banner livro

Fotos Raras – Boeing 707 da TransBrasil PT-TCP decolando trimotor

Procurei informações na Net sobre um incidente que aconteceu com um Boeing 707 da Transbrasil em 16 de Janeiro de 1987, mas não encontrei :(
Eu lembro até hoje de quando foi dada a notícia no Jornal Nacional, havia até uma certa incredulidade.

O que ocorreu foi que em um voo de São Paulo para Recife com 150 passageiros a bordo (*a confirmar a origem do voo, informação me foi dada por um ex-funcionário da Transbrasil que trabalhava nesta época na empresa), quando sobrevoava a cidade de Moreno (a 25 KM do destino), ocorreu um “flame-out” (apagamento) do motor 2 – esta era a única indicação que os pilotos tinham – e eles pousaram trimotor sem mais problemas.

Somente já no solo é que se descobriu que na verdade o motor não havia “apagado” em voo, e sim havia se desprendido da asa! Imaginem a cena do avião chegando para o desembarque sem um dos motores embaixo da asa.

O motor foi encontrado dias depois, pelo que me lembro em uma fazenda em Moreno, felizmente sem atingir ninguém nem nenhuma propriedade.

Gostaria de ter mais detalhes sobre o ocorrido, mas nem nos registros da ANAC há informações. Gostaria de saber se o motor havia sido trocado a pouco tempo, por exemplo. Ou se foi fadiga nos “cone bolts”. Se alguém tiver mais detalhes e quiser compartilhar, fique a vontade para comentar.

Depois de vários dias parado em Recife sem condições de ser reparado por lá, a Transbrasil decidiu trasladar a aeronave para Brasilia onde o serviço poderia ser feito, e ele foi trasladado sem o motor mesmo. Deve ter sido bem interessante a decolagem, e estas fotos abaixo são históricas.

Este mesmo avião deu PT (perda total) 5 anos depois, em Manaus (nesta época já convertido para avião cargueiro). Durante a decolagem, com o peso máximo acima do limite, o PT-TCP correu quase a pista toda e ao sair do chão não ganhou altura suficiente, batendo com o trem de pouso nas antenas de ILS da cabeceira da pista.
Ao retornar em emergência com problemas hidráulicos causados pelo choque, o trem direito entrou em colapso e a aeronave saiu da pista em alta velocidade, indo parar no mato ao lado. Não houve fatalidades entre os 4 tripulantes, mas o avião ficou sem condições de reparo.

Nota:Fotos sem informação de autoria, enviadas por Dariva.

Tags: ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo