Como um deficiente físico (cadeirante) consegue viajar de avião? #pergunta

Marcelo perguntou:

Olá Lito!
Comecei a ler o seu blog a pouco tempo e achei ele muito interessante.Tenho uma dúvida: Um deficiente físico pode viajar de avião? Se não,as companhias aéreas já possuem planos para atender deficientes?

Marcelo, sim, claro que podem.
Mas para a viagem ser agradável para o cadeirante, tanto o aeroporto quanto a empresa aérea e a aeronave devem possuir acessibilidade.

Vou falar sobre a empresa aérea que trabalho já que não tenho conhecimento das outras, embora o processo seja semelhante. Em relação à aeronave, ela é equipada com um cadeira de rodas especial (chamada de Aisle Wheelchair) projetada para passar nos corredores apertados entre os assentos. Esta Aisle Wheelchair é mantida desmontada em um compartimento separado para o uso durante os voos longos, pois o cadeirante vai precisar para o caso de necessitar ir ao lavatório. Após o embarque, funcionários movem o cadeirante da aisle wheelchair para o assento da aeronave.


Aisle Wheelchair

Falando em lavatório, as portas dos lavatórios comuns são “sanfonadas” para economizar espaço na cabine certo? Porém, em toda aeronave de longo curso (na empresa em que trabalho) há um lavatório acessível para cadeirantes, cuja porta é maior que dos outros lavatórios e abre para fora como um banheiro normal para facilitar o acesso. O banheiro, apesar de pequeno, é maior do que os outros e possui barras para auxiliar o cadeirante. Meio impossível conseguir fotografar o banheiro, mas montei essa panorâmica mostrando como é por dentro deste lavatório especial:

Em relação ao aeroporto, há três maneiras do cadeirante embarcar:

1- Quando o aeroporto possui “pontes” (fingers), o cadeirante pode se locomover por meios próprios (ou com auxilio de funcionários) até a porta da aeronave quando então é transferido para a Aisle Wheelchair.

2- Quando o aeroporto não possui fingers (ou a aeronave parou em algum lugar remoto), então pode-se usar dois métodos para embarcar o passageiro: Um “Ambulift”, que é um veículo acessível com elevador que se “acopla” à porta da aeronave e permite a transferência do passageiro, conforme fotos abaixo.

Ambulift Azul

Foto retirada do site Usiwz

Ambulift Azores

Foto retirada do site Turismo Adaptado

Ambulift Guarulhos

A foto acima foi retirada do blog Acessibilidade na Prática, que aliás recomendo a leitura através do link sobre uma viagem de Mato Grosso até a Alemanha de um cadeirante.

3- Caso o aeroporto não possua o “Ambulift”, o cadeirante pode ser levado pelas escadas com o auxílio de funcionários mas isto é altamente NÃO RECOMENDADO, pois uma queda de um auxiliar pode por em risco o cadeirante, ou então com o auxilio de uma ferramenta que é chamada de “cadeira de propulsão elétrica” (que também existe em Guarulhos além do Ambulift), cuja foto está abaixo:

Uma vez eu vi esta cadeira em ação é achei muito engenhosa, pois ela sobe e desce a escada com uma “lagarta” embaixo e o cadeirante em cima. Eu teria um pouco de medo ..hehehe.. pois dá a impressão que a cadeira está flutuando sobre a escada, mas é super segura, muito mais do que com várias pessoas segurando a cadeira.

Enfim, a resposta ficou até longa demais, mas achei interessante falar mais sobre a acessibilidade em aeronaves e aeroportos.

Tags: ,

Sobre o Autor

Um técnico com bom senso :) 28 anos de aviação comercial, de Lockheed Electra a Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários. O Aviões e Músicas possui moderadores de comentários e se reserva o direito de apagar quaisquer comentários que sejam ofensivos ou que não contribuam para uma discussão saudável. Pontos de vista divergentes são muito bem aceitos e incentivados, desde que se mantenha o mínimo de civilidade. Este é um espaço para discutirmos aviação :)
  • http://twitter.com/maguiar11 Gustavo A

    Minha tia é tetraplégica e viajou recentemente de avião. Na volta, no SDU, o avião parou fora dos fingers e ela teve que descer com auxílio de funcionários da companhia, um absurdo! E um deles ainda falou pra ela: “o Herbert Viana sempre reclama quando isso acontece”.

    http://twitter.com/#!/lucilia49/status/91639768890359809

  • Lima

    Pessoal esta e a realidade dos nossos aeroportos, quase sempre são os funcionarios que descem o cadeirante, as vezes até eu que sou mecânico ajudo.

  • Paulo

    Esse banheiro é maior do que do meu apartamento…Lito e no caso dos deficientes auditivos e visuais?
    Um abraço

  • Daniel Martins

    Parabéns, bem esclarescido!

  • João Batista Carmello Junior

    Aqui em GRU, fora a TAM, q outras cias possuem o ambulift?

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=100001419305127 Murilo Giatti

    Lito, tudo certo?
    Muito boa a matéria! Mas gostaria de fazer um pequeno adendo…
    Você fez uma relação entre ponte de embarque e fingers que não está correta. Os TPS de GRU são do tipo Finger sim, e possuem pontes de embarque. Assim com CGH tbm tem ponte de embarque mas o tipo de TPS é do tipo Frontal como detalha esse site: http://www.answers.com/topic/terminal-fingers

    O TPS do tipo Finger é aquele que “invade” o patio, e não necessita obrigate pontes de embarque, não lembro de nenhum aeroporto agora, mas com certeza deve haver um que seja assim…

    Abração

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Valeu Murilo, o finger realmente é o que avança para o pátio e a ponte é de embarque (jet bridge), mas aqui no Brasil a maioria convencionou chamar a ponte de finger e o finger de terminal (apesar de a Infraero sempre informar o nome correto nos cursos do aeroporto). Por isso eu escrevi “pontes” entre aspas e fingers entre parênteses para que a maioria entendesse o que eu estava falando. 
      Abração, da próxima vez eu coloco um adendo no final do texto com o termo correto :)  

      • http://www.facebook.com/profile.php?id=100001419305127 Murilo Giatti

        Entendi! Não tinha notado esse detalhe… Mas isso é verdade, sempre ouço as pessoas falando isso errado, por isso escrevi sobre.
        Sempre aprendendo

  • Marcelo

    Muito obrigado! Bem esclarecido e respondeu todas as minhas dúvidas!

  • G14444

    Quais são as cias aéreas mais velhas?

  • Ju

    Bom dia , vc me tiroou do aperto…. pois irei viajar p NY c meu filho, e juro , pensei to perdida p carrega  lo ate o banheiro, afinal os WC sao apertados , mesmo ficando sentado proximo ou nos lugares reservados, assim ainda acho muiiiiito apertado.
    Mas quando chegar lah eu conto a experiencia a vcs.
    obrigada.

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Bom dia Ju, relate sua experiencia na volta. As facilidades (ou complicações) dependem muito da empresa aérea, não esqueça de informar antecipadamente as necessidades especiais do seu filho. Boa viagem.

      • Ju

        oi lito
        Ja liguei umas 20 vezes , pois somos passageiros RIP. , por tanto viajo em stand by, e te falo eles me falam q eh soh chegar e comunicar e eles providenciarao tudo, olha peco a Deus q seja vero.
        obrigada pela atencao
        ju

  • Lenilda

    bom dia,
    gostaria de saber se tenho que pagar algum valor a parte po esse serviços,e se no embraque tem pessoas especializadas e de prontidão para auxiliar no transporte do cadeirante em meu caso o cadaeirante tem 86 anos .

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Bom dia Lenilda, nenhuma taxa adicional é cobrada pela acessibilidade. Quanto ao pessoal disponível e de prontidão, isso depende da empresa área.
      Enviado pelo meu Android Gnex
      Em 19/01/2012 10:36, “Disqus”
      escreveu:

  • Beth Marge

    Achei formidável toda a explicação. Eu, sinceramente, fico muito constrangida em andar no colo, acho isso uma falta de respeito conosco cadeirantes, ainda mais comigo que já sou uma senhora “quase”idosa. Não pela idade, mas eu tenho, pela Constituição, o direito de ir e vir, e também constrangimento é pela Lei, considerado crime. 
    Viajarei para o exterior e estava muito preocupada com este acesso ao banheiro. Obrigada, foi muito esclarecedor.. 

  • Leila

    Existe assentos reservados para pessoas especiais?
    Leila Itabuna Ba

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Leila, não existe, todos os assentos são iguais. Existem macas que podem ser instaladas em condições especiais, mas os assentos não.

Topo