banner livro

E se alguém encontrasse 20 Spitfires enterrados e preservados como zero desde 1945?

Acreditem se quiser!

Até 20 Mk Spitfires XIV Supermarine podem voltar ao Reino Unido cerca de 67 anos depois de terem sido enterrados em Myanmar (antiga Birmânia).

Spitfire MK IX em exposição no museu da TAM em São Carlos

O primeiro-ministro David Cameron disse ter um interesse pessoal em ajudar a retornar os ícones da Segunda Guerra Mundial para o Reino Unido, depois de saber que um agricultor de Lincolnshire passou mais de uma década procurando a localização exata das aeronaves.

David Cundall, 62, passou os últimos 15 anos procurando as aeronaves e finalmente confirmou a localização de pelo menos 12 Spitfires, que estão enterrados a 12 metros de profundidade próximo a uma pista usada na 2ª Guerra Mundial, ainda em seus conteiners originais de transporte.

Cundall ficou sabendo sobre as aeronaves enterradas em 1996 durantes conversas com um amigo sobre veteranos americanos que haviam enterrado seus caças na segunda guerra.

Depois de anos trocando informações com veteranos da campanha da Birmânia e implorando por informações, descobriu que os Spitfires, que haviam sido rejeitados em Agosto de 1945 como “excesso de material”, haviam sido enterrados.

“Spitfires são aeronaves maravilhosas e não deveriam estar apodrecendo em terra estrangeira,” Cundall disse em entrevista ao The Daily Telegraph. “Eles salvaram nosso pescoço na Batalha da Bretanha e deveriam ser preservados.”

As aeronaves foram enviadas pela fábrica para a base Birmanesa da RAF (Royal Air Force) ao final da Segunda Guerra, mas foram considerados como material excedente. Os comandantes da base então ordenaram que os 12 Spitfires fossem enterrados ainda em seus conteiners de transporte para evitar que caíssem em mãos erradas.

Duas semanas depois, os Estados Unidos lançaram a bomba atômica sobre o Japão, o que levou a rendição que pôs fim à guerra. Os Spitifires permaneceram enterrados desde então.

Em fevereiro último Cundall conseguiu ver os conteiners enterrados depois de inserir uma câmera através de uma pequena perfuração e as aeronaves aparentaram estar em excelentes condições.

“Eles foram encerados, enrolados em papel lubrificado e suas juntas calafetadas”, disse Cundall. “Eles estão praticamente em perfeito estado de conservação, como se tivessem acabado de sair da fábrica”

Cundall e seus apoiadores estão prontos para iniciar a escavação ao custo de £500.000 (libras), e a intenção é recuperar o máximo de aviões possível.

Atualmente existem 35 Spitfires originais em condições de voo no mundo, de um total de mais de 20.000 construídos.

Vocês conseguem imaginar o valor de mercado de Spitfire zero quilômetro, completo com rádio, armamento, motor virgem de fábrica e sem nenhuma deterioração? Meu amigo F. Schuler, fanático por Spitfires, provavelmente vai ficar em êxtase por meses.

Spitfire

Tags: , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo