banner livro

Clara Mae – Uma nova voz sueca, entrevista exclusiva #SextaMusical

Clara Mae (foto: divulgação)

Clara Mae (foto: divulgação)

Clara Mae é um novo talento da música Sueca. De nova você não conhecerá, mas poderá já ter ouvido sua adorável voz. Se eu citar Clara Hagman, do programa Ídolos da Suécia e do Ace of Base, fica mais fácil. Esta pequena moça, nascida em 9 de Julho de 1991 em Gavle, interior da Suécia, deu seus primeiros passos na música ainda pré-adolescente. Nasceu em um “berço musical” pois o pai trabalha como produtor e músico e acabou dando todo o apoio, além da onipresença da mãe.

Clara nos contou que aos 10 anos havia participado do “Eurovision Song Contest” (uma competição musical sueca onde o ABBA apareceu) com uma música própria “Hej vem är du?”, que quer dizer “Olá, como vai você”. Ao mesmo tempo estudava muito jazz em conservatório neste período.

Terminada a escola, Clara adentrou o Swedish Idol (Equivalente ao Ídolos aqui no Brasil). “Eu não estava pronta para a pressão aos 17 anos e acho que isso contou na época” diz Clara Mae, “mas aconteceram coisas boas depois disso, como o Ace of Base por exemplo” finaliza. O fato é que este piauiense cara de pau gostou tanto da voz da Clara Hagman, ops Clara Mae, que pensou, por que não entrevistá-la? Contactei-a como fã no Facebook e fui muito bem recebido, fiz 7 perguntinhas que você confere agora aqui no Aviões & Músicas.

Clara, você é mais conhecida no Brasil pelo seu trabalho no Ace of Base, o que significou essa época em sua história?

Fazer parte do Ace of Base foi legal, eu viajei pelo mundo fazendo a coisa que mais amo: cantar e conhecer pessoas maravilhosas, amei conhecer fãs ardorosos, que foram agradáveis e receptivos comigo e a Júlia (Julia Williamson, a outra vocalista do AoB em The Golden Ratio album).

Foi difícil participar de um grupo com fãs extremamente leais e eu os entendo perfeitamente de como foi difícil nos aceitar (Nota Alexandre: parte dos fãs “hardcore” do Ace of Base não tiveram boa recepção com as meninas, com um pensamento tipo: tomaram o lugar da Linn e da Jenny). Mas penso que isso foi facilmente resolvido. O ponto difícil para mim na banda era não poder escrever e cantar sons de minha criação. Meus pensamentos e emoções. Por favor, entendam corretamente: Nós cantávamos ótimas canções, músicas bem escritas, mas nunca senti que era “minha música”. Eu sempre cantei músicas dos outros. Mas em geral foi uma jornada que jamais esquecerei e sinto orgulho de ter participado do AoB.

2. Entre as músicas que você cantou em “The Golden Ratio” quais você gostou mais?

Minhas faixas favoritas em TGR são “Dooren” e “Black Sea”

3. Por que você mudou seu nome artístico para Clara Mae?

“Quando as pessoas escutam “Clara Hagman” automaticamente pensam na Clara do Ace of Base ou a Clara do Ídolos. Eu precisava de um começo do zero e um novo nome, então apareci com Clara Mae, “Mae” em Sueco (Mej) significa “myself”, porque agora é a minha fase solo. Mas acima de tudo eu acho que soa legal Clara Mae, hahaha”

4. O que os fãs de sua voz e trabalho podem esperar do seu primeiro álbum?

“Clara Mae é música pop orgânica, com muitas letras pessoais. Eu quero que cada canção seja uma jornada com imagens mentais enquanto escutam”

5. Você poderia nos dizer qual sua música de trabalho neste primeiro álbum solo? Eu penso em Changing Faces

Changing Faces não fará parte do álbum. Mas infelizmente não posso te contar qual o nome do novo single ainda, mas vocês ouvirão em breve, será lançado em Maio e começa com a letra A…

6. Aviões e Músicas é um blog sobre aviação e música, você gosta de aviões? gosta de voar?

Eu gosto de voar, não sinto medo, principalmente por amar viajar.

7. Você visitou o Brasil em 2011, gostou? lembranças especiais?

Eu amei o Brasil, visitei apenas São Paulo, mas gostaria de conhecer mais deste belo país, quem sabe futuramente. A culinária é muito boa e as pessoas também. Os fãs brasileiros foram fantásticos e eu ainda lembro de muitos até hoje.

Agradecemos a você Clara por este rápido bate-papo e desejamos sucesso nessa nova fase.

Obrigada, o mesmo para vocês, encerrou a simpática cantora Sueca.

Clara Mae (foto: Divulgação)

Clara Mae (foto: Divulgação)

Devo confessar surpresa, no final dos anos 90 eu “gerenciei” um fã clube de uma pequena banda na Bahia e até toquei teclado em ensaios de um projeto onde morava (não vou citar o ritmo :) e ao longo da carreira na aviação vi o quanto o artista Brasileiro possui “ego”, e aí de repente você aborda uma menina de 24 anos em carreira solo e é atendido com toda simpatia do mundo, fiquei feliz, deixo 2 vídeos do canal dela no youtube que são as músicas que estou ouvindo bastante agora, assim como 1 da época Ace of Base, não consigo “desviciar” da voz da Clara.

E já adianto aos leitores do AeM e Acers que nos leem aqui, Julia Williamson também está em carreira solo e em breve baterá um papo conosco!

Tags: ,

Sobre o Autor

Alexandre Conrado, pesquisador de aviação e profissional no segmento desde 2001
Topo