banner livro

Do Electra ao Boeing 787

787 - Foto © Boeing Corporation

787 – Foto © Boeing Corporation

Em Fevereiro de 1986 eu começava a aprender [de verdade] as entranhas de um avião, era meu primeiro curso na VARIG em Congonhas. Quase 7 meses em sala de aula com muita base teórica de manutenção e eletrônica, sendo que o curso específico do L-188A Electra talvez tenha demorado 1 mês. Alguns anos depois do Electra, passei pelo “surubão” (apelido do curso em que a Varig dava três modelos de avião de uma vez só em um mês: 707, 737 [clássico] e 727). Mais alguns anos e aprendi o 747-400 pela Korean Airlines nas dependências da Transbrasil em Guarulhos.
O curso do 767 e 777 veio quando entrei na United por volta de 96/97. Mais alguns anos e foi a vez de aprender algo totalmente diferente, Airbus A330/A340 pela Air Canadá em 2005, quase 3 meses em Montreal com direito a simulador e tudo. Deu até para brincar de piloto, quem quiser ver está nesse vídeo antigo: Youtube (nessa época, meu apelido era smart….shhhh, não espalhem!).

Hoje eu e mais três colegas embarcamos para mais um curso na carreira, desta vez é algo tão diferente quanto foi o Electra para mim há tantos anos: O Boeing 787.
Projetos indicam que no inverno de 2015 ele estará por aqui diariamente, em rota regular Houston-São Paulo pela United, a primeira operadora americana do modelo.

Minha sede de aprender coisas novas nunca para, e sempre lembro do meu chefe Souza no setor de inspeção da VARIG:

_”Novinho, o saber não ocupa espaço

Mas o que gosto mesmo é de ter acompanhado a transformação da aviação, da era analógica para a digital, saber de onde surgiram as soluções que hoje são empregadas para os problemas que tínhamos, e a introdução de novos problemas que não tínhamos. Doido! Será por isso que continuo gostando dos meus discos de vinil e fitas cassete e também do iTunes e Spotify?

Deixo dois vídeos para adoçar a viagem, o primeiro tem legendas em Português, basta ativar.

Houston, here we go.

Até mais.

Tags: , , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo