banner livro

Cinzas vulcânicas – Por que cancelaram tantos voos?

Temos visto diariamente o caos (e o prejuízo) causado pela erupção de um vulcão sob as geleiras de Eyjafjallajokull (<< fácil de pronunciar né?) na Islândia. Mas por que cancelaram todos os voos que teriam como destino ou partida a Europa?

Por um motivo simples: Cinzas vulcânicas podem derrubar um avião.

Vamos ver quais os motivos que podem causar isso.

Se uma aeronave entrar inadvertidamente em uma nuvem de pó de vulcão, algumas dessas condições podem ocorrer:

1-Descargas Eletrostáticas nos parabrisas – os pilotos vão enxergar arcos elétricos.
2-Um brilho muito forte na entrada dos motores com consequente “apagamento” do mesmo.
3-Vai ser bem difícil enxergar através dos parabrisas, pois uma camada grossa de sujeira vai ficar colada bem na frente.
4- Indicações errôneas nos instrumentos, por causa da contaminação dos tubos de pitot e sensores de pressão estática.
5-O ar que os passageiros respiram no avião vem de dentro dos motores, e como estes vão se contaminar, os filtros de ar ficarão bem sujos e até entupidos.

A textura das cinzas é muito parecida com talco, mas só que altamente abrasivas, e por esse motivo podem corroer a fuselagem de uma aeronave.

O problema maior porém, ocorre quando as cinzas entram nos motores. Após passarem através do combustor, as cinzas mudam suas propriedades para um material meio plástico quase fundido.

Nesta propriedade de “quase fundido”, as cinzas são extremamente adesivas e começam a colar nas NGVs (Nozzle Guide Vanes) da Turbina de alta pressão. O material também vai colar nas lâminas do rotor da turbina, e isso vai causar uma diminuição do fluxo de gases na turbina e causar um aquecimento das lâminas, pois os furos de refrigeração ficarão tampados pela “cola”.

Se a condição persistir por tempo suficiente, a falta de energia da turbina vai fazer os motores apagarem.

E o que nós, mecânicos, temos que fazer se um avião encontrar cinzas vulcânicas?
“Tamo” na roça se isso acontecer….

O primeiro passo é fazer uma inspeção completa da aeronave buscando sinais de abrasão, principalmente na área do radome (bico), fuselagem dianteira, parabrisas, bordo de ataque das asas e estabilizador horizontal e vertical.
Inspecionar todos os sensores e tubos de pitot e remover materiais estranhos.
Inspecionar as entradas de ar das packs de ar condicionado.
Examinar tudo que se move e que possua partes polidas (atuadores de controle de voo, etc).
Remover diversos componentes do sistema de ar e pressurização para inspecionar e limpar, até outflow valve tem que ser removida.
Inspecionar entrada de ar de APU, isolation valves, drenar tanque de combustível, sistema de água potável…. ou seja, haja dinheiro, mão de obra, tempo e peças de substituição para cada avião que entrar em área de cinzas vulcânicas.

Dá pra entender agora o porquê do cancelamento de todos os voos?

Tags: , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo