banner livro

Como funciona então um VOR e como ele é utilizado? Parte 2



Velho sim, ultrapassado não!

Apesar da idade e limitações do sistema praticamente todas as aerovias mundiais se baseiam ou se basearam na construção de radiais por VOR. Tais aerovias foram mapeadas de VOR para VOR, sendo a coluna vertebral da navegação aérea durante décadas.

Agora que já sabemos como um VOR funciona vamos partir para sua utilização.

O indicador VOR

Além do rádio de navegação, onde definimos a freqüência e o volume, precisamos saber como visualizar as radiais. Para tanto, fora criado um sistema bastante engenhoso, onde escolhemos a radial que nos interessa e o sistema nos mostra onde estamos em relação a esta radial. Incrível não, e tudo isso em um único instrumento, muito inteligente, que se chama indicador VOR.

Não podemos esquecer que o indicador VOR possui um cartão rotativo graduado, dando-lhe um visual semelhante ao indicador de rumo. E assim como no indicador de rumo, há um seletor no canto inferior esquerdo para girar o cartão.

Indicador VOR

Indicador VOR

Omni Bearing Selector

A diferença entre os botões é que no botão do indicador VOR esta escrito “OBS“, que quer dizer algo como “Selector de Radial Omni” (omni bearing selector, em inglês). Neste instrumento o cartão só se moverá se nós o movermos, diferentemente do Heading Indicator que gira conforme nossa proa magnética é alterada. Sendo assim, deveremos girar o botão até a radial desejada, lendo a radial indicada na ponta da seta. Temos 360 possibilidades de escolha.

Course Deviation Indicator

Consideremos a agulha vertical no centro do instrumento. Ela é fixada ao topo do instrumento e move-se à direta e à esquerda. Ela é chamada de “indicar de desvio de curso” (Course Deviation Indicator, em inglês) ou “CDI”, porém é usualmente chamada apenas de agulha.

Pensemos na agulha como se fosse uma linha imaginária central em uma estrada. Se estivermos à direita da estrada, a linha central – ou a nossa agulha – estará à esquerda. Na medida em que alteramos a nossa direção à esquerda e nos aproximamos da linha central da estrada, a agulha se moverá em direção ao centro do instrumento.

Porém, se continuarmos nos movendo à esquerda passando do centro, a agulha, por sua vez, cruzará o centro em direção ao lado direto. Em voo, para navegaremos uma radial ou um curso, devemos manter a agulha no centro do instrumento, isto é, movendo-nos em direção à agulha sempre que a mesma sair do centro. Lembre-se: “Voe em direção à agulha”.

Qual a largura da aerovia?

Deixando a legislação de lado, qual é a largura de uma aerovia? Do centro da linha até a deflexão máxima são 10 graus, desta forma, se a agulha esta no ponto mais afastado, estaremos 10 graus fora da radial selecionada.

Como é possível ver na figura mais acima, o cartão do indicador VOR possui pontos igualmente separados, assim é possível contar quantos graus estamos fora do curso. Se o seu CDI possui 5 pontos em cada lado da linha central, como o da figura, significa que cada ponto equivale a 2 graus de deflexão. Na verdade podemos contar quanto graus estamos fora, até no máximo 10 graus.

Se a agulha estiver grudada no lado do instrumento, não saberemos exatamente quão afastado do curso estamos, apenas que são mais de 10 graus.

Como o CDI mostra seu ângulo de afastamento do curso e não sua distância lateral da radial, a distância lateral da radial selecionada variará de acordo com a distância que estamos da estação VOR. Por exemplo, se estamos a 60 milhas da estação, um desvio de 1 grau significa 1 milha fora do curso. Mas se estivermos a apenas 15 milhas da estação, o mesmo 1 grau de deflexão na agulha nos diz que estamos a apenas 1/4 de milha fora do curso. Isso explica porque a agulha se move tão rapidamente quanto é a nossa proximidade com a estação VOR.

Indicador To/From

Também na porção central do instrumento, há uma pequena janela escrita TO com um pequeno triângulo apontando para cima, ou FR para “from” com um triângulo apontando para baixo… mas também poderá estar preenchida com um símbolo tracejado em vermelho e branco, chamado de “Nav Flag” ou “Off Flag”. Alguns instrumentos possuem apenas os triângulos apontando para cima ou para baixo (A seta para cima significa TO).

O indicador To/From nos diz quando o curso selecionado com o botão OBS é uma radial partindo da estão ou um rumo para a estação. Ele não nos diz se estamos atualmente indo em direção à estação ou se afastando dela.

Quando o símbolo “Off Flag” é exibido na janelinha significa que temos um sinal não confiável e que não deveremos utilizar esta estação para navegação. No entanto, o “Off Flag” poderá aparecer, momentaneamente, quando o indicador alternar entre o indicador To/From, isto é, no instante que estivermos sobrevoando a estação.

Bibliografia

  1. Cleared for Takeoff, copyright, King Schools, Inc., 1998
  2. Titus, Apostila de Navegação para PC/IFR, 13º Ed., 2008
  3. VHF omnidirectional range

Tags: , , ,

Sobre o Autor

Sou aluno do curso de Piloto Comercial e tenho como objetivo me tornar piloto de uma grande companhia aérea.
Topo