banner livro

Como uma falha de comunicação pode gerar acidentes graves

O vídeo a seguir é um exemplo claro do que pode acontecer quando há uma falha de comunicação entre a tripulação e o pessoal de solo ou quando procedimentos não são seguidos a risca.

Serve também para mostrar o quanto o local de trabalho ao redor da rampa de um aeroporto é perigoso e requer que você tenha sua atenção focada o tempo todo.

Acidentes acontecem num piscar de olhos, e as pessoas envolvidas (que você vai ver correndo no filme abaixo) nem sempre têm a sorte de voltar para casa vivos.

Cada empresa possui um procedimento próprio para comunicação entre o solo e o cockpit e quanto mais padronizado for o procedimento, mais seguro ele será.

Não tenho as informações sobre o que realmente ocorreu neste incidente do vídeo (apaguei o nome da empresa propositalmente), mas aparentemente o 747 seria rebocado para o gate pelo trator e enquanto o pessoal de rampa se preparava para colocar a barra de reboque, uma falha de comunicação fez com que os freios fossem “soltos” pelo comandante, ocasionando o movimento que terminou com a colisão com o trator.

_Solo pra cabine, aplicar freios.
_Freios aplicados, pressão normal.

Manter comunicação com o cokpit é essencial, a visão que o comandante tem do solo a sua frente é extremamente limitada por causa da altura da aeronave.

Clique aqui para ver o Filme caso não apareça abaixo

Outra coisa que todo mundo precisa ficar esperto é o tamanho das forças envolvidas nestes gigantes… o 747 por exemplo pesa 300 Toneladas na média – nem muito cheio nem muito vazio (isso mesmo… 300 mil quilos) e um trator desses do filme pesa “só” 20 toneladas e quando o avião se choca com ele parece de plástico…

Tags: ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo