banner pneufree.com

Faltam poucas horas para voar sem gravidade

Cheguei hoje em New York para fazer um voo interessante amanhã: O Zero-G flight.

A vinda do Brasil foi via Washington e de lá para cá vim de CRJ-200 (este da foto abaixo)

CRJ-200 United Express

A chegada em La Guardia foi a Visual Express para a pista 31, uma das aproximações mais bonitas de se fazer por aqui. A aeronave vem em baixa altitude paralela ao Rio Hudson, têm-se uma bela visão da Estátua da Liberdade, e segue nesta proa até avistar duas torres brancas altas (no través da 31 de JFK), quando muda a proa para seguir sobre a Long Island Expressway. Neste momento, quem está sentado na janela do lado esquerdo (meu caso), já avista o aeroporto de La Guardia e praticamente o mantém no visual até girar a base para final. Fiz uma sobreposição no photoshop da carta Jeppesen com a vista de satélite do Google Earth para dar uma idéia de como essa aproximação é bonita, voando a baixinho a 2500 pés.

Clique para ampliar

Após o pouso, quando taxiávamos para o gate, registrei o pouso do E-190 na Air Canada, uma bela aeronave:

Air Canada E-Jet pousando La Guardia

E mais a frente peguei quase de surpresa o objetivo da viagem estacionado ao fundo da imagem: O 727 da Zero-G

727 ao fundo

A ansiedade está grande para saber como é que a gente se sente quando anula a gravidade da Terra e “flutua”. Já preparei a Go-Pro que vai presa ao corpo o tempo todo, e a alimentação de hoje foi balanceada para evitar os esperados enjoos. Vai ser uma experiência e tanto.

Na volta, o raro exemplar de Electra em DieCast volta na bagagem. Até!

Electra PP-VJM

Tags: , , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
banner livro
Topo