adquiri vários conhecimentos a respeito, na hora que vi postando essa notícia, argumentei q estava simplesmente errado, e apagaram um tempo depois. O mais complicado é q a pessoa além de criar notícia ainda coloca a Globo como autora da mesma.

        • Leandro Sasso

          Para os comentários que fazem na globo apenas uma palavra, nojo. Total desrespeito e achismo non sense.

      • Sérgio C. Reis

        Além do que, em uma ameaça de falta de combustível, a tripulação poderia ter reportado a situação, procurando alternar para outro aeródromo. Digo isto em uma situação “normal” de comando, sem intervenções violentas de terceiros.

  • Paulo Sérgio

    Queria muito ver uma notícia de que há sobreviventes, mas isso não está nada bom.
    Falando de 777 lembrei na hora do Lito após ver esta notícia desagradável.

  • Fábio

    Sei bem como é essa angústia. Mesmo sendo uma possível tragédia distante, me sinto envolvido, acho que vou passar a noite esperando por notícias.

  • Marcelo

    Espero que não seja outro caso de suicídio da tripulação como o da LAM, com o E-jet da Embraer.

  • Luiz

    Siga ao vivo as noticias pelo link abaixo em Malaio. :(

    http://english.astroawani.com/

    • Rocha Jornalista Sergipano

      É verdade que existe a possibilidade de suicídio? Já houve caso deste tipo?

      • Rids

        Infelizmente sim. O caso mais conhecido foi da Silk Air.

  • Julio Moreira

    Esta aeronave M9-MRO, ja se envolveu em um incidente (possivelmente não tenha nada haver) em 2012 com uma colisão com um A340
    http://aviation-safety.net/wikibase/wiki.php?id=147571

    • R.F.

      9M-MRO, para correção.

    • Luiz Rocha

      Correção: nada a ver. Haver é um verbo, sinônimo de ter, ocorrer.

  • lvcivs

    Este tweet fala sobre sinal detectado a 120nm sul de Ca Mau, Vietnam:
    https://twitter.com/XHNews/status/442143403124740096

    O local seria a aproximadamente 90-100nm do último ponto de registro do FlightRadar24:

    http://www.gcmap.com/mapui?P=VVCMWMKKN6.97+E103.63-N7.188049+E105.174721&R=120nm%40VVCM160nm%40VVCM&PM=b%3Adisc7%2B%25N&MS=wls&DU=nm

  • Rocha Jornalista Sergipano

    Interessante hipótese de suicídio. Pode se encaixar? Já houve fato idêntico mesmo foi?

    • lvcivs

      Já, semelhantes… Procure sobre o acidente da LAM de Moçambique e um 767 da EgyptAir.

      Não se pode descartar também terrorismo…

  • Ricardo

    Se fala em rota desviada , sera que sobrevoava rota restrita e foi abatido ?

  • Felipe
  • R.F.

    No site da Malaysia mostra as nacionalidades dos passageiros e que há uma especulação que ele pousou em Nanming.
    http://www.malaysiaairlines.com/my/en/site/dark-site.html

  • Tiago André De Almeida

    Essa mesma aeronave sofreu um incidente em Agosto de 2012, se chocou na pista com um A340 danificando parte da asa direita !

  • Telmo

    Aqui um link com o número e nacionalidade dos passageiros. http://www.malaysiaairlines.com/my/en/site/dark-site.html

  • R.F.

    A China relatou que essa aeronave não entrou no espaço aéreo chinês. Com isso, a única certeza que temos é que o avião está no chão e não é em nenhum aeroporto.

  • Bruno Nascimento

    Oficial de resgate Vietnamita diz sinal do avião desaparecido da Malásia foi detectado, de acordo com últimas informações divulgadas pela agência de notícias Xinhua.

    O funcionário disse VNExpress local que o sinal do avião foi detectado em cerca de 120 milhas náuticas a sudoeste da mais meridional província de Ca Mau do Vietnã.

    Infos da china.org.cn

  • Felipe

    Existe a possibilidade de ter havido despressurização acidental? Um caso assim já aconteceu antes.

  • Fernanda

    Yahoo Singapore ‏@YahooSG 8m
    Vietnam media now reporting their navy has confirmed that #MalaysiaAirlines flight #MH370 crashed into the ocean. #PrayForMH370

  • Pedro Paulo Amorim

    Espero que não tenha acontecido um acidente no oceano como a Fernanda informou.

  • Gabriel

    será que não há possibilidade de ter ocorrido pouso no oceano (mesmo com a perda repentina de sinal poder significar algo catastrófica) e haver sobreviventes?

  • Thiago

    Olha a gafe da UOL, coloca uma foto de um 737 e diz que é um 777. Oh Ceus…

    http://noticias.uol.com.br/album/2014/03/08/aviao-da-malaysia-airlines.htm?abrefoto=1#fotoNav=5

  • Matheus

    Já cogitaram a hipotese de ele ter sido derrubado ? Russia , coreia do norte … Missel , pq não ?

    • Thiago

      Míssil

  • Thiago

    Infelizmente confirmada a queda no mar do avião, notícias ao vivo sobre o acidente.

    http://t.co/4bDDdkTyfj

  • Bruno Alex
  • Bruno Alex
  • Bruno Alex

    Acabei de ver bbc news e na cnn int. Caiu ao mar.

  • Luis

    Na bbc news ja estão confirmando a queda no mar u.u

  • R.F.

    As duas últiimas vezes em que ouvi a manchete “avião desaparecido” foram quando falaram do voo 447 da Air France e o voo 1907 da GOL.

    • Matheus Jacinto Leite Do Rego

      Teve outros e muitos, à exemplo do superjet 100 da Sukhoi que caiu com executivos numa demonstração!

    • Tony Coelho

      É comum darem um tempo até a informação oficial.
      No caso da GOL o avião estava “desaparecido” mas já sabiam detalhes sobre onde tinha caído.
      Já estavam preparando um 727 cargueiro cheio de caixões com decolagem prevista para Cachimbo antes mesmo de anunciarem onde o 1907 tinha caído.

  • Matheus Jacinto Leite Do Rego

    Como estava o Tempo no momento do desaparecimento?

  • Tony Coelho

    Uma curiosidade sobre o passageiro supostamente italiano. Ele telefonou para a família avisando que está bem. O cidadão italiano teve seu passaporte roubado alguns meses atrás na Tailândia. Então quem embarcou era um impostor.

  • lvcivs

    O resgate do Vietnam desmentiu a informação da marinha, ainda não acharam nada.

    Um avião de resgate encontrou manchas de óleo no golfo da Tailândia e só. Ainda nada oficial sobre o avião.

  • Lucas Antônio

    Tudo isso é muito triste.. péssima forma para acordar.

  • Jojo

    Já teve relatos de problemas com o 777? Como o exemplo das baterias e rachadutas do Dreamliner ?

  • Bruno Aquino

    Eu não estou acreditando, não saio da web em busca de notícias.

  • Caroline

    Gente, que desencontro de informações já não sei o que é certo ou não, no fim o avião caiu no mar ou não?

  • Valdenes Rodrigues

    Mto triste. Desejamos solidariedade às famílias e torcemos por sobreviventes.

  • Bruno Aquino

    Ainda não está confirmado, fora localizada uma mancha de óleo, mas sem confirmação. Acabei de ler que eles suspenderam as buscas, irão retornar pela manhã. Que aflição!!

  • JwGT

    Por que é tão difícil encontrar o avião? A caixa preta não tem sinalizadores, tipo GPS?

  • Thiago Felipe Diniz Figueiredo

    Por tudo o que li até agora, penso que houve uma explosão repentina em nível de cruzeiro. Se o avião estivesse sido danificado gravemente mas ainda estivesse com sua integridade mantida em parte, as comunicações não teriam sessado até que o mesmo atingisse o solo ou o oceano, e a tripulação teoricamente teria enviado algum tipo de pedido de socorro. Por favor os mais intendidos confirmem se estou correto ou não. Aguardando mais notícias.

    • HF

      Nesse caso o ELT entraria em ação. Os outros sistemas (imagino que a telemetria que o Lito informou seja o ACARS) realmente dependem dos geradores da aeronave (bateria/motores/APU), mas o ELT tem bateria própria. Mesmo que tenha havido ruptura dos cabos que energizam esses sistemas, não afetaria o ELT.

      Mas qualquer coisa agora é mera especulação. Quem iria afirmar, por exemplo, que no AF443 o que iniciaria a cadeia de eventos seria o congelamento de um probe? Os sistemas são muito redudantes, fica praticamente impossível afirmar alguma coisa nesse momento.

    • Tony Coelho

      Eu continuo achando que sabem a localização da queda, só vão disponibilizar a informação quando conseguiram ter acesso ao avião. Isso é comum na história dos desastres aéreos.
      Nenhum avião some assim do nada sem deixar rastros. O único caso conhecido é Varig Cargo que vinha de Tóquio. Um mistério até hoje.

    • Anna

      Não creio muito em uma explosão a nível de cruzeiro, pedaços da aeronave já teriam sido encontradas. Ou não. O acidente com o AF 447 mostrou pro mundo que um avião com a mais avançada tecnologia embarcada, podia ser passível de sumir sem deixar rastros, de maneira silente por parte da tripulação. É plausível que o 777 tenha passado por uma situação que impediu uma comunicação por ajuda. Só nos resta aguardar.

  • Marcos

    Perdoe-me Lito, mas sou obrigado discordar quando você quase que descarta a possibilidade de uma falha estrutural tomando como referência a robustez estrutural da asa. Sou um grande admirador seu, particularmente pelo seu discernimento e equilíbrio, mas neste caso acho que você se preciptou. Não quero dizer que a causa primária da ocorrência teria sido uma falha estrutural. Não, quero apenas reforçar que em engenharia todo elemento é resistente até falhar. Em aeronáutica, particularmente, existe uma busca permanente por leveza e esbeltez e isso joga contra a robustez(flexão, cizalhamento, etc) . Uma falha pode ocorrer devido a uma carga estática acima da prevista ou decorrente de pequenas cargas dinâmicas. Eu sei, o projeto prevê tudo isso, mas devemos partir do princípio que não existe projeto imune a falhas. Vamos aguardar o desenrolar dos acontecimentos, sem descartar nenhuma possibilidade, mesmo as mais improváveis, que seria a falha estrutural das asas ou profundor.

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Marcos, nada pode ser descartado neste acidente. Nem mesmo a remotíssima possibilidade de uma ocorrência como a do TWA. Mas não se pode associar um choque de ponta de asa (estrutura não primária) com falha estrutural total. Em todo caso, a falta de um mayday é preocupante.

      • Marcos

        Concordo com todos, apenas quis ressaltar a importância de não se descartar nenhuma possibilidade, mesmo aquelas mais improváveis. A análise de dezenas de ocorrências por mais de duas décadas, em outro ramo da engenharia, depois de algumas lapadas, me fez manter a mente aberta até para o mais impertinente dos estagiários, kkkkkk. Parabéns Lito, mais uma vez, pelo seu trabalho.

      • Fred

        Mas uma falha total apenas da ponta da asa já não pode ser sufuciente para derrubar um avião, considerando um elevado bank angle repentino e, possivelmente, a perda de sistemas hidráulicos?
        Abraços a todos e obrigado pela troca de idéias!

    • Marcelo

      Lito, acabei de chegar nesse espetacular site. Parabéns por desmistificar e traduzir o “aeronautiquês” para linguagens simples para leigos, porém aficionados, como eu.
      Marcos, depois de ler todas (TODAS MESMO) as referências dessa reportagem e várias outras do Lito, bem como ter acompanhado as séries Mayday e Catástrofes aéreas, concordo e entendo o Lito, pois é extremamente estranho esse “acidente”. Primeiro a “ficha corrida” do modelo da aeronave, o tempo de existência x número de acidentes, e isso se traduz em confiabilidade. Como você mesmo disse, algo mais pesado que o ar, e que prima pela leveza e aerodinâmica, estão fadados aos colapsos estruturais, mas voltamos a confiabilidade do projeto, pois mostrou-se extremamente robusto nessas últimas décadas, e seu cronograma de manutenção muito eficiente. Se um colapso estrutural motivou a sua queda, provavelmente seja proveniente de manutenção negligente, mas nesse caso vemos a retrospectiva da empresa, que é muito boa. Por isso, corroborando novamente com o Lito, essa hipótese ser muito baixa. Dada as enormes redundâncias de todas as funções vitais da aeronave, o seu “sumiço” da tela de radar, sem qualquer aviso ou indicações, indica realmente que ela “desmanchou” no ar. Nesse caso podemos concluir que a mais provável hipótese é que ela foi abatida. As questões que ficam são como foi esse ataque: Suicido (já existe histórico nessa região), aeronave externa, ataque terrorista? Lógico que um defeito mecânico/eletrônico não estão descartados, mas se torna uma possibilidade cada vez mais remota. Agora há pouco a Globo News informou que dois passageiros embarcaram com documentação falsa (roubada). Se isso é verdade e realmente foi um ato terrorista, só o tempo dirá. Mas também até mesmo um ato terrorista para causar tal devastação, seria necessário muito conhecimento e planejamento, pois as vigilâncias estão muito fortes, e colocar explosivos dentro de uma aeronave é algo extremamente difícil. Levando em consideração que o voo estava em seu primeiro terço da viagem, e provavelmente com 3/4 de seu combustível no tangue, podem muito bem ter usado isso como explosivo, mas, novamente, são somente especulações. O fato estranho está em um aparelho altamente sofisticado, extremamente moderno e confiável, “desaparecer” de um momento para o outro. Outro fato, mesmo com uma explosão que desintegrasse parte do avião, outras sobrariam, e algumas estariam flutuando, mesmo que malas e objetos pessoais, fato que não foi encontrado, somente uma grande mancha de óleo, que pode ser o querosene da aeronave. Isso é muito estranho.

    • André Barioni

      Caro Marcos.

      Uma fadiga estrutural na asa só a comprometeria se fosse nas longarinas, na qual ainda para que o risco de fratura seja relevante, tem de ser próximo a raiz da asa. As pontas das asas possuem apenas longarinas de baixa resistência, afinal, a corda é menor. A probabilidade do dano estrutural ser na asa como um todo é ínfimo nessa circunstância, porém não é nulo.

      Na falha estrutural, a probabilidade recai mais sobre os estabilizadores, tal como já ocorreu com um reparo ”mal feito” em um 747 da JAL. Ainda sim, no caso do 777 apesar de ser ínfimo, não é nulo também.

      São N possibilidades, inclusive bomba a bordo (menos provável pois foi encontrado combustível na água), inclusive bomba alocada a comandos, ataque suicida e outros.

      Mas é óbvio, nada deve ser descartado, as investigações virão, o que falamos são meras especulações sugestivas sem qualquer prova, sem qualquer indício, mas todos com anseio que o acidente será esclarecido e com a esperança que pelas causas desse acidente que serão apuradas, haja prevenção futura. Lamentamos e temos apreensão, afinal, nós da aviação jamais toleraremos aceitar os acidentes como algo ”normal”.

    • Guest

      “2.1 – Minha nota acima não descarta a hipótese de falha estrutural da asa, apenas descarta a ligação entre um choque de ponta de asa e o comprometimento de uma estrutura primária.” – Lito

  • Wagner Brito
  • Felipe

    Sessado, preciptou…Pelamor pessoal. O nivel aqui esta abaixo do tapeti. O que diria o dicionario “Houaiss” sobre isso.

    • Paulo Villar

      Que palavras podem ter acentuação e algumas não foram encontradas.
      Depende da palavra que se refere…
      ;)

    • Felipe

      Achei quem pegou o lugar do Barbixa!

    • Felipe

      Barbixa mesmo!

  • Leonardo Meca

    é muito esquisito o aviào ter sumido do nada sem nenhum aviso tanto de telemetria como de ACARS, etc. só especulo, mas sem levar em conta falha no aviao, ha a possibilidade de atentado a bomba, talvez o aviao ate ter sido abatido. falo isso porque como base, no AF447 pelo menos a telemetria do aviao informou a cia aerea que havia algo errado. mas esse 777 simplesmente some do nada.

  • Leonardo Meca

    No caso de uma colisao frontal com outra aeronave o aviao talvez se desintegraria no ar em segundos, levando em conta um aviao que nao aparecesse nos radares que talvez bateu tambem e ninguem deu falta dele ou que ninguem quer informar a falta dele(um aviao militar, talvez) so especulando, sem levar a serio

  • pqp news

    na pqp news tinha um barbudo precia vc

  • R.F.

    Eu acredito que a hipótese de uma colisão frontal estaria quase descartada, porque sendo assim já teriam sentido a “falta” da segunda aeronave no destino dela. Foi assim que descobriram “mais rapidamente” o desastre aéreo de Uberlingen na Alemanha em 2002. (que aliás um dos parentes das vítimas matou a facadas o controlador de voo que estava cuidando daquela área no momento da colisão).

  • Bruno Aquino

    Alem disso, a colisão frontal deixaria um rastro de pedaços da aeronave, seria muito mais fácil de ser localizada no mar, varias peças iriam flutuar.

  • João C

    Não sei…. Acho que a hipótese que mais prevalece é uma explosão. Não falo que pode ter sido um atentado suicida, lembrando do 747 que explodiu no ar sozinho, devido a problemas na fiação do tanque. Mas dois caras que entraram no voo com o passaporte roubado, comum não é. Vamos esperar pra ver, mas nenhum pedido de socorro, do nada saindo do radar….

    • Leonardo Meca

      teve um terrorista que planejou uma vez explodir os tanques do 747 sentando numa poltrona acima do tanque central. so que o terrorista planejava detonar o 747-200 e na verdade estava num 747-400, ou seja, ele sentou mais pra frente do tanque e por sorte ele falhou e nao danificou seriamente o aviao.

      • Joao C

        Sim! Também teve esse atentado, onde o homem chegou a montar a bomba dentro do banheiro do avião. Além da explosão misteriosa do 747 que eu falei, se não me engano foi da TWA, na costa dos Estados Unidos, onde suspeitaram que abateram a aeronave

  • Marcelo Cardoso

    Sinceramente, posso estar errado, mas pelo contexto de alguns acontecimentos recentes da China, como o ataque a uma estação ferroviária e um atentado na Praça da Paz Celestial envolvendo uma etnia minoritária muçulmana chamada uigures e agora esses 2 passaportes falsos dão indícios que o terrorismo possa estar envolvido.

  • http://www.portalodia.com/blogs/no-mirante AlexandreACW

    Esses dois paxs com passaporte roubado é que podem ser o X da questão, talvez…

  • Valéria de Melo

    É um desaparecimento triste, obviamente. A espera, entretanto, é um “mal” necessário…
    :(

    • Marcelo Cardoso

      Se fosse 1 só, poderia até dizer que não passava de uma coincidência, agora como são 2 pax na mesma situação, faz a gente especular que houve uma ação orquestrada e planejada. Mas, por hora, apenas uma suposição.

      • Evandro

        E os dois chineses suspeitos tambem o que daria 4 pessoas.

        • Marcelo Cardoso

          Verdade. Vi que os chineses riscaram 2 chineses das lista de pax, então supostamente o ataque envolveria esses 4 pax.

      • Valéria de Melo

        Nenhuma conjectura deve ser desconsiderada. E, sim, Marcelo, especular é consequência natural do processo, supor também. Again: a espera, entretanto, é um “mal” necessário.
        Queria muito que o update 5 do Lito fosse mais positivo…

  • R.F.

    Verdade, esses paxs com passaporte roubado deve ter alguma sujeira envolvida nisso…

    • Leonardo Meca

      eu acho que é sujeira de governo(agentes)

  • Marcelo Cardoso
  • Joao C

    Sem duvida a varias hipoteses para ser um atentado. Mas acho muito estranho terem achado mancha de oleo, e nao terem encontrado nenhum vestigio do avião.

  • TOMAZ

    Avião não cai, derrubam. Portanto acredito em queda intencional dado as circunstancias de voo e da confiabilidade do aparelho.

  • Evandro

    Esta muito estranho esse acidente.
    As perguntas:
    Como desapareceu uma aeronave com tantos recursos eletronicos de comunicação e controle, sem sinal de Pan Pan Pan ou Mayday?
    Falha estrutural?
    Dois passageiros com passaportes falsos ( Italiano e Austriaco)?
    Tambem 2 passageiros Chineses suspeitos?
    Manutenção mau feita da asa no acidente que aconteceu com o aparelho em 2009?
    Suicidio do piloto ou co piloto?
    Se caiu, caiu inteiro????
    Tal mancha no mar, mas cade a aeronave?

    Gosto muito de aviação, primeiro comentario aqui, apesar de ja conhecer o site a algum tempo.

    Abraço

  • Evandro

    Qual a duração do voo entre as duas cidades???

    • Ramon Andrade

      Cara. Pela informação do flight radar, eles perderam contato mais ou menos 40 minutos após a decolagem e naquela região.

      • Evandro

        40 minutos, ai a distancia condiz com o local. mas que esta estranho esta.

        • Karol

          O avião não perder contato 40 min após a decolagem, mas 2h ou mais após a decolagem. A Malaysia informou que a decolagem se deu às 00:41 e a perda de contato se deu às 02:40.

          • Leonardo Meca

            ta muito estranho essa historia. tambem vi no flighradar e perda de contato se da depois de 40 min de voo. Ta me soando algo militar nessa historia

          • Anna

            Só nos resta aguardar. Lembra do AF 447 que sumiu sem deixar vestígios?? Passaram a pensar desde suicídio a abdução. Só retificando a Karol, segundo a Malaysia, o último contato com o 777 se deu, aproximadamente, 50 minutos após a decolagem, às 01:30. http://www.malaysiaairlines.com/my/en/site/dark-site.html

          • http://www.avioesemusicas.com Lito

            Sim aguardar é o que se tem que fazer. Há uma diferença entre este caso e o O AF447, pois no caso do Air France houve envio de mensagens de ACARS até segundos antes do choque com o mar. Neste caso tudo parou repentinamente, ou a cia não está divulgando tudo.

          • HF

            Justamente o que eu ia perguntar… se houve recebimento de mensagens do ACARS informando pane em algum sistema.
            Resta também saber se a empresa tem esse sistema ativo, né? Além da aeronave possuir o equipamento a empresa tem que “assinar” o serviço, se não me engano.

          • Ezequiel

            Lito, como mostra no flight radar o avião faz uma curva estranha a direita antes de perder o contato. O que da a impressão de ter sido sequestrado e abatido por aviões militares. Essas aeronaves não tem comunicadores automáticos em caso de panes? Acho que estão escondendo muita coisa nessa história….

  • Bruno Monteiro Silva

    Vi um comentário e fiquei pensando: Qual a probabilidade do avião ter jogado combustível no mar e ter pousado em algum lugar deserto?

    • Joao C

      Probabilidade sempre tem, mas o aviao teria mandado algum sinal de emergência ou o piloto teria comunicado com a torre.

    • Anna

      Acho muito improvável, uma vez que o procedimento pra alijar o querosene não é tão rápido. Essa mancha de óleo parece mais advir de um navio, o que é muito comum e não deve ser diferente na área onde o avião sumiu.

    • HF

      Mesmo fazendo isso a aeronave não teria simplesmente sumido do radar. Ainda que se desligasse o transponder o radar primário ainda indicaria a posição do tráfego (sem identificação/altimetria, mas haveria o plot no radar), além de como o Lito disse, ser impossível desativar a telemetria (intencionalmente) em voo.

    • Moni Oliveira

      E se houve um sinal enviado pelo avião e foi negligenciado? É possível, não? A princípio informaram que ele voava e simplesmente desapareceu, depois surgiu a informação que os radares confirmam que o avião realizou uma manobra de giro.
      Sou totalmente leiga, apenas especulações…

  • Aeromanuais Brasil

    Dada a confiabilidade desta aeronave, o que temos até então são incógnitas difícil elucidação. Porém é com ajuda de profissionais sérios como o Lito que aos poucos conseguiremos depurar os fatos meio a tantos rumores e surgem e se espalham pela web.

  • http://www.avioesemusicas.com.br/ Rodrigo Portam

    Já se sabe que a China Southern vendeu sete passagens, incluindo as duas para os passaportes falsos.

  • Evandro

    Me lembrei agora do PP-VLU um cargueiro da Varig que desapareceu em 1979 http://pt.wikipedia.org/wiki/Voo_Varig_967

    • Tony Coelho

      O PP-VLU é o maior mistério da aviação civil até hoje. Não dá pra comparar os recursos de um 707 com o 777, toda tecnologia de radares e GPS que temos hoje e muito menos a área onde sumiram.
      A busca da caixa preta do AF447 e conseguirem achá-la nas profundezas do Atlântico mostra a capacidade da nossa tecnologia atual.
      Hoje em dia não tem como um 777 simplesmente sumir sem transmitir um ACAR.
      Eu acredito que está faltando transparência por parte das autoridades e até da Malaysia Airlines, talvez porque ainda não saibam o real motivo ou estejam investigando a lista de pax. Não li em nenhum site sobre que tipo de carga esse 777 levava.

  • Koller

    Sou leigo no assunto… mas na minha opinião lendo as informações e os comentários é:

    1. Terroristas (ou qualquer outro nome) com esses passaportes falsos tomaram o controle do avião (por esse motivo nenhum aviso de problemas)

    2. Com o controle do avião derrubaram de uma forma muito “aguda” fazendo o avião não se despedaçar tanto e afundar.

    Espero estar errado! =/

    • HF

      Tomar o controle da aeronave antes que a tripulação emitisse qualquer alerta aos órgãos de controle é praticamente impossível, a não ser que a porta da cabine estivesse aberta ou que um tripulante técnico fosse o sequestrador. Se realmente houve atentado terrorista, o que parece mais plausível é que algum artefato tenha sido detonado sem conhecimento dos pilotos.

      Não adianta ficar especulando agora… nem sinal do ELT foi confirmado ainda. São várias hipóteses e pouquíssimas informações.

      • Tony Coelho

        Como o Lito explicou bem, isso seria impossível. A indicação por telemetria não pode ser desligada.

  • http://www.pedrominiaturas.com.br Pedro Miniaturas

    Assisti agora há pouco o link do FR24 disponibilizado aqui e percebi que pouco antes de sumir do mapa, a aeronave que estava a cerca de 35000 pés chega a 0ft e some do mapa, alguém viu isso?

    • Roberta Giordano

      Sim, e isso ocorre no momento da curva…

  • Roberta Giordano

    Puxa..olha o vídeo dele…

    http://www.youtube.com/watch?v=5SJ6CnPNxf4

    • Evandro

      Nesse video ele esta com um reverso pinado.

    • Ricardo Eloy

      Que pouso massa, e o barulho então? muito baixo. Realmente uma máquina fantástica !!!

  • Marcelo Cardoso

    Hipótese sobre os 4 passageiros suspeitos começa a tomar mais força: http://www.theguardian.com/world/2014/mar/09/malaysia-airlines-missing-plane-fears-worst

  • Marcelo Cardoso

    E as buscas aéreas já foram retomadas. Vamos torcer para que encontrem logo o avião.

  • Ricardo Eloy

    Rezando para que tudo de certo e isso não passe de um grande susto.

    • http://www.pedrominiaturas.com.br Pedro Miniaturas

      Acho extremamente díficil termos boas notícias neste caso. Hoje é impossível que uma aeronave suma do radar e continue operando. Sabemos que houve o acidente, queremos saber o que aconteceu e principalmente, onde aconteceu, para que seja investigado.

  • Tony Coelho

    E a história continua confusa. Pelo que li agora na CNN as autoridades Malaias anunciaram que perderam contato em 1:30 de voo e não com 2:30. Já notei que o flightradar24 se antecipa traçando a provável rota e se a aeronave mudar a proa ele corrige. Então o último contato teoricamente seria ali onde a linha muda de cor (roxa para branca). Segundo a Folha a última localização conhecida foi 7.55N 103.18E. Provavelmente a rota foi a R208 até IGARI prosseguindo pela N891 onde desapareceu um pouco antes da vertical de SAMOG. A área está ao alcance dos radares de Bangkok (VTBB), Singapore (WSJC), Ho Chi Minh (VVTS) e Phnom Penh (VDPP).
    Uma possível explicação para os 2 pax com passaportes roubados é que os bilhetes foram comprados juntos (numeração sequencial), pelo mesmo preço emitidos pela China Southern Airlines. Ambos começaram a viagem em Kuala Lumpur e fariam conexão em Beijing para Amsterdam. De lá o falso italiano seguiria para Copenhagen enquanto o falso austríaco seguiria para Frankfurt. Na minha opinião, se estivessem só com bagagem de mão, provavelmente desembarcariam em Amsterdam mesmo que é um dos países que menos controlam a imigração ilegal na comunidade européia.
    Segundo autoridades locais isso é comum por lá. Então se eram imigrantes ilegais diminui a possibilidade de terroristas a bordo. Provavelmente uma simples conexão na China não precise de visto. Dificilmente alguém obteria o visto chinês num passaporte falso.

    • Marcelo Cardoso

      Só complementando seu raciocínio, levando para o lado contrário: se havia a possibilidade de conexão, e na conexão não haveria a necessidade de visto chinês, estes 2 pax falsos se supostamente forem terroristas e não imigrantes ilegais, imaginaram um esquema perfeito, pois procedendo assim levantariam menos suspeitas. Lembrando que além desses 2, existem 2 chineses que também estão sendo investigados, além de toda a lista de paxs. http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2014/03/09/malasia-investiga-possivel-vinculo-terrorista-ao-desaparecimento-de-aviao.htm

      • Tony Coelho

        Agora só complementando seu raciocínio, também levando para o lado contrário: tradicionalmente a organização responsável pelo ataque terrorista logo assume o atentado, afinal de que adianta um atentado sem que saibam o motivo?
        Um passaporte foi roubado 2 meses atrás e o outro já faz 2 anos. Existe um mercado negro de venda de passaportes. A Malaysia Airlines não consultava a lista da Interpol pelo que li. Independente de terrorismo ou não acho que logo teremos uma nova regra: as aéreas ou autoridades locais serão obrigadas a consultar essa lista. É muito absurdo um passaporte roubado continuar válido num mundo informatizado. Continuo achando que eram só mais 2 imigrantes ilegais que iam tentar a vida na Europa.

        • Marcelo Cardoso

          Bem, como tudo até agora é uma suposição, só nos resta aguardar as investigações. Infelizmente muitas coisas absurdas acontecem, e tudo que está envolvendo essa história e esse desaparecimento é muito absurdo. Resta-nos aguardar se nossas conjecturas se confirmarão ou não. O mais importante é que a verdade apareça e as lições desse acidente sejam aprendidas para que no futuro não voltem a acontecer.

          • Tony Coelho

            Infelizmente a história dos avanços da segurança na aviação é escrita a sangue. De cada acidente nascem novas tecnologias.
            As autoridades Malaias anunciaram agora que estão investigando as imagens de circuito interno de tv do aeroporto dos 2 pax pseudo-europeus desde o check-in até o embarque e não descartam a possibilidade de terrorismo. Vamos aguardar. Os dois passaportes foram roubados na ilha de Phuket. No caso do cidadão italiano ele deixou o passaporte numa locadora de motos. Quando voltou para devolver a moto a atendente disse que um outro cara dizendo-se marido dele tinha passado para buscar o documento…
            Para nós uma lição: não dar bobeira com passaporte. Já li que o passaporte brasileiro é um dos mais cotados no mercado negro porque qualquer um pode ser brasileiro, tendo olhos puxados ou não, qualquer cor de pele, cabelo e olhos.

    • Marcos

      Uma forma de avaliar se o uso de Passaporte falso ou roubado era de uso corrente bastaria fazer uma análise da lista(s) de passageiros precedentes. Vai que existia o uso regular deste voo / companhia para imigarção ilegal. Não seria de estranhar. A porta só é fechada quando é descoberta.

  • Marcelo Cardoso

    Link da CNN com a informações sobre o destino dos paxs falsos: http://edition.cnn.com/2014/03/09/world/asia/malaysia-airlines-plane/index.html?hpt=hp_t1

  • Bruno Aquino

    Está muito estranho isso, uma aeronave do tamanho do 777 sumir sem deixar rastros? Não lembro quanto tempo gastaram para encontrarem partes do AF447, já temos 48hs e nada. Não tem como a aeronave cair e quebrar algo que flutue (se caiu no mar) ou rastro no solo.

    • Marcelo Cardoso

      É Bruno, estranho demais. E até agora nada…

    • Fernanda

      O AF levou poucas horas para ser descoberto. Ainda mais que pelo que eu me lembro (me corrijam caso eu esteja errada) um avião da Ibéria que fazia Madrid-Rio, viu tipo de um fogo no mar e avisou. Esse está já em 2 dias e nada. Não tem como um avião desse porte sumir dessa maneira. Não tem.

  • Marcelo Cardoso

    Parece que os vietnamitas encontraram algo, e dentro de instantes isso vai se confirmar (ou não). http://www.theguardian.com/world/2014/mar/09/malaysia-airlines-missing-plane-investigation-widens-live

  • Marcelo Cardoso

    O objeto é amarelo e está flutuando no mar. https://twitter.com/TrongKhanhVu/status/442583197331628032

  • Vitor

    Eu acredito mais que seja um ataque terrorista. :/

  • Marcelo Cardoso

    Recomendo a leitura desse arquivo, para contextualizar uma possível ação terrorista, caso realmente tenha acontecido. http://www.swissinfo.ch/por/internacional_afp/China_culpa_terroristas_uigures_por_chacina_em_estacao_de_trem.html?cid=38072960

  • Matheus Jacinto Leite Do Rego

    Uma coisa é certa essa mancha de óleo não é do 777!

    • Geison

      E como o Sr. chegou a esta conclusão ?

      • Matheus Jacinto Leite Do Rego

        Qual é o tamanho da mancha mesmo?

      • Matheus Jacinto Leite Do Rego

        Então me reporte o tamanho da mancha deixado pelo o A330 da air france que tinha mais de 70 mil litros de querosene nos tanque.

      • Matheus Jacinto Leite Do Rego

        Mancha de óleo sem destroço no perímetro não tem Avião! Mancha de óleo gigante+ extensão de 15 km= Navio cagando óleo.

      • Matheus Jacinto Leite Do Rego
      • Matheus Jacinto Leite Do Rego

        Ei rapaz e quanto a mancha de óleo “Diesel”,era diesel e não querosene!

  • Marcelo Cardoso

    e a Bruxa está solta, problemas hidráulicos em um 787 da JAL. http://www.theguardian.com/world/2014/mar/09/japan-airlines-flight-emergency-landing-hawaii-jl002

    • nubiatavares

      E ontem a carenagem do motor de um 737 da Gol se soltou em voo… :(

      • R.F.

        Coincidência ou não, as duas vezes que voei naquela mesma aeronave (PR-GGY) presenciei brigas feias a bordo, uma delas envolvendo a minha mãe, porque um rapaz que sentou no assento do corredor não queria deixar eu e minha mãe sair no desembarque, e aí já viu, né? E quando saí desta segunda viagem dele, eu falei: O GGY é maldito, não viajo mais nele! E ontem…

        • R.I.

          Por acaso sua mãe queria levantar durante o taxi? hehe

          • R.F.

            Foi quando metade dos passageiros já tinha desembarcado:-P

  • Pri Martins Santos

    Lito, acabo de ler pelo globo.com que a malasya acionou o seu órgão de antiterrorismo e que estão analisando toda a lista de passageiros e o que já se sabe é que 2 passageiros voavam com passaportes falsos e existe mais 2 com essa mesma suspeita.
    Se isso for um ataque terrorista é uma fatalidade imensa, muito maior do que já é o fato de a queda de avião.
    Fonte:http://m.g1.globo.com/mundo/noticia/2014/03/malasia-investiga-possivel-vinculo-terrorista-ao-desaparecimento-de-aviao.html

  • Marcelo Cardoso

    Parece que algo foi encontrado. No entanto, devido à escuridão, o avião vietnamita que tirou essa foto retornou à base. Buscas continuarão pela manhã, pois já é noite no local.

    http://img.infonet.vn/t660/Uploaded/trongan/2014_03_09/images941579_DSC_0212.jpg

  • Marcelo Cardoso
  • Tony Coelho

    Aviation sources in China report that radar data suggest a steep and sudden descent of the aircraft, during which the track of the aircraft changed from 024 degrees to 333 degrees. The aircraft was estimated to contact Ho Chi Minh Control Center (Vietnam) at 01:20L, but contact was never established.

    According to the states run Chinese news agency Xinhua Chinese police established that one of the Chinese passengers listed on the manifest never left China, is still at home and in possession of his passport, therefore was not on the accident flight. The passenger’s passport had not been lost or stolen, the numbers on his passport and the passport number noted on the manifest are identical however.

    • Marcelo Cardoso

      Que coisa….o chinês estava lá, mas na realidade não estava…clonaram seu passaporte, como clonam cartões de crédito! Nebuloso…

    • Marcelo

      “…radar data suggest a steep and sudden descent of the aircraft…”.
      Novas informações, e vão montando o quebra-cabeças.

  • Ricardo Eloy

    Lito, caso seja sequestro, existe a possibilidade dos sequestradores conseguirem desligar os sistemas de localização da aeronave ? Digo, existe uma maneira ?

    • Marcelo Cardoso

      Ricardo, acho que o Lito já respondeu no Update 3. ”
      Não há como esconder um avião em voo (recebi algumas perguntas sobre isso). Mesmo que se conseguisse desligar tudo, ainda haveria retorno de radar, especialmente naquela área entre Vietnã, China e Malásia, que é totalmente coberta por radares.

    • Marcelo

      Creio que muitas informações estão sendo guardadas, até por causa da nova suspeita de atentado terrorista.
      Como no post abaixo, já têm os dados de radar e esse informa uma queda com mudança de trajetória. A queda é certa, os motivos é que ainda não são claros. Nesse momento creio que estão mais interessados em resgatar os corpos e as caixas pretas, pois os indícios sugerem fortemente uma ataque.
      Se forem mesmos os destroços encontrados, de duas a uma, ou o avião voou mais do que está registrado, ou as correntes de marés arrastaram para muito longe. Confirmando a segunda hipótese, a probabilidade de recuperar os corpos diminuem bastante.
      Que Deus possa confortar os familiares e essas vítimas possam descansar em paz.

  • Mauricio Ribeiro

    Lito, parece ter sido realmente um ataque terrorista. Talvez algum desses passageiros com passaporte falso sequestrou a aeronave, mandou o comandante desligar o transponder. Porém igual ao ocorrido aqui no Brasil com o sequestro do 737-300 da VASP (PP-SNT), o comandante deve ter tentado uma manobra arriscada afim de desarmar ou derrubar o sequestrador, porém o comandante não conseguiu reaver o controle da aeronave por ser um Boeing 777-200 que é de grande porte. Diferentemente do Boeing 737-300 da VASP que por si é menor.

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Não é possível o que você descreveu @disqus_80LdpLeQ8B:disqus. As aeronaves deste porte hoje em dia possuem porta blindada de acesso ao cockpit e segurança operacional para acesso. Desligar o transponder não eliminaria todo o restante de comunicação e posicionamento global da aeronave.

  • Marcelo Cardoso

    Parece que as últimas notícias sobre vestígios do avião têm sido muito promissoras. Provavelmente, assim que amanhecer na Malásia e as buscas aéreas forem retomadas já teremos novidades mais positivas sobre a localização do Boeing 777.

  • Edgar Guediguian

    Boa tarde a todos.

    Tenho acompanhado cuidadosamente os relatos em diversos meios de comunicação e em fóruns sobre esse fatídico acontecimento. A foto do 777 da MAS é do 9M-MRO desaparecido? Pelo que observei, ele estava operando com a livery tradicional da MAS – predominantemente branca. Agradeço desde já por informações.

    • Edgar Guediguian

      A propósito, estou me referi à foto deste post…

      • Edgar Guediguian

        * me referi

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Não, a foto deste post não é do 9M-MRO.

      • Edgar Guediguian

        Grato, Lito.

  • Marcelo Cardoso

    Lito, uma pergunta. No caso de uma suposta desintegração a 35.000 pés, as “caixas pretas” se manteriam íntegras ou não suportariam essa desintegração? E antes de mais nada, obrigado pelas informações e por todos os updates.

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      As CSMUs são construídas para suportar qualquer tipo de impacto conhecido pelo homem. Podem se danificar em caso de prolongada exposição ao fogo. Para ter uma idéia de como suportam impactos, procure no google sobre o acidente com o Sukhoi Super Jet 100, que entrou voando em uma montanha na Indonésia.

      • Marcelo Cardoso

        Que bom saber, então mesmo que tenha ocorrido o pior dos piores cenários, provavelmente não ficaremos sem as importantes informações fornecidas por essas CSMUs. Obrigado pela resposta e parabéns pelo trabalho.

        • Evandro

          Pra ter uma ideia da severidade do que elas aguentam é só lembrar do 11 de setembro que as caixas pretas do WTC estavam intactas e sumiram pois era um Inside job.

      • Rids

        Lito, mas existe uma atenção imediata de colocá-las em água doce, limpa e gelada para o transporte. Evitar o contato com a água do mar é uma preocupação profilática ou ela pode se danificar? Nesse caso, suponho haver um prazo máximo para encontrá-las.

        • http://www.avioesemusicas.com Lito

          Sim, se o acidente ocorrer sobre fonte de água, a remoção requer o imediato armazenamento em um recipiente contendo água. A razão para isso é manter o metal o mais estabilizado possível e evitar o início de corrosão que poderia impedir a leitura de dados. Quando o acidente ocorre sobre terreno seco, não é necessário colocar o dispositivo na água.

  • Fabiano

    A título de contribuição, ali no Update 3, o voo da Air France é 447 e não 477.

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Mas está 447 :P
      Obrigado Fabiano.

      • Fabiano

        Agora sim, parabéns pelo site! :D

  • Eduardo Cavalieri

    Lembrando que os gravadores são de estado sólido, ja que são resistentes ao impacto, principalemnte comparado as memorias fisicas! Obrigado pela cobertura Lito!!

  • Edgar Guediguian

    Sobre o update 5, ainda ontem um forista do FR24 postou um comparativo interessante sobre a mudança de proa do MH370 tendo em vista o voo MH52, da mesma cia. e operado por um A-330, que seguia à frente, como pode ser observado em http://www.flightradar24.com/2014-03-07/17:10/12x/MAS52/2d80c86

    Em síntese, o comparativo ‘sugere’ que a mudança de proa do MH370, embora após isso a aeronave tenha saído do radar, não indicaria tentativa de retorno a Malásia e sim uma simples manobra de correção, para tanto, basta observar que a rota do MH52, até o ponto em que o MH370 desapareceu, fora idêntica.

    • Marcelo Cardoso

      Fiz o playback do dia 06/03 e ele fez a mesma curva naquele mesmo ponto. Estou acompanhando toda a trajetória desse último vôo normal até chegar na China.

      • Marcelo Cardoso

        O que notei de interessante nesse playback da rota um dia antes do desaparecimento é que com 46 minutos de vôo ele já estaria voando sobre terra, no Vietnã. E com 2 horas e meia ele já estaria próximo de Hong Kong, gostaria de saber de onde tiraram aquela informação inicial que o radar só perdeu o sinal do avião com 2 horas e meia de vôo.

        • Evandro

          Tambem achei isso muito estranho. Até comentei mais abaixo desse pouca distancia percorrida.

      • Marino Lozio

        refiz o voo em simulador e o tempo informado da perda de comunicação e o local de provavel queda batem com informações proximo a uma ilha de nome ho -shu 300 milhas a sudeste dela…

  • Marcelo Cardoso

    http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/03/vietna-encontra-objeto-no-mar-que-pode-ser-parte-de-aviao-desaparecido.html

    Existe um vídeo nessa página do G1 com a correspondente da Globo News na Ásia e no finalzinho do vídeo ela informa que 5 passageiros fizeram check in MAS NÃO EMBARCARAM! Quanta mais mexe, mais misterioso fica.

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Isto é comum, acontece todos os dias em quase todos os voos internacionais. A empresa aérea retira as bagagens dos passageiros que fazem check in mas não embarcam, isto é rotina, e ocorreu neste voo também.

    • http://www.avioesemusicas.com.br/ Rodrigo Portam

      Isso é comum, eu mesmo fiz check in e não embarquei.

      • Marcelo Cardoso

        E por qual motivo não haveria o embarque? Eu já fiz check-in e não embarquei, mas porque o vôo foi cancelado enquanto estava na sala de embarque.

        • http://www.avioesemusicas.com Lito

          Não motivos, passageiro que se perde depois de fazer checkin, outros que ficam no futuro frete e esquecem da hora, enfim, acontece todo dia.

          • Marcelo Cardoso

            Obrigado, Lito, espero que tenha sido mesmo por esses motivos comuns e não por outros mais comprometedores.

        • Jerrand

          Hoje em dia a pessoa pode fazer check-in pela internet e acabar não embarcando!!!

        • http://www.avioesemusicas.com.br/ Rodrigo Portam

          N motivos, um dos meus foi: Fiz check-in para o vôo errado; Mudança de planos.

          • Rids

            Eu já troquei de voo depois de fazer check-in por duas vezes diferentes, depois de consultar o quadro de partidas e ver voos mais convenientes (aeroporto, horário, “aeronave”). E eu nem voou muito.

            Tenho um colega que não embarcou depois do check-in pq no isopor de mão, onde trazia amostras de crustáceos para pesquisa, havia um lagostim com o tamanho menor do que o mínimo para pesca – quase foi preso pela PF.

            Como vê, são tantos os motivos que se torna comum.

          • Marcelo Cardoso

            Amigos, obrigado pelas respostas. O que eu tinha entendido pela reportagem da Globo News é que esses 5 passageiros fizeram o check-in no balcão da empresa, da forma tradicional, e a própria correspondente na Ásia da Globo é que levantou essa suspeita. Não considerei essa hipótese de “check-in” via Internet, coisa que faço todas às vezes, é claro que por força até de intempéries quase perdi o horário do avião. Mas pelo que denotei de vossas respostas, essa “bola levantada” foi mais uma bola fora da correspondente e de todos aqueles que especularam em cima dessa notícia, mas entendo que seja no afã de encontrarem alguma resposta para um caso que está se mostrando inusitado em vários aspectos.

          • http://www.avioesemusicas.com.br/ Rodrigo Portam

            Sim, já não embarquei em check-in feito no balcão mesmo.
            Subject: Re: New comment posted on Boeing 777 da Malaysia desaparecido – Post atualizado #MH370

          • Rids

            Rastrearam a compra das passagens e chegaram a uma agência de turismo da Tailândia. Ela vendeu as duas passagens usadas pelos falsários em dinheiro para um suposto iraniano. Segundo o Jornal Malaio Star.

        • Antonio

          Depende…vc despacha a bagagem com algo ilícito … E não embarca…apesar. Das lei de segurança serem rígidas depois do 747 da Pan Am em Lockerbie…o cara despachou o rádio com a bomba e não embarcou…hj e proibido ir do a bagagem.

        • Lucas Timm

          Ué, quanta gente faz o check-in a caminho do aeroporto, fica preso no trânsito e não consegue chegar? As vezes a companhia permite check-in com até 24 horas de antecedência, muita coisa pode acontecer nessas 24 horas. Não tem absolutamente nada de misterioso nisso, assim como os passaportes roubados.

    • Marino Lozio

      este avião esta sequestrado !!!!!!!!!!!!!!!! onde pousou com todo seu tamanho??? ai é que reside o misterio ………..

  • um 777 de angola já perdeu peças ao sobrevoar lisboa, partido vidros de carros! e não se comenta esta no vosso país?http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2014/03/aviao-da-gol-pode-ter-sofrido-falha-de-manutencao-dizem-especialistas.html

    • Marino Lozio

      777 ….. Angola…….???? acho que o pequnino pais não tem esse avião não oi pois pois……

      • http://www.avioesemusicas.com Lito

        Tem sim, e voa 4 vezes por semana para Guarulhos e também para o Rio de Janeiro.

        • Marino Lozio

          estão achando muitos diamantes por lá
          um abraço
          muito bom seu site ..descobri hoje..

          • Lucas Timm

            Desnecessário.

  • Mario

    Lito, quem possui os receivers capazes de detectar os sinais dos beacons?

  • João C

    Galera, como assim? Estão suspeitando que o avião se desintegrou do nada a 35.000 pés, em altitude de cruzeiro, onde é a parte do voo que é mais segura. Tem que ser uma falha ultra catastrófica para um avião daquele porte se desintegrar de uma forma, onde não se acham uma misera parte dele.

    • Evandro

      Se fosse assim ja teriam achado alguma coisa ela caiu inteiro. vide o AF447. E segundo o 777 com 19 anos de voo é o primeiro acidente que causa muitas perdas humanas. Pois o primeiro foi o ano passado com 3 vitimas e esse é o segundo acidente fatal do mesmo.

      • João C

        Então… Com o ótimo histórico que esse avião tem, e não deixando a empresa de lado, sendo a Malasya Airlines com vários prêmios de mais segura da Ásia. Acho essa hipótese muito vaga e improvável.

      • Lucas Timm

        E ainda assim reza a lenda que as vitimas fatais do Asiana foram atropeladas por um caminhão de resgate…

  • Bruno Aquino

    Mas se ele desintegrou, onde estão os pedaços??? Não acredito nessa hipótese, alguém já teria achado pedaços da aeronave.

  • Phillip Daldon Leroy

    Vi em um vídeo da CNN que o pessoal postou aqui que os dois tickets de passageiros com passaportes roubados aparentemente foram comprados ao mesmo tempo, digo, juntos. Isso reforça pra mim mais a possibilidade de um ato criminoso estar envolvido.

  • Mário Sá

    A única maneira do avião se desintegrar no FL350 seria uma explosão causada por algum ataque terrorista, não?! Nesse caso a FDR permaneceria intacta?

    • Gustavo Pilati

      Sim, porém ela iria parar de registrar os dados no momento em que a energia fosse interrompida.

  • http://www.facebook.com.br/wesleimais Wesley Fernandes

    Com certeza foi um ATO TERRORISTA ! E Evidente que foi um Atentado e houve falha da segurança em todos os processos. Além dos dois homens suspeitos por estarem com passaportes roubados, às autoridades suspeitam de mais duas outras pessoas, no total seriam 4 envolvidos no atentando. Não creio e nem acredito em falha ou problemas no Boeing. Se não engano-me a TAM possui esse modelo e já até fiz algumas viagens nesse tipo de aeronave.

    • Edgar Guediguian

      Desculpe a franqueza e não me interprete mal, Wesley, mas afirmar que foi um ataque terrorista ou que a aeronave foi abduzida tem a mesma relevância neste momento. Tudo, absolutamente tudo, é mera conjectura.

      • nubiatavares

        Eu acredito mais na abdução, viu/ :P

        • Ricardo Eloy

          Eu também começo a acreditar. :/

    • André

      Nossa, tem certeza? Você viu? Conte-nos mais zD

      • http://www.facebook.com.br/wesleimais Wesley Fernandes

        Não creio e nem acredito em problemas no Boeing. Confio no avião apesar dele não ser 100%, já tive medo de voar isso em 2007 e hoje em dia viajo tranquilamente.

        • Camila

          Também confio muito na Boing e não acredito em uma falha na aeronave. Não vôo de Airbus nem de graça!

    • Filipe

      A JJ possui 777-300 e nao 200.

  • Edgar Guediguian

    No embalo do desaparecimento do B772 9M-MRO que operava o vôo MH370, nossa “maravilhosa” imprensa resolve reportar tudo quanto é incidente aéreo e tocar o terror psicológico na população. Um exemplo em http://g1.globo.com/pernambuco/noticia/2014/03/voo-da-tap-que-seguia-de-lisboa-para-recife-faz-pouso-de-emergencia.html (os respectivos comentários são um show de horrores)

    Só o Aviation Herald reporta, em média, não menos que 5 incidentes / acidentes por dia ao redor do planeta.

    A pergunta que não quer se calar: a linha que divide a informação do sensacionalismo é tão tênue assim?

    • Ricardo Eloy

      que comentários são aqueles? nossa …
      tem cada coisa que eu custo a acreditar que realmente foi comentado.

  • Renan Carrero

    Boa noite Lito

    Como é bom poder ver pessoas como vc dispostas a ajudar a manter o controle pessoal de cada um. Eu sempre gostei de voar, aliás eu preferia ir de aviao para economizar tempo e ficar menos cansado….. Essa sua materia me ajudou muito a entender o fato sobre turbulencia que e um tema que fica na mente de muitos…. estou passando com psicologo para ajudar no meu trauma pois foi um voo de aracatuba para campinas… Eu gostaria de saber se avioes menores sao mais sensiveis a turbulencia que os maiores ou se essa teoria nao tem nada a ver…e se a rota de aracatuba é conhecida por bastante turbulencias…. poderia responder por gentileza….Muito obrigado pelo seu apoio Deus Te Abencoe

    • http://www.facebook.com.br/wesleimais Wesley Fernandes

      Interessante a sua pergunta Renan, apesar da turbulência assustar ela não derruba o avião, nem aquela em que o avião cai num espécie de buraco, despenca do ceú, acontece com o céu limpo e tempo bom, são às chamadas “tesouras de ventos” em que o radar da aeronave não detecta, por isso é importante sempre está com os cintos afivelados enquanto estivemos sentados, um episódio desse recente foi com o avião da Tam vindo da Europa, próximo ao Ceará ano passado.

    • Paulo V

      Olá, eu estou no meu primeiro curso para ser piloto. Estou começando a voar agora, e meus voos estão sendo com o cessna. Se você nao sabe, a cessna faz aviões de pequeno porte, e os aviões que ultilizo são os mais básicos, bem para nos ajudar no comando. Mas em questão, aviões menores sofrem sim mais turbulência, bem por ser menores! Eles são mais suscetíveis aos ventos que passam na horizontal e vertical da asa. Mais isso é super normal. Antes de começar a voar eu particulamente não gostava, mas vai pegando costume e voce vê que aquilo nao é um bicho de sete cabeças. Bem fazendo um resumão. Os aviões são preparados para aguentar cargas extremas de variedades de ventos, ele nao vai cair, o máximo é alguém se machucar se não tiver com o cinto.

    • Paulo V

      Renan, é praticamente impossível aviões caírem por turbulência. So para te explicar, a turbulencia é causada por ventos que sopram na horizontal e na vertical, perdendo assim um pouco de sustentação e causando aquele “mergulho” ou queda brusca na aeronave. Mas isso é totalmente normal e interfere o minimo na altitude da aeronave. Eu ja andei muito em cessnas, e realmente aviões pequenos tem essa tendencia de sofrer mais com as turbulências, devido ao seu tamanho, mas eles são preparados para ventos bem a cima dessas comuns, sendo praticamente impossível de causar uma queda da aeronave. Vemos exemplos como o da TAM ou da American Airlines, que pessoas foram jogadas para o teto da aeronave, mas a aeronave em si nao sofreu nenhum dano estrutura. Relaxe com isso, nao tem como prever, é só colocar o cinto e ficar tranquilo

    • nubiatavares

      Bem vindo ao time dos medrosos que buscam consolo nesse blog! Super entendo seu trauma de turbulências, aconteceu o mesmo comigo. Sugestão: imprime o post do Lito sobre o tema e leva contigo quando for voar. Instala também um app chamado medo de voar no teu celular. E tenta se apegar nas estatísticas. É o que faço (e tem me ajudado, viu?).

      • Marcelo Cardoso

        A matéria do Lito realmente é excelente.

  • Guest

    Com certeza foi um ATO TERRORISTA ! E Evidente que foi um Atentado e houve falha da segurança em todos os processos. Além dos dois homens suspeitos por estarem com passaportes roubados, às autoridades suspeitam de mais duas outras pessoas, no total seriam 4 envolvidos no atentando. Não creio e nem acredito em falha ou problemas no Boeing. Se não engano-me a TAM possui esse modelo e já até fiz algumas viagens nesse tipo de aeronave.

  • Phillip Daldon Leroy

    Lito, bom dia.
    Lendo a notícia na UOL: http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/reuters/2014/03/09/desaparecimento-de-aviao-da-malasia-figura-entre-os-mais-raros-desastres-da-aviacao.htm

    me deparei com isso:

    “O incidente deve reacender um debate sobre a substituição das caixas pretas por sistemas baseados em satélites capazes de enviar dados de telemetria em tempo real. Esses sistemas existem, mas não foram utilizados até agora devido a questões de custo e logística.”

    Como funciona esse tipo de caixa preta? Nesse caso, ajudaria nas investigações?

    Abs!!

    • Fábio

      Daí eu me pergunto se esse sistema de interação real com satélite já não existe. Não seria esse o desempenhando pela telemetria??

      • Phillip Daldon Leroy

        Então Fabio, por isso não entendi essa colocação da Uol. Como se fosse uma nova tecnologia que não é utilizada ainda…

        • Marcelo

          O que eu entendi foi a mudança de abordagem, ou seja, ao invés de gravar em caixas pretas, os dados seriam enviados on-line, e esses armazenados remotamente. O sistema ACARS é um “set” reduzido de informações que não contém todos os dados vitais da aeronave. Esse sistema é utilizado para uma monitoração (telemetria) em relação a problemas e alguns dados para auxiliar a equipe de manutenção, adiantando o serviço em terra.
          Outro procedimento seria a filmagem da cabine e de algumas partes do avião para elucidar os acidentes, porém essa questão esbarra na “privacidade” da operação da aeronave, como comportamento em cabine, assemelhando a um Big Brother, o que incomodou as tripulações e os sindicatos sobre a possíveis punições baseadas no vídeo. Fazer o que, nós trabalhamos sempre vigiados, mas eles não podem.
          O problema sempre será custo, pois são sistema caros, mas assim como na época anterior a Black Box, o “bem maior” prevaleceu, em detrimento do custo (claro que foi tudo repassado para o passageiro).

  • EL ASAN

    A aeronave, experimentou uma descompressão explosiva ou foi destruída por um artefato líquido-explosivo.

  • Matheus Jacinto Leite Do Rego

    O que derrubou o 777-200ER da Malaysia foi combustível contaminado!

    • Thiago

      Opá, então já saiu o laudo oficial? rs

    • Leandro Sasso

      Perito da NTSB,

    • Matheus Jacinto Leite Do Rego

      Pra ser uma mancha daquela só queimando Glow mesmo!

  • Edgar Guediguian

    Informação relevante divulgada no Aviation Herald:

    “Hong Kong’s Air Traffic Control Center reported on Mar 10th 2014 around 17:30L (09:30Z) that an airliner enroute on airway L642 reported via HF radio that they saw a large field of debris at position N9.72 E107.42 about 80nm southeast of Ho Chi Minh City, about 50nm off the south-eastern coast of Vietnam in the South China Sea and about 281nm northeast of the last known radar position. Ships have been dispatched to the reported debris field.”

    Mapa anexo.

    • Phillip Daldon Leroy

      Cada vez mais intrigante…

    • Ricardo Eloy

      Se confirmado que estes destroços são mesmo da aeronave então só resta orar para que estas 239 vidas tenham um bom descanso e que seus familiares possam encontrar um pouco de paz.

    • Marcelo Cardoso

      Tomara que essa notícia se confirme e encontrem vestígios do avião nessa localização.

  • Francisco Borges

    Tá parecendo com a história do PP-VLU.

    • Felipe

      de novo o número 7 pra aumentar o mistério… rs

  • Phillip Daldon Leroy
  • Louise De Carvalho Simões

    Olá Lito, você viu que no mesmo dia teve um incidente com turbina da Gol? Nele falaram que era um Boeing 737-800.

    • http://www.facebook.com.br/wesleimais Wesley Fernandes

      São casos isolados e diferentes, mas pela imagem que vi parecia ser um 737-700. Ontem também foi noticiado no fantástico um vazamento de óleo da turbina do avião da TAP vindo para o Brasil e o mesmo realizou um pouso numa ilha (não lembro o nome) acho que é Cabo Verde na África como medida de segurança abortando a viagem.

      • Louise De Carvalho Simões

        Nossa, fim de semana puxado para a aviação hein…

        • Edgar Guediguian

          Louise, o incidente da Gol envolveu o B738 (737-800) prefixo PR-GGY, vôo G3 1700 de GRU-SDU (pousou em GIG por questões de segurança).

      • Lucas Timm

        Motores, pessoal. Motores. ;)

      • Abiatar

        Uma pequena correcção a ilha do Sal fica no arquipélago de Cabo Verde e se encontra no continente Africano, Açores é um arquipélago que faz parte do território Português, e localiza-se na Europa.

        • http://www.facebook.com.br/wesleimais Wesley Fernandes

          Eu digitei de acordo com que o Jornal Hoje informou… rsrs

      • lusitano

        arquipelago de Cabo Verde…africa

    • Matheus Jacinto Leite Do Rego

      Turbinas São apenas estágios de um motor!

      • Geison

        Até que enfim uma heim…

  • Daniel

    Lito, vamos supor que sequestraram o aviao. Nao teria como bloquear as frequecias de transmicao com um bloqueador de radio frequencia? Assim daria pra sumir com o aviao dos radares.

    • http://www.facebook.com.br/wesleimais Wesley Fernandes

      O Jornal Hoje já noticiou em sequestro…

      • Daniel

        Não, eles noticiaram a possibilidade de um, e nao que foi de fato um sequestro.

    • Alberto Zucco Fantini

      Amigo, radares não dependem de nenhuma transmissão por parte da aeronave para localizá-lo, o radar envia uma onda que reflete na aeronave e retorna ao radar. Portanto como já explicado abaixo e pelo Lito, a área é coberta por 3 radares, em uma área dessas não seria possível nem esconder uma pequena aeronave de traficante… não tem como esconder uma aeronave, desse porte, voando àquela altura. Alguém me corrige se eu estiver errado.

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Ainda assim haveria retorno de radar. E o bloqueador teria que ser muito interessante, pois há frequências em KHz, MHz, GHz, etc

      • Eduardo C. Duque

        Lito, ouvi dizer que somente radares militares captam objetos voadores no espaço aéreo. Os demais radares civis dependeriam de comunicação aeronave-solo. Procede?

    • ediber tvares

      sou totalmente leigo no assunto porém, achei interessante a matéria principalmente quando vc fala sobre noticias da imprensa aberta, lucram com o sofrimento humano.

  • Alberto Zucco Fantini

    Lito, acompanho o site há um bom tempo, e é o único site Brasileiro pelo qual acompanho este “triste acontecimento” por considerar o único com fonte confiável e conhecimento de causa. Quanto aos incidentes que vem sendo relatados esta semana, nada para se apavorar, é porque agora vai ser noticiado até a passageira que teve uma dor de barriga no voo.. conhecemos a imprensa que temos e eles vivem apavorando o público alvo… em nenhum dos incidentes relatados houve vítima… ou um risco iminente, aposto que em nenhum deles foi declarada sequer emergência… ao demais, vamos ter bom senso, tem gente concluindo a investigação e as causas antes de acharem a aeronave… deixem esses comentários para os sites da imprensa nacional, cujo conteúdo publicado se assemelha aos comentários postados.. Desculpa Lito, mas não aguentei…

    • http://www.rigoleto.inf.br Fernando R.

      Alberto, perfeito, concordo 100% com você. Mas os comentários servem para isso mesmo, desde que mantidos um certo nível é até interessante de se ler. Há exceções sempre, como alguns abaixo que eu acredito tenham sido feito por pessoas que já leram o relatório final do acidente….

      • Marcelo Cardoso

        A troca de informações sempre é edificante, pois do contrário este espaço perde o sentido. Desde que seja feita com respeito, e é o que tenho observado aqui, muito diferente do que escrevem nos espaços de comentários do UOL ou do G1, desses me mantenho à distância. Só comento aqui porque percebo que os participantes deste site são de alto nível.

        • Tony Coelho

          Quem estiver acompanhando o desenrolar dessa história pelo aviõesemusicas com certeza está muito melhor informado que por qualquer outra mídia. A intenção do Lito não é vender cliques mas debater um mistério. Como pode um 777 sumir no vácuo sem deixar nenhum rastro nem sinais de telemetria. O Lito – que conhece tudo de 777 – deve estar mais assombrado que todos nós juntos. Se foi sequestro ou se desintegrou por choque com meteoro (já li até isso), sempre ficaria uma pista.

  • Luciano Semprebom

    Já vi uma historia dessas num seriado…. Acho que foi Lost!!!

    • André

      Fringe.

  • michelle donatti

    vai saber, que esses 2 passageiros falsos, não bolaram um plano e levaram o avião pra bem longe, pro mar mais bem longe e depois sei lá oque aconteceu?

    • Rids

      Só um F117 faz isso sem deixar rastros. Não é o caso.

  • F. Junior
  • Maria Do Carmo Branco

    Eu gostaria de felicitar o site, não conhecia e é muito esclarecedor. Esta matéria da Time revela que o uso de passaportes furtados é muito comum.

    http://time.com/18754/stolen-passports-malaysian-airlines/

    No entanto ainda tenho um dúvida, houve demora para anunciar ao público sobre o fato? Eu posso estar equivocada.

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Sim, houve demora. Também não está havendo transparência, mas temos que lembrar que há 3 países participando das buscas e isso dificulta o processo de informação.

      • wilson vieira

        Ola amigo! A russia tb participa das buscas??

  • Marino Lozio

    SEM ENTRAR EM POLEMICAS TENHO FALADO EM SEQUESTRO….. ONDE UM AVIÃO DAQUELE TAMANHO POUSA….. EXISTEM NAQUELA REGIÃO ALGUMAS ILHOTAS COM PISTAS DE EMERGENÇIA ….. PODERIA????

    • Matheus Jacinto Leite Do Rego

      1200 metros de pista já é mais que suficiente para um pouso de emergência!

  • Geanechine

    Na minha opinião este avião pode ter sido abduzido por alienigenas ( que serão nós no futuro), pois é um meio de transporte que transporta muitas pessoas ao mesmo tempo, e assim economiza tempo, e mesmo em outra planeta, “tempo é dinheiro”.

    • Matheus Jacinto Leite Do Rego

      Talvez tenha entrado em um buraco de verme(portal de minhoca)e ter saído na grande nuvem de Magalhães!

    • Edgar Guediguian

      A turma do G1 descobriu o avioesemusicas…

      • Marcelo Cardoso

        ai ai ai..é o que está parecendo.

      • http://www.avioesemusicas.com Lito

        Pois é, mas não modero opiniões, apenas falta de respeito.

        Sent from my Nexus 5
        Em 10/03/2014 19:33, “Disqus” escreveu:

  • Matheus Jacinto Leite Do Rego

    A verdade é,se não encontrar destroços no mar a única evidencia é de um pouso no mar e um naufrágio da aeronave.Ou caiu no mar ou na terra ou simplesmente não caiu,foi desviado,jogaram o transponde pela a janela e leveram o avião à 2mil pés de autitude!

  • http://www.facebook.com.br/wesleimais Wesley Fernandes

    Leiam essa matéria: O avião pode ter sido sequestrado sim ! Já teve um filme sobre isso. http://www.emresumo.com.br/2014/03/10/celulares-de-passageiros-da-malaysia-airline-estao-chamando_2845.html

  • Tony Coelho

    Lito, uma curiosidade. Procede a informação que li em algum lugar que a própria Rolls Royce também recebe em tempo real informações sobre o funcionamento de suas turbinas independente dos relatórios enviados às companhias aéreas?

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Desconheço os acordos, mas existe a possibilidade. De qualquer maneira seria usada a interface do avião para transmissão de dados.

      Sent from my Nexus 5
      Em 10/03/2014 19:35, “Disqus” escreveu:

  • Lino Ribeiro

    Tudo muito estranho. Cenário quase impossível de ser imaginado. E agora tem mais essa: familiares indicam que alguns dos telefones celulares dos passageiros estão chamando, apesar de ninguém atender. Isso pode ser alguma tentativa de conexão entre redes internacionais, até porque se fosse um sequestro os radares teriam notado, o avião teria informado o desvio de rota automaticamente etc. Mas fica o registro de mais um fator curioso nessa história: http://www.mirror.co.uk/news/world-news/missing-malaysia-airlines-eerie-moment-3222919

    • Ricardo Eloy

      Neste site eles indicam o local de perda de contato bem mais a frente do que o registrado pelo flightradar, muitas informações desencontradas, é de se estranhar mesmo.

  • Uriel

    Lembrei de um aircrash investigation aqui e veio a dúvida: É possível ter acontecido a mesma coisa do Helios 522?

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Não. Não se pode esquecer que houve perda de comunicação e o avião sumiu do radar, o Helios continuou voando, além do que o sistema do 777 é totalmente diferente do 737.

      Sent from my Nexus 5
      Em 10/03/2014 21:11, “Disqus” escreveu:

      • Uriel

        Ok. Pensei que a falha de comunicação fosse devido à hipóxia( pilotos desmaiaram ). Não seria possível, nem por uma chance remota, de ele ter continuado a voar e caido um pouco a frente do atual local de busca?

  • Marcelo

    Mais essa para a sopa de elucubrações:
    http://oglobo.globo.com/mundo/mancha-de-oleo-encontrada-na-costa-nao-do-aviao-desaparecido-na-malasia-11832438

    A mancha de óleo não pertence ao avião, pois é combustível usado em navio.
    Creio que caminhamos para mais um mistério como o PP-VLU.
    Eu ainda não acredito nisso, pois o grande diferencial é a cobertura de radar, que é total para a área onde perdeu contato.

  • Ramon Andrade

    Pessoal, excelente discussão sobre o desaparecimento do 777 na CNN agora (22hrs).

    • Edgar Guediguian

      Piers Morgan Live

  • Lino Ribeiro

    Viram isso, que legal? Projeto colaborativo para análise de imagens de satélite das últimas horas na região para tentar localizar destroços: http://www.tomnod.com/nod/challenge/malaysiaairsar2014/

    • Derek Fischer

      Vasculhei a imagem toda e só encontrei navios e plataformas de petróleo, vamos ver se atualizam a imagem.

  • Luiz Moraes
    • Edgar Guediguian

      Trata-se apenas de uma entre várias possibilidades.

    • Evandro

      Pode ate ter se desintegrado no ar, mas ai ja teriam achado alguma parte do mesmo flutuando, como poltrona ou proprio salva vidas o que ainda não aconteceu, to achando que se ele caiu ele caiu no mar inteiro e não se despedaçou e ai afundou por inteiro. Para ainda não o terem achado.

    • Felipe Munhoz

      Acredito que nao amigo. Na minha modesta opiniao, o que aconteceu e um problema de prexecagem no voo. Os pilotos provavelmente nao realizarao os prexecs corretamente antes de decolar e algum problema que deveria ter sido detectado antes mesmo da decolagem so foi detectado em pleno voo.

      • Orlando Luz

        Essa coversa de precheque ta um tchaca-tchaca na butchaca!

  • Luis Carlos Mari
  • Felipe

    Muitas dúvidas se repetem entre a maioria das pessoas que estão procurando qualquer informação sobre esse acontecimento. Bem, na tentativa de diminuir comentários repetitivos e sem fundamentos, fiz uma pesquisa e encontrei muitas informações a respeito do caso MH370. Acredito que muitas respostas podem ser encontradas nesse link: http://edition.cnn.com/2014/03/10/world/asia/malaysia-airlines-knowns-unknowns/index.html?hpt=bosread

  • ezequiel

    E os radares terrestres? Nao foram checados pra ver onde o aviao desapareceu/passou? Parecem q estao enrolando..

  • Felipe

    Lito, gostaria de agradecer e parabenizar pelo excelente trabalho que tem feito com o A&M. Sou estudante de aviação e pretendo iniciar logo na carreira de piloto.
    Sempre que necessário faço algumas pesquisas aqui, é uma ótima fonte de conhecimento.

  • Bruno

    Será esse um caso igual ao Voo Varig 967?

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Voo_Varig_967

    • lucas

      Bacana demais, esse 707 desaparecido, é curioso como essas coisas acontecem, uma maquina de 60mts, com 130 vidas desaparecer assim, sem mais nem menos e o mais curioso, nunca acharem, é muito intrigante.

      • pammie

        Bacana?

        • Rids

          Pra ilustrar o que o Lito disse sobre o oportunismo em incidentes e acidentes aéreos. Infelizmente há público pra esse circo e, por isso, muita gente lucra com isso.

    • Matheus

      Ouvi falar que, o que realmente aconteceu foi um abate por parte dos soviéticos da aeronave, mas ficou como confidencial e ninguém mais entrou no caso.

      • Ester

        Até porque só tinha um russo na nave e dois ucranianos.. :)

    • Mauricio Ribeiro

      Há diferenças nesses dois casos. No caso do Varig 967, eram somente os tripulantes da aeronave (somente brasileiros). Naquela época não deram a mesma importância como neste caso. Por motivos até hoje desconhecidos. E não tinham a mesma tecnologia para a localização das caixas pretas. Neste caso são mais de 200 pessoas desaparecidas de varias nacionalidades. Uma aeronave que pela lógica não deveria desaparecer dessa maneira. Creio que os dois casos são uma tragédia. Mas cada um com sua devida proporção.

      • Alcebiades

        Eu acho que se trata de um um problema de prexecagem. Os pilotos nao fizeram os prexecs corretamente.

  • Mucio Brettas

    Concordo com vc Lito,

  • Guest

    Lito me diz uma coisa, existe um jeito de bloquear a comunicação e a emissão de sinal da aeronave para que os radares não a encontrem? Parece uma pergunta besta mas até o momento não encontraram o avião, nem destroços, se ele tivesse se desintegrado no ar a companhia não receberia alguma mensagem de que a aeronave foi despressurizada, assim como acontece voo da Air France?

    • http://www.avioesemusicas.com.br/ Rodrigo Portam

      Raicoski, veja o update 3 do Post.
      Subject: Re: New comment posted on Boeing 777 da Malaysia desaparecido – Post atualizado 11 Março #MH370

  • Bernardo

    Muito boa sua ponderação, Lito. Só nos resta aguardar. Em uma coisa eu acredito: A Malaysia sabe muito mais doque tem divulgado. É uma aeronave muito eficiente do ponto de vista de automação. A empresa tem essas informações.

  • Phillip Daldon Leroy

    Alguém viu as fotos dos 2 que entraram com passaporte roubado?
    Incrível como ninguém questiona que ontem foi repassado que a aparencia de um deles era do jogador Balotelli. E não há semelhança nenhuma…Ou seja, fica difícil acreditar na veracidade das informações desse jeito.

  • Jair de oliveira

    amigo no que vc acha que estes cincos satélites Chines pode contribuir ,na localização do avião sera que tem alguém brincando

  • Samara Correia
  • Padu Moraes

    É impressionante a semelhança com o Varig 967! O.o Pouco depois de atingir o cruzeiro…

  • Bruno Aquino

    O interessante e que existem várias informações, muitas especulações, mas nada da aeronave, eu já nem acredito mais no que dizem. Continuo intrigado com o sumiço de uma aeronave de grande porte e ninguém saber onde ela está, se existia a possibilidade de encontrar alguém com vida, após tanto tempo, mesmo se sobreviveu a uma (suposta) queda, já morreriam devido aos ferimentos. Muito estranho isso.

    • Ricardo Eloy

      Essa quantidade de informações é que deixa todo mundo intrigado e, deixa campo aberto para as teorias de conspiração.
      1-Qual interesse de sumir com essa aeronave?
      2-Existe algum conflito entre governos naquela região?
      3-Se foi sequestro porque até agora ninguém se manifestou?
      4-Se foi atentado, qual motivo?

      Enfim… como Lito falou, só nos resta aguardar informações oficiais mesmo.

      • Edgar Guediguian

        Pois é, Ricardo, as próprias autoridades engajadas na busca estão batendo cabeça e se perdendo nas informações. Inacreditável o cenário em que está sendo construída a história desse vôo!

        • Dario Lemos

          Posso até estar errado mas parece que os países envolvidos estão “batendo cabeça” em vez de serem objetivos nas buscas e nas divulgações à imprensa e, assim, alimentando notícias especulativas.

      • Moni Oliveira

        Ainda tem o tipo de carga que ele transportava também…

        • Alcebiades Carneiro

          Na minha modesta opiniao, o que aconteceu e um problema de prexecagem no voo. Os pilotos provavelmente nao realizarao os prexecs corretamente antes de decolar e algum problema que deveria ter sido detectado antes mesmo da decolagem so foi detectado em pleno voo.

          • Renato Cruz

            O que vc quer dizer com “prexecagem”?

  • Mauricio Ribeiro

    Mudando de assunto, desculpem meu comentário, mas daqui uns 5 anos, Hollywood ira fazer um filme baseado nesse desaparecimento do 777. Como fizeram com o Voo United 93.

    • André

      O filme sobre o vôo 93 foi puramente pra alimentar o ego. Pra eles se acharem mais heróis da própria Nação e do mundo. Não vejo motivo pra retratarem em filme o sumiço do vôo 370, nem do AF447 fizeram.

      • Dario Lemos

        Muito pelo contrário, em relação ao vôo da Air France, salvo engano, assisti a 02 episódios, pelo Discovery Channel e NatGeo. Certamente, após as conclusões, haverá um sobre este vôo, assim como haverá o do Asiana.

      • Emerson

        O vôo 93 foi abatido por caças da Força Aérea antes que atingisse a casa branca.

    • Fernanda Abarca

      Desculpem pela minha resposta, mas acho mais provável que a NetGeo transforme esse acidente em mais um episódio do MayDay Desastres Aéreos.

      • Geison

        certeza !

      • Paulo Sérgio

        Seria ótimo, não por ter ocorrido o acidente, mas pela quantidade de informações técnicas que obtemos.

        • Rids

          Nem tanto. NatGeo e Discovery Brasil fizeram documentários distintos sobre o voo G1907. A primeira (que fez primeiro) isentou totalmente os pilotos, transformando-os em vítima. Jogou toda a culpa nos controladores de tráfego. A segunda foi mais ponderada, elencando os fatores sem necessariamente apontar culpados, o que não deixou de ser mais próximo do que ocorreu: uma cadeia de fatores com a mesma importância (não respeito ao plano de voo, desligamento do transponder, falha na transição de controladores, sombra na cobertura dos radares etc). Desculpem-me o off topic.

          • Paulo Sérgio

            Concordo com você, pode ser uma coisa ou outra que fuja da realidade e veracidade do acontecimento para isentar pessoas culpadas e erros cometidos, mas contudo as informações técnicas são muito úteis.
            Alguns exemplos que gosto; falha nos sistemas de um A380 da Qantas, o enigma de Heathrow, Air Canada 143 e por ai vai, são vários, mesmo que sejam simulações, e as vezes mesclados com imagens reais, acho tudo muito interessante, principalmente a investigação da NTSB.

  • Matheus Jacinto Leite Do Rego

    Deve estar trancada no hangar da Malaysia em Kuala Lumpur com todos os passageiro!

  • Raffael

    Essa noticia de que parentes ligam para os celulares e chamam não tem nenhum fundamento, caso fosse verdade, era só rastrear a torre que emite o sinal mais próxima e o raio de busca, diminuiria para no máximo para 42km quadrados, coisa que 1 helicóptero, um avião e um barco varreria rápidinho!!!

  • Alexandre

    Lito, qual é a sua tese sobre o desparecimento do aviao

  • Carlos Porciuncula

    Boa tarde amigos,
    Como já bem explanado pelo nosso colega Lito, e por demais profissionais do ramo que contribuem neste belo fórum, gostaria também de deixar minha colocação sobre o tema:
    Posso afirmar com autoridade que a boeing e a cia aérea Malaysia sabem com bastante precisão e detalhes inquérito exatamente ocorreu com esta aeronave! Nos tempos em que voei o 777-200 de nossa pioneira (2004/2005), todos o triple seven, como carinhosamente chamado pelos gringos, eram dotados de sistema on line de telemetria com redundância passiva e ativa, sendo monitorados diretamente pelo fabricante e pela cia aérea, simultaneamente! Inclusive, o sistema ativo, diferente do passivo, permitia que o fabricante ou cia aérea entrasse em contato on line com o comandante para alertar uma possível falha nos sistemas elétricos, eletrônicos, hidráulicos etc através do suporte ATD ( auxílio de tomadas de decisões) diretamente na cabine de comando.
    Enfim, não me estendendo, a cia e o fabricante preferem não divulgar o que está gravado via telemetria!
    Lembro q o piloto não tem gestão sobre o on/off desta interface, estando a mesma permanentemente ligada quando a aeronave entra em operação.
    Desacreditar disso e o mesmo que afirmar que o 777 foi abduzido por extraterrestres com poderes de bloquear tal comunicação! Abraços!

    • http://www.avioesemusicas.com.br/ Rodrigo Portam

      Exato.

      Subject: Re: New comment posted on Boeing 777 da Malaysia desaparecido – Post atualizado 11 Março #MH370

    • Carlos Andrade

      Concordo !!!

    • Marcelo Cardoso

      Colocação pertinente e oportuna de alguém que realmente tem autoridade no que diz.

    • Carolina

      Oi Carlos, tenho a tendência a acreditar na sua opinião e na do Lito. Mas a única coisa que não faz nenhum sentido para mim é por que eles permitiriam que dezenas de aviões e navios estrangeiros se mobilizassem numa busca em vão se soubessem exatamente o que aconteceu… Isso é a única coisa que não me entra na cabeça….

      • Edgar Guediguian

        Podemos pensar numa hipótese (meu momento devaneio): o desaparecimento desse 772 ser fruto de uma m(*) daquelas que podem resultar em crise diplomática, afinal, havia passageiros de várias nacionalidades.

      • Carlos Porciuncula

        Olá Carolina! Com certeza o teu argumento é importante, entretanto é necessário a prova material, até para o fim judicial e processos que irão chover. O que procuro relatar é que por todo estes sistemas serem redundantes em até 4 vezes ( imagina 4 relógios de ponteiros iguais) e os 4 falharem no mesmo momento é uma coisa muito remota. Mas as informações de altura, velocidade e localização entre outras até o ultimo momento da pancada com solo ou mar ou de uma explosão total no ar por uma bomba e míssil foram parametrizados por telemetria para cia aérea e para o fabricante. Agora a prova material e as buscas são necessários para comprovar o acidente. Abraço.

        • Fábio

          Carlos, a prova material não é estritamente necessária para um processo, para a comprovação de que dado fortuito se consumou. No Direito existe o Princípio da Presunção. Dessa forma, mesmo que não sejam encontrados os destroços da aeronaves ou os cadáveres dos ocupantes, isso não impossibilita um processo. Por exemplo, no acidente do vôo 3054 um corpo nunca fora reconhecido, mas a única vítima que não tinha sido identificada era uma comissária de bordo, logo fora utilizada a presunção de sua morte, uma vez que ela embarcou no A320. Nos acidentes aéreos, vejo que a busca se dá, num primeiro momento, para que possíveis sobreviventes sejam resgatados, na falta desses, para encontrar a caixa-preta e elucidar o que ocorreu, com intuito de aprendizado, para que o erro que levou a um acidente seja difundido e não volte mais a ocorrer.

          • Carlos Porciuncula

            Perfeito Fábio, bem elucidado. A busca também e necessária também para fins de resgate do data RECORD que é a caixa preta parâmetros de voos, inclusive para contratar com os dados enviados por telemetria e do VOICE RECORD que é o registro de toda conversa da tripulação, na cabine.

          • Anna

            É por isso que o Aviões e Músicas é tão completo, há uma riqueza de informações passadas por quem entende do assunto. E assuntos diversos, mas nos encontramos aqui justamente pela paixão pela aviação.

      • Fábio

        Carolina, o que foi explicado acima informa que a companhia aérea e o fabricante recebem dados em tempo real, ou seja, são conhecidas informações obtidas através do sistema de telemetria (altitude, velocidade, proa, etc), portanto sabem onde foi a última localização da aeronave (dentre outros dados), contudo isso não significa que já encontraram o avião e estão escondendo tal informação e os destroços. Saber o que aconteceu, não significa que já o encontraram.

  • Zeca Ribas

    Pelo que parece então, só restam 2 possibilidades; ou caiu na água por pane geral de comunicação, longe das áreas de busca e portanto será encontrado a qualquer momento………. ou foi “levado” para cima.

  • JosemarDantas

    Bem ao que parece agora começam a chegar a conclusão que o avião seguiu numa rota completamente contrária a que se imaginava…

  • Lucky Charm

    Trabalho na Sercomtel, uma operadora de telefonia móvel, fixa e internet, de Londrina. Não é incomum o celular tocar 2 vezes e em seguida dar sinal de ocupado quando o numero esta ativo mas, por exemplo, o chip está fora do aparelho (mesma coisa que aparelho desligado). Testo ligando de um fixo para um celular na minha frente, o fixo chama 2 vezes e dá tom de ocupado enquanto o celular nem dá sinal de vida.

    • Marcelo Cardoso

      Interessante a sua colocação, também já vi esse sinal de chamada 2 vezes e em seguida cair na caixa postal, já aconteceu comigo ligando para minha filha, e tentei várias vezes e chamava e logo em seguida caía na caixa postal e ao encontrar com ela disse-me que não havia tocado nenhuma vez!

      • Lino Ribeiro

        Marcelo, isso aconteceu quando sua filha estava na “casa da amiga” em um sexta-feira, às 2h da manhã? Pois é, é bem comum isso acontecer mesmo, especialmente nesses dias e horários…

        • http://www.portalodia.com/blogs/no-mirante AlexandreACW

          Penso ser um comentário indelicado da sua parte.

    • Fernando Santos

      Que coincidencia!Eu tb trabalho la. Olha o que eu achei. Veja o link abaixo:

      http://frescandonanet.blogspot.ca/2008/11/mcbucetao-fenomeno.html

    • Jose Luiz

      E verdade Charm, e se o chip nao funciona, da tom sobre tom e alem disso, usrobotics 56k, intel, Nintendo, caralha4.

    • http://www.portalodia.com/blogs/no-mirante AlexandreACW

      E partindo do principio que os celulares estavam em modo avião, realmente sua colocação faz todo sentido…

  • Mariana

    Então gente eu estava no aeroporto de Hong Kong na madrugada que isso aconteceu, estou como todos curiosa a respeito, vivo na China a 2 anos e sei bem como a asia funciona, Viajo bastante de aviao dentro da China os voos domésticos aqui pela amor de Deus os caras querem nos estourar os tipanos, nao sei pra que voar tao alto. Mas enfim sou leiga na area, mas como li tudo que vocês comentam aqui, e foi o melhor lugar que achei para ler opiniões realmente dignas, tenho assistido TV eu é tudo tao louco, os 2 iranianos com passaportes roubados ninguem acha nada… preciso também compartilhar minha imaginação rsrsrs estou com isso na cabeça faz 2 dias. Há uma semana atrás só se falava na Russia e Ucrania, o jornal só falava disso, agora parece até que esqueceram que a Ucrania existe, alguem fez essa ligação, essa linha de raciocinio, Estaria a Russia envolvida nisso?? Se estou falando asneira me desculpem, mas a Situação RussiaXEUA nao está nada boa.

    • Felipe

      é uma teoria, Mariana, em se tratando de EUA e Russia eu não duvido de nada… e se considerarmos os fatos de que estão omitindo informações, de que é até absurdo pensar que uma aeronave do porte do 777 possa, simplesmente, desaparecer do nada, nos dias de hoje, a forma como tudo isso só fica mais confuso à medida que o tempo passa, vale lembrar também que os passaportes roubados utilizados para embarque estavam na lista da interpol e ainda “passaram” normalmente pela segurança.
      Realmente parece muita loucura, mas quando o que está em jogo é o poder nunca duvide da capacidade de um ser humano!

    • André

      Não entendi onde você quis chegar. Acho que se a Rússia quisesse “mandar uma indireta” pros EUA, um avião da AA, Delta, United ou de outra empresa americana teria desaparecido misteriosamente. A respeito de que antes só se falava na Ucrânia, é porque o jornalismo é assim, ele “torce pro time que ganha”, você se vende pra história do momento, não fica trazendo à tona assuntos que já esfriaram. Mas basta você pesquisar em sites sérios que verá muitas informações acerca da situação atual da Ucrânia, contudo o assunto do momento é sobre o desaparecimento do 777.

      • Mariana

        Talvez eu n tenha me expressado corretamente mas minha inteção foi dizer no desvio da atenção do mundo, é evidente que as noticias sobre a Russia X Ucrania continuam, minha linha de raciocio, hipótise ou apenas um desvaneio foi imaginar uma estratégia de desiar a atenção mundial para algum fins. Só imaginando André rsrsrsr

  • http://www.tomarte.com.br Nori Fontolan

    Por isso eu gostava de voar na ponte aérea Rio-São Paulo com os velhos Electras da Varig, nunca caiu nenhum, agora é tudo tecnológico mas caem infelizmente.

    • Edgar Guediguian

      Mas os primeiros Electras, nos EUA, “batiam asas” até perdê-las – luteralmente. Não tem como: segurança na aviação é quase sempre escrita a sangue.

      • http://www.tomarte.com.br Nori Fontolan

        É verdade Edgar, estando lá em cima não tem como estacionar. Depois de uns 20 anos sem andar de avião recentemente voei com Airbus da Gol, fui para Belo Horizonte. Não gostei um avião meio estanho, parece fraquinho, o motor parece batedeira de bolo. Agora Boing é Boing, sinto mais segurança, não sei porque.

        • Anna

          “Airbus da GOL”?? Qual, o 737?? “Boing”, não seria Boeing?

          • http://www.tomarte.com.br Nori Fontolan

            Desculpe Airbus da Tam, depois voei num Boing da Gol pra Recife, me senti bem melhor.

  • Welington

    Existe a possibilidade por mais que remota de uma aeronave deste porte travar em elevação e entrar em orbita?

    • Edgar Guediguian

      Já, já vão perguntar se o avião realmente decolou da capital da Malásia…

    • Thiago

      Um avião comum entrar em orbita é possível, a depender da erva que você usar.

      • Ezaul

        Milhares de pessoas curtiram sua resposta!

  • Carlos Vinicius

    Estou achando que aconteceu o mesmo naquele acidente no Chile onde o avião pousou no mar e afundou sem deixar vestígios e matando tripulantes e passageiros afogados o que rendeu a maior indenização paga até hoje num acidente aéreo, um milhão de dólares por vítima.

  • Menegucci

    Existe a possibilidade de terroristas desligarem as comunicações impedindo que qualquer sinal de socorro fosse enviado e derrubado o avião fazendo assim ele sumindo do radar?

    • Gustavo Pilati

      Respondido no próprio tópico.

  • http://www.facebook.com/DennisPST Dennis Santos

    Desculpem se estou supondo alguma asneira mas, ao observar essa notícia da Folha: http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2014/03/1423760-aviao-da-malasia-desaparecido-enviou-sinal-de-fora-da-rota.shtml

    Lembrei-me logo do Comandante Garcês: http://pt.wikipedia.org/wiki/Voo_Varig_254

  • Marcelo Cardoso

    Apenas a título de curiosidade, este site citou o Lito elogiando os seus conhecimentos sobre o avião, então, no estilo “Acredite se Quiser”, apimentando um pouco a discussão colocando o elemento UFO na história para quem quiser conhecer essa vertente, os vídeos do History Channel inclusos no artigo são muito bons. http://www.mundogump.com.br/o-que-aconteceu-com-o-aviao/

    • lucas

      Excelente esse site ai

  • Samuel Onassis

    Melhor que qualquer notícia que já li sobre o caso. Virei fã do blog.

  • Daniel Cardoso

    Acredite se quiser mas parece que faz sentido o que se fala neste link:

    http://frescandonanet.blogspot.ca/2008/11/mcbucetao-fenomeno.html

  • Elimar Bossini Piratelo

    Lito, neste link alguém fala que “apenas algo repentino e instantâneo seria capaz de derrubar todos esses sistemas de uma vez” referindo-se a radares, sistemas de localização por satélite e de emissão de mensagens. Isto procede ou não?

    http://veja.abril.com.br/noticia/ciencia/misterio-do-malaysian-airlines-como-um-aviao-pode-ter-desaparecido-do-radar

    • Ricardo Eloy

      Como era de se esperar por parte da imprensa , no infográfico da matéria é citado que o AF 447 explodiu.
      Vê só como as coisas são.

  • Orlando Neto

    Na minha opiniao, o que aconteceu e um problema de prexecagem no voo. Os pilotos provavelmente nao realizarao os prexecs corretamente antes de decolar e algum problema que deveria ter sido detectado antes mesmo da decolagem so foi detectado em pleno voo.

  • http://www.portalodia.com/blogs/no-mirante AlexandreACW

    Estou cada dia mais intrigado com a quantidade de ingredientes que colocam neste sinistro bolo… antes não se sabia de nada, agora já comenta-se que o avião fez o sentido contrário por 1 hora… e continuam os mistérios, até papo OVNI anda rolando… o jeito é esperar e que este avião seja mais um caso parecido com o Varig da Floresta (RG254 com PP-VMK) do que um AF447…

    • André

      Acho difícil ter ocorrido o erro crasso que houve no caso do acidente envolvendo o 737 da Varig, uma vez que o vôo 370 decolou e seguiu a rota programada para a viagem, depois é que os eventos incomuns surgiram.

      • Evandro

        É, mas ai pegaram a mesma carta de voo do piloto da Varig que era o Garcez e deram a 22 pilotos de rotas internacionais. Dos 22 pilotos 15 cometeram o mesmo erro dele.

        • André

          Eu não disse que o comandante do MH370 não erraria como no caso do 737, apenas disse que pelo que já foi massivamente informado, o 777 seguiu a rota planejada após a decolagem até a torre perder contato com a tripulação, como pode-se ver na imagem que o Lito postou do Flight Radar. Dizer que o avião da Malaysia já decolou indo para a direção errada é o mesmo que comentar sem ter lido nada a respeito do acidente.

          • Evandro

            Ok, não vamos empobrecer essa discussão, e nessa altura do que ocorreu com o T7 dizer que foi isso ou aquilo não vai levar a nada. Vamos manter o nivel e trocar conhecimento que isso é bom para todos. Abraço

          • Anna

            Muita coisa parece improvável de ter acontecido, e entendi o que os dois quiseram dizer, mas se tem algo que o desaparecimento desse 777 já mostrou para todos é que qualquer coisa pode ter acontecido. Afinal de contas, a cada dia surgem novas informações desencontradas ou estranhas.

          • Catarina Brás

            Agradeço a oportunidade de aprender com os esclarecimentos prestados. No entanto, sou leiga no assunto, alguém me explica por favor o que é a descompressão explosiva e o que a poderá causar ?

          • André

            Catarina, a descompressão explosiva é a mesma coisa que a despressurização que os comissários de bordo citam nas informações de segurança antes da decolagem, mas se esse nome não te lembrou nada, a descompressão/despressurização explosiva é uma falha repentina que pode ocorrer em um avião, como fadiga de material que pode levar a um colapso da fuselagem, fazendo com que ela se rompa, ou fruto de uma abertura de um buraco na fuselagem por bomba ou tiro de arma de fogo, por exemplo.

          • Catarina Brás

            Ah, ok ! compreendo sim… Muito obrigada pelo ensinamento André ! Bem-haja.

      • http://www.portalodia.com/blogs/no-mirante AlexandreACW

        Não digo o erro, mas o desfecho, avião escondido na mata com sobreviventes…

  • Evandro

    Fui dar uma olhada no Globo Terrestre, sabendo-se que o mesmo deu meia volta por uma pane generalizada e supondo que teria combustivel para voar por 8 horas ele não poderia ter voado as cegas e sobre o oceano indico e ter caido sem combustivel da mesma forma do que o PP-VLU??? Hoje são mais perguntas que respostas. Apenas um pensamento meu.
    Com quanto Combustivel ele saiu de Kuala Lumpur ????

    • Luiz Eduardo

      Olá Evandro, ter voado tanto tempo sem comunicar?? Um pouco improvável, hoje vi na T.V. que descartaram terrorismo, descobriram os 2 que entraram com as passaportes falsos, 2 iranianos(cia disse que descartou terrorismo justamente por descobrir quem é). Depois dessa notícia fiquei realmente sem saber o que pensar!!!! Hoje também vi que um alto escalão da Malasia divulgou que o ultimo sinal foi do lado oposto da onde ele teria perdido o sinal! Mistério dos grandes esse!! Só pe vem a cabeça descompressão explosiva!

      • Evandro

        É Fabio, mas a descompressão explosiva faria o avião ao menos largar algum pedaço, mas a pergunta é, onde estão esses pedaços.
        Outra coisa em relação a ultima posição do T7, é que ali é uma rota extremamente movimenta de navios, não se sabe de nada, Por isso a suposição de ter voado as cegas com o sistema de comunicação totalmente em falha, mas com controles ainda respondendo.

  • Mauricio Ribeiro

    E a Boeing? Não ira se pronunciar? Eles possuem. A telemetria dos sistemas do 777. Não é possível que ainda estão analisando os dados. Eu sei que a prioridade é achar a aeronave com seus passageiros e tripulantes, intacta ou destruida. Mas a Boeing tem que dizer o que aconteceu de fato com o 777. Impaciência ta me mordendo… Rsrs

    • Anna

      Acredite, Mauricio, tudo o que a Boeing não quer é fazer o papel que só cabe à Malaysia Airlines, de se pronunciar a respeito do acidente.

      • Mauricio Ribeiro

        Pensei nisso também, talvez em respeito as familias. Uma coisa é fato, a Boeing sabe o que aconteceu, só ta esperando as buscas terminarem para dar seu parecer. Assim como no caso do vôo 1907 da Gol.

        • Mariana

          “Em respeito as familias”? dúvido muito, as familias estão clamando por qualquer coisa só para ficarem mais aliviados, todos sabem que já estão mortos só precisam de palavras ditas para acalmar o coração, eles sabem que todos estão mortos, pois disseram para os familiares esperarem o pior. Acho que não querem dizer abertamente sem se quer ter um pedacinho do aviao para confirmar. Se nunca acharem nada…. quero ver o que será pronuciado.

          • Mauricio Ribeiro

            Imagine se não acharem nada, a indenização que a Malaysia teria que pagar por passageiro a bordo seria enorme. Empresa aerea nenhuma iria querer estar nesta situação.

    • lvcivs

      Parece que este avião não tinha o sistema de telemetria da Boeing…

      • http://www.avioesemusicas.com Lito

        All Malaysia Airlines aircraft are equipped with ACARS transmitting monitoring data automatically

        • lvcivs

          Sim, mas tava rolando um papo em fórum internacional de que o contrato da Malaysian era de que esses dados seriam transmitidos somente de 30 em 30 minutos.

  • leticia

    Mistério e respostas desencontradas até agora

  • Marcelo M

    Marcelo M. Boa noite, sou leigo o assunto, mas pensando, o que pode ter acontecido com a aeronave,
    A rotação da terra com sua velocidade de 1600 Km/h, a distància da queda livre, pode influenciar na localização real da aeronave, e se os telefones tocam como estão falando, existe meios de localizar os telefones através de satélite das operadoras, foi detectado um sinal da caixa preta em local diferente de onde se procurava(jornal da rede globo), a aeronave pode estar em terra, como não foi mencionado até o momento a busca.

    • Físico

      Sua conjectura poderia ter sentido se o avião estivesse se deslocando pelo espaço/vácuo. Mas ele estava na atmosfera, então é o mesmo referencial, a velocidade de rotaçao nada tem a ver.

  • José Luiz Martins

    Tive uma longa conversa com um comandante instrutor de T7 amigo meu. Seu post parece uma releitura da conversa que tive com ele, mas acrescentou que alguém sabe o que aconteceu (Boeing, Malasia e ou China) mas estão, nas palavras dele, “jogando um pano preto” para esconder até que uma desculpa convincente apareça. Ainda segundo ele, é impossível um T7 sumir no ar sem deixar nenhum vestígio, a menos que seja submetido a uma força Titânica que destruiu o avião instantaneamente junto com os beacons nele presente em vários pontos distintos do avião (mais de 30 numa conta rápida).

    • Edgar Guediguian

      Boa noite, José.

      O que vou dizer é pura conjectura e deve ser encarada como tal: já me peguei várias vezes pensando na possibilidade de uma retenção das informações por conta de algo extremamente grave que ocasionou o oficialmente desaparecimento – e a provável destruição – do B772 da MAS.

      • Anna

        Esse questionamento ressurge com frequência entre os comentários, mas daí eu lhes pergunto, porque tamanha descrença frente às autoridades encarregadas de responder por esse acidente?? É tão difícil crer que por mais que a última posição conhecida tenha sido em certo lugar, mas que os destroços ainda não foram encontrados?

        • José Luiz Martins

          O que de verdade está deixando a comunidade aeronáutica perplexa é que aviões modernos caem e os destroços ficam dias desaparecidos, mas todos sabem que o avião caiu e em quais condições. O problema aí é que o 777 simplesmente desapareceu, em condições muito suspeitas e sem “ninguém” saber o que aconteceu, o que leva a crer que interesses estão em jogo, e que a verdade, por hora, não interessa – talvez nunca interesse.

          • Edgar Guediguian

            José, a História está repleta de exemplos em que, onde há interesses escusos, a primeira vítima é a verdade. Deus queira que não seja o caso, mas é inevitável não suspeitar mediante as premissas que apontaste.

          • José Luiz Martins

            Pois é Edgar… nos resta aguardar e torcer para que as falhas (são falhas porque se tudo tivesse dado certo, o avião teria pousado no destino em segurança na hora mercada) sejam corrigidas.

        • Edgar Guediguian

          Normalmente criamos alguns cenários lógicos para tentar entender situações complexas. Evidentemente, e reforço aqui o que disse acima, são meras conjecturas.

          O que vai determinar as causas do acidente será o relatório final de investigação, por certo a ser conduzida pela NSTB.

          Não consigo imaginar o quão devastados estão os parentes e amigos dos passageiros… sério, o grau de desespero deve ser inenarrável.

      • Ana Leitão

        Outra detalhe: logo após o acidente foi dito no domingo que viajavam 2 pessoas do governo da Malasia.Alguem se recorda deste detalhe? Que devido a tantas informações, as pessoas não prestam atenção a certo detalhes e também esquecem…..

  • http://www.facebook.com/DennisPST Dennis Santos

    Mais uma pro leque de conspirações: http://goo.gl/2TrGVA

    Percebo que segurança em vôo, não era prioridade para o co-piloto.

    • http://www.portalodia.com/blogs/no-mirante AlexandreACW

      Não penso que isso seja um fato relevante… só por que o mesmo recebeu visita uma vez num cockpit ou levava namorada junto em voo? Não é nada de outro mundo que faria um T7 desaparecer…

  • Anna

    Porque o Flight Radar só mostra a movimentação da aeronave até a posição após Kota Bharu, mas não essa nova posição que começou a ser veiculada próxima a Pulau Perak?

    • lvcivs

      Pq o flightradar funciona com um sistema chamado ADS-B.

      O entendimento até agora é que tanto o sinal do transponder quanto do ADS-B pararam no mesmo momento. Agora o motivo por trás disso ainda é um mistério!

  • Ramon Andrade

    Caramba, a cada momento surge uma informação nova e diferente de tudo! Isso chega a assustar! Porque esconder ou omitir informações como esta do RP, o forçar uma busca multinacional em uma região onde o avião não está? Tenho muita pena dos familiares nesta situação! Transpoder desligado ou fora de operação? E os dados da telemetria?

    • lvcivs

      Há um informação rolando na internet de que a Malaysian não teria a telemetria da Boeing nos 777.

      • José Luiz Martins

        Parece que é verdade que ela não tinha a telemetria – me fugiu o nome agora – pois é um serviço opcional da Boeing, mas o ACARS é equipamento padrão que manda mensagens curtas segundo um protocolo específico, e equipa as aeronaves de grande porte, desde a década de 1980. Portanto, se houve qualquer comportamento fora do padrão e o avião não vaporizou, antes da mensagem sair, o Boeing e a MAS receberam a mensagem.

        • lvcivs

          Parece que o contrato da Malaysian era de transmissão de dados de 30 em 30 minutos somente. Aí lasca…

    • Ramon Andrade

      Uma coisa agora começa a bater: no início foi noticiado que haviam perdido contato com o avião após 2h40min, porém no FR se perdia após apenas 40min, se os transponders foram desligados o FR perde contato, mas o Radar Primário segue visualizando, até as 2:40 am local time. Isso bate com o tempo noticiado inicialmente.

  • Karol

    Partindo da linha de pensamento que o 777 decolou com combustível suficiente para voar por 7h30, e que, aparentemente, a nova localização da aeronave foi próxima a Pulau Perak, e então é possível que o avião tenha seguido nessa direção até ficar sem combustível, tendo passado de Banda Aceh. No caso ele estaria em qualquer lugar no Oceano Índico? Oo

  • Wagner Brito

    Apesar da dor dos familiares e amigos, confesso a vocês que estou ansiosíssimo por um episódio de Mayday Desastres Aéreos a respeito do vôo MH370. Mas, claro, só daqui a alguns anos e se ai da existir o documentário.

  • francisco greche junior

    Poxa a cada nova “informação” fica mais e mais confuso.
    Eu como alguém que tem o mínimo do estudo (MMA) não consigo acreditar em terrorismo. Que bomba é essa que consegue dizimar todos os ELT e o FDR? Nuclear?

  • http://www.facebook.com/DennisPST Dennis Santos

    Saudações, Lito. O que dizer desse documento aqui: http://www.gpo.gov/fdsys/pkg/FR-2013-09-26/html/2013-23456.htm ?

  • Bruno

    E para piorar o monte de “blá blá blá” sem sentido, está rolando também um papo sobre OVNI’s… A verdade, na minha opinião, é que alguém sabe exatamente o que aconteceu, mas por questões políticas e econômicas não vão abrir o bico tão já… (Repito, essa é apenas a minha opinião).
    Parabéns pelo excelente trabalho, Lito!

    • Ali Eve

      Concordo contigo. E acho que isso tem relação com a tensão que está na Europa, seja lá o que aconteceu, é problema e pode gerar problemas ainda maiores! (Sei lá ahahaha)

      • Guest

        E o pior, é que como foi comentado aqui – não me lembro por quem -, sempre acon

      • Bruno

        E além do mais, como foi comentado aqui – não me lembro por quem -, sempre acontece algo novo para desviar a atenção.
        Perceba que uma semana atrás, toda a atenção do mundo estava voltada para a ameaça de uma possível 3ª Guerra Mundial (isso não é exagero), daí o avião desaparece, e toda a atenção se volta para o caso… Hoje explode e desaba um prédio nos EUA (que para ajudar, implantaram no mundo todo um “alarme” sobre terrorismo), e parte das atenções foi voltada para lá… Não quero dizer que esses fatos tenham ligação, mas acaba se tornando uma situação muito estranha. Sem contar com as inúmeras noticias e possibilidades sem fundamento que são ditas sobre o desaparecimento da aeronave…
        Enfim, só nos resta aguardar por informações confiáveis, e as explicações do Lito e dos demais que tem conhecimento para tal.

  • Lino Ribeiro

    Gente… quanta viagem nesses comentários. Vejam o que os especialistas Lito e Carlos Porciuncula falaram.
    O que sabemos é:
    1. o avião sumiu sem deixar vestígios;
    2. há sinais de radares primários que indicam a passagem de “algo” em região oposta ao que deveria ser a rota original. Isso não quer dizer que é o avião desaparecido. Radares primários apresentam falsos positivos frequentemente.

    Pronto. É só isso que sabemos de fato.

    O que não sabemos, mas podemos elucubrar, é:
    1. A cia aérea e a Boeing DEVEM saber mais do que estão divulgando, considerando a telemetria. Não informam porque não deve ser informação suficiente para localização ou porque já estão ganhando tempo para sua preparação para os processos judiciais.
    2. O avião caiu em algum lugar, o local é que é a questão.

    O resto é mero achismo: ETs, míssil, derrubada proposital por um caça, terrorismo, derrubada para mudar a atenção geopolítica etc, tudo isso é viajar na maionese.

    Não adianta ficar postando nada aqui até que informações reais sejam confirmadas.

    • Bruno Rocha

      Sim. Vide o voo 447, onde o avião enviava informações online para a Airbus de todos os defeitos sucessivos que aconteciam até ele parar de responder (quanto caiu no mar).

  • Caca Ahmadi

    Não entendo absolutamente NADA de aviões, mas foi a única fonte com coerência para ler sobre. Acompanhando.

  • Tony Coelho

    Lito, parabéns e obrigado por tudo. O A&M sempre esteve na minha lista de favoritos com visita diária. Participei pouco. Quem sou eu para discutir com as feras que andaram por aqui. Sou só um pax profissional com aerococus no sangue. Mais horas de voo que muito comandante, algumas arremetidas e um incidente de ter que usar escorregadeira. Ainda incrédulo com todo esse imbroglio sobre o #MH370. Por mais que a gente tente não fazer suposições a imaginação humana viaja nessas horas.

  • Mauricio Ribeiro

    Eu ainda acho que aconteceu igual ao caso do vôo 375 da VASP. Lito lembra que vc me falou que seria impossível um passageiro adentrar cockpit do 777? Que a porta é blindada… pois bem, a tripulação parece que não seguiram os procedimento s padrões de segurança e pode abrir a hipótese de um maníaco suicida.

  • Samara Correia

    E essa advertência emitida -> Instrução da FAA sobre falha que leva a despressurização lenta pode explicar destino do #MH370. Detalhes: http://m.smh.com.au/world/missing-malaysia-airlines-plane-us-issued-warnings-over-boeing-777s-20140312-hvhqz.html

    • Dario Lermos

      Lembrei-me do acidente de um 737 de uma empresa grega em que houve despressurização (não me lembro se foi lenta ou rápida) e, partindo disso, creio que os principais fabricantes tenham melhorado, ou instalado, sistemas de alarme contra este tipo de ocorrência. Neste caso, os pilotos teriam ciência sobre esse problema e tomado as medidas corretas para esta situação. No caso desta antena, para que serve? É uma antena destinada ao sistema de entretenimento, sendo instalada posteriormente, ou faz parte do sistema geral da aeronave? Toco neste assunto pois me lembro do MD-11 da Swissair, em que houve uma reforma no sistema de entretenimento e, como fora mal dimensionado, provocou o desastre próximo à cidade de Halifax, Canadá. De qualquer forma, só uma análise da aeronave e de seus sistemas para uma conclusão definitiva

      • Bruno Rocha

        May Day Desastres Aéreos. Muito bom. Ao contrário do que pensam, é bom aprender sobre esses acidentes da história da aviação. Torna a coisa mais segura.

    • lvcivs

      O Lito explicou sobre isso no update 5.

  • Mauricio Ribeiro

    Olha Lito, nós estamos aqui tentando desvendar este mistério, e lógico, com argumentos válidos, conhecimentos técnicos. Aqui temos pessoas que trabalham ou já trabalharam na aviação comercial, fãns da aviação ou mesmo curiosos e leigos. Mas aqui ninguém até agora comentou algo indigesto, pelo contrário, respeitosos e ainda complementando informações, ou ajudando aqueles que tem curiosidade em aprender mais sobre tal assunto. Acabei de dar uma passada na Globo.com, nossa, nunca vi tanto comentário sem fundamento, tanta pessoa ignorante. Vi que aqui é meu lugar e tenho que te parabenizar mais uma vez Lito, o A&M é sensacional!

  • Cadu

    Perto de Pulau Perak, existe uma outra ilha mais próxima (Pulau Pinang) da costa no qual tem um aeroporto que aparentemente, tem uma boa pista e de comprimento significativo (3.350 metros). Será que não tentaram alternar ali no caso de alguma emergência e caíram antes?

  • Clecio Wanis

    Olá, sou leigo no assunto, tenho outros afazeres, outros focos e prioridades, porém, como todo curioso, admiro uma boa leitura, e o seu texto está de parabéns. Não só pela qualidade técnica e lucidez, mas, também, pela dinâmica e objetividade. Parabéns. Forte Abraço.

  • Carlos Andrade

    Prezados, há outros casos na história da aviação comercial em que uma aeronave desaparecesse desta forma?

    • Alex

      Tem um da Varig, acho que é o único não resolvido:

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Voo_Varig_967

      • Rids

        Tem mais. Tem o notório Voo 19, em 1945. Foram 6 aviões militares desaparecidos de uma só vez ao sul da Flórida, sendo um hidroavião. Nem com os recursos atuais conseguiram achar nenhum resquício deles. Acharam de outros na mesma região, menos deles. Importante: nada comparável em altitude, velocidade, equipamentos, comunicação e posição geográfica. Somente uma coincidência curiosa, como no caso do B70C da Varig.

        • Alex

          Rids,

          Acabei de ler sobre esse caso na Wikipedia. Mas nesse caso não é comercial. Acho que comercial só essa da Varig mesmo.

          Mas existem outros casos, não comerciais, como esse Voo 19, link: http://pt.wikipedia.org/wiki/Voo_19 .

          Tem um ainda mais misterioso, pois existe até a transcrição da conversa do piloto com a torre, é esse aqui:
          http://pt.wikipedia.org/wiki/Desaparecimento_de_Valentich

          • Tony Coelho

            Não dá para comparar a tecnologia embarcada nos casos acima com um 777.
            O único caso comparável mesmo foi o 447 que enviou muitos ACARS antes de mergulhar.

          • Rids

            Não dá mesmo.

        • Bruno Rocha

          Reza a teoria desse caso que ocorreu sob o triângulo das bermudas que eles entraram numa nuvem de gás metano que saia do mar que paralisou seus motores. Eles planaram até cair na água. Os aviões afundaram inteiros, não deixando destroços para boiar. E os pilotos, depois de horas, morreram de desidratação e seus corpos foram comidos por tubarões.

    • Escultor

      Pessoal om dia a todos.
      Noto o conhecimento de alguns paticipantes mas como outros sou leigo em termos de aviação.
      Tenho acompanhado as noticias pertinentes a este evento mas como leigo considero que nos tempos atuais com tanta tecnologia envolvida, tanto embarcada como o Lito tão bem expos, quanto de rastramentos, seja por satélites ou sistamas de radar, seja improssível não se saber aonde está até agora esta aeronave.
      Com a sofisticação de satélites espiões e tantos outros meios, paises como os Estados Unidos, Alemanha, Inglaterra, que tem acesso a este meios não saibam nada sobre o paradeiro deste avião.
      Sabem, mas por motivos que até fogem de nosso simples entendimento como meros cidadãos, não foram ainda divulgados.
      – Negociações.
      – Situações com o envolvimento de futuros atos terroristas com a utilização desta aeronave.
      – Uma ameça até nuclear ou até mesmo ameças de armamentos quimicos obtidos em mercado-negro.
      Tudo é possivel só não sabemos ainda, quem sabe um dia saibamos ou talvez este seja conduzido para mais um caso sem solução.

  • edinho

    Nunca vi tanta baboseiras nos telejornais como nesse caso.
    Lamentavel gente que desconhece o assunto e emite opiniões completamente fora de nexo.
    Eles deveriam vir aqui e ler os posts e as materias sobre o assunto, assim ficariam de bocas fechadas.
    Parabens Lito e ao seu fiel público.

  • Lucas

    Vejo pouca gente falando sobre os 5 passageiros que fizeram o check-in mas não embarcaram. Será que eles não teriam relação com o desaparecimento? Sabiam de algo que ninguém sabe?

    • Carlos Barbosa

      A mãe dele esta esperando no aeroporto na Alemanhã e ele já tinha comprado tickets para conexão pela China airlenes, então se ele soubesse que ia morrer não ia gastar dinheiro a toa.

      • Lucas

        Não estou falando do passageiros que embarcaram com passaportes roubados.
        5 pessoas fizeram check-in, passaram pelos controles individuais, mas não embarcaram por algum motivo.

        • http://www.facebook.com/DennisPST Dennis Santos

          Não sei se é o caso de KLIA. Mas em Congonhas, já perdi um vôo, após ter feito check-in, por causa disso aqui: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidiano/111340-troca-troca-em-congonhas.shtml

          • Lucas

            Em Congonhas deve ser realmente bastante comum. Mas acho que valia a pena dar uma olhada dada a situação.

          • Rids

            É muito comum em diversos aeroportos. Vai desde upgrades à problemas alfandegários. Esse detalhe dos portões é somente mais uma causa. Se os passaportes roubados tivessem sido apreendidos, não seriam 5 e seriam 7.

        • Edgar Guediguian

          Lucas, recentemente em VIX presenciei o seguinte: 2 passageiros de uma cia. perderam seu vôo para GRU, por um erro no speech (anúncio de gate errada) e foram realocadas num voo a CGH posterior. Isso tudo no saguão de embarque.

    • http://www.avioesemusicas.com.br/ Rodrigo Portam

      Lucas , isso é comum.

      • Lucas

        Sim, é que a situação deixa tudo suspeito.
        Eles fizeram o check-in, passaram pela revista mas não compareceram ao portão de embarque. Não entendo como alguém pode simplesmente perder um voo dessa maneira, ainda mais sendo um voo internacional.

        • Tony Coelho

          Isso é muito comum, todo voo acontece.
          Agora então fazendo check in online ficou mais comum ainda.

        • http://www.avioesemusicas.com.br/ Rodrigo Portam

          Faz uma pesquisa nos comentários, para ficar mais fácil use a pesquisa padrão do seu navegador, pesquise por “check-in”, você vai achar algumas discussões sobre esse acontecimento.

          Subject: Re: New comment posted on Boeing 777 da Malaysia desaparecido – Post atualizado 12 Março #MH370

  • Bruno Rocha

    Em 2005 teve um caso bizarro. Um 737-800 de uma empresa grega teve problemas na pressurização. Ele não teve uma despressurização, foi pior. Conforme o avião foi subindo, a pressão ia caindo, ninguém percebeu, nem os pilotos, não tinham nenhum alerta vindo do avião. Com o tempo todos foram pouco a pouco perdendo a consciência. O avião ficou voando em círculos até cair por pane seca.
    Também teve muita especulação de ataque terrorismo vindo da mídia querendo vender sensacionalismo.

    • Mauricio Ribeiro

      Foi este caso, por sinal, muito triste! :(

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Voo_Helios_Airways_522

      • Bruno Aquino

        Pelo que vi, foi e não foi um problema da manutenção, a manutenção alterou o sistema de automático para manual quando estavam efetuando a manutenção do sistema, o pessoal não voltou para automático e o F/O não viu no check.

        • Bruno Rocha

          Esse tipo de coisa deveria entrar no cheklist. Acredito que todo sistema importante do avião deveria ter um aviso sonoro se está ou não funcionando.

          • http://www.avioesemusicas.com Lito

            Está no checklist e há avisos sonoros. Leia este post: http://www.avioesemusicas.com/acidente-do-737-da-helios-14-de-agosto-de-2005.html

          • Rids

            Esse acidente é um típico exemplo da importância do segundo oficial, o engenheiro de voo. Mesmo redundante, ele não só perceberia o problema a tempo, como poderia servir de tradutor entre comando e copila ou com a torre, controle etc. Hoje em dia, sob a suposta sombra do terror, ainda desempenharia papel importante de reforçar a segurança na cabine.

          • Bruno Rocha

            Eu penso muito nisso, sobretudo para jatos médios para grandes. Tem coisa que não dá pra dividir só entre piloto e copiloto. É uma questão de efeito de repetição. Se você tem um hábito e o repete sistematicamente, uma hora vai perder a capacidade de sair dessa rotina e vai passar a ignorar fatores secundários consecutivamente. Seja bem vinda a tecnologia, desde que não acabe com a experiência dos pilotos.

          • Gustavo Pilati

            Colocando mais outra pessoa na cabine ele iria entrar na rotina também e estaria sujeito às mesmas falhas. A mesma coisa iria acontecer com 4,5 ou 20 pessoas.

            Como sempre um acidente é resultado de vários fatores, nesse caso do Helios a solução não seria colocar uma pessoa a mais na cabine. No AF447 tinham 3 na cabine e olha no que deu…

          • Rids

            Gustavo, me refiro ao controle da pressão da cabine, que até a década de 1980 era monitorada pelo FE.

            Sobre o AF447, eram 3 pilotando e tomando decisões, mas quem fazia a vez do FE era o computador. Não se pode afirmar se o resultado seria o mesmo se houvesse alguém dedicado apenas ao funcionamento do avião, isolado da pilotagem propriamente dita.

            Da mesma forma, também não se pode ignorar que o computador de bordo, o fbw e o aperfeiçoamento do piloto automático não tenham silenciosamente salvo milhares de vidas em outras ocasiões.

          • Bruno Rocha

            No AF447, deu-se que o piloto e o co-piloto davam comandos contrários no site-stick, onde o computador acabou anulando o comando, ou seja, nenhuma deles estava de fato controlando a aeronave. Deveria ter algum tipo de botão que tava o comando pra um ou pra outro.

          • Gustavo Pilati

            Em poucos momentos houve comandos simultâneos nos sidesticks. Cada vez que isso acontece há um aviso luminoso e sonoro (DUAL INPUT) que aparece.

            E quanto ao botão obviamente ele existe. Sugiro a leitura deste post: http://www.avioesemusicas.com/air-france-447-e-o-relatorio-final.html

          • Bruno Rocha

            Obrigado. Vou ver.

    • Luiza Lucky

      Dúvida: nenhum radar captaria esse movimento contínuo e circular? :/

      • http://www.avioesemusicas.com Lito

        @luizalucky:disqus, veja este link sobre o Helios, que não tem qualquer relação com o MH370: http://www.avioesemusicas.com/acidente-do-737-da-helios-14-de-agosto-de-2005.html

      • Bruno Rocha

        Veja bem. No caso do Helios, captaram. Nessa nada. Mas o que quero dizer é que sempre pipocam teorias de sequestro. Claro que são reais, mas esses voos pra Ásia geralmente não são as vítimas preferidas de sequestradores, nem ataques com bomba. Mas, de qualquer forma, é melhor parar de especular e deixar o NTSB tomar conta, já que é um Boeing.

  • Raffael

    Por curiosidade andei lendo algumas fontes de notícias da Malasia e li isso em uma delas : “Pressionado pelos familiares a apresentar respostas para as muitas perguntas provocadas pelo misterioso desaparecimento do avião, após cinco dias de buscas infrutíferas, o embaixador disse que “não chegou o momento” de revelar as informações transmitidas pelos militares às autoridades civis.” Então como já foi citado aqui, reforça ainda mais que “eles” autoridades Malaias, já sabem em parte o que aconteceu, mas estão procurando uma boa desculpa, ou inventando uma !!!!

    • Mauricio Ribeiro

      Você já imaginou o valor da indenização que o governo e a Malaysia teriam que pagar as familias das vitimias caso não encontrem os corpos das vitimas? Isso é um dos fatores de que ainda não falaram o que realmente tenha acontecido.

      • Bruno Rocha

        O que é um erro judicial, pois é necessário saber o que realmente aconteceu.

        • Mauricio Ribeiro

          Também concordo, mas sem a aeronave, não teriamos a caixa preta. E sem a caixa preta, seria dificil saber o que realmente aconteceu.

        • Fábio

          Bruno, não saber o que houve ou não encontrar os corpos dos ocupantes não traz nenhum impedimento para que uma Ação seja movida contra a cia aérea ou o governo, muito menos se constitui erro judicial. Entendo que as buscas se dão para recuperar a caixa preta, já que a chance de resgatar sobreviventes é, praticamente, nula.

          • Bruno Rocha

            Tem gente que acha normal processar uma companhia aérea por passar mal durante uma turbulência. Isso é: culpar uma empresa por algo que ela não pode sequer minimizar e onde nela não cabe nenhuma responsabilidade. Abrir uma jurisprudência é o sonho de todo advogado, mas os danos são enormes, uma vez que pode acabar com a lógica da justiça na questão “culpa X responsabilidade”.

  • Walter

    Bom dia a todos,
    Sou leigo no assunto, porem entusiasta da aviação, o meio mais seguro de se
    locomover.
    O medo é uma sensação que proporciona um estado de alerta demonstrado pelo receio de fazer alguma coisa, geralmente por se sentir ameaçado, tanto fisicamente com o psicologicamente. Pavor é a ênfase do medo.
    O medo é provocado pelas reações químicas do corpo sendo iniciado com a descarga de adrenalina no nosso organismo causando aceleração cardíaca e tremores. Pode provocar atenção exagerada a tudo que ocorre ao redor, depressão, pânico, etc. Medo é uma reação obtida a partir do contato com algum estímulo físico ou mental (interpretação, imaginação, crença) que gera uma resposta de alerta no organismo. Esta reação inicial dispara uma resposta
    fisiológica no organismo que libera hormônios do estresse (adrenalina, cortisol) preparando o indivíduo para lutar ou fugir…..
    Uma pessoa sensata, preparada e responsável por um grupo de indivíduos precisa tomar decisões em frações de segundos quando se depara com uma situação de ameaça; no caso específico de um piloto, a primeira medida
    seria pedir um “venha me ajudar” ou mayday. Como supostamente ele não teve tempo para essa declaração, provavelmente aconteceu uma situação inédita e instantânea. Só as caixas pretas poderão decifrar esse mistério. No link abaixo um exemplo destas fatalidades:
    (fonte: Wikipédia)

    http://www.youtube.com/watch?v=OtM-mb_VVHY

  • http://www.facebook.com/DennisPST Dennis Santos

    Lito, o bote salva-vidas dos T7 seguiam uma cor-padrão, ou variavam de Cia para Cia aérea? Esse site de notícias da Malásia diz que pescadores encontraram um bote salva-vidas. Teria a possibilidade de ser do T7?

    http://www.nst.com.my/latest/font-color-red-missing-mh370-font-fishermen-find-life-raft-near-pd-1.509222

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Não parece ser…

  • eduardo

    isso tudo é besteira.. midia ta tentando esconder como tudo que acontece de importante no mundo e voces nao acordam pra realidade.. tudo que acontece de estranho aparece como terrorismo e todo mundo cai nessas merdas, e eh capaz de nem acharem o aviao e jogar pedaços de outro aviao pra mostrar que caiu no mar.. o mundo eh cheio de surpresas mas o governo faz com que n soubemos de nada e ficamos inuteis no mundo!!!

    • Mauricio Ribeiro

      Não tem como a midia esconder um acidente destes, ainda mais hoje em dia. Uma hora as coisas virão ao ar.

  • eduardo

    e se vcs percebrem do nada caiu um predio nos EUA, sempre quando acontece algo estranho os estados unidos vem com tragedias… isso vem de anos e sei do que estou falando!! pra mudar todo foco do lance do aviao.tem muita historia que vi ja por exemplo de um cara que veio do futuro o fbi prendeu o cara deu a maior repercussao e do nada o cara sumiu e na outra semana da noticia o estados unidos teve um ataque terrorista!! e ninguem mais se lembrou da existencia do cara!!e o cara avisou muita coisa que ia aconteceer e aconteceu! pode ser besteir ou nao mas tudo que acontece de estranho no mundo aparece algum terrorista ou os estados unidos sofre algum atentado!parem vejam todas noticias que ligaram os fatos!

  • joão

    Mina opinião é o seguinte,
    1) o avião foi sequestrado
    2) os pilotos foram mortos (ou cooperaram com a ação)
    3) os sequestradores assumiram a cabine
    4) o avião mudou a rota
    5) está em sigilo o que está acontecendo para alarda as negociações
    6) o governo malasiano não quer fornecer informações
    7) mandaram fazer busca ao mar para desviar a atenção
    8) avião pousado em alguma pista clandestina
    9) passageiros supostamente mortos ou capturados e presos
    10) aberta negociação com os sequestradores e governo
    11) mídia sendo desinformada do real acontecimento, e alto escalão da aeronáutica malasiana obrigada a se calar para não atrapalhar as negociações, por isso não informam (por que não querem) o último sinal do transponder, radar e etc.. Idem telefonias em não informar a triangulação de onde os celulares possivelmente podem estar
    12) muita coisa ainda a acontecer

    • Lucas

      Se não acharem o avião nos próximos dias, logo será levantada a hipótese do avião não ter caído, o que acho pouco provável. Mas até o momento é unânine que o avião caiu, ninguém está considerando outra coisa.

  • joão

    Mina opinião é o seguinte,

    1) o avião foi sequestrado

    2) os pilotos foram mortos (ou cooperaram com a ação)

    3) os sequestradores assumiram a cabine

    4) o avião mudou a rota

    5) está em sigilo o que está acontecendo para alarda as negociações

    6) o governo malasiano não quer fornecer informações

    7) mandaram fazer busca ao mar para desviar a atenção

    8) avião pousado em alguma pista clandestina

    9) passageiros supostamente mortos ou capturados e presos

    10) aberta negociação com os sequestradores e governo

    11) mídia sendo desinformada do real acontecimento, e alto escalão da aeronáutica malasiana obrigada a se calar para não atrapalhar as negociações, por isso não informam (por que não querem) o último sinal do transponder, radar e etc.. Idem telefonias em não informar a triangulação de onde os celulares possivelmente podem estar

    12) muita coisa ainda a acontecer

    POR QUE APAGARAM MINHA MSG?

    • Mauricio Ribeiro

      Ela ta aqui em baixo, verifique no seu navegador

    • Visitante

      Aí o Lobo Mau chegou numa nave e levou todos para o país das maravilhas. Pelo menos é a minha opinião totalmente embasada.

    • http://www.rigoleto.inf.br Fernando Rigoleto

      And the Oscar goes to….

    • RSS

      Faz sentido. É a possibilidade mais sensata até agora.

    • Cesar Lemos

      13) Obviamente os sequestradores são alienígenas e o avião está no
      hangar da nave mãe, que após capturar os reféns, debandou em uma fuga
      alucinante. Neste momento, estão todos protegidos da perseguićão das
      sentinelas terrenas na face oculta da lua.
      RETOMEM O COMENTÁRIO DO INTERNAUTA! ABAIXO A DITADURA DA MODERACÃO!!!

  • http://grupojtelmo.com.br telmofelipe gjtelmo

    Lito,
    Me tira uma dúvida, existe alguma possibilidade, mesmo que rara, mas desse avião ter pousado e alguem nele ter desligado todos os radares e comunicação?
    Em resumo, alguem no avião pode cortar a comunicação 100% com os radares em terra?
    abs e obrigado pela resposta.

    • http://www.avioesemusicas.com.br/ Rodrigo Portam

      Respondido no Post

      • http://grupojtelmo.com.br telmofelipe gjtelmo

        Pelo que li, ele não deixa claro se pode “desativar” pro completo os radares.

        • http://www.avioesemusicas.com.br/ Rodrigo Portam

          Veja o update 3.
          Subject: Re: New comment posted on Boeing 777 da Malaysia desaparecido – Post atualizado 12 Março #MH370

          • http://grupojtelmo.com.br telmofelipe gjtelmo

            Obrigado Rodrigo!
            Tinha passado despercebido esse update.

  • Luiz Moraes

    Philipe do Blog mundogump.com.br sobre o Lito (rsrsrs): “O cara sabe tudo e mais um pouco daquele avião. Ele sabe o nome de equipamentos que eu nem ouso imaginar e que estão presentes naquela aeronave. Eu comecei a ficar bolado ao ver a perplexidade deste cara.”

    http://www.mundogump.com.br/o-que-aconteceu-com-o-aviao/

    • http://www.avioesemusicas.com.br/ Rodrigo Portam

      A primeira parte esta boa…

      • Pedro

        Todo o resto do texto é lixo – pior ainda é o restante do conteúdo. Sem conhecimento técnico nenhum. Simples e leviano de uma pessoa que acredita em extraterreno.

        • Rids

          Entre as especulações e teorias conspiratorias, a única plausível que li foi a do choque com meteorito. Eles existem e são tão comuns que alunos de geociencias descartam nas coletas. E podem fazer um estrago gigante num avião a mais de 30mil pés.

    • Leo Lay

      Aêeeee! Moralizou, hein Lito, gostei de ver! Parabéns, cara! ;)

  • Elton Veoitao

    acabei de pegar no facebook:

    [PLANTÃO GLIDE SLOPE NEWS - 16:55 Brasília]

    Possível corpo de passageiro do voo MAS370 é encontrado.

    O jornal Beijing News, da China, relatou que um voluntário local que
    está auxiliando nas buscas do Boeing 777 da Malaysia Airlines do voo
    MH370, encontrou um corpo vestido com um colete salva vidas em uma área
    do Estreito de Malaca. Em um relatório de parágrafo único, o site do
    jornal em língua chinesa disse que estava procurando a confiabilidade da
    informação.

    O relatório não
    confirmado vem através de um novo centro de operações que fora
    estabelecido na região de Malaca e foi expandido para os dois lados da
    península da Malásia, devido às recentes informações de que a aeronave
    possa ter alterado seu rumo para oeste.

    O relatório foi
    aprovado pelo Centro de Operações de Malaca para que parte das equipes
    de buscas possam se deslocar até o local deste corpo encontrado e
    confirmarem a veracidade da informação.

    Fonte: Want ChinaTimes

    • Mauricio Ribeiro

      Plantão Glide Slope? Kkkkkk… Olha os caras vetorando as notícias! Kkkkk

  • Carlos Augusto

    Um PEM (pulso eletromagnético) poderia inutilizar todos os aparelhos e antenas presentes no Boeing 777?

    • Leonardo Meca

      Pensei nessa possibilidade também. O Lito poderá nos dizer.

      • Mauricio Ribeiro

        Creio que não deva ser um caso tão complexo de usar um PEM, eu nunca vi um caso desse parecido na aviação. Se alguem já viu, por favor que se pronuncie.

    • Danton

      Em um avião, que um simples sinal eletromagnético de um “celularzinho” pode causar interferência, acredito que há GRANDISSíMA possíbilidade de um PEM causar interferência, ou até mesmo poeira solar pode causar danos aos vôos. “Os satélites de GPS sofrem sobrecargas e não conseguem mais enviar sinais normais. Sem sistemas de localização, os aviões que estiverem sobrevoando os céus se perdem e seus motores começam a falhar.” (porém, lembro vocês que isso é apenas minha opinião, posso estar errado quanto a isso…)

  • Camila
    • Edgar Guediguian

      Vi isso há pouco no AvHerald. Em tese, esse cenário faz todo o sentido, pois devemos lembrar que a última posição registrada em receivers ADS-B (ex. Flightradar24) indicou uma proa de 40°, proa essa que deveria ser mantida por pouco tempo, após o que a aeronave deveria assumir nova proa, a 35° – curva suave à esquerda – e seguir numa perna longa rumo ao sul da China. Partindo do príncipio que esses destroços sejam do B772 desaparecido, fica a sensação de que a aeronave colapsou logo após assumir a proa 40, talvez com desvio de alguns graus à direita.

      Uma hipótese apenas, que do mero ponto de vista lógico parece fazer mais sentido que a suspeita de que aeronave teria rumado a SO de sua última posição, para o lado ocidental da Malásia.

    • Mauricio Ribeiro

      Eu vi na BBC, vamos aguardar para ver o que realmente é isto.

    • Phillip Daldon Leroy

      Agora sim parece fazer mais sentido…Quem sabe…Infelizmente será uma confirmação de uma tragédia mas o fim de um grande mistério..

  • herculano samuel lins marinho

    Mina opinião é o seguinte,
    1) o avião foi sequestrado
    2) os pilotos foram mortos (ou cooperaram com a ação)
    3) os sequestradores assumiram a cabine
    4) de alguma forma mergulharam com o aviao para o mar

  • Matheus Jacinto Leite Do Rego

    A única certeza é que a nave está desaparecida!

  • Zeinho

    A tela do flight radar mostra a localização da aeronave, a perda de altitude até 0, mostra razão de subida ou descida 0, mostra velocidade superior a 800km/h, não seria aquele o local aproximado da queda?

    • Matheus Jacinto Leite Do Rego

      Isso que você relatou pode esta acontecendo agora mesmo com diversas aeronaves no flightradar,isso de altitude 0 e velocidade 0 é muito comum no Flightradar quando existe transição de um receiver para outro!

      • Zeinho

        “O avião da Malaysia Airlines desapareceu dos sites de rastreamento de voos ao mesmo tempo em que sumiu das telas do controle aéreo, e nenhum outro dado de GPS apareceu para esclarecer algo sobre seu paradeiro.”
        http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/03/140313_aviao_registro_acompanhamento_nova_vj_rw_rb.shtml

        Penso que estão procurando na superfície do oceano algo que está nas profundezas.

        Primeiro zerou o altímetro (pitot?), mantendo a informação sobre a velocidade de cruzeiro, depois saiu do ar, se fosse mudança de receiver o sinal não seria perdido.

        • Matheus Jacinto Leite Do Rego

          Primeiro nas profundezas não está,isso porque a profundidade no golfo da Tailândia não passa dos noventa metros(90m),Segundo,para um avião que possui uma carga alar alta,possa pousar na água sem deixar quaisquer vestígio de fragmento é remotamente possível.

    • Edgar Guediguian

      Mikael Robertsson, do Flight Radar 24, no fórum do site: “Of course this would be great, but it’s very hard to know why it has disappeared. It could be receiver error, bad coverage, transponder problem, fast but controlled descent or many other reasons. This is something that we for sure will be working on improving in the future but improved coverage is a must to make it stable.”

  • Edgar Guediguian

    Texto de Gianfranco Beting, originalmente publicado em seu Jetsite, sobre o Boeing 707 PP-VLU da pioneira (Jetsite atualmente em manutenção, por isso recorri à transcrição em um blog): http://issoeofim.blogspot.com.br/2014/03/misterio-no-pacifico-varig-boeing-707.html?m=1

    Vale a pena dar uma olhada.

  • Angelica Kazue Uejima
    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      E como tem coisa errada escrita nessa página aí…

  • Bruno

    Lito, sobre o update 8 tem uma reportagem no G1 dizendo que provavelmente essas peças não são do avião (sim, eu sei que é enorme a quantia de informações erradas, sem fundamento que estão rolando sobre o caso). Agora, se tratando das dimensões, se estiverem corretas, é bem provável que não sejam mesmo do avião.
    Também tem relatos de um funcionário de uma plataforma em alto mar que alega ter visto um objeto em chamas no céu durante a noite do desaparecimento.
    Enfim, nos resta esperar, e buscar sempre as fontes mais confiáveis sobre o caso…

    • lvcivs

      Eu estou desconfiado que os chineses quiseram dizer pés ao invés de metros…

      • http://www.avioesemusicas.com Lito

        Pode até ser, mas eles usam o sistema métrico (SI) e não imperial…

  • Hugo Varani

    Há a possibilidade dessas partes encontradas pelo satélite chinês serem
    de galpões atingidos pelo terremoto e tsunami no japão em 11 de Janeiro
    de 2011?

  • Gustavo

    Well well, acompanhando o caso pelo blog…

    Parece que agora o caso está pendendo para o avião ter voado por mais 4 horas após a perca de contato com o radar, devido ao (já citado) relatiorio de que os motores enviam a cada 30min…

    http://www.dailymail.co.uk/news/article-2579524/Chinese-satellite-finds-suspected-crash-site-Malaysian-Airlines-flight-370-South-China-Sea-did-three-days-release-them.html

    Cabeluda essa história =X

    • Tony Coelho

      Well well, esse assunto do monitoramento das turbinas já tinha aparecido na imprensa alguns dias atrás e eu perguntei para o Lito (está em algum comentário antigo). O Lito nos respondeu muito bem que se foram enviados dados à Rolls Royce a interface usada é da aeronave, seria a mesma que envia outros dados. Depois já li que a Boeing também tem esse monitoramento.
      Estamos tratando de vidas humanas. Será que se a RR ou a Boeing tivessem recebido algum outro dado isso não teria sido divulgado antes à imprensa, mesmo que em off? Nenhum sigilo dessa natureza fica guardado tantos dias em tantos países diferentes. Alguém já teria batido coma língua nos dentes.

      • Marcelo Cardoso

        Exato. Bateu com a língua agora. Mas existe algo de muito estranho em tudo isso, está evidente que muitas informações ainda estão ocultas.

        • Tito do gueto

          A verdade é que ninguém quer correr o risco de soltar uma informação bombástica que possa ser mal interpretada, mas vamos tentar apenas um ensaio: os especialistas falam de sequestro e isso nem deve ter consideração: é muito improvável. E a desintegração, essa palavra em si serve para descrever algo que não deixa vestígio e explodir sem deixar vestígio. Nesse caso é impossível porque seria necessário uma bomba atômica ter atingido o avião e isso por si mesmo já seria o vestígio, pois seria algo facilmente detectado. Já a explicação de se desintegrar pela velocidade “Só por Deus” esse tipo de avião é projetado para ter um alcance de velocidade que não se compara aos aviões hipersônicos, ou seja, não há como um 777 alcançar a velocidade de um F 15. A menos que isso pudesse ocorrer por algum fenômeno místico muito além da ciência humana. E é desse fator místico que ninguém quer se prontificar a falar em público, pois seja qual for o fator, o público e a ciência não estão preparados para recebê-lo.

    • Lucas

      Rolls-Royce e Boeing negaram ter recebido dados por 4 horas depois do avião desaperecer.

      http://www.nst.com.my/latest/font-color-red-missing-mh370-font-rolls-royce-and-boeing-deny-receiving-data-1.511211

  • Sofia Lúcio Flavio De Ávila

    Eu queria saber mais sobre DESINTEGRAÇÃO que foi uma das hipóteses faladas.
    Por quais motivos uma aeronave se desintegra no ar? É relativamente comum?
    E principalmente o que acontece (fisicamente) com o avião e os passageiros?

    • Gustavo Pilati

      1. Desconsiderando ataques terroristas e bombas explodindo no avião a única maneira de se desintegrar um avião é fazendo manobras bruscas e em alta velocidade. Alta velocidade = velocidade acima do projeto do avião.
      O Boeing da Gol se desintegrou, já que sem 10% da asa esquerda o avião perdeu sustentação, entrou num giro incontrolável e excedeu e muito a velocidade de projeto.

      2. Não é comum. Situações excepcionais devem acontecer pra que isso ocorra

      3. Alguns dos passageiros da gol foram encontrados sem roupas por causa do atrito do vento durante a queda.

    • Mauricio Ribeiro

      A desintegração no ar ocorre pode ocorrer uma falha estrutural da aeronave, colisões com outra aeronave, falha no projeto da aeronave. Não é comum isso ocorrer.

  • David Rosin

    Não seis e vocês ja ficaram sabendo deste site: http://www.tomnod.com/ trata-se de uma empresa que esta constantemente atualizando fotos de satellite do local onde “Possivelmente” o avião desapareceu, la eles permitem que o usuario auxilie na busca, e marque se encontrou ponto de óleo ou algum destroço, a principio as imagens são escuras mas ai vc percebe que se trata do mar, ele abre blocos de imagens um por vez para que vc examine minuciosamente !!!

  • Ana Sacchelli

    A única certeza que eu tenho hoje…é que nunca saberemos o que aconteceu de verdade. Vai ser divulgada uma conclusão qualquer e o assunto vai ser encerrado, como tantos outros pela história afora. Fico com as minhas conclusões. :(

  • Rodrigo

    Excelente Blog/Post. Parabéns!

  • Anonymous

    Midia só lembra de aviação quando acontece uma desgraça. Por que não deixam quem sabe o que diz falar e param de ficar falando abobrinha, hein?

  • L. Guga

    Excelente post! quando vi esta noticia umas semanas atras, já sabia que a especulação ia ser muito grande , logo se tratando de onde ocorreu o que é uma pena. estou entrando no ramo da aviação agora e ja sei que com isso não se brinca! , e usar acidentes como esse pra ‘criar’ acontecimentos só para vender noticia é muito triste principalmente em relação as famílias das vitimas.

    Mas enfim quando vi que este fato tinha acontecido corri para cá já sabendo que poderia ter uma “roda” de discussão mais concreta e acertei! bem e sobre o acontecido conversei com pessoas ligadas a aviação a bastante tempo e me disseram o mesmo sobre o “triplo sevem” ou T7 que a aeronave e muito segura mesmo, alguns dizem que mais até que o 787 (hehehe) e que para ocorrer tal coisa dessa proporção teria que ser ou uma falha catastrófica ou o abatimento da aeronave o que também e meio improvável … mas por enquanto como sou leigo vou continuar acompanhando para ver quais fatos aparecem de novo para que possamos ter uma real noção do acontecido!

  • Rosinara

    Minha opinião é que foi abatido este avião. Estamos tratando de uma região complicada, governo chinês, vietnamita e malaio (60% mulçumanos, 30% confuncionistas/budistas e 10% tâmeis hindus). Para informação apenas a Malásia tem um regime cada vez mais ditatorial que usa mecanismos de controle moral para legitimar sua “islamicidade” que confronta diretamente governos do Vietnã e da China. O que não me surpreende nada de distroços aparecerem pois isso pode ter sido feito em distâncias muito além do que se vasculha… Bem … É só uma opinião… E de alguém que viaja para caramba e MORRE DE MEDO de andar de aviào…

    • Mauricio Ribeiro

      Respeito sua opinião, mas porque abateriam essa aeronave? para qual fim? Matar mais de 200 pessoas para qual propósito? O mundo esta acompanhando este caso de perto. Acho improvável isso ter acontecido.

      • Roberta Giordano

        Vamos partir do principio que o governo malaio descobriu , de alguma forma, que haviam 2 passageiros com passaportes falsos, e que eram estes,iranianos….Então entraram com alguma operação anti-terrorismo….é o que me vêm na cabeça..E como fizeram uma grande meleca..estão agora tentando esconder tudo…afinal será uma grande vergonha mundial..e pior, a China não vai gostar nada disso…

        • Sofia Lúcio Flavio De Ávila

          Você acha que eles abateriam um avião com mais 237 pessoas por causa de 2 suspeitos de terrorismo (que até então eram apenas suspeitos mesmo???
          Duvido muito que a Malasia faria isso até porque se tivessem um serviço de segurança e informação eficiente não teriam permitido o embarque, acho jamais explodiriam um avião vôo até porque tinham cidadãos estadunidenses a bordo e um abate de vôo sem justificativa causaria muitos problemas, não se meteriam a bestas.

    • Rids

      Cuidado com afirmações que aproximem indevidamente o islã com terrorismo. São tão sinônimos quanto catolicismo e pedofilia ou umbanda e sacrifício ou judaísmo e mesquinharia, entende? Além de não ajudar a esclarecer, difunde o preconceito.

      • Tony Coelho

        Perfeito Rids

  • Oswald

    Bom dia, Lito:
    Apareceu isto hoje num jornal. Procede?

    “Agência de aviação dos EUA alertou sobre defeitos em Boeings 777.
    Engrossando o cipoal de especulações sobre o destino do voo MH370 da Malaysia Airlines, a agência de notícias AFP divulgou nesta quarta-feira (12) que, em setembro de 2013, a agência norte-americana Federal Aviation
    Administration (FAA) alertara sobre o perigo de “fissuras e corrosão”
    nos aviões da família Boeing 777.

    As falhas poderiam causar uma “queda de pressão súbita” na cabine ou
    mesmo a “ruptura” da aeronave em pleno ar, segundo consta de uma
    diretriz da FAA, que ,no entanto, só foi publicada em 5 de março último,
    ou seja, três dias antes da possível tragédia sobre o Mar do Sul da
    China.”

  • Albino

    Acabo de ver notícias de que a RR recebeu telemtria das turbinas. Pergunto ao amigo: é um transmissor separado para essas turbinas ou os dados devem ir junto com os demais dados do avião no mesmo transceptor de satélite?

  • Francisco Nunes da Fonseca

    Acompanho com preocupação as notícias sobre o destino do avião desaparecido sem ter deixado rasto. As imagens do satélite chinês são captadas debaixo de água e relativamente ás supostas medidas não teremos de levar em conta a refracção da água. Cálculos científicos nesta matéria poder-nos-ão levar á profundidade do objecto em causa e talvez devêssemos considerar a massa de água como uma lente de aumento. Assim as dimensões impossíveis poder-se-ão tornar possíveis. Uma opinião.

  • Chockk

    Abdusão? Portal para outro lugar? Ovnis? Essas coisas existem..

  • Sofia Lúcio Flavio De Ávila

    Sou leiga mas adorei o espaço onde pessoas sérias falam com segurança de um assunto tão em foco..
    Será que posso tirar mais algumas dúvidas aqui?

    • Mauricio Ribeiro

      Sim, fique a vontade!

  • Marcelo Cardoso

    Sinceramente? Acho que o Wall Street Journal, até pela sua tradição, não iria lançar uma notícia se a sua fonte não fosse realmente confiável. Não é um jornal de fofocas, é um dos grandes jornais americanos. E tudo o que o governo malaio tem feito até agora é errático demais. Em quem confiar? Uma coisa é certa, o governo malaio é o menos confiável nessa história toda.

    • Lucas

      As informações estão bem confusas, mas porque o governo malaio esconderia informações? Uma falha de segurança no aeroporto de Kuala Lumpur talvez?

  • Kelvin santos

    Sinto muito pelas familias das vitimas e da familia da tripulacao. Qie infelizmente ja sabemos o que aconteceu sonhos faram interrompidos sonhos foram destruidos.

  • Victor

    A malásia negou que manchas de satélite chinês sejam destroços de avião. Fonte folha uol. http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2014/03/1424814-malasia-nega-que-manchas-de-satelite-chines-sejam-destrocos-de-aviao.shtml

  • Luiz

    Olá Lito,
    Considerando as informações oficiais, e que ainda não foram encontrados destroços, a perda total do centro eletrônico por agente externo parece ser a hipótese mais provável até agora. Existe algum rádio transmissor avulso que faça parte do equipamento da aeronave e possa ser conectado em alguma antena manualmente por algum membro da tripulação para transmitir um mayday em caso de perda total da comunicação, como parece ter sido o caso?

    • Geff

      Existe sim, na parte traseira da aeronave que pode ser acionado ou com impacto da aeronave ou com o contato com água. Tem um alcance bem grande e emite sinais por várias horas.

      • Luiz

        Olá Geff,
        Não quis dizer um sistema automático que aciona em caso de acidente, mas sim um rádio ou transmissor manual, (que penso, teria maior alcance se ligado a uma antena da aeronave, mas que poderia ter uma antena própria também) como um equipamento independente na cabine, com bateria própria, etc, que possibilitasse a um membro da tripulação que estivesse consciente passar um mayday num caso de pane geral com parece que foi o caso.

  • Caca Ahmadi

    Hoje, a Malásia negou que a aeronave tenha ainda voado 3,5 mil quilômetros após o último contato. Isso, de último contato foi uma hipótese levantada pelo jornal americano Wall Street, que deu margem a pensarem que o avião ainda teve tempo para pousar ou no Paquistão ou Mongólia. Tá tudo tão embaraçado….

    • Rids

      Qdo órgãos de defesa de interesses nacionais se manifestam tão prematuramente, pode ter certeza que não as manifestações não são isentas. Aumentar os limites de um suposto sequestro até regiões de conflitos é o sonho de qualquer nação armamentista. Posso queimar a língua, mas hoje as informações ainda não convergem para qualquer conclusão que possa ser afirmada.

      • Caca Ahmadi

        O sonho de armamentista é esse mesmo,porém não podemos, nessas circunstâncias descartar NADA ! Nem mesmo algo que me passou pela cabeça hj cedo: um possível desligamento manual do piloto e, suicídio do mesmo. Sou dessas que não descarta nada, desde que haja uma lógica física e terrena, é claro ! (para afastar teorias de et’s, portais etc)

  • Sofia Lúcio Flavio De Ávila

    Tenho uma dúvida que me intriga demais mas que pra vocês que tem conhecimento deve ser simples..
    Li uma reportagem onde dizia que o comitê francês de investigação do acidente com o AF447, assegurou aos familiares das vítimas que eles não sentiram a queda devido a pressurização que estava mantida e que por isso não houve pânico, sofrimento nem gritos.
    Como não sentiram? Parece que a queda ocorreu pouco tempo depois do jantar ser servido e a maioria dos passageiros se encontravam acordados.. Na minha visão leiga é impossível estar acordado e não perceber algo errado, afinal caíram de uma altura grande num intervalo pequeno de tempo, será mesmo que não sentiram???

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Sofia, os próprios tripulantes no cockpit não perceberam que estavam caindo, mesmo com os instrumentos indicando uma alta velocidade vertical. O sentindo humano fica “embaralhado” quando em voo e provavelmente nenhum dos passageiros percebeu algo como uma queda, e os que perceberam talvez tenham pensado em turbulência.

      • Sofia Lúcio Flavio De Ávila

        Meu Deus… É tão difícil seguir a vida sem ter as respostas reais não é mesmo? Temos a ciência e os estudiosos pra nos esclarecer alguns pontos mas a resposta acredito que levaram consigo para sempre.

      • Anonymous

        Exato!

    • Anna

      Infelizmente quem estava acordado sentiu sim. Agora entendo que se houve essa informação de que não houve sofrimento, pânico, seria mais com intuito de não trazer mais sofrimento ainda aos parentes já fragilizados.

    • Fabiano Romano

      O AF447 não sofreu um “mergulho de nariz” em direção ao mar… ele sofreu uma perda de sustentação em função de uma combinação errada de baixa velocidade e ângulo de ataque…
      Ou seja, o avião parecia estar voando mas estava “afundando” e se deslocando para frente… movimento similar à metade descendente de parábola.
      Portanto, é totalmente possível imaginar que vários passageiros não faziam a menor ideia do que acontecia.

      • Zeinho

        A questão é, a partir de que momento a despressurização provoca a perda da consciência? até então, a pessoa sabe que está caindo. Lógico que a informação de que nada sofreram ameniza a dor da família.

        • Fabiano Romano

          Não houve despressurização no caso do AF447.

        • Mauricio Ribeiro

          Não houve despressurização.

      • Anonymous

        Exatamente, Fabiano. Na verdade, nem mesmo os próprios pilotos sabiam o que estava acontecendo. Se olhares as transcrições do cvr, vai ver que, quando as luzes do Airbus começam a iluminar o oceâno, um deles se assusta e diz “isso não pode estar acontecendo” ou algo assim. Ou seja, isso sustenta mais ainda a probabilidade de que ninguém a bordo nem percebeu o que estava acontecendo até o impacto final.

  • Mauro

    Os destrosos podem estar no fundo do oceano?

    • Mauricio Ribeiro

      Algumas partes sim, peças de plástico, empenagem, alguns destroços, podem flutuar.

  • Zeinho

    Eventual pouso na água ou queda em baixa altitude, com pane elétrica total, não seria suficiente para transformar o Boeing num Titanic, totalmente submerso?

    • Mauricio Ribeiro

      Sim, mas vai depender do ângulo de incidência, velocidade vertical e velocidade horizontal.

      Se quiser entender melhor sobre o ângulo de incidência, da uma olhadinha aqui neste post: http://www.avioesemusicas.com/entenda-sobre-angulo-de-ataque-pitch-incidencia-af447.html

      • Zeinho

        Se a hipótese existe, buscas com submarinos já deveriam ter iniciado.

        • Mauricio Ribeiro

          Sim, mas não sabem ao certo o local exato da queda. Após descobrirem, mergulhadores e submarinos entrarão em ação.

  • Enio

    Há a possibilidade de o avião ter pousado em uma pista sem que os radares notassem?

    • Mauricio Ribeiro

      Hoje em dia é muito dificil disto ocorrer.

      • Terrorists

        ha possibilidade dele ter pousado em uma base terrorista e escondido o aviao?

        • R.F.

          Pergunta lá no posto Ipiranga…

        • Mauricio Ribeiro

          Sem chance.

  • Thais.GSilva

    Boa Tarde,
    Sou completamente leiga no assunto (muito mesmo), e viajei apenas uma vez de avião. Lembro-me que nas poltronas estava escrito que elas flutuam. É possível que elas não tenham se desprendido da fuselagem, ou que elas não flutuem?

    • Tony Coelho

      O assento são presos às poltronas com velcro. Em caso de pouso na água podem ser usados pelos passageiros como um colete salva-vidas. Isso não significa que vão se desprender e flutuar sozinhos. Várias partes da aeronave flutuaria se o avião tiver se despedaçado no mar.

    • http://www.portalodia.com/blogs/no-mirante AlexandreACW

      Thais, no caso a parte que se senta ela é flutuante, mas a poltrona em si é muito bem fixada no piso da aeronave. Mas por outro lado como o Tony escreveu abaixo, o velcro as mantem “coladas” enfim, para flutuarem teriam que ser removidas ou o “tempo” na água faria isso com algumas, isso considerando a hipotese de não ter ninguem amarradinho lá como muitos ficaram até hoje no fundo do mar com o Air France.

      • Thais.GSilva

        Então, se por um milagre as pessoas não morressem na queda, e não conseguissem se soltar do cinto, morreriam afogadas???

        • http://www.portalodia.com/blogs/no-mirante AlexandreACW

          Cuidado para o Rivotril não te deixar piradinha! Ele tem um tempo de vida util longo no corpo. Mas temos dois cenários aí que você prospectou:

          1) Pouso de emergencia, onde haveria uma preparação
          2) Queda sem controle, aí dificilmente alguem ficaria consciente ou vivo…

          A opção de ficar preso ao cinto eu não considero muito pela facilidade de soltar o mesmo, mas continue voando tranquila, sem rivotrils… até porque seja qual foi o destino desse avião, cada dia mais creio em um desfecho completamente inesperado ou prospectado antes.

  • valmir

    O avião caiu, só falta acharem aonde e o por quê.

  • José Carlos silveira araujo

    É evidente que algumas informações não são repassadas para a grande massa de curiosos, ou até mesmo, para os familiares das vítimas. Um avião, modelo 777 é equipado com radares ( primário e secundário ), onde um envia à central de controle aéreo informações do modelo da aeronave, do voo, velocidade, entre outros, enquanto o outro, bastante útil, mas não tão preciso, envia apenas dados de localização exata ( altitude ). Apenas uma pane elétrica desativaria tais radares. O transponder, acoplado ao radar secundário, é responsável por codificar sinais enviados para tal radar. Entretanto, o transponder pode ser desativado manualmente pelo piloto, co-piloto, ou até mesmo, pelos passageiros e tripulantes, o que é comum ( não tão comum ) em sequestros e ataques terroristas. Como um eventual ataque terrorista não tem consistência, o desligamento do transponder, provavelmente, não teria sido desligado.
    Já o fato dos celulares dos passageiros estarem tocando, realmente é algo a se discutir, pois empresas de tais telefônicas ainda não se posicionaram, o que reafirma o que eu disso no começo, nem tudo está sendo repassado para nos.
    Há também o evento em que 5 passageiros teriam feiro check-in, despachados suas malas, mas não embarcaram, onde estão esses passageiros e por que eles não se dirigiram em programas de televisão e sequer nem procuraram a polícia local para maiores esclarecimentos?
    Enfim, este mistério sem precedentes, como está sendo chamado, é algo que está sendo guardo por autoridades, principalmente pela Malásia, principal núcleo de buscas, cabe a nós torcermos pra que ele tenha caído no mar e ainda encontre sobreviventes, o que pode parecer impossível mas já teve relatos de aviões que caíram em ilhas e passageiros sobreviveram, por pouco tempo, mas sobreviveram a queda, não resistiram a falta d’água e de comida, enfim, que pelo menos os corpos sejam encontrados para as respectivas famílias possam enterras seus entes.

  • leticia

    Eu leiga muito interessada e levando em conta os 2 neurônios que tenho.
    Levei maior susto aqui em casa quando resolvi perguntar para uma tia querida sabe aquela que toda família tem ( Advogada) ela acha que o avião foi ABDUZIDO!!! oO

    • Mauricio Ribeiro

      Os tópicos de discussões do A&M são formadso por curiosos, leigos, fãns da aviação, pilotos comerciais e particulares, técnicos em manutenção, etc. Ou seja, foi feito para todos. Toda opinião é bem vinda, inclusive a sua!

    • henrique

      TU TEM DOIS NEURÔNIOS CARA? Meu deus!!! O.O

      • leticia

        DEIXA EU MUDAR UM POUCO O QUE DISSE:

        Como toda mulher com NO MÍNIMO dois neurônios na cabeça

        • Mauricio Ribeiro

          Letícia, toda mulher é inteligente. As vezes só não a usa. Entendeu? Rsrs..

        • Só se for voce…aff

  • Max

    Muito úteis as infirmações.. uma aula!
    Só uma sugestão: vc poderia colocar data nos updates, pra sabermos quando eles foram feitos…

  • Mayara

    Estava procurando detalhes mais claros sobre o avião. Muito bom! É possível que tenha acontecido um pouso de emergência, por querer, na água e, com isso, os passageiros estariam flutuando, ou é uma hipótese fora de cogitação?

    • Mauricio Ribeiro

      Mayara, isso não seria possível pois não foi emitido nenhum sinal de socorro pela tripulação. Assim essa hipótese pode ser descartada.

  • Welington

    “EUA confirmam possível nova área de busca de avião no Oceano Índico” (G1). O 777 sumiu do radar e fez 180º indo cair no oceano indico após 5 horas? Isso é possível? Ou estão juntado os pedaços (no local do acidente); montando um cenário no indico (por isso de tanta desinformação; estão ganhado tempo!) e pretendendo divulgar uma história fantasiosa para encobrir o que realmente aconteceu? Na era da tecnologia em que vivemos, talvez ainda responsabilizem um ataque terrorista de algum hacker/cracker via “hispasat 30w”.

    • Mauricio Ribeiro

      Calma! Assim que locarizarem os destroços junto com a caixa preta, tudo sera explicado. Eu sei que é angustiante não possuir informações precisas, mas temos que ter paciência..

  • Marcelo Cardoso

    Link para notícia do G1 http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/03/eua-confirmam-possivel-nova-area-de-busca-de-aviao-no-oceano-indico.html, inclusive com uma interessante foto de um xamã que utiliza cocos no seu ritual para encontrar o avião.

    • Phillip Daldon Leroy

      Aliás qualquer notícia nova do G1 é sempre a mesma foto…

      • Marcelo Cardoso

        kkkk…é para economizar nos pagamentos às agências internacionais?

  • Durval Pereira

    não me surpreenderia se o o avião tivesse sido abatido por uma cagada monumental, mas apostaria em despressurização acidental e posterior morte de todos após um looongo vôo, mas como o transponder foi desligado aposto em sequestro suicídio, aposto é uma palavra pouco elegante, quero dizer que acho…lembrando que o achismo (principalmente na aviação e isso aprendi com Lito) é uma ciência inesata

    • Luiza Lucky

      Abatido, mas sem destroços?

  • Marcelo Cardoso

    http://edition.cnn.com/2014/03/13/world/asia/malaysia-airlines-plane/index.html?hpt=hp_t1. Estão ampliando a área de buscas para o Oceano Índico, daqui a pouco do jeito que estão ampliando a área dessas buscas, vai chegar aqui no Atlântico e até no Brasil…

    • André

      Humor negro viu rssrars… Agora não entendo porque essa fixação de que o 777 caiu no mar, se não sabem onde ele se acidentou, ele pode muito bem ter caído em solo.

      • Luiza Lucky

        Realmente…

      • Fabiano Romano

        Uma queda em solo geralmente é muito mais fácil de se observar do que em um oceano.
        Primeiro porque apenas 1/3 do planeta está em terra.
        Segundo porque, ainda que tenha caído numa área remota, o “estrago” que um 777 faria ao cair é possível ser visualizado a quilômetros e quilômetros de distância (inclusive fumaça).
        Ou seja, a probabilidade dele ter caído em solo e não ser visto é muito menor do que no mar… a menos que ele tenha caído numa ilha inabitada a milhares de quilômetros de distância de qualquer outra ilha ou continente.

    • Phillip Daldon Leroy

      Daqui a pouco a fuselagem aparece na Praia Grande né…

  • Zeugma

    Olha só. Em 2005, houve um acidente estranho na Grécia. Um jato com mais de 100 passageiros ficou “desgovernado” e depois de voar sem rumo, bateu numas montanhas. Os peritos concluíram que houve um problema de pressurização que levou a todos os passageiros a desmaiar. Esse tipo de acidente é incomum, acontece principalmente em aviões pequenos, este da Grécia foi o maior que encontrei. É só um palpite (desconheço as condições técnicas pra isso acontecer), mas seria uma boa explicação pro mutismo no rádio e na tal mudança repentina de rumo… Mas a questão de destroços, radar e etc já são outros 500. Link na Wikipedia sobre o desastre grego: http://pt.wikipedia.org/wiki/Voo_Helios_Airways_522

    • Tony Coelho

      Rodrigo, esse caso da Helios já foi bastante falado abaixo.

      • Zeugma

        Obrigado Coelho, eu procurei e encontrei a discussão a respeito.

  • Gerson

    O polo magnetico da terra se move não pode ser ele que esteja escondendo os beacons e os sinais metalicos da aeronave ?

  • paulo

    Boa noite a todos são tantas informações, que é difícil especular com tão poucas pistas o que ocorreu mas a que mais me convenceu foi a do fabricante dos motores Rolls-Royce e a Boeing, que o T7 teria voado por aproximadamente mais 4 horas distancia ainda mais a possibilidade de .estarem procurando muito longe da onde possa ter ocorrido o fato.
    parabéns Lito pela serenidade abç a todos

  • Rui Ferreira

    Muito em explicado, agora a mingha teoria é: Simples, isto era para um atentado, vamos
    pensar um bocado, Boeing 777, numero marcante, uma companhia Aérea das
    melhores do Mundo e dos aviões mais seguros do mundo, 2 homens com
    passaportes falsos, combustível para 14h de voo. Se fosse desviado
    ia contra um edifício qualquer só que os pilotos foram inteligentes
    enviaram do bico o avião ao mar e entrou pelas aguas dentro, como não se
    desfragmenta com facilidade não entra agua! É a minha teoria!

  • http://www.portalodia.com/blogs/no-mirante AlexandreACW

    Honestamente me desliguei do mundo sobre esse assunto e concentro minha leitura aqui, mas vou contar uma coisa para vocês hein, já não sei mais o que pensar… sinceramente!

  • Bergson

    O acidente com esse boeing 777 está com cara de terrorismo ou sabotagem, tem muito mistério, transpônder desligado, passaporte falso, desvio de curso. Só digo uma coisa: Ainda bem que eu nao estava nesse voo.

  • Marcelo

    Bom, estamos variando de abdução a terrorismo, passando por despressurização e várias outras, eu sinceramente já não consigo crer/especular em mais nada. Estou começando a torcer somente para encontrarem as caixas pretas para dar entendimento a esse “desaparecimento”.
    Não vou ficar mais queimando neurônios imaginando o que pode ter ocorrido, até porque já têm um monte de “achologos” de plantão, importados do globo.
    As vezes as coisas mais complicadas tem as explicações mais simples.
    Radares que não detectam, tranponders que não sinalizam, destroços que não aparecem, telefones que tocam, eis ai um bom ingrediente para um livro de suspense. Acabei de me lembrar das antigas sequencias dos filmes catástrofes: Aeroporto.

  • Wesley Martins

    Os destroços que boiaram já chegaram junto com os possíveis náufragos em uma ilha deserta…. Agora é sério, o governo malaio está mais perdido que o pessoal das agências de notícias, alguns país sério vai ter que tomar conta da bagunça.

  • Ricardo af

    Alguem sabe me dizer se na história da aviação ja aconteceu algo desse tipo , tanto tempo desaparecido.

    • Mauricio Ribeiro

      Voo Varig 967, prefixo PP-VLU. Ate hoje não tem vestígios da aeronave e tripulantes.

      • Ricardo af

        Mauricio o que me surpreende , tanta tecnologia ao alcance das autoridades e nada de achar a aeronave , está ficando sinistro .

        • Mauricio Ribeiro

          A Boeing e a Rolls-Royce já sabem o que aconteceu com a aeronave. Só estão esperando o resultado das buscas. Já passaram a Malaysia o que aconteceu.

          • Denerson

            Já ouvir falar que existem 6/7 pontos no globo terrestre idênticos ao Triângulos das Bermudas(Alguém pode confirmar), é possível que a aeronave tenha passado por algum deles ?

  • Marcelo

    Para quem é novinho e não conhece: http://pt.wikipedia.org/wiki/Aeroporto_(filme)
    Há copias na internet, mas não esperem muita coisa, pois o filme é mais realista que nota de R$ 3, e os efeitos especiais são “magavigosos”. The State of The Art.

  • Carol

    Quem tem experiencia na área de aviação pode me tirar uma dúvida?
    Muito se fala em atentado por causa dos dois iranianos com passaporte falso. No entanto seria possível apenas 2 pessoas dominarem o avião? E mais, com 19 e 29 anos (idades divulgadas) teriam eles experiencia suficiente para pilotar um avião desde porte e sumir com ele?

    • Anonymous

      Com um bom treinamento, até que é possivel.

  • Ernando

    Lito, informações recentes mostram que a aeronave possa ter voado de 4 a cinco hrs depois de comunicação ter sido encerrada, isso se deve ao fato do software que permite trafegar dados online entre o motor e o fabricante Essa informação procede??

  • lvcivs

    Gente, pra esclarecer sobre essa notícia do avião ter voado de 4 a 5 horas, é o seguinte:

    Existe um sistema de comunicação de dados, o ACARS, que usa rádios VHF, HF ou Satélite. Pois bem, basicamente, existem dois tipos de informações que podem ser passadas pelo ACARS, do avião e dos motores.

    Ao que parece, a Malaysian possuía contrato para transmissão de dados por satélite apenas e somente para os motores, não do avião. Ao contrário do AF447, por exemplo, cujas informações enviadas via satélite foram o que se teve para investigar até a recuperação das caixas pretas.

    As informações levantadas em fóruns especializados, baseadas nas informações trazidas a público pelo Wall Street Journal, são de que esse sistema só envia informações dos motores em cruzeiro no caso de alguma anomalia. Mas que a cada 30 minutos, o sistema manda um “oi” pro satélite, chamado “ping”.

    Pois bem, a informação de que os motores continuaram funcionando por 4 a 5 horas é pq os satélites receberam cerca de 8 ou 9 dos tais “pings”. Ou seja, se o “ping” é feito a cada meia hora e os americanos têm registro de 8 ou 9 deles, significa que o avião voou por pelo menos 4 horas a 5 horas.

    O que não está claro até o momento é se esses 8 pings são a partir da decolagem ou se a partir do momento em que o avião sumiu dos radares.

    De qualquer forma, essa informação parece ser muito importante, pq muda completamente as áreas de busca, e o cruzamento dela com os registros de radar primário da Malásia podem indicar uma área no meio do Oceano Índico a ser procurada.

    • lvcivs

      Acaba de sair no Wall Street Journal de que os “pings” teriam informação de localização neles. Isso em 8 pings já indicaria o local pra onde o avião foi e onde poderia estar.

    • Samara Correia

      Sou totalmente leiga, mas, pelas imagens da rota que o avião possivelmente tomou, ele passou por cima de territórios… os países, tem controle sobre seus territórios aéreos, certo? Se essa rota estiver realmente correta, há uma grave falha de segurança por parte desses países, certo? (no caso Malásia e Tailândia se não me engano)… Os países não monitoram a totalidade de seus territórios?

      • lvcivs

        Não teria passado em espaço aéreo tailandês não.

        • Samara Correia

          Opa.. então me confundi olhando o mapa… Mas continua achando tão estranho a Malásia não ter percebido o avião passando por seu território… fico associando, há possibilidade de um avião entrar no espaço aéreo do território brasileiro, por exemplo, e não ser visto?

          • lvcivs

            Esse é um dos pontos que estão muito estranhos nessa história toda… Pq diabos a Malásia teria deixado um plot primário – que normalmente só é avistado pelos controladores de defesa aérea – atravessar o país inteiro sem mandar um caça?

          • Paulo Villar

            Vc colocou as palavras que eu procurava para esta questão.
            Meu pensamento estava embaralhado e não conseguia formular a pergunta…
            Obrigado!

        • http://www.avioesemusicas.com.br/ Rodrigo Portam

          Lvcivs, tudo bom? Preciso falar contigo, posso lhe enviar um e-mail?

          – Sent from my iPhone4

          Subject: Re: New comment posted on Boeing 777 da Malaysia desaparecido – Post atualizado 12 Março #MH370

  • Lino Ribeiro

    Lino, você disse no update 3: “Pessoal, não há como um Boeing 777 perder toda a sua comunicação. Neste post eu mostro quantas antenas há nesta aeronave. A possibilidade de sequestro, mesmo que fosse real, não impediria a comunicação, já que a comunicação por telemetria não pode ser desligada. Infelizmente só há uma maneira de cessar TODA a comunicação com um 777: é se houver uma perda catastrófica da aeronave ou perda total do centro eletrônico por agente externo.”

    Considerando que não há nenhuma comunicação ou telemetria da aeronave, e que há ACARS da RRs indicando cerca de 4hs de voo após a total perda de comunicação, podemos concluir que houve “perda total do centro eletrônico por agente externo”?

  • Evandro

    Até acharem a so 777 isso vai ficar no achismo, eu acho uma coisa, fulano acha outro e por ai vai, na atual circustancia o que esta apontando para o que aconteceu indica para uma despressurização da aeronave, talvez de forma lenta e sem alarme do que estava acontecendo e o passageiros acabaram desmaiando, e acabaram padecendo o por azar da situação piloto ou co-piloto acabaram esbarrando no controle de direção da aeronave (me corrija e informe o que é Lito) e jogaram ela para outra direção voando ate queimar todo o combustivel e caindo em local desconhecido.

    OBS.: Ai tem dois erros, o primeiro da mudança de direção e o desligamento indevido do Transponder.

    Opinião minha e acidente muito parecido com o PP-VLU, que ja tinha comentado abaixo.

  • Elton Veoitao

    a fonte nao é muito confiavel, mas 5 acidentes com um 777 ? ? ?

    nao ouvi isso em lugar nenhum . . .

    http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/03/veja-hipoteses-de-especialistas-para-o-sumico-do-boeing-na-malasia.html

    • Leandro Sasso

      Vindo da rede bobo já viu né, lá cita motor que explodiu, falha de instrumentos… Esses acho que considerar como acidente é forçar um pouco. Os conhecidos são com um da british, o da asiana e esse de agora. Se analisar bem é um avião com bem confiável

      • lvcivs

        Motor explodindo na decolagem pra mim até cai na categoria acidente, mas concordo com vc que é forçar a barra pra deixar a notícia mais sanguinolenta.

        Se for contar cada perrengue, aí lascou-se. Um famoso é de um 777-200 de uma empresa americana q voou quase 3h sobre o Pacífico só com um motor e pousou no Havaí.

    • Hugo M Vidigal

      Nem perco tempo procurando informações sobre esse tipo de assunto nessa rede XXXXX, olha o alarme que ela inventou sobre o Boeing 727……. http://www.avioesemusicas.com/caindo-caindo-o-que-o-fantastico-nao-mostrou.html

  • André

    Agora fala-se que o 777 voou mais 4h depois do último sinal – Palau Perak-, dia desses alguém levantou a suspeita de que o voo 370 poderia ter seguido adiante, passando Banda Aceh e iniciando um sobrevôo do oceano índico. Dessa forma, com combustível pra voar 7h30, ele teria caído quase nas Maldivas.

  • Matheus Jacinto Leite Do Rego

    Em quanto Isso nos Estados Unidos!

  • domcabeza

    Pode ter sido um asteroide tipo aquele que explodiu na Rússia ano passado.

  • Caca Ahmadi

    Perdão mas venho humildemente perguntar :

    Não existe a hipótese do próprio piloto ter desligado todo e qualquer tipo de contato e…se suicidado? Levado a nave a local beem isolado e…simplesmente jogado ela? Existem muitos pontos da terra isolados, remotos …

    • Mauricio Ribeiro

      Sim, mas temos mais de 200 suspeitos fora ele dentro da aeronave. Pois o comandante abriu um precedente ao liberar “visitas” ao cockpit.

      • http://www.avioesemusicas.com.br/ Rodrigo Portam

        Neste voo, já foi confirmado que Pax teve acesso ao cockpit?

        sent from my iPhone4

        Subject: Re: New comment posted on Boeing 777 da Malaysia desaparecido – Post atualizado 12 Março #MH370

        • Mauricio Ribeiro

          Não foi confirmada esta informação, porem, houve um caso com esta mesma tripulação que convidou um PAX a adentrar ao cockpit.

          • http://www.avioesemusicas.com.br/ Rodrigo Portam

            Hum, como acontece todos os dias com outras tripulações.

            – sent from my iPhone4

            Subject: Re: New comment posted on Boeing 777 da Malaysia desaparecido – Post atualizado 12 Março #MH370

          • lvcivs

            Não foi a mesma tripulação, mas sim o mesmo copiloto.

  • Mirkos

    Uma coisa é enviar dados de telemetria (os motores Rolls Royce) e outra é enviar um ping. Esse sinal pode ser enviado após um impacto e a unidade de comunicação sofrer um colapso que o mantenha funcionando em modo “tentar comunicação”. Então as 4 a 5 horas voando na realidade são 4 a 5 horas do mecanismo continuar funcionando, o que são coisas MUITO DIFERENTES.

  • mauro

    Como pode nos dias de hoje, uma nave desse porte cheia de localizadores não ser encontrada. Minha opinião é que a Empresa e o governo malaio sabem desde o primeiro minuto o que aconteceu. Numa área onde a vigilância é muito rigorosa, os sistemas de comunicação de hoje são muito bom, e ainda com a telemetria, é difícil acreditar que vão dar uma coletiva dizendo tantas besteiras, de mudanças de rota e outros coisas sem nexo, mais uma prova disso foi a irritação do comandante da defesa do Vietnã em público, dizendo que estavam omitindo dados. Se eu desligar meu telefone super simples e solicitar a localização assim mesmo eu acho bem rápido. Como continua tudo igual deste o primeiro dia sem nada pra dizer, não duvido que será outro casso em que vão cansar o povo até o esquecimento e esse avião nunca vai aparecer, tipo o que aconteceu com o VARIG em 1979.

  • Caca Ahmadi

    Lito, vc que entende dessa máquina, tem como desligar todo e qualquer tipo de comunicação com o controle aéreo?

  • Jose Luiz Martins

    Pelo que parece, os EUA se cansaram do esconde-esconde e resolveram abrir o jogo de onde o avião pode estar. Segundo o WSJ os EUA passaram coordenadas específicas para as foças armadas indianas fazerem as buscas, além de mandarem aviões e navios para ajudar nas buscas – duvido que eles já não sabem de algo.

    Como disse o comandante de T7 amigo meu… “Colocaram um pano preto para esconder algum muito estranho”

    http://online.wsj.com/news/articles/SB10001424052702304185104579437573396580350?mod=WSJ_hp_LEFTTopStories&mg=reno64-wsj&url=http%3A%2F%2Fonline.wsj.com%2Farticle%2FSB10001424052702304185104579437573396580350.html%3Fmod%3DWSJ_hp_LEFTTopStories

    • Caca Ahmadi

      O que exatamente vc considera estranho?

      • Mauricio Ribeiro

        O fato do LNAV e RNAV em um voo “normal” serem desabilitados, mudança de nivel de voo e de proa, desligamente de recursos de localização, e fora outros indícios são muito estranhos. Isso cheira a sequstro.

    • Alex

      Também penso que se os Estados Unidos estão se movendo, é porque devem possuir informações melhores sobre o que aconteceu.

      Na verdade, entendo um pouco a demora em divulgar informações. Creio que é preciso ter certeza das informações antes de as divulgá-las, evitando assim bagunçar ainda mais a situação. Visto o tanto de especulações sobre o acontecido.

      Assim como alguns que comentaram por aqui, eu já não faço ideia do que pensar, só espero que encontrem a caixa-preta, para assim saber um pouco melhor o que aconteceu.

  • Caca Ahmadi
  • Ezequiel

    Lito, o sr. é F*DA!
    Melhor fonte ever sobre o caso.
    Parabéns, e obrigado!

  • francisco greche junior

    Verdade, como já disseram Lito, você é master no assunto. Eu venho aqui pra saber atualidades do caso.

  • Tony Coelho

    Parabéns Lito e obrigado pelos esclarecimentos. Nós leitores do A&M estamos tomando aulas diárias de 777 contigo.
    Umas dúvidas mestre:
    As escorregadeiras em contato com a água se abrem, viram botes e começam a transmitir sinais. Que tipo de sinais, capacidade e duração? Podem ser recebidos por satélites? Tem como inibir o funcionamento das escorregadeiras, tipo botar “portas em manual” em voo?
    Seria demais supor que se tudo isso aconteceu conforme o WSJ supõe, o equipamento teria sido pré-preparado em terra com participação de pessoas de manutenção da companhia e seria inviável desligar tantos equipamentos sem que o comandante notasse pré-decolagem?

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      As escorregadeiras abrem assim que as portas são abertas. Os sinais de transmissão são iguais od do ELT. Não há como inibir o sinal, a menos que não entrem em contato com água. É possivel desativar o funcionamento das escorregadeiras. Impossível desativar sem que o comandante fiqye ciente, pois a tela de mensagens vai mostrar as portas desarmadas. @disqus_ZDh1SmToES:disqus

  • Allysson

    Venho me atualizando pela CNN e depois no seu excelente blog…

    Pelo que tenho lido na CNN autoridades diferentes estão “batendo cabeça”, ninguém parece saber o que de fato aconteceu…

    A cada dia que passa o caso fica mais estranho…

    abraços…

  • Marcelo Cardoso

    O avião “pingando” dados para o satélite sobre as ilhas Andaman, ilhas essas que pertencem à Índia, lá no meio do Oceano Índico…indo no Flight Radar e verificando alguns aviões que passam por aquela região, vários se dirigem ao Oriente Médio. Daí não há como escapar da próxima conjectura, não é? Ou caiu ali próximo, ou está pousado agora em algum lugar, combustível ele tinha para ir, por exemplo, até o Paquistão.
    Interessante que, pouco a pouco, aparece sempre mais um “pedacinho” da suposta rota desse avião, observem esse detalhe, parece que as informações vem como num “conta-gotas”.

  • Mauricio Ribeiro

    “Malaysia Airlines said it hadn’t received any such data. According to Boeing, the plane’s manufacturer, the airline didn’t purchase a package through Boeing to monitor its airplanes’ data through the satellite system.”

    Malaysia Airlines disse que não tinha recebido qualquer tipo de dados. De acordo com a Boeing, fabricante do avião, a companhia aérea não comprou o pacote da Boeing para monitorar os dados dos seus aviões através do sistema de satélite.

    Fonte: http://online.wsj.com/news/articles/SB10001424052702304185104579437573396580350?mod=WSJ_hp_LEFTTopStories&mg=reno64-wsj&url=http%3A%2F%2Fonline.wsj.com%2Farticle%2FSB10001424052702304185104579437573396580350.html%3Fmod%3DWSJ_hp_LEFTTopStories

    • Mauricio Ribeiro

      Ou seja, a Malaysia Airlines não faz idéia do que aconteceu com o T7, a Boeing não obteve nenhum tipo de dado a não ser o dos motores que a própria Rolls-Royce fez. Vai ser como procurar uma agulha no palheiro.

    • Luiza Lucky

      Putz! Pensei ter lido em algum lugar por aqui que todos os aviões da Malaysia Airlines posuiam esse equipamento… hmmm.

      • http://www.avioesemusicas.com Lito

        Todos os aviões da Malaysia possuem o equipamento @Luiza, o que diferencia é a forma de comunicação. No caso da Malaysia, a opção foi por transmissão VHF enquanto outras empresas possuem as duas opções, VHF e Satélite.

    • Guest

      Tá, mas ainda assim é registrado um “ping negativo”, isto é, uma tentativa de contato que não é perfectibilizada exatamente porque não houve a contratação do serviço.

      É como quando deixamos de pagar a internet: ela está ali, funcionando, recebendo as nossas tentativas de conexão e registrando-as, mas nós não conseguimos acessá-las (e isso é registrado).

  • Kaique Miguel

    Então pode ser que alguém desligou todo tipo de comunicação da aeronave, e esteja todos em uma ilha em qualquer oceano? Seria possível voar tanto sem reabastecer?

    • Pedro Zembruski Nunes

      Kaique, normalmente a aeronave tem querosene o suficiente para o vôo em questão + uma quantidade para mais algumas horas em caso de impossibilidade de pousar no aeroporto designado. Num voo onde toda a autonomia do equipamento não é usada, ele não vai de tanque cheio até para evitar peso demais na hora do pouso. Sobre a localização, é dificil prever, mas com certeza sempre alguém vai dizer que eles estão na ilha de Lost.

      • Kaique Miguel

        Lost é uma alternativa, porém existe sempre a possibilidade de estarem em Atlântida!

        • Pedro Zembruski Nunes

          Na ultima vez que passei por Atlântida, ainda não tinham construído um aeroporto por lá.

  • Samara Correia

    E esse plano de voo -> https://twitter.com/alert5/status/444458871134760960

    Não faz nenhum sentido….

    • lvcivs

      Desconsidere, está errado. A primeira bolinha verde o avião teria passado já após ser sido desviado.

      • Samara Correia

        Entendi! Nossa… é muita informação errada… tá complicado demais acreditar em qualquer coisa sobre esse caso.

  • Welington

    Avião sumido teria voado por centenas de quilômetros fora da rota – G1
    http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/03/aviao-sumido-teria-voado-por-centenas-de-quilometros-fora-da-rota.html

  • Drica

    Acharam o avião na Malásia!

    • lvcivs

      ???? Onde você viu isso?

    • Samara Correia

      De onde essa info?!

  • Junior

    Na minha opinião esse vai ser mais um ato terrorista, vão tentar jogar esse avião aqui no Brasil, na época da copa do mundo !

    • Larissa

      COM CERTEZA! Eles vão guardar um avião tripulado por vários meses, então, vão jogar no Brasil, que aparentemente não representa risco e nem tem problema com outros países conhecidos por perfis terroristas. Muito Coerente.

    • Lea

      Isso, o avião ta guardado na garagem de alguém, aí na copa do mundo na calada da noite decolam com a avião e jogam no Maracanã, e o mais legal o avião vai atravessar o mundo e ninguém vai ver.
      Comentário estilo G1 esse hein!

    • Bruno

      Sensacional esse comentário, hein amigo?
      O dia que alguém (ou algum grupo) conseguir sequestrar um avião de tal tamanho, toda a tripulação e passageiros, manter os mesmos em cativeiro, manter a aeronave escondida, embarcar os mesmos, decolar e lançar o avião em ato terrorista depois de dias ou meses do sequestro, dê – lhes o “Nobel da Inteligência e Sabedoria.”

      • RSS

        Diriam o mesmo de 11 de setembro se não houvesse ocorrido…

    • Junior

      Desculpa a e pessoal do NOBEL, não sabia que para postar aqui tinha que ser comandante, essa e a minha opinião goste ou não, agora só me faltava essa, ser obrigando por esses três mane a pensar o que eles querem.

  • Marcelo Cardoso
    • Marcelo Cardoso

      Eu particularmente torço para que o avião esteja pousado e as pessoas estejam vivas. Oro e torço por isso.

      • Anna

        Dificilmente o avião teria pousado e ninguém teria tentado entrar em contato com alguém. O 777 não pousaria em qualquer pista, assim, alguém em solo também veria o avião. Acredito mais em acidente mesmo.

        • Marcelo Cardoso

          Bem, eu sempre espero o melhor, e até agora como não houve confirmação do acidente e apenas informações que o avião continuou voando, mantenho a minha esperança.

          • Anna

            O 707 da Varig que sumiu não teve seu acidente confirmado, houve mais uma presunção de que ele caiu. Com o 777 a gente pode esperar o mesmo, infelizmente.

          • Marcelo Cardoso

            “A esperança é a última que morre”, conheço a história do 707, espero que não se repita o mesmo, que esse 777 fique desaparecido para sempre.

  • Caio Espínola

    Bom dia, pessoal vamos utilizar este espaço para registrar comentários construtivos e de verdadeiros. Caso alguém queira comentar asneiras ou inverdades gentileza ir aos comentarios do portal da globo, r7, uol, etc, onde exitem inúmeros posts babacas e piadas sem graça a respeito do tema.

    Esse é um tema que vem prendendo muito minha atenção e acredito que causa muita curiosidade a todos.
    Espero (porém não creio) que todos os passageiros e tripulantes estejam vivos, onde quer que seja.

    Abraço.

  • dayvfranco

    Que show de post! Show de conhecimento e clareza nas explicações! Sou seu fã Lito! Parabéns!

  • Bruno

    Sabendo que não podemos confiar em fontes que não possuam experiência no assunto, apenas estava lendo algumas notícias recentes no UOL, e me deparei com duas notícias sobre o caso.
    A primeira delas: “Evidência coletada de radares militares sugerem que o Avião da Malaysia Airlines desaparecido desde o ultimo sábado (8) mudou deliberadamente de rota, sobrevoando a península malaia em direção às ilhas de Adaman, disseram à agência Reuters fontes próximas às investigações, aumentando a suspeita de um ato criminoso.”
    A segunda: “Especialistas da Universidade de Ciência e Tecnologia da China informaram nesta sexta-feira (14) que detectaram um “evento no leito marinho”, similar a um tremor, nos mares entre a Malásia e o Vietnã, que pelo horário e local em que foi registrado pode estar relacionado com o desaparecimento do voo MH730. [...] O movimento, similar a um terremoto, foi registrado em um local no qual as atividades tectônicas são pouco frequentes. Os pesquisadores o detectaram em um ponto a 116 quilômetros ao norte de onde ocorreu o ultimo contato confirmado com os pilotos do avião.”.
    Sobre a primeira, o que mais me intriga é: Por mais que o avião estivesse em grande altitude, ninguém, seja em terra, em mar, ou até no ar, viu essa aeronave?
    Sobre a segunda, nem tenho o que falar… Qualquer um que tenha estudado o básico de geografia sabe que a terra está em constante movimento, e que esse tremor no mar pode ser reflexo disso…
    Enfim, cada dia liberam novas notícias “confiáveis”, e surgem novos boatos do que pode ter acontecido… Reafirmo minha opinião de que já sabem bem o que aconteceu, e não querem divulgar por questões políticas e econômicas.

    • Geneses

      Essa “evento no leito marinho” so pode ser piada!!! hahaha…. os caras mal conseguem prever um tsunami, vao detectar uma aeronave caindo no oceano!

      • Bruno

        Exatamente!
        Mas para muitos, compensa divulgar notícias e conclusões (que não tem fundamento nenhum), apenas para atrair a grande massa que se deixa levar por esse tipo de matéria…
        UOL e G1 batem frente x frente no quesito de fantasiar e misturar notícias para atrair a atenção dos leitores que se deixam levar…

        • Tony Coelho

          Tragédia sempre vendeu jornal.

  • Pedro

    Sobre o Boeing 777 da Malaysia, a possível região onde ele desapareceu está em uma área especialmente profunda do mar de Andaman, que pode ultrapassar 4000 metros. Qual a chance de não se captar nenhum sinal do avião pelo simples fato de que ele está em grandes profundidades? Se não me engano, esse foi o caso do avião da AirFrance quando caiu no Atlântico.

  • Geneses

    Pessoal, vi que tem mais de 40 aeronaves procurando o T7 naquela área. Tem 2 dias que fico acompanhando o flightradar e nao consigo ver nenhuma aeronave de resgate no radar. Sei que tem algumas que nao aparecem, mas ao menos uma deveria aparecer, correto?

    • Tony Coelho

      O flightradar só mostra aeronaves equipadas com transponder ADS-B. Repare que os EMB190 e 195 mais antigos da Azul não aparecem.
      Outra opção é que não há cobertura naquele local que vc está acompanhando e também pq estão voando baixo.

      • Marcelo Cardoso

        Mesmo um GOL que ainda usa a pintura VARIG que utilizei para ir à Maringá também não aparecia no Flight Radar, e isso em outubro/2013.

        • Mauricio Ribeiro

          Dependo do modelo, na próxima pega o prefixo dele.

          • Marcelo Cardoso

            Ok, se ocorrer de novo, eu pego o prefixo. Das outras 2 vezes que fui depois, pois minha mãe reside lá, no mesmo horário já era o GOL mesmo, 737-800.

          • Mauricio Ribeiro

            Não lembro ao certo, mas ja cheguei a viajar nele,acho que é o PR-VBN ele é um 737-700. Ele não aparece no Flight Radar.

            Frota Gol/Varig: http://www.voegol.com.br/pt-br/a-gol/nossa-frota/paginas/default.aspx

  • Angela Gonçalves

    UPDATE: Esqueçam esse “Six important facts”, do post. Acabo de descobrir um post sensacional, escrito por um brasileiro, que é a verdadeira fonte de qualidade sobre o caso.
    A melhor leitura sobre o desaparecimento do vôo 370 da Malaysia Airlines, e ainda por cima em português.

    O cara, além de manjar muito, é ponderado e cuidadoso. A cada novidade que surge, ele está atualizando o post. Vale demais acompanhar, leitura fascinante.

    • Bruno Rocha

      Pois é. E eu que já tinha perdido a esperança nesse país.

  • Paulo Hoffmann

    Eu torço muito para essa sensacional aeronave estar aterrissada em uma ilha, com todos os sobreviventes… mas isso está se tornando uma coisa “quase impossível” – infelizmente tem informações desencontradas, todos e até um vídeo da aeronave.. enfim, só confio no A&M para me informar, e eu tenho muitas dúvidas sobre essa falha de comunicação, ou perca totalmente a comunicação (ontem mesmo vi um “especialista em aviação”) falando que há sim, a possibilidade de perca total de comunicação – enfim deve ser dessas pessoas contratadas por emissoras e meios de comunicação – eu não acredito que uma aeronave dotada de tanta tecnologia, e tantos dados sendo transmitidos e recebidos, poder ter seu sistema de comunicação desligado por um “mero ser humano” – enfim, rezo para que esse acidente não manche o histórico de segurança do triplo 7 (que pra mim não há aeronave mais segura, além das estatísticas que provam isso – 19 anos de operação e 2 mortes) – eu acho que pode sim, ter sido um ataque terrorista e que, os destroços pode ter caído em alguma densa floresta ou ilha, e não no mar como todos acham (penso assim por causa do fato do sinal underwater das caixas pretas não terem sido localizado/detectado. Ultima coisa: Antes de tirarmos nossas conclusões, vamos rezar pelas noticias e pelas autoridades desvendem logo esse mistério, senão logo logo vai aparecer um vídeo de uma pessoa filmando um OVNI sugando um avião em pleno ar (desculpem) Abraço!

  • Alessandro Varani

    Esse cara já encontrou o avião ! Colocou até no mapa onde ele caiu! E confirmou que foi problema de “turbina”

    http://www.jucelinodaluz.com.br/possibilidade-acidente-malaysia-airlines.htm

    • Marcelo Cardoso

      Ah, sim…prever depois que aconteceu é fácil, e é o mesmo que alguns anos atrás previu que um avião que ia para Fortaleza ia cair na Avenida Paulista…esse é o “cara”.

      • Bruno Monteiro Silva

        Pois é Marcelo. Acho meio tarde “revelar” essa premonição. Se ele tivesse previsto isso, teria divulgado no mesmo dia do sumiço do avião.

        • Alessandro Varani

          eu sempre vejo o site dele e sempre DEPOIS que acontece alguma coisa aparece coisa no site falando que previu algo!
          Sempre assim
          A só para constar, fui irônico no primeiro post

          • Bruno Monteiro Silva

            Achei uma carta no site dele, que ele previu o assassinato de 6 taxistas no Rio Grande do Sul nos dias 28 e 29 de março. Vou só acompanhar pra ver o q acontece. :)

        • lvcivs

          Já li que há muitas controvérsias sobre este sr, inclusive acusações bem sérias sobre falsificação das datas dos documentos.

          Eu, desconfiado que só, só observo…

      • http://www.portalodia.com/blogs/no-mirante AlexandreACW

        Sim, depois do JJ3054 inclusive… e pela descrição que ele deu do avião seria um A330!

      • http://www.portalodia.com/blogs/no-mirante AlexandreACW

        Cara por acaso fui ler o site dele, agora ele remarcou para 26.11.2014…

        • Marcelo Cardoso

          Realmente esse tal vidente é o “ridículo sem limites”, e ele não vai parar não…rs

    • Lucas

      Pior que deve começar a a aparecer vários agora.

    • Hugo M Vidigal

      E os números da mega-sena ????? nd ???? kkkkkkkkk…….Lembrando, motores Ok ???…

  • Luiza

    Que legal esse site!

  • Carlos Barbosa

    Acho esse caso muito parecido com o AF447. Pode ter acontecido o congelamento dos pitots, por isso o avião se perdeu e mudou de rota. Acabou o combustível e ele caiu

    • http://www.rigoleto.inf.br Fernando Rigoleto

      Um congelamento de pitot não causa perda de comunicação da aeronave com o solo e com outras aeronaves próximas, muito menos o desligamentos dos equipamentos que permitem o rastreamento dela em rota, que é o que mais me intriga nesse caso.

    • Durval Pereira

      congelamento do Pitot????

  • Augusto

    Estou acompanhando tudo por aqui, não sou nenum especialista, longe disso, sou apenas um apaixonado por aviação, mas pelo pelo pouco que conheço tem muita coisa sendo ocultada neste caso, acredito que por necessidades políticas e economicas também. O meu desejo seria que todas as pessoas que estavam na aeronave estejam com vida, sei que a chance é pequena, mas é é assim que desejo.
    Parabéns Lito!!!
    Espaço de informação e conhecimento!!

    • Catarina Brás

      Augusto, estou como você. Minha profunda reverência, compaixão e empatia para com os familiares dos passageiros. Independentemente das causas e explicações e da possibilidade remota de haver sobreviventes deste incidente misterioso, o facto é que já existem vítimas , infelizmente- as famílias….não consigo nem imaginar a dor e o desespero de nem um luto conveniente sequer poderem de momento, fazer..

  • Marcelo Cardoso

    Mais uma curiosidade, e esta vem aqui do Brasil. Não sei se acompanharam, mas o traficante Marcola tinha um plano mirabolante para escapar do presídio onde cumpre pena. E uma das idéias para colocar em prática esse plano era o sequestro de uma aeronave 737 para sua fuga. “Boeing. Em 27 de julho, Barbará mandou pelo telefone um comparsa identificar uma pista de pouso em Mato Grosso do Sul que tivesse capacidade para pousar um Boeing 737. Acharam uma pista mantida por uma unidade do frigorífico Marfrig, em Bataguaçu (MS), às margens do km 35 da Rodovia BR-267. A pista tem 1.200 metros de extensão por 18 metros de largura. Ali seria feita uma simulação da operação.” Teriam os sequestradores do 777 tido a mesma idéia? Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,daqui-a-uns-dias-ou-vamos-estar-mortos-ou-vamos-estar-na-rua,1135060,0.htm

    • Jose Luiz Martins

      Muito boa essa matéria do Estadão! Esse é a minha teoria sobre o ocorrido desde domingo quando soube que nenhum ACARS de mal funcionamento ou ruptura estrutural e ainda nenhum alerta dos beacons foram detectados. Respeito o profissionalismo do autor deste blog, por não postar nenhuma teoria, apenas fatos concretos, mas que esse episódio cheira mal… ahhhhh isso cheira!

      • RSS

        Se o avião foi sequestrado, e o sequestro continua em andamento, qual o interesse da companhia e do governo da Malásia em divulgar os fatos? A ausência do pouso do avião em Beijing seria obviamente impossível de se ocultar, mas o resto é explicável. Transponder desligado, mudança de rota, sonegação de informação, China pressionando para induzir uma suposta área de queda, americanos buscando em outro lugar, e os malaios desinformando tudo. Claro, Boeing, RR e MAS receberam os dados de telemetria, e decorrido esse tempo todo já sabem onde o avião está, mas não podem divulgar, porque não têm a posse dele, nem têm o controle da situação. Chineses muçulmanos separatistas? Quem sabe? É uma possibilidade…

    • Larissa

      Eu acredito também que tenha sido sequestro, por alguém que conhecia muito de aviação… Ainda mais com esse negócio dos passaportes roubados… Mas isso também deixa uma dúvida, se houve um sequestro, seria muito bem arquitetado, então pq ROUBAR passaportes no DIA? né? Talvez esses passaportes foram roubados apenas por emigrantes ilegais… Mas realmente, esse negócio de sequestro tá me chamando a atenção

  • Fábio Erasmo Santos

    Lito, parece que pelo menos a Veja está aprendendo a consultar profissionais especializados hein? Parabéns pela entrevista e quem sabe não seja um exemplo para a mídia em geral aprender o que publicar.

    • Edgar Marx Guediguian

      Tens o link dessa entrevista?

    • Cesar Lemos

      Parabéns mesmo. Infelizmente a matéria comećou mal, transformando algumas suposićões em opinião, e ainda, deixando em dúvida quanto ao conhecimento técnico do Lito.
      Ora, se consultaram um especialista, pra quê enfatizar a informaćão “de acordo com …”, como se fosse um leigo dando palpite num boteco?
      Na boa, o jornalista – ou seria estagiário? – avacalhou a matéria. Poderiam ter feito um artigo “matador”, como esse post aqui, mas o Sr. Diego Braga Norte tem muito menos intimidade com as palavras do que o nosso mecânico. Mantiveram o típico padrão veja de qualidade (nivelando por baixo, claro). Pelo menos temos certeza que desta vez eles estão consultando uma fonte confiável.

  • Durval Pereira

    tá na hora de parar de procurar SOMENTE sobre e sob o mar…e tá na hora também de usar aquela máxima do maluco ( quando o maluco te chamar…não vá não) e parar de acreditar em tudo que a Malasya tá dizendo, falo do governo, para mim alguem está mentindo

  • Dowsley

    O que eu acho mais absurdo são noticias de que a Inmarsat gravou os sinais eletrônicos e as coordenadas do 777 após desaparecer totalmente dos radares e somente agora divulgam (inclusive com a posição aproximada) sem mais detalhes. O mundo inteiro está neste enigma e ninguém chega a canto nenhum. São informações muito desencontradas. E como se não quisessem encontrar o avião. Mas acredito que é uma questão de mais alguns dias.
    http://oglobo.globo.com/mundo/empresa-de-satelite-gravou-sinais-do-aviao-apos-seu-desaparecimento-11879405

  • Larissa

    Muito bom! Estou acompanhando por aqui, pois você dá informações e não apenas especulações, e batendo suas notícias com os jornais, está de acordo mesmo! Começarei a acompanhar o blog, mas infelizmente que o descobri de maneira tão trágica…

  • Elton Veoitao
  • Elton Veoitao

    pensem comigo: ao inves do boeing ter virado a esquerda sentido oceano indico, ele poderia ter ido reto em direçao ao japao, china e etc, afinal o motor continuou funcionando por 4 horas,e isso daria + ou – 4.000 km quadrados a partir do local de desaparecimento.
    ele nao poderia ter ido parar no triangulo do dragao ? ? ?

    http://1.bp.blogspot.com/-VOTl7EmMwVo/UjEUzU_LFNI/AAAAAAAAUQA/8_9XfOwPaQg/s1600/triangulo-del-dragon-agua-misterio-mar-mito-leyenda_497x310.jpg

    • Felipe

      Tá, poderia, mas e daí? que que tem a ver esse tal triangulo?

      • Elton Veoitao

        triangulo das bermudas, conhece ? ? ?

        • Felipe

          Nossa mano, na boa, quer comentar beleza, mas que seja algo sério, com fundamento, não uma viajada na maionese dessas… pra isso já existe o G1 e o portal UOL

        • Felipi

          Tudo é possivel, alguém com certeza sabe onde esse avião está, se envolver algo como abdução ou coisas desse tipo o governo provavelmente vai omitir alegando assunto confidencial.

  • Renan Silveira

    É impressionante como a cada dia, desde o sumiço do avião que notícias principalmente oriundas da china veem a tona, dia-a-dia, foi o satélite chinês q encontrou destroços, outros destroços descobertos pelo vietnã, depois um homem há distância ‘aparece’ dizendo ter visto uma bola de fogo, depois são celulares q só chamam, depois sinais de 4h em 4h, agora tremor de terra, incrível e suspeito é essas informações surgirem gradativamente, pois, esse tal tremor deveria ser evidente já no primeiro dia do acidente. Tem algo muito GRAVE q envolve esse acidente e as autoridades estão despistando todos.

  • Peu

    No caso de atentado terrorista, acredito que já há tempo suficiente para algum grupo assumir autoria. Nestes casos, muitos tentam se aproveitar para ganhar fama, porém nem isso houve.

    • RSS

      A ideia é que não seja um atentado terrorista com a derrubada do avião, mas um sequestro, seja por grupos terroristas, seja por piratas em busca de dinheiro, de um resgate.
      Quer mais fama que esta ainda? Nunca um grupo conseguiu tanta fama sequestrando aviões. Somente em 11 de setembro foram mais audaciosos, mas a que custo? O simples mistério já está repercutindo de maneira viral.
      Agora, não se deve esquecer que, se houve um sequestro, ele pode ainda estar em andamento, e sem um desfecho certo, daí que não há com saber quem são os sequestradores. Mas, seja qual for o grupo sequestrador, ele deverá ter dificuldades de se fazer ser ouvido hoje em dia, devido ao filtro dos meios de comunicação da grande mídia.
      E mais: se forem piratas, não estão atrás de mídia, mas de grana. Só querem o resgate, não os holofotes para uma causa.

  • Henrique

    Poucos noticiam que 5 passageiros despacharam bagagem mas não embarcaram. É normal isso acontecer? http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/03/vietna-recupera-objeto-no-mar-mas-nega-ser-bote-salva-vidas-de-aviao.html

    • Evandro

      Sim, e abaixo se fala dos mesmo nos comentarios.

    • Rafael Rodrigues

      Nessa mesma reportagem diz que as bagagens foram isoladas. Não estavam no avião.

  • Camila

    Uma coisa eu sei desses 5 passageiros que despacharam a bagagem mas não embarcaram, ele são sortudos!!!

    Mas achei estranho isolarem assim, já despachei mala e não embarquei na hora em viagem internacional e a mala ficou me esperando no destino. Não sei como eles fazem esse controle com a pressa toda que eles têm para decolar.

    • camila

      eles*

      • Julio Moreira

        Camila, este controle é feito da seguinte maneira. Cada
        etiqueta de bagagem que é colocada na hora do check-in tem 3 ou 4 pequenos
        canhotos adesivos com a numeração de bagagem. Este canhoto (chama-se DT14) é
        colado em uma folha que corresponde as container “X” que é embarcada sua mala.
        Dai quando o passageiro “Y” não
        comparece no embarque, busca-se no
        sistema a numeração de etiqueta e sabe-se em qual container está. Dai retira se
        a mala.

        As vezes acontece (e depende da companhia aérea) o
        supervisor ou o gerente da empresa autoriza que a mala siga e o passageiro
        retira no destino para não atrasar o voo.

        • Camila

          Ah, entendi! Obrigada pela informação, Júlio Moreira.

  • Einstein

    Tudo leva a crer que o avião foi engolido por um portal interdimensional e foi parar na Ilha de Lost.

    • Eduardo Henrique Teixeira

      Volta pro G1.

  • Caca Ahmadi

    Ainda agorinha numa rádio, retransmitindo a Reuters “confirmou” que o avião foi sequestrado.

  • Caca Ahmadi

    Essa parte do texto é legal: “They also gave new details on the direction in which the unidentified aircraft was heading – following aviation corridors identified on maps used by pilots as N571 and P628. These routes are taken by commercial planes flying from Southeast Asia to the Middle East or Europe and can be found in public documents issued by regional aviation authorities.”

    Tradução livre: “Eles também deram novos detalhes da direção em que a aeronave não identificada ia – seguia corredores de aviação em mapas usados por pilotos, identificados como N571 e P628. Essas rotas são usadas por aviões comerciais voando do sudoeste da Ásia para o Oriente Médio ou Europa e pode ser encontrado em documentos de domínio público divulgados por autoridades regionais de aviação

    Confirma isso?

  • Sofia Lúcio Flavio De Ávila

    Alguma possibilidade de ser outro piloto suicida????

    • Ana Sacchelli

      Olá Sofia, acho que antes de ser piloto suicida seria um piloto assassino…por que ninguém “se suicida” levando 300 pessoas junto…eu sei que a expressão já existe mas não tem nada a ver não acha??? :)

    • Igor Fioli

      Um piloto suicida não desligaria os sistemas de rastreamento, não desviaria da rota…

      Se ele quisesse provocar um atentado terrorista em solo, em poderia se manter na mesma trajetória e atingir um centro comercial, como Hong Kong, Pequim, etc…

  • Ricardo af

    Assisti agora a pouco no jornal com Boris casoy , falou que em conversa com a ex diretoria da varig a pouco tempo os mesmos não tinham duvidas que a aeronave cargueiro da varig que ficou sumida até hoje teria sido abduzido .

    • Rafael Ribeiro

      Aquela aeronave da varig eu acredito que tenha sido sequestrada. Até porque carregava algumas pinturas. Nao duvido que tenham sequestrado a aeronave e matado a tripulação e escondido a aeronave. Nao era dificil deixar um velho 707 sem comunicação. Ja um 777 é outra historia.

      • Rids

        B70 na década de 1980 não era um exemplo de aeronave segura. Basta lembrar da costa do marfim e de Guarulhos, sem falar de orly etc, só pra falar do br. Não tinha auxílio hidráulico como seus sucessores e seu comando precisava ser vigoroso. Portanto, a chance entre um acidente operacional, mecânico ou de ccausa externa preponderante é muito maior do que a hipótese de seqüestro.

        • Rafael Ribeiro

          concordo, mas um acidente que nao deixou rastros, que até hoje nunca foi encontrado nenhum destroço, e que carregava pinturas caras e famosas, eu n duvidaria de um sequestro no caso do VLU

  • Marcelo Cardoso

    Possíveis locais para um suposto pouso ou acidente do avião (seguindo a linha vermelha): https://pbs.twimg.com/media/Biwdqq5CIAAQmhR.jpg

  • Marcelo Cardoso
  • Luciana

    Alguns falam em sequestro… Se for esse mesmo o veredicto, tô curiosa pra saber como conseguir esconder um boeing de 60 metros de comprimento…

  • Thiago Rocha

    Qual a possibilidade desse possível sequestro ser um ato para esconder o que esta acontecendo na Crimeia?

    • Marcelo Cardoso

      Nenhum.

  • carol

    tudo armado por causa da Crimeia !

  • Aninha Sacchelli

    Não vejo nenhuma surpresa num possível choque com uma nave não identificada. Acredito que pode ser até por isso que as notícias são tão desencontradas, imagine se tivesse de fato havido colisão no caso abaixo. O que teria acontecido? http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/05/130501_aviao_ufo_escocia_fn.shtml

    • Fábio

      Não acredito nesse tipo de notícia, não nesse momento. Quando ocorrem casos envolvendo inúmeras testemunha, com registro fotográfico, filmagem e tudo mais, as autoridades logo desmentem, porque agora trariam esse ocorrido à tona?

  • Ana Sacchelli

    Um relatório divulgado na Grã-Bretanha revelou que um avião de passageiros quase colidiu no ar com um misterioso objeto voador não identificado (ovni) quando a aeronave, um Airbus A320, estava se preparando para pousar no aeroporto internacional de Glasgow, na Escócia.http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/05/130501_aviao_ufo_escocia_fn.shtml

    • Fábio

      Engraçado, nunca revelam tais casos, sempre são os pilotos que quebram o silêncio e contam fatos ocorridos envolvendo ovni. Agora o Reino Unido traz esse acontecimento à tona. Muita jogada pra chamar atenção eu diria.

      • Igor Fioli

        Notícia de 2013, amigo.

  • sergio

    Prezados, vou dar meu pítaco nessa discussão. Diante de tantas informações confusas, de tantas suposições das autoridades da Malasia quanto a este fato e também diante de tanta falta de esclareciemto dessas mesmas autoridades, um outro fator mais curioso ainda pode estar sendo revelado nesse acidente ( Falo acidente porque não acredito que o avião consegiu pousar). O sistema de segurança dos aeroportos asiáticos, o sistema de monitoramento de võo daquela região, ainda estão na época da guerra do Vietnan. Foram tantas brechas dadas que não duvido que até mesmo os Pilotos tenham bancado kamikazes. Desligaram os sistemas de rastreamento da aeronave, e isto prova que quem estava no deck de vôo sabiam o que estavam fazendo. Mudaram rota e altitude durante mais de 04 horas, o que também mostra que algúem dentro do deck de vôo estava meio perdido sem saber para onde ir.. Acredito realmente que a Aeronave caiu…mas estavam procurando no Lugar errado. Breve saberemos sobre a localização exatada dos destroços.

    • Marcelo Cardoso

      Ou quem sabe do pouso.

  • Marcos

    O MH370 poderia ter saido da nossa órbita? Se sim, como seria detectado? Falo isso por ter lido que ele chegou ao máximo da sua altitude.

    • Thiago

      Não tem como, cada avião tem sua altitude máxima, no caso do 777 acredito que seja FL430, acima disso poderia estolar.

    • Leonardo Meca

      Cara voce ta viajando master! pra sair da atmosfera é necessario ultrapassar a linha de karman que fica a 330 mil Pés(100 km) de altitude.

    • Valentim

      Eita, foi longe. Para sair da órbita terrestre só via foguete – von Braun, lembra? – e exige uma tecnologia dominada por poucos. Nenhuma aeronave comercial seria capaz de tal façanha. Sair da órbita terrestre, vencer a gravidade, exige condições muito especiais de propulsão em curto intervalo de tempo.

  • Welington

    45000 pés? Penso que despressurizaram o avião para apagar/imobilizar/matar a tripulação e os passageiros. Quanto tempo seria necessário permanecer para que está ação tivesse exito?. Se possível é claro!
    Outra pergunta: Existe a possibilidade de operar/pilotar um 777 remotamente? Seria possível adaptar uma tecnologia usada nos drones em um 777?

  • Zeinho

    Penso que este incidente colocou em cheque a segurança dos voos, inclusive em relação à integridade mental dos próprios pilotos, daí a necessidade de se criar sistemas que impeçam qualquer atividade fora dos padrões, que coloquem em risco a aeronave.

    Qual seria a finalidade em se permitir que os equipamentos de localização sejam desligados pelo piloto?

  • paulo

    Bom tarde a todos, penso que essa história ainda vai ter muitos capítulos e parabéns mais uma vez Lito pelos esclarecimentos incrível a complexidade e a tecnologia embarcada no triplo sete.

  • Marcelo Cardoso

    As investigações estão sendo agora dirigidas para a lista de passageiros. Um fato que chama a atenção são os 20 funcionários de uma mesma empresa chamada “Freescale”. Alguém já se perguntou qual é a área de atuação desta empresa? Este artigo responde, no mínimo curioso. http://www.theepochtimes.com/n3/562572-freescale-semiconductor-20-employees-on-board-missing-malaysia-airlines-plane/

    Um trecho, em livre tradução (Google): “A empresa é um negócio global que está sediada em Austin, Texas, e possui operações em mais de 20 países. Suas tecnologias foram utilizadas na missão dos EUA para pousar um homem na Lua, bem como o primeiro rádio bidirecional móvel que tinha uma fonte de alimentação e receptor para carros.

    A empresa cria tecnologia que é usada em uma variedade de produtos, tais como eReaders e rastreamento de localização em dispositivos móveis inteligentes.

    O fato de que a empresa tinha tantos funcionários no plano gerou suspeita de pessoas tentando resolver o mistério da MH370, que desapareceu na manhã de sábado e não foi ouvido por mais de uma semana.

    Teorias que cercam a conexão entre Freescale eo plano incluir algum tipo de dispositivo de camuflagem que se transformou o avião invisível.”

    • Beatriz

      Estou acompanhando as notícias por aqui há dias, muito boas as informações, parabéns ao Lito por este trabalho e a todos que compartilham seus conhecimentos técnicos por aqui, o que tem sido realmente muito esclarecedor. Minhas dúvidas eram primárias, coisa de quem estava se informando pelo G1, rsss, e aos poucos estou entendendo um pouco melhor o funcionamento deste universo-avião, graças a vocês. Obrigada!
      Não havia lido nada a respeito destes vinte tripulantes serem de uma empresa criadora de tecnologia. Fui até a fanpage da empresa para observar os comentários sobre a postagem de condolências que a empresa escreveu aos familiares de seus funcionários e eis que um comentário levanta uma questão de patentes… será muita VIAGEM e pura teoria da conspiração? rsss O que vocês acham:

      Art Vandeley · Univ obtamnologica Spread this information everywhere:

      Four days after the missing flight MH370 a patent is approved by the Patent Office.
      4 of the 5 Patent holders are Chinese employees of Freescale Semiconductor of Austin TX.

      Patent is divided up on 20% increments to 5 holders.

      Peidong Wang, Suzhou, China, (20%).
      Zhijun Chen, Suzhou, China, (20%).
      Zhihong Cheng, Suzhou, China, (20%).
      Li Ying, Suzhou, China, (20%).
      Freescale Semiconductor (20%).

      If a patent holder dies, then the remaining holders equally share the dividends of the deceased if not disputed in a will.
      If 4 of the 5 dies, then the remaining 1 Patent holder gets 100% of the wealth of the patent.
      That remaining live Patent holder is Freescale Semiconductor.
      Who owns Freescale Semiconductor?
      Jacob Rothschild through Blackstone (what an interesting name for a company) who owns Freescale.
      Here is your motive for the missing plane. As all 4 Chinese members of the Patent were passengers on the missing plane.”

      • Marcelo Cardoso

        Curioso…então quer dizer que os 4 eram passageiros do vôo e donos da patente, e o único herdeiro da patente agora é a Freescale? E qual seria a patente? Pode ser pura viagem, teria que checar essas informações junto ao Escritório de Patentes se de fato ocorreu como descrito.

        • beatriz

          Isso mesmo! Achei curioso também, mas senti também um tom de teoria da conspiração.. rssss

          Será que há como confirmar isso da patente? No comentário não nomeia a patente, apenas relata que foi feita 4 dias após o acidente, nomeando entre os donos os 4 da lista de passageiros. Aliás, o que será o Austin TX de “4 of the 5 Patent holders are Chinese employees of Freescale Semiconductor of Austin TX” ??

          Procurei listas, mas só encontrei os nomes dos tripulantes. Os passageiros estão apenas como números, de acordo pela nacionalidade. Isto na fonte em que encontrei, será que alguém sabe de algum link com a lista dos nomes? Estas informações já foram liberadas pela companhia aérea para a imprensa??

          >> http://www.scmp.com/news/asia/article/1443730/full-malaysia-airlines-flight-mh370-passenger-list

      • Amaral

        No manifesto de passageiros do 370 não consta o nome de nenhum dos 4 indivíduos detentores da patente, junto com a Freescale.

        http://www.malaysiaairlines.com/content/dam/mas/master/en/pdf/Malaysia%20Airlines%20Flight%20MH%20370%20Passenger%20Manifest_Nationality.pdf

      • Ricardo

        Art Vanderley é um nome fictício que o George Costanza usa num episódio do Seinfeld.

  • Giuliano

    Lito,

    Curiosidade…

    É possível um avião como esse ser sabotado via “software”? Ou seja, seria possível implantar (ou corromper) dentro do sistema de controle de vôo da aeronave um rotinas para assumir o comando da aeronave? Se sim seria o software capaz de desligar o Transponder, desligar o Acars e alterar direção e altitude do vôo? Incluindo a capacidade de tirar (ou ignorar) o controle do comandante na cabine?

    Ou isso ainda seria mais pra ficção científica?

    Por exemplo, se houvessem interfaces em SCADA (Supervisory Control and Data Acquisition) nesse tipo de avião hoje em dia já seria possível invadir e tomar controle de hardwares.

    Abraços

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Não. O sistema de Flight Management é separado do sistema central do avião. Para inserir um software corrompido, teria que partir de dentro da empresa, e ainda assim o controle sobre o que pode ser modificado por cada operador é bem restrito, um operador não pode alterar o software operacional das unidades por exemplo. Existem diversas camadas de software, e antes de instalar cada update o próprio sistema verifica a integridade, portanto seria altamente improvável sabotagem via software.

  • Marcelo Cardoso

    Sobre a falsificação do sinal GPS, se isso é possível ou não, há 2 anos o professor
    Todd Humphreys foi inclusive chamado a depor ao Congresso Americano sobre uma tecnologia chamada “Spoofing de GPS”, como o próprio nome sugere é projetado para emitir sinais de GPS falsos. Navios e aviões poderiam ser enviados para fora do curso sem os pilotos ou torres perceberem. http://www.ted.com/speakers/todd_humphreys

  • george

    O primeiro ministro da Malásia, enfim, disse que o desaparecimento do avião foi uma ação deliberada, e conforme os dados do satélite, ele voou por quase 7h, podendo ter ido ao Cazaquistão ou Turcomenistão. O fato de haver um grupo de homens ligados a uma empresa de alta tecnologia pode ser uma motivação para o sequestro. Finalmente, o mistério esta se esclarecendo

  • Renan Silveira

    Lito ou outro profissional piloto aéreo da área que estiver aqui pode me responder.
    Eu tenho um amigo que voa pela GOL a 2 anos como co-piloto. Ele me disse que a única vez que viu algo estranho e inexplicável foi uma vez que uma LUZ BRANCA voo ao lado direito do avião por quase 2 horas em um voo noturno. Ele não conseguiu explicar o que é aquilo e disse que foi a única coisa que viu de anormal em tantas horas de voo.
    Já vimos alguns relatos de pilotos inclusive da aeronáutica brasileira como por exemplo no caso ufológico “Operação Prato”.
    Sou agnóstico e cético e relação a muitas coisas declaradas na internet, claro, muito fake e muitos safados ganhando dinheiro em farsas.
    Mas não a denegar que EXISTE ALGUMA COISA ERRADA. Não digo exatamente nesse caso do Voo mh370, porém no espaço aéreo mundial.
    Como podemos ver aqui nos comentários muitas pessoas induzem a ideia de que possa ser algo sobrenatural, extraterrestre e inexplicável.
    A questão é VOCÊ já relatou em suma alguma coisa ANORMAL EXTERNA a sua aeronave em tantas centenas de horas voos que você já realizou?
    Algum colega de profissão já relatou algo parecido com a desse meu amigo de luz branca andando a proa da aeronave?
    Pode nos descrever alguma coisa já para exemplificar isso aos seus leitores deixando bem claro que não possa ser um fenômeno extra-terrestre?
    Obrigado.

  • Mariana

    E sigo eu com meus desvaneios de que isso é politico e tem gente que ainda me chama de louca, como teve alguns comentário no blog que indiretamente disse para que parassemos de pensar asneiras. Cada vez mais vejo que é politica, mas uma dúvida me ocorre se existem tantos paises envolvido nas buscas como, cegar alguns ou desviar as buscas ou até mesmo calar os que realmente sabem de fato o que aconteceu?? é possivel nao revelar a verdade nua e crua, sempre tem alguem que fala nao é mesmo? sem tem o marido que chega em casa e conta pra mulhe que conta pra vizinha, mas como nao é divulgado na mídia é chamado de asneiras ou especulações. Ainda tenho minhas dúvidas se a Russia nao ta envolvida nisso, se é sequestro tem que ter um desfecho já sao uma semana e nada….. o que os supostos sequestradores desejam??? Se amanha ou depois a Russia aprontar uma das grandes saberam o porque do desvio de atenção da midia foi voltada para esse aviao.

  • Fábio Erasmo Santos

    Uma coisa é certa Lito, o currículo do 777 continua impecável correto? Não houve nenhuma falha do equipamento e você sempre enfatizou que essa aeronave é a mais segura em atividade e tudo leva a crer que a reputação deste belo avião continua imaculada.

    • Mauricio Ribeiro

      Não houve nenhuma falha dos sistemas do T7.

      • http://www.avioesemusicas.com.br/ Rodrigo Portam

        Como você pode afirmar? Já localizaram as caixas pretas? O relatório final esta pronto?

        • Mauricio Ribeiro

          Rodrigo, ate o momento, surgiu alguma evidência de que ocorreu uma falha catastrófica do T7?

          • http://www.avioesemusicas.com.br/ Rodrigo Portam

            Por isso mesmo, não se teve afirmar algo que não se sabe .!

          • Mauricio Ribeiro

            Meu amigo, eu não afirmei nada. Houve um desentendimento da sua parte, tive que corrigir o texto para uma fácil compreensão do meu ponto de vista.

  • Fábio Erasmo Santos

    Você viu este vídeo da CNN em que eles estão em um simulador do 777? com a velocidade e altitude informados começam a tocar vários alarmes dentro da cabine. http://edition.cnn.com/video/data/2.0/video/bestoftv/2014/03/15/ac-flight-simulation.cnn.html

    • Mauricio Ribeiro

      O alarme que eu consegui identificar é o de “Pull up/Sinkrate” que pede para diminuir a taxa de descida. Ali eles estão propondo que se o piloto a 45 mil pés tentassa descer naquela velocidade para 40 mil pés soaria o alarme de Pull up/Sinkrate. Mas eu vi a razão de descida de 450 pés por minuto no EFIS, quando a câmera estava focada nele, depois tiraram o foco e não deu para ver se aumentaram essa taxa, mas pelo que parece foi muito alem para soar o alarme de Pull up/Sinkrate.

  • Jorge

    Pela coletiva concedida a imprensa, finalmente o governo malaio confirmou que o avião foi desviado por alguem, e que ele voou por mais de 6h, podendo ter chegado a outros paises. A demora para a divulgação é q eles estavam processando as informações de um novo satélite, o que demanda tempo, e assim so poderiam informar quando houvesse alguma certeza… Uma atitude de responsabilidade. Agora, aguardemos o desenrolar da historia. O sequestro é evidente, e segundo as informaçoes, foi feito por alguem com extremo conhecimento de rotas e cobertura de radares. Bem como conhecimento tecnico para efetuar um sequestro de tal ordem… Tenhamos em mente que isolar esse aviao dos sistemas de rastreamento é muito difícil, mas não impossível… Resta-nos questionar o motivo: as pessoas da empresa de tecnologia para roubo tecnologico? o avião num posterior uso sinistro, dada sua capacidades operacional enorme? Enfim, o motivo é apenas uma hipótese..

    • pedro

      Lembrando que eram 20 homens da freescale, q é uma das mais importantes empresas de tecnologia americana, responsável pelos sistemas que levaram o homem a lua, desenvolvedora dos primeiros semicondutores…responsavel por inovações tecnológicas importantes. Seria esse um bom motivo…um corpo tecnico para dar suporte (forçado ou bem pago) em algum projeto…parece um pouco com roteiro de filme, mas quem sabe…decerto, esses carinhas da freescale sabem como desativar ate um.ônibus espacial… Rsrs…

    • Marcelo Cardoso

      Bem, o que sabemos é que o avião voou muitas horas por aí, que é uma sabotagem ou sequestro como bem disse o Lito, agora intenções e motivos até agora só no campo da imaginação, destino do avião, se pousou ou se acidentou, só o desenrolar dos acontecimentos é que nos dirão. Pode ser qualquer uma dessas coisas ou nenhuma delas, qual o grupo ou país por detrás, vamos aguardar e com certeza é do interesse do mundo e da nossa própria segurança aérea saber a verdade.

  • Alexandre

    Alguém ou alguma reportagem diz algo sobre as cargas do compartimento de bagagens? Pergunto isso pois podemos ter cargas com ouro, diamantes, platina etc que podem ter dispertado o interesse de alguém da tripulação.

    • HF

      Salvo engano, ao menos no Brasil a tripulação não tem informação sobre a carga embarcada, a não ser que seja animal vivo ou carga perigosa.

      • Dilma Da Silva

        não creio que seja isto se fosse isto ja teria aparecido o avião ou roubaria em solo mesmo , o caso e bem mais serio

  • Dilma Da Silva

    só uma curiosidade se este avião ter sido sequestrado , supondo atingiria diretamente a qual país ? nada me tira da cabeça que este avião foi sequestrado . existe a coreia do norte , Ira e mais alguns doidos lá perto

  • Dilma Da Silva

    tenho duvidas se este avião vai ser encontrado ou se todo mundo esta falando tudo que sabe .
    quem teria mais vantagens em não fala nada ,

  • MESTRE

    SEMPRE QUE ESTA PERTO DE ACONTECER OU JA ESTA ACONTECENDO ALGUMA COISA QUE AFETA EM NIVEL MUNDIAL, COISAS SAO COLOCADAS PARA DESTRAIR A TODOS.

  • Larissa

    Eu acho que o avião foi sequestrado por piratas, pois se fosse para outros fins, algo já teria acontecido, como no 11 de setembro, não? O que vocês acham disso?

    • Marcelo Cardoso

      É tudo tão louco, tão inacreditável, sem precedentes. Difícil pensar os motivos, os objetivos, o planejamento envolvido, o que realmente foi utilizado para voar tanto e ninguém detectar, imaginem falam em até 08 horas esse avião voando e estava por aí, poderia cruzar com uma outra aeronave comercial e aí o acidente ganharia proporções notáveis. É preciso tomar precauções para que isso jamais ocorra novamente, pois do contrário todos nós que viajamos de avião correremos perigo.

  • Marcelo Cardoso

    Saiu esta notícia no R7, a comprovar:
    Muçulmano chinês radical com treinamento de voo estava a bordo do avião desaparecido.
    Se for verdade, pode ser uma linha investigatória pertinente.
    http://noticias.r7.com/internacional/muculmano-chines-radical-com-treinamento-de-voo-estava-a-bordo-do-aviao-desaparecido-14032014

    • Rosenvaldo Simões de Souza

      Este avião, se foi sequestrado por esse chinês noticiado no R7 poderia ter ido para a China por uma rota via Golfo de Bengala e depois passado sobre Bangladesh ou Mianmar e pousado em algum lugar na província de Yunnan, onde vivem os Uighures. Se essa hipótese estiver correta, a China pode ter interceptado e abatido o avião, e agora tenta esconder os fatos do mundo. Ma, se o avião não foi interceptado, e ele está em solo chinês, os desdobramentos da situação ainda são bastante incertos. Não vejo dificuldades em se sobrevoar Bangladesh ou Mianmar sem ser interceptado. Uma vez no espaço aéreo chinês, teria de percorrer apenas 300 km até pousar, por exemplo, na capital da província de Uynnan, a cidade de Kunming, onde tem um aeroporto internacional e onde houve o massacre de mais de 30 pessoas esfaqueadas poucos dias atrás. Neste caso, o avião estaria em solo, mas cercado e sob intenso processo de negociação e com possibilidade de o sequestrador ter apoio armado em solo. Creio que a China tem total interesse em esconder o fato.

  • thiago

    A informaçao do Pedro, logo abaixo, esclarece muitas coisas. A rota foi Turcomenistão, Cazaquistão ou indonésia… E nessa região ha a tensão ucraniana, a Rússia ameaçando uma invasão. Nossa, tanta informaçao

  • Dilma Da Silva

    este avião ta na cara que alguém teve um plano para acontecer tudo isto . mais quem foi e pq ? muito mistério a troco de que qual sera o real motivo de ser este voo e neste lugar ,

  • Paulo

    Caros,

    Primeiramente, gostaria de mencionar que eu estava extremamente curioso para entender o que eram esses “pings” que o avião supostamente enviou. Eu trabalho na área de tecnologia e não compreendia com precisão o porquê do satélite não ter o registro completo… Agora ficou claro que vasculharam nos logs mais obscuros para resgatar as tentativas negadas de conexão.

    Agora vejam só…. imagina que o piloto (por conta própria ou porque alguém o obrigou) tenha desviado a rota, etc, etc, etc, como se supõe.
    Aí imaginem que este avião entrou em espaço áereo de outro país (Bangladesh, Miamar ou outro) e com todos os sistemas de comunicação desligados, ficou impedido de responder aos chamados das autoridades com sua identificação… as autoridades, sem saber do que se tratava, abateram o avião e somente após a notícia do MH370 ter sumido vir a tona é que se dão conta do que fizeram…
    Será possível?

    abraços

    • Marcelo Cardoso

      Claro! É um cenário hipotético totalmente possível, sem comunicação, sem identificação, se foi detectado pode ter sido abatido sim.

      • Paulo

        É, pode ser…
        Mas imagina que a princípio não tinham indícios de que o avião havia sido sequestrado… e sabe-se lá o que passa na cabeça dos governos desses países “estranhos” que tem por ali.

        Meio teoria da conspiração, né?

        Agora também acho díficil esconderem o avião por muito tempo.
        Com tnata tecnologia de imagem por satélite, logo mais vão encontrá-lo.
        O “problema” é que agora que a hipótese mais provável foi sabotagem ou sequestro, acho que as informações novas confiaveis vão ficar cada vez mais escassas até a resolução do mistério….

        abraços

        • Eduardo Henrique Teixeira

          Apesar de não acreditar muito nesta hipótese, não acho que seria tão difícil assim esconder… bastaria alguma pista clandestina no deserto e algum galpão suficientemente grande para caber o avião. E talvez, até mesmo um galpão camuflado.

          Não é algo muito impossível de se imaginar.

  • Sofia Lúcio Flavio De Ávila

    Se o avião foi sequestrado, qual a finalidade?
    Por que não se comunicaram e fizeram exigências numa possível negociação? E o mais entrigante, onde o avião e os passageiros estão?

    • Marcelo Cardoso

      Penso que se o avião pousou e a intenção seja usá-lo para outra finalidade, a falta de comunicação se justifica. Se houve o acidente, talvez a descoberta dos destroços e das caixas pretas elucidem o mistério. E por toda a abrangência geográfica das buscas essa descoberta é uma tarefa hercúlea.

      • Paulo

        A 45000 pés ocorre despresurização ou algo do tipo?
        Teria sido uma manobra para “apagar” os passageiros?

        • Marcelo Cardoso

          Li em algum lugar que essa manobra poderia provocar despressurização e desmaio. Assim que encontrar o link, posto aqui.

          • Mauricio Ribeiro

            A pressurização funciona até seu teto operacional (41 mil pés), o que poderia causar é no máximo uma pequena pressão nos ouvidos.

          • Marcelo Cardoso

            Obrigado, Maurício.

  • Rodrigo Figueiredo Bertelli

    Mas Lito, poderia-se, então, permitir o desligamento do transponder apenas em solo, ou velocidade reduzida. Já não seria uma melhor situação para esses casos?

    • Valentim

      É, de fato, se a razão para se desligar o transponder for apenas se evitar a “poluição” da tela do radar dos controladores esta poderia facilmente ser uma operação automatizada controlada por um sinal de pressão dos servomotores dos trens de pouso. Algo assim: sistema pressurizado, velocidade abaixo de um certo valor, pressuposto aeronave no solo, transponder desligado. Bem, o Lito pode dá mais detalhe, mas que é curioso o transponder poder ser desligado ou ser esquecido desligado quando em vôo lá, isso é. Talvez com um sistema automatizado o acidente da Gol com o Legacy tivesse sido evitado.

      • Paulo

        Deve existir algum caso particular em que o transpoder precise ser desligado em voô, sei lá…

        • HF

          Correto. Durante a troca do código do transponder o procedimento é passar o equipamento pra Stand-by, selecionar o novo código e depois retornar pra função desejada (Ident – com somente a identificação da aeronave na tela do radar; ou Alt – identificação + Altimetria).

    • Zeinho

      O transponder poderia ser ativado e desativado pelas turbinas.
      Quem ativa e desativa a caixa preta?

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Eu entendo que é fácil pensar que poderia haver um sistema automático, mas há que se pensar na recíproca: sensores falham, e poderíamos ter um avião decolando e tendo que retornar ao aeroporto por falha de um sensor que deveria ter ligado o transponder. Tudo na aviação é construído pensando “e se falhar?”, e então chega-se ao melhor design. Não é só pela poluição no solo que a ativação e desativação é manual…………………………….. :)

      • HF

        Na realidade até existe esse tipo de transponder, mais comumente visto na aviação geral. Ele entra em Alt (Identificação+Altimetria) à partir de determinada velocidade (se não estou enganado, 60kt no avião que voei). Lógico que ainda existe a possibilidade de fazer o controle manualmente dos modos.

  • Concurseiro Beflissen

    Oi. Este trecho: “O fato destas requisições terem sido enviadas reafirma que a aeronave estava voando em problemas”. Não seria “…SEM problemas”?
    Tenho acompanhado o caso só pelo teu site, larguei de mão os achismos dos outros. Abraço e obrigado.

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Sim, “sem” problemas, texto corrigido, obrigado.

  • Paulo

    E algum amigo pode me esclarecer uma dúvida?

    Se a localização do avião foi enviada ao satélite da INMARSAT nesses “pings”, porque estão dando um raio de provável localização tão grande (desde o Cazaquistão até o sul do oceano Indíco)?

    O satélite recebe a latitude a longitude do avião? Ou recebe algo aproximado?
    Alguém recomenda mais alguma leitura a respeito desse sistema?

    abraços

    • Paulo

      E parabéns mais uma vez pelo conteúdo. Estou muito orgulhoso de ter uma fonte tão confiável e de nível técnico tão avançado em português, escrito por um brasileiro.

      • Paulo

        e eu tava aqui pensando… será que de fato a localização do avião não é enviada pelo fato da Malaysia Air nao pagar o serviço e esse raio que eles mostram é na verdade a cobertura do satélite que recebeu o “ping”?

        • http://www.avioesemusicas.com Lito

          A latitude e longitude é enviado ao BSU para que este sintonize o satélite mais próximo, mas a posição não é enviada junto com o ping. O Log com os registros de tentativa de comunicação armazenam a distância do chamado. Como apenas um satélite por vez é “interrogado”, não há como fazer uma triangulação para saber a posição exata, por isso o grande arco para fazer a busca.

          • Paulo

            Lito, obrigado pela resposta, faz todo sentido!
            Parabéns novamente pelo site. Já havia lido as suas aventuras na africa com os Electras e voltei aqui na esperança de encontrar dados mais concretos do que a gente vê na Globo e na CNN. Abraços.

          • andreicarcara .

            o sinal é transmitido por uma antena direcional?

          • Eduardo Henrique Teixeira

            Não é uma antena direcional como as de internet via rádio temos costume de ver pelas ruas. Elas são mais parecidas com estas aqui: http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/4/4f/Airbus_A320_with_satellite_antenna_radome.svg

  • Jonatas

    No 737 da Helios um piloto de caça viu uma pessoa na cabine, mas o avião acabou caindo, o que pode ter acontecido também, visto que se ocorre uma despressurização e alguém consegue chegar na cabine, mas não tem experiencia de pilotagem, pode ter acionado o transponder e o desligado.

    • Mauricio Ribeiro

      E muito dificil de isso ter acontecido. Em vôo o transponder fica ligado, não presisa religa-lo para uma eventual emergência. E tem mais, a porta do cockpit é fechada e so abre mediante a uma senha. No FMC da aeronave já esta definida a rota e esta habilitado os botões RNAV (Velocidade da Rota), LNAV(Coordenadas e Altitude da Rota) e CMDA (Piloto Automático) para que cumpra a mesma, ou seja, se realmente acontecesse esse fato, quem fosse pilotar a aeronave não precisaria mexer em nada, só ouvir e segui instruções do controlador de vôo.

  • nubiatavares

    Não estou dando mais conta de acompanhar a caixa de comentários, mas parabéns, Lito! A cobertura do A&M desse caso está sensacional! Vou continuar acompanhando tudo por aqui até que tenhamos um desfecho (se, possível, feliz para todos os envolvidos).

  • Caca Ahmadi

    Não adianta : continuo confiando somente neste site. Vendo as notícias do G1 , R7 me dá tristeza a falta de respeito com o leitor. Lito, vc que me perdoe mas onde posso divulgo sua pág para que todos possam ler sobre o assunto com alguém que realmente entende. Graças a sua pág, consegui ainda no ORKUT, levantar um debate sério e muitas pessoas vem aqui, visitam e passam a pesquisar mais sobre o que é ACARS , ELS etc.

    Obrigada e acompanhando sempre !

    • Mauricio Ribeiro

      Espero que isso ajude.

      O que é o ACARS?

      Aircraft Communications Addressing and Reporting System (ACARS) é um sistema digital de envio de informações entre uma aeronave e as estações terrestres, via rádio (VHF) ou satélite (SATCOM). Trata-se de mensagens simples e curtas enviadas por uma aeronave, e que servem para analisar o comportamento de um determinado voo, p.ex., pelas companhias aéreas.

      O que é um ELT?

      ELT são transmissores de emergência que são transportados a bordo de aeronaves da aviação. Em caso de um acidente aéreo, estes dispositivos são projetados para transmitir um sinal de socorro em 121,5, frequências 243.0 megahertz (e para ELT mais recentes, de 406 MHz). Atualmente, a ELT e um item obrigatorio em quase todos os aviões civis, incluindo aeronaves da aviação geral.

  • Caca Ahmadi

    E se essa máquina foi abatida por engano e estão plantando culpados? aconteceu o mesmo em 11 de setembro quando sabe-se lá pq invadiram o Iraque? O que tinha nos porões da nave. Tudo é possóvel no mundo da política bélica.

  • Rodrigo Vieira

    Sinceramente, eu não acredito a priori em sequestro ou ato terrorista.. Vamos pensar, seria uma forma totalmente destoante de ação desses grupos q na sua maioria explodem tudo e o avião cai logo e assumem a autoria ou causam algo parecido com o 11 de setembro q parece ser algo difícil mas não impossível de ser feito outra vez.. e para o caso de sequestro, tanto o avião como os passageiros ja deveriam ter ao menos aparecido vivos ou nao e grupo ou grupos reivindicando alguma coisa ou causa..

    Pro sequestro ainda mais, como é que iriam entocar um aviao desse porte em qualquer lugar desse planeta sem q ninguem percebesse/visse/identificasse? eu julgo ser impossivel, nao conheco nada sobre aviacao e nem as tecnologias atuais q sao embarcadas nas naves, a unica coisa q eu tenho certeza é que algo sumir e desaparecer assim nos dias de hj seria mto mais complicado de se fazer tendo a tecnologia q se tem a disposicao de vários governos, seja com gps, satelites potentes principalmente militares q varrem o planeta diariamente, etc.. estamos falando de um baita avião de num sei lá quantos metros e toneladas e não de um fiat uno q cabe em qualquer beco!!

    lendo mais opinioes abaixo, comeco a ter uma leve tendencia a acreditar que esse aviao deve ter sido abatido mesmo por algum governo q nao conseguiu fazer contato quando ele andou invadindo algum espaco aereo por ai e que por temor ao que venha acontecer tem tentado acobertar ou “fazer de conta” q está procurando o que sobrou tentando ganhar tempo para o que, eu nao faco ideia! agora resta saber, se abatido em terra ou mar.. no mar, nao sei.. a esse ponto os destrocos ja teriam aparecido.. ou o modo foi um tipo de abate de tal forma q afundasse todos os destrocos e tudo a respeito sem que ninguem possa localizar ou achar nada.. vai saber!!

    • Marcelo Cardoso

      O abate é uma possibilidade, porém os fatos já evidenciados indicam uma intervenção humana, conforme a Update 10. Como sou leigo também, já li e reli todo o post do Lito, pois o mesmo é uma aula, do tipo que chamávamos na faculdade de “magna” sobre o avião e também sobre aviação e dá uma idéia básica sobre a aeronave e seus sistemas.

  • Tony Coelho

    Bom dia Lito, parabéns pela página e principalmente pela paciência que tem demonstrado.
    Por causa das notícias de hoje sobre a hipótese se sabotagem volto ao assunto das escorregadeiras que aparentemente não emitiram nenhum sinal (tá, podem ter sido desativadas), mas e as caixas pretas de voz e dados, podem ser desativadas por botões dentro da cabine ou cortando algum fio?
    Também pode-se desativar as máscaras de oxigênio e essa subida deliberada para nível 450 teria matado os que estavam sem máscara? Ainda existe na cabine aquele balão de oxigênio? O avião pode ter sido “preparado” com auxílio de alguém da manutenção em terra?
    Já tinha me chamado atenção desde o primeiro dia que o transponder foi desligado exatamente na passagem do controle do radar da Malásia para o Vietnam, que daria margem a confusão entre os operadores, como aconteceu com o 447 que coincidentemente caiu nesse momento de passagem do controle brasileiro para Dakar.
    Eu sei que você não gosta que façamos suposições por aqui mas não resisto a supor que temos um sequestro em andamento…

    • Tony Coelho

      Continuando, mais uma perguntinha Lito.
      Se tiverem abastecido mais combustível do que declarado, alguém em terra teria como notar?

      • Thiago

        É feito um relatório no solo informando a quantidade de peso e combustível, entre outras coisas.

        • Tony Coelho

          Thiago, eu sei do relatório. Também deve ter algum tipo de controle para faturamento do combustível.
          Perguntei ao Lito pelo ponto de vista técnico, se a aeronave estiver abastecida além do informado nos relatórios existe alguma maneira de saber?

          • Mauricio Ribeiro

            Detalhes como peso total de aeronave, total de passageiros, peso total de carga e total de combustível para que se cumpra a rota e de acordo com o peso da aeronave mais a reserva. Ficam documentados na empresa aérea, logicamente assinado pelo comandante do vôo.

      • http://www.avioesemusicas.com Lito

        Não se pode colocar mais combustível e ficar por isso mesmo. Mais combustível significa novo peso e balanceamento, novos cálculos de performance, enfim, muda tudo no plano de voo. Se entrou mais combustível, muito mais gente tem que estar envolvida.

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Não, o sinal das escorregadeiras não podem ter sido desativados. Uma coisa é a porta não ser armada, outra é ter acesso aos ELTs das ecorregadeiras. Não há como desativar as máscaras de oxigênio, e subir para 45 mil pés não despressuriza o avião.

  • Marcelo Cardoso

    Apesar da pequena probabilidade, orando pelas famílias e pelos passageiros, esperando que tudo termine bem.

    http://static.guim.co.uk/sys-images/Guardian/Pix/pictures/2014/3/16/1394953324222/86642522-050c-48e6-99aa-6295692df4a4-460×276.jpeg

  • Heber

    cara, você poderia fazer uma analise sobre essas novas teorias de que a inteligencia Russa diz que o avião foi desviado para a Base naval Diego Garcia?

    http://www.cabaltimes.com/2014/03/12/ma370-redirected-to-diego-garcia/

    http://percy-francisco.blogspot.com.br/2014/03/marina-de-los-eeuu-tras-desaparicion.html

    • Marcelo Cardoso

      Lendo a matéria do 1.o link, incrível que associaram até a música da Shakira e do Pitbull com o avião, por causa do trecho: No Ali, no Frasier, but for now it’s off to Malaysia/ Two passports, three cities, two countries, one day/Now that’s worldwide, if you think it’s a game, let’s play, dale. Teorias da conspiração não tem fim, mas o clip até que é interessante, história de espionagem, he he…mais pano prá manga e asas para imaginação:

      http://www.youtube.com/watch?v=q5SG7U76tls

      • Marcelo Cardoso

        Em suma, em mais essa TC, o avião foi para uma base americana no Oceano Índico, recebeu uma pintura anti-radar, e foi escoltado para os Estados Unidos, inclusive por caças americanos que foram vistos 4 dias depois escoltando um avião civil. E como sempre, e isso vimos até em Lost, um falso avião será plantado no fundo do Oceano Índico, com corpos encomendados para camuflar tudo.

  • http://www.portalodia.com/blogs/no-mirante AlexandreACW

    Começo a achar que este avião está inteirinho em solo guardado por alguem para uso posterior (??!!!)… agora os paxs e crew vai saber qual fim deram, mas pode ser bem factivel estarem todos presos e o avião desviado, o propósito? Vai saber!

    Cheguei a ler na internet o absurdo de que vão guardar o avião para usar no jogo EUA vs Russia… nem vi se realmente vão se cruzar na copa!

  • Roberto

    Se o objetivo dos sequestradores fosse apenas o desejo incoerente e suicida de aniquilar o avião, logicamente ele não teria voado por tanto tempo, logo indicando, sem sombra de duvidas, que ele foi conduzido com segurança a um destino desconhecido. Logicamente, um 777 tem inúmeras utilidades caso caia nas maos de um grupo terrorista. Também, ha os 20 homens de uma empresa de altíssima tecnologia, ja ligada a NASA e a tecnologia aeroespacial, tecnologia de comunicação, tecnologia de microprpcessadores avançados, que equiparam até mesmo a nave que levou o homem a lua. Então, não é nada improvável haver uma tentava de sequestrar essas 20 mentes cientificas, e ainda ganhar um 777de brinde. O motivo é incalculavel, por enquanto, mas é nítido que esse avião esta inteirinho em algum lugar, e esperemos que os passageiros também.

    • jorge

      Considerando também todo o cuidado para tornar o avião mais imperceptível possível, fica obvio que tentaram conduzi-lo deixando o minimo de rastro. Foi um zelo impar, de uma técnica notável. Segundo as informações das autoridades, tudo foi feito por alguém com conhecimento profundo de rotas e cobertura de radares. Para mim, esta totalmente descartada a hipótese de acidente, restando-nos especular onde o aviao oportou e qual a atual situação dos seus passageiros.

  • Marcelo Santos

    Isso, infelizmente, só trás mais ansiedade e desespero para os familiares. Se tivesse confirmada a queda, hoje já haveriam os velórios e a preparação para a conformação. Deste modo a dúvida precipita a esperança, pois enquanto não há uma confirmação, os entes queridos sempre esperarão pelo melhor.
    De certo o governo malaio, e outras autoridades internacionais, estão sabendo bem mais do que estão falando, óbvio por razões compreensíveis, até mesmo pelo fato de tantas possibilidades.
    Acho que ainda há muita água para rolar por debaixo dessa ponte. Creio que somente com o tempo.

  • Jonas Vieira

    Um usuário do tomnod encontrou isso ontem. https://pbs.twimg.com/media/Bi2jbJnCUAAJ6RR.jpg
    https://pbs.twimg.com/media/Bi2hyxTCcAAwWYB.jpg

    Link para a região do mapa: http://www.tomnod.com/nod/challenge/malaysiaairsar2014/map/128148

    É uma região próxima a Pulau Perak. Acham que é suspeito?

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Este achado ainda não repercutiu em nenhum lugar?

      • Mauricio Ribeiro

        Estranho e curioso.

      • Laís

        justamente dei uma procurada no google e não encontrei nada

        • Tony Coelho

          As imagens do Google são antigas.

          • Laís

            sorry, eu quis dizer que procurei alguma repercussão sobre as imagens encontradas pelo usuário do tomnod

      • Jonas Vieira

        O que vi sobre a foto foi basicamente postagens em blogs e no twitter. No mais o que vi foram apenas notícias em sites pouco confiáveis. Segundo eles, hoje pela tarde enviaram um navio grego (elka athina) para a região.
        http://www.thetoc.gr/eng/news/article/greek-ship-looking-for-lost-plane-debris

        Pelo marinetraffic ele ainda esta numa região próxima.
        http://www.marinetraffic.com/ais/details/ships/240277000

        No entanto, tem muita especulação e noticias falsas nisso. Outro site grego, por exemplo, noticiou que a tripulação deste navio havia confirmado ter encontrado destroços, depois desmentiu.

        Resumindo, nada de certo, só boatos por hora.

  • Sofia Lúcio Flavio De Ávila

    Acho extremamente difícil um grupo terrorista se estruturar e planejar manter 239 reféns sob vigilância a ponto de garantir que não se comuniquem com o mundo ou peçam socorro durante dias a fio (levando em conta que seria uma operação de porte gigantesco), tudo isso por um avião?
    Qual seria o sentido?
    Se há o planejamento de um atentado terrorista grande e tão cheio de particularidades imensas esse grupo tão capacitado pensaria em várias estratégias que não dessem tanto trabalho quanto envolver 239 reféns e vários países, não seria?

  • Bernardo

    Só uma pergunta então: Onde pousariam um avião desse tamanho e como ele chegaria até esse lugar sem que pudesse ser visto por testemunhas ou radares. Infelizmente, acredito que caiu no mar e simplesmente ainda não foi encontrado, ou que estão omitindo informações sobre o loca da queda.

    • naldo

      Voou 7h sem que o mundo tivesse ideia do seu paradeiro, não fossem os dados do satélite, os vários paises ainda estavam procurando num eixo complemente equivocado. Os aviões podem sim sumir, esse vôo confirmou isso. Testemunhar aviões todos fazemos diariamente, agora assimilar o avião com este desaparecido seria muito difícil, creio inexistir testemunha que diga: vi este vôo descendo ali ou aqui.

      • Mauricio Ribeiro

        Exatamente, avistar uma aeronave no ar é uma coisa, identifica-la é outra. Somente com um binóculos conseguimos identificar sua matrícula. A olho nú fica muito difícil pois as cores da parte debaixo da fuselagem das aeronaves são muito semelhantes uma das outras.

    • Rids

      Sobre voar na sombra, basta voar abaixo de 300 pés. O que eleva bastante consumo.

      • joão

        Um 777 tem um alcance espetecular e poderia voar na sombra por longa distancia…ele vazio, sem peso extra e tanque cheio, se tornaria uma arma perigosa de longo alcance.

      • Bernardo

        Acho que mesmo com o piloto automático ligado, é preciso muita “perícia” para conduzir um 777 a 300 pés sem referências visuais. Se estiver errado, por favor me corrijam.

        • Mauricio Ribeiro

          Seria suicido, pois poderia passar por uma área montanhosa em algumas ilhas.

        • Rids

          Eu falei hipoteticamente. Mas, considerando que, por exemplo, como no caso do Gol 1907 o acidente ocorreu justamente pelos pilotos seguirem a mesma altitude tão precisamente, não seria, de todo impossível. Acredito que, mesmo hipoteticamente, não seja possível fazer isso com o piloto automático ligado.

    • RSS

      Uma coisa que não está sendo dita é que um avião desses pode ser detectado pelo radar, sim, mas dificilmente seria interceptado e abatido. O caso já aconteceu antes, como em 11 de setembro. No voo 93 da United Airlines, um avião de caça americano, um F16, decolou para interceptar o 757 que todos já sabiam que estava sob controle de sequestradores, mas não havia nenhuma arma no F16. O piloto do caça foi orientado a lançar o caça em direção ao 757 e ejetar-se em seguida.
      Se os EUA não tinham condições de interceptar e abater um avião sequestrado dentro do próprio território, qual poderia ser o grau de alerta de uma força aérea de uma país pobre como Bangladesh, Mianmar ou mesma a Índia?
      Tanto Bangladesh quanto Mianmar possuem aviões relativamente modernos, como o MIG29, mas não se sabe se estão operacionais, quanto mais armados e em alerta para interceptar um avião tipicamente civil voando sem identificação. Não daria tempo para interceptar. Possivelmente os plots de um radar primário nem sequer seriam noticiados pelo operador de radar ao comando de defesa de um país desses. Talvez nem tenham radares funcionando efetivamente.
      Seja como for, aparentemente todos os sistemas de defesa aérea dos países da região falharam, e os seus respectivos governantes não gostarão de admitir o fato, porque admiti-lo daria margem a especulações quanto a potenciais riscos de ataques-surpresa inimigos históricos, etc.
      Na verdade, sistemas de defesa são peneiras, e passam uma falsa sensação de segurança em tempos de paz. Somente em uma escala de guerra é que passam a ser 100 % efetivos.

      Quanto a pousar onde quer que seja, lembro apenas por curiosidade que um dia desses um avião de grande porte pousou em um aeroporto errado, e não houve problema algum. Há centenas de pistas, rodovias, planícies, capazes de servir de pista para um avião desses. Só como um exemplo, veja isto: http://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2014/01/13/aviao-com-129-pessoas-a-bordo-pousa-no-aeroporto-errado-nos-eua.htm.
      Se este 777 desaparecido levar alguns milhões de dólares em dinheiro vivo no compartimento de carga, isso é suficiente para um ato de pirataria, e onde ele pousará e o que será dele e da tripulação e passageiros depois de a carga ser retirada é coisa que não interessa muito para um eventual pirata em busca de muito dinheiro. Basta um caminhão pequeno e uma rota de fuga.

  • http://www.facebook.com.br/wesleimais Wesley Fernandes

    Vou mudar minha opinião de semana passada devido aos novos fatos estarem sendo desvendados, atualmente estou acreditando que o avião foi SEQUESTRADO e está escondido (intocado) em algum lugar…

  • Mucio Brettas

    Muito obrigado a toda equipe do Aviões e Musicas, Uma verdadeira escola de Aviação a distância, percebo a excelente didática e o cuidado, dos assuntos aqui expostos e extremo conhecimento dos assuntos, que permite aos leigos como Eu, entendimente pleno dos assuntos, que nos permite um entendimento cada vez melhor de mundo maravilhoso que é a Aviação, Parabens Lito.

  • Marcelo Cardoso

    Última notícia que aumenta a evidência da intervenção humana no desvio do avião, segundo o The Guardian (em livre tradução):”A pessoa no controle do vôo desaparecido MH370 emitiu sua última comunicação com o controle de tráfego aéreo após o primeiro conjunto de comunicações da aeronave ter sido desativada, as autoridades malaias confirmaram, adicionando mais peso a suspeita de que o avião foi sequestrado.
    A mais recente revelação sugere que a pessoa que entregou a mensagem “Tudo bem, boa noite” para controladores de tráfego aéreo em Kuala Lumpur, pouco antes do Boeing-777 desaparecer de seu radar às 1h22 e ter desviado de sua rota de vôo programado para Pequim também estava ciente de que o Communications Addressing and Reporting Aircraft System (Acars) poderia ser manualmente desligado” http://www.theguardian.com/world/2014/mar/16/flight-mh370-last-message-communications-disabled-malaysia.

    • Bruno

      Se realmente se tratar de intervenção humana, sequestro, sabotagem, enfim… Mesmo não tendo desligado a segunda parte do ACARS, quem fez isso merece um “Nobel da Inteligência e Sabedoria”, pois se tornou o campeão mundial em esconde – esconde…
      Brincadeiras a parte, cada notícia com conteúdo desse tipo tornam ainda mais suspeitos os 20 indivíduos da companhia de tecnologia. Cada dia surgem novos fatores e evidências para conturbar ainda mais a situação.

      • Marcelo Cardoso

        O pior Bruno é que fez e os que monitoravam os radares militares da Malásia nada fizeram, e isso está sendo duramente criticado neste artigo do New York Times: http://www.nytimes.com/2014/03/16/world/asia/series-of-errors-by-malaysia-mounts-complicating-the-task-of-finding-flight-370.html?ref=asia. Um trecho, em tradução Google: “”O fato de que ele voou direto sobre a Malásia, sem os militares da Malásia identificá-lo, é simplesmente estranho – não só estranho, mas também muito condenável e trágico”, disse David Learmount, a operações e segurança editor para Flightglobal , a notícias e dados serviço para o sector da aviação.”

        • Bruno Rocha

          Marcelo, nesse caso, fatores devem ser levados em conta:

          1) Naquela região não há conflitos militares, nem mesmo tensões entre nações, Por isso a prontidão militar que se espera de países onde há conflito não se faz necessário, nesse caso. Mas claro, isso não justificam o desdém de militares ao não fazerem nada ao ver algo no radar.

          2) Por não haver esse tipo de prontidão militar, geralmente os militares jogam a responsabilidade (não deveriam fazer isso) para os controladores do tráfego aéreo, uma vez que nesse país ele não é militarizado.

          Quantas vezes não aparecem aviões sem identificação nos céus do Brasil e a FFAA não faz nada.. *________*

          • Marcelo Cardoso

            Pelo visto, se fosse aqui não fariam nada também. Então, é como diz o LIto no último Update, por causa dessa desídia por parte dos militares malaios, talvez o mistério fique aí por décadas ou para sempre sem ser resolvido. Só espero que, de repente, esse avião não surja por aí, mas desta vez para alguma finalidade trágica e só aí fiquemos sabendo o que realmente aconteceu com ele.

  • paulo

    isso tudo me fez lembrar de uma história, alguém se lembra do voo 8969 um A300B2 da Air France em 1994 ?? que infelizmente teve um desfecho trágico.

  • XPDU

    “Grupo
    terrorista chinês “Brigada dos Mártires” assumiu a responsabilidade do
    acidente do vôo MH370 da Malaysia Airlines no último sábado, que
    desapareceu do radar com 239 pessoas a bordo sem deixar qualquer sinal.
    Jornalistas chineses receberam na segunda-feira, um e-mail supostamente
    enviado por essa organização terrorista através de um serviço
    criptografado de internet que praticamente é impossível de rastrear,
    explicando as suas razões para o suposto ataque terrorista, informou o
    jornal “Want China Times”.

    O
    grupo descreve sua ação como represália pela “perseguição cruel” que
    atribuem ao Governo da Malásia, mas não fornecem mais detalhes, e também
    como resposta ao Governo da China para a perseguição da minoria étnica
    uigur, que foi acusada por Pequim de uma série de ataques terroristas
    nos últimos anos.”

    Parece que o GPS realmente foi mascarado.

  • Luiz

    E a localização dos outros pings. Até agora só revelaram a localização do último ping, e a dos pings anteriores?
    Seria possível traçar a rota com esses dados.

  • ViniPam

    Não há possibilidade de bug no software do avião??

    • Mauricio Ribeiro

      Não, pois são testados ao extremo antes de serem entregues.

  • francisco greche junior

    Eu fico impressionado com isso, tempos tão modernos, recursos diversos e abundantes. Que mistério!

    • Mauricio Ribeiro

      Não é qualquer pessoa que tenha tal conhecimento para fazer um avião sumir. Neste caso, esta pessoa, teve total conhecimento sobre a aeronave, rota e radares.

      • Marcelo Cardoso

        O que demonstra que tudo isso foi premeditado e bem planejado, não estamos lidando com amadores. O profissional por detrás dessas ações tem absoluto domínio da matéria, é mais que um expert.

  • Mauricio Ribeiro

    Alguem viu ontem o Fantástico (Mundo de Bob Globo de Televisão)? Entrevistaram um instrutor de Boeing 777-200. Dai imaginei, bom agora vão faze varias perguntas pertinentes do vôo 370. Só perguntou como liga e desliga o transponder. E outras coisas que já sabemos. Perdi meu tempo precioso de fim de domingo.

    • Marcelo Cardoso

      Informação precisa e de qualidade comprovada só mesmo aqui com o Lito e com o Aviões e Músicas.

      • Mauricio Ribeiro

        Verdade, aqui podemos tirar nossas dúvidas e aprender mais.

  • Tony Coelho

    Mais uma vez obrigado Lito. Pelo A&M conseguimos acompanhar e tirar nossas dúvidas. Realmente a grande imprensa fala muitos absurdos nessas horas. Vou pedir de volta meus 3 minutos e meio de vida que gastei lendo outros sites.
    Imagino a aflição dos parentes. Continuo com a pulga atrás da orelha pela falta de sinais ELTs. O governo malaio atrapalhou muito. Foram displicentes aos sinais do radar. Esse desaparecimento foi inusitado e os ensinamentos Líticos nos mostraram que não devemos fazer conjecturas. Nada foi óbvio nesse caso.
    Aparentemente a segurança dos 777 continua preservada e provavelmente de agora em diante novos padrões serão estabelecidos contra sabotagem.

  • Augusto Pascarelli

    O T7 teria autonomia suficiente para chegar a Somália?
    Lá existiria pista razoável para o puso?
    Levando em consideração o problema de pirataria naval do país em questão não seria absurdo pensar na possibilidade. O caminho até lá é apenas sobre a água.

  • Quel Ferraz

    Primeiro parabens Lito,encontrei aqui o que buscava,informacoes com conteudos,como alguem disse antes,ficar ao no G1 nao da. Pelo jeito o aviao foi sequestrado, passou praticamente despercebido no espaco aereo da Malasia,onde cruzou o pais?!Nada foi feito,e como foi dito acima,talvez levara decadas.Por que alguem experiente em pilotar,sequestraria esse aviao com tanto zelo,voaria por horas sem ser detectado,pra depois simplesmente ser jogado no oceano matando a todos?Algum plano muito bem arquitetado ainda esta em andamento,e ainda vamos ter que esperar pra saber,dada tamanha inteligencia e planejamento da acao!

  • Breno Nunes

    Muito obrigado! Nesses últimos dias eu acompanhei todas as suas atualizações que foram muito importantes e interessantes! Excelente trabalho!

  • Adriana Mattos

    Bom dia Lito,
    Parabéns pelo excelente blog, seu profissionalismo e os comentários sóbrios.
    Adriana

  • Luiz

    E a localização aproximada do avião quando emitiu os outros pings???
    Lito, ou outra pessoa, agradeceria se pudesse responder.
    Até agora só revelaram a localização do avião quando da emissão do último ping.

    Seria possível ter uma ideia de qual a rota do avião a partir desses dados.

    Parabéns Lito, muito bom o seu blog. Comentários imparciais, comedidos e hábeis.

    • Mauricio Ribeiro

      Estão investigando duas rotas apartir dos ultimos pings e combustivel: Oceano Indico e Europa Central + Cazaquistão.

      • Luiz

        Estas duas rotas foram estimadas a partir do ultimo ping apenas.
        Ela mostra a distância que o avião estaria do satélite quando da emissão do último sinal.

        O que acho estranho é não terem revelado essa localização aproximada quando da emissão dos outros pings (foram uns 8 se não me engano).

  • Ricardo Eloy

    Ninguém acreditava no que aconteceu no 11/09 até acontecer.
    As teorias são muitas, agora uma coisa é certa, infelizmente a segurança da aviação é aperfeiçoada a base de tragédias e desastres e nesse caso mistérios, abre precedente para que tudo que ocorreu de errado nesse incidente não volte a acontecer.
    São tantas as possibilidades que chego a pensar em uma organização equiparável ao roteiro do filme Batman-The Dark Knight Rises.

    Ainda oro pelas vidas das pessoas inocentes que estavam a bordo daquele voo.

    • Mauricio Ribeiro

      A sociedade, aviação, etc, aprendem com os erros. Assim que solucionado esse caso, todos os orgãos envolvidos terão que mudar seus procedimentos. A vida é assim, não adianta nos prepararmos e fazermos os melhores planejamentos, sempre temos uma surpresa.

  • http://www.dennisaltermann.com.br/ Dennis Altermann

    Parabéns pelo post, muito completo, bem informado e com muita informação extra. Vamos ver como essa história termina.

  • luizcomze

    Saiu uma notícia que o avião teria descido a 5.000 pés para fugir de radares. Teria sodo para sobrevoar um território de forma clandestina? Isso é possível?

  • henrique

    Esse “Tudo bem, boa noite” foi transmitido por voz? Pois se for, já devem saber de quem é a voz, ou pelo menos, se são ou não do piloto/co-piloto . A checagem não é difícil.

  • Marino Lozio

    DESCULPEM OS AMIGOS….. MAS SEMPRE DISSE EM MINHAS INTERVENÇÕES DO SEQUESTRO DESTE AVIÃO,……… AGORA SE FOR…… O CARA QUE PLANEJOU É MUITO …….MAS MUITO ESPERTO …….TÁ DANDO UM NÓ NAS CABEÇAS PENSANTES ESPECIALISTAS EM AERONÁUTICA,…….MAS NÃO ESTA DANDO NA POLICIA ,, LOGO CHEGAM LÁ……..

  • Antonio Carlos Prado

    Talvez aquele simulador de voo completo, na casa do comandante do 370 tenha servido pra algo mais do que se divertir. A aeronave que ele usava era o 777 da PMDG, para Flight Simulator, que é muito realista.
    Nao digo que tenha sido ele, mas agora sua vida será mais rastreada do que aviao em rota de cruzeiro…

  • jorge

    Lembremos dos momentos de guerra, os aviões cargueiros, aviões que transportam tropas de paraquedistas sobre o território inimigo, justo onde a batalha esta mais tensa… Esses pilotos tem total pericia para se ocultar perante a cobertura dos aparelhos de detecçao… Esses aviões não tem como fugir da perseguição de um caça supersônico, contudo, seus pilotos encontram meios de conduzi-lo de modo mais oculto e sigiloso, algo constantemente praticado nos treinamentos de guerra das boas forcas aéreas do mundo. São táticas de aviação militar que podem ser empregadas para levar um grande avião em sigilo para destinos desconhecidos.

    • Mauricio Ribeiro

      Neste caso se usa um avião militar que é equipado com um sistema que bloqueia o sinal dos radares.

  • Victor Medici De Felice

    Lito, obrigado pelas explicações e esclarecimentos quanto à falsas informações da mídia em geral. Lamentável o rumo das investigações…

  • Sofia Lúcio Flavio De Ávila

    Qual é o desfecho deste mistério na sua opinião?
    O que vocês acham que vai acontecer na resolução deste caso tão inusitado?

  • jorge

    pergunta besta: um boeing777 teria condiçoes de pousar em uma pista de terra/saibro??

    • Rids

      Acredito que por causa do peso, não. Ou, se sim, com avaria. Ou talvez se o solo fosse compactado, próximo à densidade, dureza e abrasividade do asfalto ou concreto.

      Os B72 pousam em pistas de terra normalmente, mas os motores e asas estão bem elevados e o peso não pode ser comparado ao do B77.

      Os detritos de uma pista de terra podem também causar avarias gravíssimas, principalmente aos estabilizadores horizontais (dutos do sistema hidráulico, superfícies de sustentação etc), assim como aos próprios motores (pás, componentes internos etc).

      Enfim, pousar, pode até pousar. Mas, se decola de novo…

  • Caca Ahmadi

    Sabe qual é, na minha opinião ? essa nave foi abatida e estão fazendo esse estardalhaço todo para mascarar. Algum país fez isso e não podem soltar essa informação assim, a seco.

    • jorge

      posta isso la na TDC tambem

  • Luiz

    O avião tentou comunicação com o satélite 8 ou 9 vezes, certo!?
    A partir de cada tentativa é possível estimar a distância entre o avião e o satélite receptor. Com essa distância e com a autonomia de voo é traçado um semicírculo que indica as possíveis localizações do avião no momento da tentativa de comunicação.
    O semicírculo divulgado pelos meios de comunicação foi baseado na distância estimada a partir da última tentativa de comunicação.

    Agora oque eu acho estranho é não terem divulgado as distâncias estimadas a partir das outras tentativas de comunicação, que foram umas 8 ou 9.

    Insisto, alguém pode ESCLARECER o porque destas informações não terem sido divulgadas. Elas indicariam se o avião seguiu uma trajetória pré-determinada ou se houveram mudanças de trajetória após o seu desaparecimento dos radares militares.

  • Luiz

    Uma coisa muito importante que parecem que não estão considerando.
    Existiam 239 pessoas a bordo do MH370. É muito improvável que entre as 239 pessoas nenhum delas tenha esquecido o celular ligado. Assim como o ACARS do Boeing 777 tenta comunicação com um satélite que esta a seu alcance, um CELULAR também tenta comunicação, periodicamente, com qualquer torre da qual esteja recebendo sinal para uma tentativa de autenticação.
    Cada celular tem um código IMEI único. Se houve alguma tentativa de autenticação em uma torre de celular acredito que essa tentativa ficou armazenada em algum arquivo de log das operadores. A partir disto é possível rastrear o trajeto realizado pelo MH370.

    • http://idiarte.wordpress.com/ Marcelo Idiarte

      Luiz, não sou um especialista na área, mas creio que o sinal das ERBs (estações rádio-base) da telefonia celular é muito limitado em termos de alcance. O conceito da telefonia celular é baseado em células de cobertura (daí o nome “celular” – que muita gente confunde com algum tipo de transmissão especial, mas é somente radiofrequência). Essas células multiplicadas formam uma rede que permite ampliar o perímetro coberto pelo sinal, como se fossem repetidoras. Para você ter uma área de 10 km coberta é necessário um número X de ERBs estrategicamente espalhadas, sendo que esse número vai variar de acordo com alguns fatores – como geografia da região, obstáculos e até a altitude em que cada antena está instalada. E aqui entra outro aspecto relevante: se não me engano o sinal celular trafega de forma oblíqua descendente, ou seja, para os lados e para baixo. Isso torna muito difícil que um aparelho celular comum conseguisse manter comunicação com alguma ERB abaixo de aeronaves voando geralmente acima dos 10 mil metros de altitude, porque não há como empilhar ERBs para garantir esse alcance vertical. Abraço.

      • Gustavo Pilati

        Acima de 5000pés (pouco mais de 1500m) de altura celular já não pega. A 35.000 pés é impossível

        • Luiz

          Sim, mas uma torre de celular tem alcance de mais de 30 km em linha reta. Moro no interior do Mato Grosso, e isso é um fato conhecido.
          Na direção vertical ela emite um sinal mais fraco?
          Acho meio improvável isso, além do mais nessa direção não existem morros ou vales que prejudicariam a transmissão do sinal.

          • Macedo

            As antenas de celular são direcionais, irradiam o sinal na horizontal. Isso é feito para concentrar a potencia de saída do transmissor na direção mais útil para chegar a distâncias maiores, ou seja, no plano horizontal. Transmitir na vertical seria desperdicar potencia de saida. Por esse motivo a irradiação na vertical é bem fraca e realmente o celular não funcionaria em altitude de cruzeiro. Deve levar em conta também que a aeronave é metálica, o que também bloqueia o sinal.

          • http://idiarte.wordpress.com/ Marcelo Idiarte

            Você está falando de antenas projetadas para áreas rurais, que retransmitem o sinal da telefonia celular de forma semelhante à internet via “rádio” e não dentro do conceito de células. Essas antenas de alta potência geralmente são direcionais, ou seja, propagam o sinal em uma direção específica. Às vezes é necessário instalar uma pequena antena externa direcional nas próprias residências, para ajudar a captar o sinal. Embora funcione como se fosse um telefone celular, o meio de “transporte” do sinal nessa circunstância é levemente diferente, projetado para atender uma demanda pequena em distâncias maiores. Essa condição é diversa da provida pelas ERBs normais encontradas em áreas urbanas, que atendem um número muito maior de pessoas e têm alcance limitado. A maneira plausível do sinal das antenas direcionais de alta potência alcançar um avião em altitude de cruzeiro seria apontando essas antenas para o céu, o que não faria sentido e ainda poderia ter eficácia restrita devido ao deslocamento das aeronaves, que é de aproximadamente 260 metros por segundo. Creio que o X da questão é esse: antenas celulares de áreas urbanas são multidirecionais, mas têm potência reduzida; antenas celulares de áreas rurais tem potência maior, mas são direcionais – e compreensivelmente não são direcionadas para o alto. Enfim: pessoal da área de telecomunicações ou engenheiros eletricistas poderiam esclarecer melhor isso (e corrigir algum equívoco que eu tenha dito).

          • http://idiarte.wordpress.com/ Marcelo Idiarte

            Em tempo: eu tinha começado a responder horas atrás e depois me distraí com outras coisas na web. Quando retornei para complementar acabei não atualizando a página e não vi que o Macedo já havia dito o essencial. Fique o registro, então.

  • Fernando Tietê Da Silveira Fra

    Não tenho tempo, durante o dia, de fazer comentários mais extensos,o que gostaria de ter feito, durante as atualizações sempre muito esclarecedoras, sobre o evento do sumiço deste avião.

    O fato é que só tenho a agradecer, pelas verdadeiras aulas (sou “piloto” aficcionado de Flight Simulator), e pela preocupação externada por você, em cada informação trazida (e filtrada), sobre o caso.

    Também acho que o evento tem natureza criminosa e, assim sendo, concordo com você quando disse que iria parar de atualizá-lo, em decorrência disso.

    Mais uma vez, parabéns pela “cobertura” do caso até aqui.

    Abraços,

    Fernando Tietê.

  • Otto
    • Lucas

      Bem interessante essa teoria. Alguém sabe dizer se isso tudo seria possível?

      • Mauricio Ribeiro

        Se realmente acontecesse isso, o comandante do vôo SIA68 teria identificado uma aeronave suspeita pelo TCAS e teria contactado a torre mais próxima e teria passado a informação. Muita teoria não soluciona nada! Só uma observação, se o TCAS estiver ON, a aeronave fica visivel para as outras aeronaves.

        • Marcelo Cardoso

          Maurício, uma pergunta, lembro-me do acidente com o vôo 1907, o Gol não identificou o Legacy com transponder desligado. O mesmo não poderia ter ocorrido, na hipótese levantada nessa teoria, com o transponder do MH 370 desligado? Ou nesse caso, como vem “na cola” e durante um bom trajeto, o SIA 68 conseguiria identificar o avião “sombra” através de outro sistema?

          • Mauricio Ribeiro

            Sim, mas no caso do Vôo Gol 1907, vale ressaltar que o Lagancy não “viu” o 737 da gol, pois o TCAS estava OFF, se fosse habilitado a história seria outra. E vimos o que aconteceu por causa disso. Não seria improvável, mas se foi pilotado dentro desta condições. Correu-se um alto risco, pois ficaria invisível de tudo no mesmo nível de vôo e na mesma rota comercial é suicidio.

          • Marcelo Cardoso

            Obrigado pela resposta Maurício. Com o TCAS habilitado no Legancy haveria a manobra evasiva por parte das 2 aeronaves. Então, apenas teoricamente, se o TCAS do avião “sombra” estivesse desligado, o SIA 68, não o dectataria, apesar do risco que isso tivesse representado. Eu particularmente acho que diante de tantas coisas impossíveis nesse caso, essa teoria, apesar de improvável, parece ser tecnicamente possível. Se esse avião foi desviado com a intenção de ser usado para uso posterior, teria que ser algo muito fora do comum, algo surpreendente, algo impensado, porque o óbvio não iria dar certo, tal qual aconteceu em 11/09, algo que ninguém jamais esperaria.

          • Ricardo Eloy

            Diante disso que a gente pensa: Meu Deus! o pior ainda está por vir ?
            E os passageiros?

          • Marcelo Cardoso

            Sinceramente, Ricardo, espero que não piore,sei que é altamente improvável que estejam vivos, que estejam bem, mas continuo esperançoso, até encontrarem os destroços e, logicamente, não se passar um longo tempo, que os passageiros estejam vivos e bem.

          • Mauricio Ribeiro

            O que eu achei estranho na teoria desse site é de que mesmo com o TCAS em OFF o MH370 enchergaria o SIA68 sem que o mesmo percebesse, e voaria em sua sobra até algum país do oriente médio. Isso e é impossível de acontecer. Por isso que acho furada essa teoria

          • Marcelo Cardoso

            Por isso que é muito proveitoso essa troca de idéias, obrigado por me chamar a atenção para esse detalhe. Realmente improvável, com o TCAS ligado ele seria pego pelo radar, com o TCAS desligado não enxergaria o SIA68, só se houvesse um outro jeito de isso acontecer. Bem, por hora, só nos resta aguardar. Abraços.

          • Gustavo Pilati

            Transponder e TCAS trabalham de forma simultânea. Não tem como o TCAS estar ligado e o transponder não. Pro MH370 ver o SIA68, o transponder de ambos precisa estar ligado, logo, o avião da Singapore iria receber o plot do Malaysia e vice-versa.

            É só mais uma daquelas teorias que sempre surgem nesses acidentes.

          • Luciano Ferreira Martins

            E se eles tivessem acesso a algo como o flightradar24, teria como se aproximar do SIA68?

          • Gustavo Pilati

            Teoricamente. Mas não sei se com a precisão necessária. Outro fator não comentado é a questão da esteira de turbulência que um avião causa ao voar. E qual é essa “área de sombra” do radar? Qual a precisão dele? Quantas milhas precisa estar próximo pra não detectar dois alvos distintos?

            Pra vocês terem uma ideia, o radar primário aqui em Poa chega a mostrar na tela os carros passando na Freeway (auto estrada)…

          • Marcelo Cardoso

            Li lá na página dessa teoria que ele não quis dizer como “sombra” voar atrás, devido às esteiras de turbulência, mas ele justifica dizendo que queria dizer “acima” ou “abaixo”.

          • Mauricio Ribeiro

            Não seria possível, pois o Flight Radar tem um pequeno atraso, um fator que é a precisão, ele não a teria. Para isso quem estivesse pilotando teria que ter uma enorme pericia e fora a esteira de turbulência que já é o maior fator . Pelos fatores, não seria possível. Já houve um caso de acidente por causa da pouca distância entre aeronaves. Pesquisem sobre o acidente com um vôo da American Airlines, acho que foi um A330. Esse acidente ocorreu após o 11 de setembro. O piloto não respeitou a distância minima de decolagem, após decolar atrás de um Boeing 747 ele pegou a esteira de turbulência dele, instintivamente, ele tentou manter a aeronave estável forçando o leme para a direita e esquerda, várias vezes. Após isso a empenagem não aguentou e foi arrancada da fuselagem. Foi um final trágico. Muitas mortes e como o 11 de setembro era recente, houve um medo de ser outro ataque terrorista.

          • Luciano Ferreira Martins

            Talvez você esteja se referindo ao A300 matrícula N1 14053. Há mais de 12 anos atrás. Não foi um A330.

          • Mauricio Ribeiro

            Obrigado Luciano, era esse caso que eu estava me referindo. Não lembrava o modelo da aeronave.

          • Marcelo Cardoso

            No site que apresenta esse teoria, Keith Ledgerwood respondeu essa objeção da seguinte forma: Alguns levantaram a afirmação de que o TCAS não funciona se o transponder está desativado … isso é apenas parcialmente correta. Outros aviões TCAS não veria, MH370 em tudo. MH370 não poderia consultar ativamente outros planos como seu transponder desligado no entanto, ainda pode ouvir qualquer saída transponder de outros aviões que estão transmitindo ativamente. SQ68 estaria transmitido ativamente enquanto na gama de centro Subang ATC.

            Mesmo TCAS em MH370 não estivesse funcionando, um receptor portátil ADS-B in-caro emparelhado com um aplicativo para iPad e Foreflight permitiria que um piloto para receber a saída de ADS-B que estão sendo transmitidos por SQ68 naquele momento.”

          • Tony

            Mas o 1907 não conseguiu energar o Legacy que tava com TCAS em OFF.
            Uma curiosidade: o SIA68 é o voo que faz escala em BCN e vem pra GRU.

    • Rids

      Nas noites de sábado e de ontem havia aviões de resgate sobrevoando o território afegão. E não eram poucos.

    • Luiz

      E pode ser que agora queiram usar esse 777, recorrendo a esta mesma tática…

  • Fellipe Elias

    Parece que um serviço comercial de satélites (Tomnod) localizou possíveis destroços exatamente na área do último PING, perto da ilha Pulau Perak (Mapa Update 7), localizada no Estreito de Malaca… alguns navios mais próximos foram acionados para checarem se a imagem do satélite procede.

    http://noticias.terra.com.br/mundo/asia/destrocos-achados-no-estreito-de-malaca-podem-ser-de-aviao,1e962c050bfc4410VgnVCM5000009ccceb0aRCRD.html

    • Mauricio Ribeiro

      Já comentaram aqui, eu achei estranho ainda não ter parado em algum site, parece que o editorial do Terra dá uma olhadinha de vez enquando aqui no A&M.

      • Fellipe Elias

        Curioso é que, caso essa informação proceda, duas embarcações (pelo que pude observar) passaram próximas aos possíveis destroços, sem ter conseguido avistá-los… uma pena!

  • Paulo Sérgio

    Obrigado Lito pelas informações postadas, e preocupação, espero que algo de bom aconteça com o desaparecimento desta aeronave.

  • Cesar Lemos

    Parece que vai ficar um bom tempo na base da especulação. Pelo andar dos acontecimentos e pelas declarações das autoridades malaias, tudo indica que o controle aéreo do país é precário como aqui.
    Fico imaginado a quantidade de recursos gastos com essa operação de busca por um único avião. Se esses mesmos recursos fossem aplicados para a tomada de medidas preventivas como adição de equipamentos e capacitação dos operadores, talvez não teríamos a oportunidade de ver essa enxurrada de desinformação, e principalmente, a preservação da vida de tantas pessoas.
    Ainda consigo ficar besta de ver que até hoje a vida é colocada em segundo plano, pois investir nisso é muito caro.
    Que esse evento sirva de lição também para os brasileiros que adoram tomar medidas paliativas para evitar tragédias anunciadas.

    • Schumann

      Cesar eu fui piloto na VARIG, e tínhamos ( os pilotos ) uma Associação chamada APVAR ( Associação de Pilotos da VARIG ) e um dos Departamento de nossa Associação tratava da Segurança de Vôo.
      Lembro de um slogan que usamos por um tempo: ” Se você que investir em prevenção e segurança algo muito caro, experimente um acidente .”
      Acho que a frase serve para todos os setores da vida humana.

  • Schumann

    Manterei a escuta em 121.5

  • Luiz Ricardo

    Poxa vida, continua a investigação aí. Tá melhor acompanhar o fórum do que ver as notícias da mídia, tem mais conteúdo.

  • leticia

    Amo Aviação mas morro de medo de voar. Tenho passado por aqui todos os dias para ficar por dentro de todas as explicações as que podemos ler aqui são as melhores. Penso que se aconteceu uma catástrofe, sequestro enfim, já não basta o sofrimento dos familiares e as autoridades ficam nessa eterna falta de VERDADE para tudo.

    • Mauricio Ribeiro

      Pois são muitos paises envolvidos, por isso esse desencontro de informações.

  • Marcelo Cardoso

    Uma frase que li em um comentário no New York Times, para pensar: “Accidents are messy. And, messy is usually easy to find. ou em tradução Google: “Acidentes são desorganizados, e o confuso é fácil de se encontrar”.

    • luizcomze

      Uma tradução mais certa seria “acidentes fazem muita bagunça, e muita bagunça é algo fácil de encontrar”.

    • Marcelo Cardoso

      Obrigado Luiz pela tradução mais precisa.

  • Rosenvaldo Simões de Souza

    Eles parecem que estão procurando algo no Afeganistão agora mesmo…Flightradar…

    • Pedro Ribeiro

      Caraca, procurando algo em terra a 47.000 pés? tirando que o bombardier é uma aeronave para uso particular, não me parece ter estrutura pra equipamentos de procura e espionagem, posso estar errado, mas to falando o que eu acho

      • Bruno Rocha

        Talvez seja um jato convertido para militar, vide o nosso E-145
        convertido para operar com radares externos.

        Mas não sei se uma coisa tem a ver com a outra. Talvez seja um reconhecimento padrão, nada de mais.

        http://www.tecnodefesa.com.br/admin/public/files//AForaAreaBrasileirapossuiemsuafrota23aeronavesderivadosdalinhadejatosregionaisdafamiliaERJ135e145FotoEDS.jpg

        • Alex

          Acho realmente que possa ser isso. Dei uma acompanhada nesse avião. Ele saiu do Afeganistão e eu o perdi. Procurei na pesquisa do FlightRadar novamente, e ele já estava em outro voo, saindo agora da Austrália. Ele parece estar voando pelos locais onde o avião poderia ter ido, inclusive oceano índico.

          • Tony Coelho

            Qual o prefixo dele?

          • Alex

            flightradar24.com/GLEX/

            Só tô achando estranho que agora está nos Estados Unidos, não sei se é o mesmo ou não.

            Sendo que consta que ele saiu de perto de barbados, na américa central.

          • claudio

            Estava dando uma olhada no flightrada24 e vi este Boeing NCR 601, voando em círculos no afeganistão e depois sumiu do mapa.

          • Guest

            A National Airlines nem existe mais. Deixou de operar nos EUA em 1980, e seus 747 foram retirados de serviço em 1976. Curioso…

          • Rosenvaldo Simões de Souza

            Na verdade, esta é outra National Airlines. Falha nossa.

          • claudio

            Dei uma pesquisada nessa National Airlines, é empresa americana e faz vôos de Dubai a Bagram e também a Kandahar no afeganistão; mas este NCR601 (N919CA) é um avião cargueiro e também saiu de Dubai.O que achei estranho é ele andar em circulos.

          • Rids

            Não sei se é o caso. Mas os cargueiros civis que atendem áreas de conflito mantém altitude em alguma área vigiada, próximo ao aeródromo e aguarda em espiral. Desce também em espiral, sob vigilância de helicópteros que vasculham a área em terra. Se ele fizesse isso em linha reta, como se costuma fazer em lugares pacíficos, percorreria uma área maior, menos vigiada e estaria mais exposto a ataques terra-ar.

            Mas como o conflito em Cabul está um tanto controlado, não podemos descartar que tenha sido mero tráfego, como acontece muito em VCP, por exemplo, depois do começo das operações da Azul. Não é raro ver MD11 ou B74 espiralando acima da região de Cajamar e Perus, aguardando uma brecha pra pousar. O fato de não vermos outro avião à frente do B74 pra pouso não quer dizer não exista, pois podem estar com o ADS-B desligado, principalmente se for militar.

          • Gustavo Mata

            É normal aviões sumirem assim da tela do FLightradar?

            Eu entrei de curiosidade e fiquei observando os voos em diversas regiões.

            Fui ver qual era um vôo isolado no meio do Pacífico e era um da Qantas, na rota Sydney – Los Angeles.
            Me chamou a atenção que o aviãozinho estava virado no sentido contrário, apontando para Sydney.
            Dei um zoom e deu para ver que ele havia ido até um certo ponto e estava retornando.
            Depois sumiu da tela do Flightradar.
            É comum voos sumirem da tela assim???

          • Pedro Ribeiro

            Sites como Flight Radar funcionam de forma colaborativa, com pessoas que tenham os equipamentos necessários em casa para a captura do sinal aberto das aeronaves e essa informação a pessoa passa pro site, então, países como a Rússia por exemplo você quase não vê aeronaves, na Africa também existem regiões sem aviões no site, isso é devido a não ter pessoas colaborando nessa região, o oceano por exemplo é uma delas, mas é claro que se o avião desligar o comunicador, a informação vai sumir no site também, como é o caso do 777

          • Rosenvaldo Simões de Souza

            Lembra deste acidente? http://youtu.be/b5D_Ecp1kG4
            Este no flightradar é um dos dois 747 restantes da National Airlines, que presta serviços ao governo americano.

          • Clovis Figueira

            GLEX não é prefixo. É o modelo abreviado “Global Express” da Bombardier

      • Rosenvaldo Simões de Souza
    • Teresa

      com certeza é possível

    • Carlos Angelo

      Não é um avião de busca. É um avião de retransmissão de rádio. Basicamente funciona como uma antena bem alta (ou um satélite bem baixo), permitindo a comunicação entre soldados de toda a região, não importando se há obstáculos entre eles (uma montanha, por exemplo). É por isso que fica voando em círculos.

  • Gustavo

    Um fato que ao meu ver é bastante relevante para que se conclua que foi premeditado é que a ação toda (desligamento dos sistemas, desvio de rota) se iniciou logo após a saída do espaço aéreo da Malásia. A tripulação foi informada que estava deixando o espaço aéreo da Malásia, ao que agradeceu. Em seguida, deveria chamar o controle do espaço aéreo do Vietnã. Não chamando o espaço aéreo do Vietnã, ficaria esquecida pelos 2 controladores. O controlador da Malásia acreditaria que o avião estaria sendo vigiado agora pelo controlador do Vietnã e o controlador do Vietnã não tendo recebido o contato inicial não tomaria a vigilância sobre a aeronave. Momento perfeito para sumir do mapa! Mais um ponto a favor do desvio deliberado.

    • Tony Coelho

      Faz uma semana que falamos isso aqui…

    • guaiba

      Pode! Eu

  • Marino Lozio

    Avião DEVE TER POUSADO em Galkaio POUSO ARRISCADISSIMO !!!!! QUASE SEM COMBUSTIVEL…. PISTA DE 3.000 MS na Somalia, uma semana de logística para os piratas somalis dividirem os reféns e depois o resgate com sempre fizeram quando abordavam navios ou iates… tem uma logística que ninguem até hoje conseguiu quebrar …e vai ser assim….

    • Rosenvaldo Simões de Souza

      Mas quem dentre os 239 a bordo seriam os piratas? Não há somalis, nem africanos em geral. O próprio piloto teria vendido o avião aos somalis? Esse é o problema da teoria.

  • Evandro

    Lito, um avião pode voar “Grudado no Outro” para que 2 aeronaves seja identificada como uma somente?

    Parece uma pergunta idiota, mas no filme Miami Vice tem uma situação muito parecida com essa exposta acima.

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Não sou especialista em ATC. A possibilidade existe, mas se apareceria um alvo só não tenho como responder.

    • Macedo

      Muito pouco provável conseguir manter um B777 atrás de outra aeronave devido ao efeito de “esteira de turbulência”. A turbulência causada pela aeronave que ia à frente faria a pilotagem bastante difícil, considerando que o piloto que seguia atrás deveria estar com o autopilot desligado para poder fazer esta manobra. A esteitra de turbulência, inclusive, já levou a acidentes no passado. Pelo mesmo motivo, em operações de reabastecimento no ar, a aeronave que vai reabastecer se aproxima sempre por baixo e nunca se posiciona atrás do aviao-tanque.

  • Elton Veoitao
    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Depois vou comentar esta matéria ridícula da Super Interessante.

      • Rodrigo Keke Castro Dias

        A matéria da Super fala de uma forma pretensamente humorada que voar possui riscos, exagerando no tom. Quem lê e não entende nada de aviação vai ficar com medo de voar, um belo desserviço para a sociedade.

    • Edgar Marx Guediguian

      Essa matéria é de um fatalismo barato… aliás, historicamente impreciso, pois cita que o vôo AF447 da Air France, com destino a Paris, partiu de São Paulo, quando na verdade partiu do Rio de Janeiro (GIG).

      Estou bastante interessado nas ponderações do Lito.

    • Schumann

      Quem são essas “sumidades em aviação”?
      Ridícula a reportagem!

  • evaldo junior

    Lito, tenho 15 anos, e sou teresinense, desdr crianca tenho o sonho de ser piloto e concerteza vou conseguir… seu blog me ajudou muito, é bom ver que ainda existem pessoas que prezam a verdade e a “facilidade”… conheci seu blog a apenas um mes, mas ja estou na pagina 100 de seu blog, OBRIGADO MESMO!! Espero que um dia possamos nos encontrar…

  • Elton Veoitao
  • PTespirito

    digam la quem ia no avião ou que carga ia :) .

  • Rodrigo Favaretto Nunes

    Nessa reportagem diz que “a alteração na rota do voo aconteceu por meio de um código de informática possivelmente programado por uma pessoa na cabine de comando graças ao Sistema de Gestão de Voo (FMS) utilizado pelos pilotos” mas se não estou enganado, mais abaixo alguem disse que não era possivel alterar o softwarte utilizado no avião. Alguem que entende pode esclarecer se faz sentido por favor: http://r7.com/b1fA

  • Edgar Marx Guediguian

    Daqui a pouco algum site qualquer vai cravar que o avião ganhou vida própria por carregar o All Spark e tem um plano maligno de conquistar o mundo…

    É tanta informação, muitas das quais absurdas, por trás desse fatídico desaparecimento do B772 da Malaysia que a única coisa é rodar a Deus que dê muita serenidade aos familiares e pessoas próximas dos passageiros do vôo MH370.

  • Sofia Lúcio Flavio De Ávila

    Apesar de ser leiga em meio ao Lito e tantos de vocês entendidos do que falam, continuo repetindo que uma ação trabalhosa desta não ia ser premeditada e executada só por um Boeing, ainda mais com 239 reféns a bordo para serem vigiados ou silenciados. Se realmente for verdade as teorias que dizem que o avião pousou precisa ser analisado quem ali dentro compensava esse plano, e o que finalmente está por trás de uma coisa absurda dessa. A partir daí talvez consigam deduzir um local para buscas, caso contrário vão continuar dando cabeçadas.

  • Sofia Lúcio Flavio De Ávila

    Outra dúvida que eu queria dividir com vocês: enquanto essas buscas continuam sem resultados o mundo acompanha cheio de expectativa o desfecho dessa história… Será que nenhum país envolvido está pressionando o governo da Malásia por respostas (que todos sabem que estão omitindo)?
    E se há pressão de vários lados, como será que ainda não espanaram e abriram a boca? Por que manteriam toda essa situação?

  • guaiba 2

    Numa rota indefinida porem especulativa existiria pistas precarias e deserticas em que seria possivel se pousar uma aeronave deste porte? Estes lugares ja foram vasculhados? Tem como esconder uma pista clandestina de 3000 mts? Se aeronave nao caiu a chance de se ter 230 escudos humanos como refens poderia ser um otimo fator negociador para quem quer algo de volta ou uma troca “justa”.

    • RSS

      Era noite nas rotas sugeridas. Como pousar no escuro?

      • Tony Coelho

        Como os contrabandistas fazem nas pista clandestinas.
        Acendendo latas com quersone dos dois lados a cada x metros para demarcar a pista

        • http://www.avioesemusicas.com.br/ Rodrigo Portam

          Esta assistindo VIP com Wagner Moura. ;)

        • Rosenvaldo Simões de Souza

          Um 777 precisa de pelo menos 1500 metros para pousar. Se isso for procedente, a ideia de um grupo de pessoas acendendo tochas dos dois lados de uma pista, seriam necessárias várias horas de trabalho, e uma foto de satélite do local à noite revelaria uma suposta pista onde não existe nenhuma durante o dia.
          É possível, mas muito improvável.

        • Marcelo Cardoso

          se tiver um gerador, e não precisa ser de grande potência, alguns refletores de led de 100 w já dão conta do recado. Um gerador de 5.000 w já conseguiria acender 50 desses.

  • SweetCandy

    Como já falaram, aparece no Flight Radar um avião bombardier 6000 dando voltas sobre Ghazni e imediações, no Afeganistão há um bom tempo.

    • beatriz

      Sim! E segue…

  • Thiago

    Agora tem mais essa:

    “Habitantes Das Maldivas Dizem Que Viram Passar Um Avião Grande E Ruidoso Que Voava Baixo Na Manhã Do Dia 8 De Março”

    http://www.newsavia.com/habitantes-das-maldivas-dizem-que-viram-passar-um-aviao-grande-e-ruidoso-que-voava-baixo-na-manha-do-dia-8-de-marco/

    • Zeinho

      Acredito fortemente nessa pista.

      • Marino Lozio

        Tenho reafirmado isso a algum tempo……..7 hs de voo desde o ponto do sumiço …..dá para chegar a Somalia ….com pouco combustivel mas dá,enquanto omundo os procuram em outro lugar ……. tempo para logistica de ” ESCONDER”” o avião e os refens…….

        • Marcelo Cardoso

          Bem, pelo menos este portal de Taiwan, escrito em inglês concorda com você: http://www.wantchinatimes.com/news-subclass-cnt.aspx?id=20140317000100&cid=1103
          em um determinado trecho, citando fontes anônimas, diz que ele poderia estar na Somália ou na Mongólia, e nesses 2 países a cobertura por radar é muito débil. Cita que na Mongólia existem inúmeros aeroportos secretos, sem localização nos mapas.
          Em Tradução Google:
          Outro funcionário da Força Aérea da Malásia disse que o vôo Tencent MH370 poderia ter voado oeste até a Somália ou o norte após a Tailândia e Mianmar para a parte sul da Mongólia. A trajectória de voo escolhido teria sido perto das fronteiras de vários países, onde a detecção de radar é relativamente fraco, acrescentou o funcionário.

          Quem quer que entre as 239 pessoas a bordo que seqüestraram MH370 deve ter sido muito familiarizado com a geografia perto Malásia também as capacidades de ambos os radares civis e militares, disse o funcionário, acrescentando que é do conhecimento comum na indústria da aviação que tanto Somália e no sul Mongólia são lugares que não necessitam de autorização do governo para realizar uma aterrissagem. Somália é eficaz em um estado de anarquia devido à guerra civil, enquanto que a Mongólia tem vários aeroportos secretos fornecendo pistas de pouso seguro para os contrabandistas, acrescentou o funcionário.”

        • RSS

          Não havia somalis no voo. Quem teria negociado o sequestro? O piloto?

    • MARINO LOZIO

      Destino Somalia……………..voo baixo para evitar radares de navios que patrulham a área pelos piratas somalis…………..

      • Marcelo Cardoso

        Vôo muito baixo queima mais combustível também.

      • Leonardo Meca

        Eu acho que nao teria como ele chegar na somàlia voando baixo.
        Voar baixo, digamos, abaixo de uns 15 mil pés gastaria o dobro, senão o triplo do combustível pra fazer os mesmo percurso feito a mais de 30 mil pés.

    • Marcelo Cardoso

      Por quê nessas horas ninguém tira uma foto?

    • RSS

      E o fuso-horário? Nas Maldivas o avião chegaria às 3 e meia da madrugada, e não às 8h.

      • Marcelo Cardoso

        e eles estão dizendo de manhã…que horas é de manhã? E que horas amanhece lá?

  • Medina

    Nova teoria e ao meu ver bem coerente… publicada hj na WIRED…. http://www.wired.com/autopia/2014/03/mh370-electrical-fire/

    • Marcelo Cardoso

      Apesar da comprovada competência do comentarista e emissor da teoria, a mesma foi contestada:
      Tradução Google:
      “Mas a teoria de Goodfellow foi contestada. Se o curso foi alterado durante uma emergência grave, pode-se esperar que seja feito usando o controle manual. Mas a curva à esquerda foi o resultado de alguém na cabine digitando “sete ou oito teclas digitadas em um computador em um pedestal na altura do joelho entre o capitão eo primeiro oficial, de acordo com funcionários”, o New York Times relatou . O jornal diz que esta “reforçou a crença dos investigadores – primeiro dublado por funcionários da Malásia – que o avião foi deliberadamente desviado e que o jogo sujo estava envolvido.” – mais detalhes em http://www.bbc.com/news/magazine-26609687

  • Gustavo

    Àqueles que estão perguntando se Boeings conseguem pousar fora da pista, sugiro que leiam a história do voo TACA 110. Pousou em uma espécie de gramado e acabou decolando de lá mesmo.

    • Thiago

      Nesse caso era um 737-300 e foi retirado peso pra decolar, o mesmo estava afundando no gramado, imagina um avião maior.. :)

  • Bosco_
    • Marcelo Cardoso

      Só abaixo já foi citada 2 vezes, em fontes diferentes, inclusive com contestações.

  • Leonardo Meca

    Olhem a teoria numero 2 publicada pelo site G1( http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/03/teorias-tentam-explicar-mudanca-de-rota-e-fim-da-comunicacao-do-mh370.html )! pelo menos eu achei tão ridícula que até soou engraçada

  • RSS

    A teoria do sequestro e tomada de rumo a Sudoeste ou Noroeste com voo por mais quatro horas tem um detalhe interessante: a questão do fuso-horário. O avião decolou e perdeu contato por volta de 0:40h do dia 8. Se ele voou mais 4 horas em sentido Noroeste ou Sudoeste, ele pousou ou caiu no período da noite. Se ele foi sequestrado e pousou em algum lugar, seria muito difícil pousar em uma pista sem iluminação. Se ele houvesse pousado em algum aeroporto comum, todos já saberiam. Ou então, ele simplesmente pousou em algum lugar em outro rumo, de modo a pousar durante o dia, e na verdade ele não seguiu para o Noroeste nem Sudoeste, mas para o Sudeste, contornando a Indonésia ou Austrália.
    Como se pousa um avião grande à noite em um local remoto sem suporte de terra?

  • Portugal ATC

    Apesar do texto estar na lingua de Shakespeare e para não correr o risco da tradução poder vir ficar com erros técnicos, deixo este texto o qual aparenta ser a melhor explicação para o que realmente aconteceu (link para o site no final):

    A Startlingly Simple Theory About the Missing Malaysia Airlines Jet

    There has been a lot of speculation about Malaysia Airlines Flight 370. Terrorism,
    hijacking, meteors. I cannot believe the analysis on CNN; it’s almost
    disturbing. I tend to look for a simpler explanation, and I find it with the
    13,000-foot runway at Pulau Langkawi.

    We know the story of MH370: A loaded Boeing 777 departs at midnight from Kuala Lampur, headed to Beijing. A hot night. A heavy aircraft. About an hour out, across the gulf toward Vietnam, the plane goes dark, meaning the transponder and secondary radar tracking go off. Two days later we hear reports that Malaysian military radar (which is a primary radar, meaning the plane is tracked by reflection rather than by transponder interrogation response) has tracked the plane on a southwesterly course back across the Malay Peninsula into the Strait of
    Malacca.

    The left turn is the key here. Zaharie Ahmad Shah1 was a very experienced senior captain with 18,000 hours of flight time. We old pilots were drilled to know what is the closest airport of safe harbor while in cruise. Airports behind us, airports abeam us, and airports ahead of us. They’re always in our head. Always. If something happens, you don’t want to be thinking about what are you going to do–you already know what you are going to do. When I saw that left turn with a direct heading, I instinctively knew he was heading for an airport. He was taking a direct route to Palau Langkawi, a 13,000-foot airstrip with an approach over water and no obstacles. The captain did not turn back to Kuala Lampur because he knew he had 8,000-foot ridges to cross. He knew the terrain was friendlier toward Langkawi, which also was closer.

    Take a look at this airport on Google Earth. The pilot did all the right things. He
    was confronted by some major event onboard that made him make an immediate turn to the closest, safest airport.

    When I heard this I immediately brought up Google Earth and searched for airports in proximity to the track toward the southwest.

    For me, the loss of transponders and communications makes perfect sense in a fire. And there most likely was an electrical fire. In the case of a fire, the first
    response is to pull the main busses and restore circuits one by one until you
    have isolated the bad one. If they pulled the busses, the plane would go
    silent. It probably was a serious event and the flight crew was occupied with
    controlling the plane and trying to fight the fire. Aviate, navigate, and
    lastly, communicate is the mantra in such situations.

    There are two types of fires. An electrical fire might not be as fast and furious, and
    there may or may not be incapacitating smoke. However there is the possibility,
    given the timeline, that there was an overheat on one of the front landing gear
    tires, it blew on takeoff and started slowly burning. Yes, this happens with
    underinflated tires. Remember: Heavy plane, hot night, sea level, long-run
    takeoff. There was a well known accident in Nigeria of a DC8 that had a landing gear fire on takeoff. Once going, a tire fire would produce horrific, incapacitating smoke. Yes, pilots have access to oxygen masks, but this is a no-no with fire. Most have access to a smoke hood with a filter, but this will last only a few
    minutes depending on the smoke level. (I used to carry one in my flight bag,
    and I still carry one in my briefcase when I fly.)

    What I think happened is the flight crew was overcome by smoke and the plane continued on the heading, probably on George (autopilot), until it ran out of fuel or the fire destroyed the control surfaces and it crashed. You will find it along that
    route–looking elsewhere is pointless.

    Ongoing speculation of a hijacking and/or murder-suicide and that there was a flight engineer on board does not sway me in favor of foul play until I am presented with evidence of foul play.

    We know there was a last voice transmission that, from a pilot’s point of view, was
    entirely normal. “Good night” is customary on a hand-off to a new air traffic
    control. The “good night” also strongly indicates to me that all was OK on the
    flight deck. Remember, there are many ways a pilot can communicate distress. A
    hijack code or even transponder code off by one digit would alert ATC that
    something was wrong. Every good pilot knows keying an SOS over the mike always is an option. Even three short clicks would raise an alert. So I conclude that at the point of voice transmission all was perceived as well on the flight deck
    by the pilots.

    But things could have been in the process of going wrong, unknown to the pilots.
    Evidently the ACARS went inoperative some time before. Disabling the ACARS is not easy, as pointed out. This leads me to believe more in an electrical problem or an electrical fire than a manual shutdown. I suggest the pilots probably were not aware ACARS was not transmitting.

    As for the reports of altitude fluctuations, given that this was not transponder-generated data but primary radar at maybe 200 miles, the azimuth readings can be affected by a lot of atmospherics and I would not have high confidence in this being totally reliable. But let’s accept for a minute that the pilot may have
    ascended to 45,000 feet in a last-ditch effort to quell a fire by seeking the
    lowest level of oxygen. That is an acceptable scenario. At 45,000 feet, it
    would be tough to keep this aircraft stable, as the flight envelope is very
    narrow and loss of control in a stall is entirely possible. The aircraft is at
    the top of its operational ceiling. The reported rapid rates of descent could
    have been generated by a stall, followed by a recovery at 25,000 feet. The
    pilot may even have been diving to extinguish flames.
    But going to 45,000 feet in a hijack scenario doesn’t make any good sense to me.

    Regarding the additional flying time: On departing Kuala Lampur, Flight 370 would have had fuel for Beijing and an alternate destination, probably Shanghai, plus 45 minutes–say,
    8 hours. Maybe more. He burned 20-25 percent in the first hour with takeoff and
    the climb to cruise. So when the turn was made toward Langkawi, he would have
    had six hours or more hours worth of fuel. This correlates nicely with the Inmarsat data pings being received until fuel exhaustion.

    The now known continued flight until time to fuel exhaustion only confirms to me that the crew was incapacitated and the flight continued on deep into the south
    Indian ocean.

    There is no point speculating further until more evidence surfaces, but in the meantime it serves no purpose to malign pilots who well may have been in a struggle to save this aircraft from a fire or other serious mechanical issue.
    Capt. Zaharie Ahmad Shah was a hero struggling with an impossible
    situation trying to get that plane to Langkawi. There is no doubt in my mind.
    That’s the reason for the turn and direct route. A hijacking would not have
    made that deliberate left turn with a direct heading for Langkawi. It probably
    would have weaved around a bit until the hijackers decided where they were
    taking it.

    Surprisingly, none of the reporters, officials, or other pilots interviewed have looked at this from the pilot’s viewpoint: If something went wrong, where would he go? Thanks to Google Earth I spotted Langkawi in about 30 seconds, zoomed in and saw how long the runway was and I just instinctively knew this pilot knew this
    airport. He had probably flown there many times.

    Fire in an aircraft demands one thing: Get the machine on the ground as soon as possible.
    There are two well-remembered experiences in my memory. The AirCanada DC9 which landed, I believe, in Columbus, Ohio in the 1980s. That pilot delayed descent and bypassed several airports. He didn’t instinctively know the closest
    airports. He got it on the ground eventually, but lost 30-odd souls. The 1998 crash
    of Swissair DC-10 off Nova Scotia was another example of heroic pilots. They
    were 15 minutes out of Halifax but the fire overcame them and they had to ditch
    in the ocean. They simply ran out of time. That fire incidentally started when
    the aircraft was about an hour out of Kennedy. Guess what? The transponders and communications were shut off as they pulled the busses.

    Get on Google Earth and type in Pulau Langkawi and then look at it in relation to the radar track heading. Two plus two equals four. For me, that is the simple
    explanation why it turned and headed in that direction. Smart pilot. He just
    didn’t have the time.

    Chris Goodfellow has 20 years experience as a Canadian Class-1 instrumented-rated pilot for multi-engine planes. His theory on what happened to MH370 first appeared on Google+. We’ve copyedited it with his permission.

    http://www.wired.com/autopia/2014/03/mh370-electrical-fire/

    • Marcelo Cardoso

      Já foi comentado mais abaixo. Seria interessante pesquisar nos comentários já feitos para evitar a repetição desnecessária.

  • Alberto Colnago

    Lito, parabéns pelo site mais confiável sobre aciação, que conheço.
    Este hipótese pode ser considerada?
    Confira o que disse o piloto Chris Goodfellow, cuja observação amarra as pontas soltas da tragédia e foi até destacada pela revista Business Insider:

    1. Pouco depois da decolagem, sobrevoando o oceano e logo depois que o co-piloto deu ‘boa-noite’ ao controle de tráfego aéreo malásio, o cockpit começou a ser preenchido por fumaça, talvez de um pneu que tenha pegado fogo durante a decolagem.

    2. O capitão fez precisamente o que recomenda-se: direcionou o avião imediatamente para o aeroporto mais próximo, Pulau Langkawi, na Malásia, programou as direções do aeroporto no computador de bordo e o piloto automático virou o avião para oeste, em direção à pista de pouso do aeroporto – isso casa com a direção que o avião tomou, de acordo com as investigações.

    3. Enquanto isso, capitão e co-piloto seguiram tentando achar a origem da fumaça. Nesse processo, desligaram sistemas automáticos, como o transponder, para isolar os sistemas da aeronave e tentar encontrar o problema. O motivo pelo qual eles não teriam entrado em contato com o controle de tráfego aéreo, em terra, é porque durante uma emergência em um avião, as prioridades devem ser “aviate, navigate, communicate” (pilote o avião, localize-se, comunique-se), nessa ordem. Presumivelmente, a fumaça preencheu o cockpit antes que eles pudessem encontrar a origem ou se comunicar com o continente e os pilotos desmaiaram ou morreram antes de conseguir fazer isso.

    4. A fumaça invadiu o resto do avião e chamou a atenção dos comissários de bordo e dos passageiros. Mas não havia nada que eles pudessem fazer – supondo que o cockpit não estivesse trancado ou inacessível por causa da fumaça, alguém teria que saber pousar o avião, e isso se tornaria ainda mais complicado se os sistemas elétricos da aeronave estivessem danificados ou desligados.

    5. O avião continuou voando além do aeroporto em Pulau Langkawi, até o Oceano Índico, e o sistema de update do motor continuou ‘pingando’, isso é, enviando sinais intermitentes, para o satélite. Depois de seis ou sete horas, o combustível acabou e o avião caiu no mar.

    Att

  • Schumann

    Está perfeito, acho que foi isso mesmo. Os pilotos foram os heróis, só não tiveram tempo. Aposto meus “pennies”.

  • Teresa

    Fui especular o radar de Navios…engraçado que não aparece nenhum navio nas áreas que dizem estar pocurando…ou estou errada….http://www.marinetraffic.com/

  • Raphael Ferreira

    Boa noite alguém já pensou na hipótese de seqüestro pra fazer um atentado aqui no Brasil durante a copa? Não sou louco é apenas uma hipótese ok

    • Rodrigo Vieira

      alem dos caras serem ninjas escondendo um aviao de sei lá qts metros e toneladas, quando esse aviao comecasse a voar por ai dando sopa em rota de colisao com o brasil seria identificado e algo seria feito antes mesmo dele chegar a pensar em fazer alguma bagunça.. agora seriam mitos se acertassem as torres gemeas do congresso la em brasília! kkkk

    • Marcelo Cardoso

      Na hipótese do avião ter sido sequestrado visando a aeronave em si para fins escusos, se fosse o caso, acredito muito mais em um atentado contra Israel ou algum país europeu.

  • http://www.avioesemusicas.com Lito

    Pessoal, estou ciente da Teoria do Chris Goodfellow publicada em vários portais sobre incapacitação por fumaça no cockpit. Há várias inconsistências na teoria dele, escreverei o porquê de não achar plausível assim que der tempo.

    • Marcelo Cardoso

      Apesar de bem escrita, não acredito nela, pelos motivos que já expus nos comentários abaixo. Espero ansioso por sua análise, Lito.

  • Karen Santos
    • Beatriz

      “Autoridades tailandesas não tinham compartilhado informação pois não haviam sido questionadas” >>> FALA SÉRIO, NÉÉÉÉ
      Que enrosco interminável…

  • Diogo Vieira

    Deus continue te abençoando. sua pagina é demais! um vício, rsrsrsss

  • deco

    Esse blog esta de parabéns pelas informações, acho somente que tem muita gente ocultando informações pra ganhar tempo, A Boeing, a Malásia Airlines, e os governos tanto da China quanto da Malásia! Não acredito que com a quantidade de tecnologia e informações estão perdidos! Não pode ser comparado com o pp-vlu(Varig)!

  • Mauricio Ribeiro

    Só uma ultima informação que eu li no New York Times, o comandante do voo 370 deletou os arquivos do Flight Simulator em sua residência. O investigador disse que pode ter sido um limpeza rotineira do computador. Os legisladores Washington que acreditam que o FBI deveria ter vindo a desempenhar um papel maior na investigação desde o início. Uma pequena equipe de agentes do FBI na Malásia recebeu um briefings sobre a investigação, porem não foram convidados para ajudar na investigação.

    Minha opinião: Isso ta muito estranho, se o cara tem um computador capaz de executar um Flight Simulator, no minimo ele tera uns 160GB de espaço no HD e ele não iria se preocupar em apagar arquivos. E o os Flight Planers não ocupam tanto espaço no HD. As autoridades malaias estão de brincadeira né, como assim eles não aceitam ajuda de um país que tem um ótimo departamento de investigação?

    • Lucas

      O único arquivo que levantaria alguma suspeita seria o plano de voo. Mesmo assim é bem comum instalar e desinstalar arquivos no Flight Simulator, principalmente para os que levam o hobby a sério. Mas vale a pena ficar de olho.

    • Leonardo Meca

      se apaga as vezes os arquivos do FS porque ele da muito bug, e muitas das vezes se limpa os logs de voo pra evitar arquivos corrompidos

      • Mauricio Ribeiro

        Isso não acontece comigo, tenho todos meus Planos de Vôo. Não os apago, e não ocupam nem 5GB de espaço. E gente, se vocês verem o computador do piloto do vôo 370, não vai bugar, não vai ser um patch, mod, expansão ou melhorias que vão apagar os arquivos, pois ele tem uma Supermáquina. Agora vi que vão recuperar os arquivos excluídos. Tenho certeza que vão achar, pois os dados do HD quando são excluídos só são desmagnetizados. Com um programa especifico esse arquivos são recuperados sem problemas.

  • Athos Sales

    É inacreditável o tamanho do comprometimento por interesses que existe hoje.
    Não duvido que se saibam determinados fatos ”sensíveis” mas não se queiram relevar por ”não poder”.

    Sem falar naquelas pessoas bizarras que literalmente inventam informações…

    Lito, não lí tudo. Mas remeteu diretamente ao desaparecimento do nosso 707 da RG.

  • Lucas

    Alguém já ouviu aquela história de que em 2003 desapareceu um 727 do aeroporto de Luanda em Angola e nunca mais acharam? Não consegui achar muitas informações sobre o assunto.

  • Jonas Vieira

    Em relação a está imagem que publiquei antes (e que foi intensamente propagada courtney love)

    https://pbs.twimg.com/media/Bi2hyxTCcAAwWYB.jpg

    A equipe do tomnod verificou as imagens e concluiu que é um barco.

    https://fbcdn-sphotos-b-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash3/t1.0-9/554775_651499721583114_1577934012_n.jpg

  • Gustavo Mata

    Olha, hoje saíram algumas notícias sobre moradores de uma ilha ao sul das Maldivas terem visto um grande avião com características parecidas a um 777 voando em baixa altitude. Isso por volta das 6:15 do dia 08/03, o que casa com os horários conhecidos do voo 370.
    Até mesmo o prefeito local confirma esas informações.

    http://www.straitstimes.com/breaking-news/se-asia/story/maldives-residents-saw-low-flying-jumbo-jet-march-8-report-20140319

    O governo das Maldivas informa que seu sistema de defesa não detectou nada.

    Vamos às minhas colocações:

    1) É sabido que o arquipélago das Maldivas tem toda sua área a baixa altitude (max de 2,4 m acima do nível do mar). Não há locais elevados para instalação de radares, o que dificulta a detecção de aviões em baixas altitudes.

    2) O local onde afirmam terem visto o tal avião fica exatamente a meio caminho entre os 2 únicos aeroportos de porte das Maldivas, que é provavelmente onde estão instalados os radares locais E .a no mínimo uns 100 km de cada um desses aeroportos.

    3)O avião estar voando baixo e no local onde afirmam ter sido avistado pode indicar conhecimento da região e desvio de radares.

    4) E se houve algum erro na interpretação da localização do avião em função dos “pings” no satélite? Estão focando as buscas nas duas trajetórias possíveis em função disso, mas, e se a informação estiver errada???

    5) Já se sabe qto de combustível realmente havia nos tanques do avião?

    6) Seguindo o ponto de desaparecimento, os locais onde foram detectados vôos não identificados nos radares da Malásia e Tailândia, essa ilha nas Maldivas, forma uma trajetória em direção à…. Somália!!!

    Seria possível????

    Não sou nenhum especialista, são apenas conjecturas sobre alguns fatos expostos na impressa internacional.

    • Willian Correa

      Também saiu que dados foram apagados do simulador encontrada na casa do Piloto. http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,dados-do-simulador-de-voo-do-piloto-do-voo-mh-370-foram-apagados,1142549,0.htm

      O que me leva a crer ainda mais nas hipoteses:

      1) (Pouco Provavel) Elevar a altitude a 45 mil pés levaria a uma perda de velocidade e sustentação, o que posteriormente permitiria uma queda brusca, gerando uma força G suficiente para desacordar a tripulação e passageiros.

      2) (Muito Improvavel) Se desfazer das bagagens para ganhar mais autonomia de voo e até mesmo jogar pessoas no oceano (uma região repleta de tubarões nessa época do ano).

      3) (Provavel) Levar o aviào até um local seguro para uso posterior.

      4) Como EUA e Russia, com todo seu poderio de vigilância poderiam não saber absolutamente nada sobre o paradeiro do voo?

      • Leonardo Meca

        pelo que eu sei nao da pra abrir a porta do aviao em pleno voo, primeiro por causa da pressurizaçao e há um sistema de intertravamento das portas impedidno que elas sejam abertas apos uma certa velocidade(Acho que acima dos 60 nós)

        • Gustavo Mata

          Mas a notícia fala que os caras das Maldivas disseram que o avião estava tão baixo que conseguiam ver as portas, mas hora nenhuma disseram que elas estavam abertas.

          • Edgar Marx Guediguian

            Isso já foi desmentido pelas autoridades da Malásia.

  • ricardo kaffa

    ainda acho que no mar ele não caiu !!!

  • luciano

    o Avião foi abduzido por aliens, não tem como ter outra explicação.

  • EL ASAN

    Existe alguma confirmação ou simples menção que o T7 estaria transportando em segredo, a quantia de 500 milhões de dólares, pertencente a China?

  • José carlos

    Lito, existe a possibilidade do avião “pousar” no mar, pra ser mais exato, ele liberando combustível, deixando o avião mais leve, existiria a possibilidade do avião cair no mar de maneira mais leve sem se desintegrar e logo em seguida afundar ser deixar vestígios e em liberar restos de óleo? Valeu

    • Matheus Jacinto Leite Do Rego

      Sim,pense no Airbus A321 da U.S Airways no rio Hudson e voce terá um resposta mais objetiva!

    • Igor Fioli

      Um avião desse tamanho? Muito improvável (pra não dizer impossível).

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Em uma amerissagem com sucesso, o avião não afundaria rapidamente. E para não deixar vestígios as portas teriam que permanecer fechadas. Com elas fechadas, poderia levar dias para um afundamento.

  • Amanda nicolly

    Austrália encontrou supostas partes do aviao

  • Marcelo Cardoso

    Pelo menos os aviões americanos enviados para o local dos supostos objetos nada encontraram, faltam os aviões australianos.

    https://twitter.com/FoxNews/statuses/446593109766717440

  • Marcelo Cardoso

    E os aviões australianos nada encontraram. https://twitter.com/intent/user?screen_name=cnnbrk

    • Alex

      Putz. Tá osso acompanhar o caso, e não ter respostas.

    • RSS

      É importante lembrar que as imagens de satélite liberadas pela Austrália são do dia 16, e o acidente, se houve, foi no dia 8. Logo, decorreram-se oito dias desde um evento a outro. Nesse meio tempo, eventuais destroços entregues às correntes marítimas podem percorrer até mil quilômetros de distância. Assim, o local indicado na foto provavelmente não é o mesmo do local de um eventual impacto.

  • Natália de Andrade

    Olá pessoal! Parabéns pelo trabalho!!! Estive pensando e desculpe se perdi essa informação, caso vocês já a tenham fornecido. Visto que os equipamentos de comunicação foram desligados, caso a caixa preta seja encontrada, haverá informações após o desligamento nela? Obrigada, abraços!

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Leia o update 11, terceiro parágrafo @nat_lia_de_andrade:disqus .

      • Natália de Andrade

        Obrigada Lito!

  • Wagner Damasio

    Bela cobertura, parabéns!

  • André Luís

    Ótima análise! Na tua opinião, esta nova “descoberta” de restos ao sul o Oceano Índico pelos satélites da Austrália são promissores? Com base no Update 8, não acredito; qual parte do avião teria cerca de 24 metros (79 pés)? Me parece que somente se fosse uma seção da fuselagem. E além disso, ainda estaria boiando?

    A CNN, entretanto, diz na sua cobertura, que “The tail height of a Boeing 777, the model of the missing Malaysian plane, is 60 feet.”

    Só esqueceram de dizer que esta medida é a partir do solo…

    • http://www.avioesemusicas.com.br/ Rodrigo Portam

      André, no update 8 o tamanho do pedaço é 24×22 metros totalizando 528 metros quadrados.

      • André Luís

        Sim, Rodrigo, apenas usei como referência.

        Os restos descobertos agora pela Austrália não especificam a largura, apenas um comprimento de cerca de 24 metros. Porém, o objeto fotografado parece ter uma largura regular – se fosse largo em uma extremidade e estreita na outra, poderia ser uma seção de asa, quem sabe? De qualquer maneira, segundo o diagrama do 777 publicado pelo Lito, poucas partes do avião poderiam gerar um “fragmento” com mais de 24 metros de comprimento. E, novamente, um pedaço deste tamanho ainda estaria boiando?

        Abraço

  • Zeinho
    • RSS

      A teoria é fácil de ser contestada: a 10 km de altitude, não se pode ver um avião no mar. Façam um teste: usem o Google Earth, procurem a Ilha de Pulau Langkawi, que tem uma pista perto de onde ela supostamente viu o avião (evidententemente, podem usar qualquer outra pista). O Earth mostra a altura do ponto de vista em relação o nível do solo no canto inferior direito, ao lado de um pequeno círculo azul. A aproximadamente 8 km de altura, não podemos ver que há um avião pousado no lado norte do pátio de manobra. Somente conseguimos perceber que existe um avião, e que ele está ladeado por rampas de acesso abaixo da altitude de 1,5 km. Acima disto, nada percebemos.
      Postei duas fotos mais abaixo apenas como um exemplo. São duas vistas da pista que citei acima. A primeira a um ponto de vista a cerca de 10 km e a segunda a 1,5 km.

      • Marcelo Cardoso

        Vai ver que essa senhora, com todo respeito, é herdeira da “visão além do alcance” do Lion dos Thundercats.

  • pedro

    não conseguem achar um avião que sumiu aqui na terra, e falam em ir até marte, ou que monitoram naves de outros planetas.kkkk

  • Edgar Marx Guediguian

    Veículo de imprensa brasileiro citando outro inglês = tendencionismo barato.

    http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/03/jornal-publica-transcricao-da-conversa-dos-pilotos-do-voo-mh370.html

  • Marcelo Cardoso