Gabon Express – Caravelle e Avro ainda voando #video

Vídeo que o leitor Fabioferg enviou algumas semanas atrás.

Me lembrei muito da temporada que passei trabalhando lá no Zaire (atual Rep. Dem. do Congo). Hoje eu até enxergo com outros olhos a situação dos países por lá e entendo que é a única maneira de haver o progresso e desenvolvimento. É literalmente como uma volta ao passado.

Onde mais veríamos Caravelles e Avros ainda voando? Na Africa, os aviões devem se sentir orgulhosos de ter mais uma chance de vida, indo ao limite de uso de seus projetos…impressionante.

Atenção à fumaça expelida pelo motor 1 do Caravelle durante as filmagens aéreas e até no pouso, quando o reverso é acionado…”deve ser a cebolinha do óleo ou o burrinho do freio” diria o mecânico da esquina..ahahhaah.

Tags: ,

Sobre o Autor

Um técnico com bom senso :) 28 anos de aviação comercial, de Lockheed Electra a Boeing 787. Um DJ eclético, não profissional. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
  • Ricardo Dias

    Fantástico esse vídeo! Lito, você tem idéia do que seria a causa dessa fumaça?

    • Paulo

      Também tenho curiosidade sobre a causa (ou a possível causa) da da fumaça. Dá pra ter uma idéia de quanto eles forçam o limite de uso desses aviões…

    • http://www.avioesemusicas.com Lito

      Algumas coisas podem causar a queima ineficiente do combustível, como injetores carbonizados, fuel control unit desajustado, etc. Um outro fator (que parece ser o caso na filmagem) é vazamento de óleo no rolamento traseiro do eixo da turbina. 

  • Goytá

    Eu nunca tinha visto um Caravelle em voo. Sim, peguei o tempo deles, mas não cheguei a viajar num deles, e quando tive idade para reparar nos aviões, eles não estavam mais voando. Vídeos deles são raros, então só hoje pude ver. Que elegância de formas e de operação! Lindo!

    Em compensação, viajei um monte de vezes nos Avro da Varig, que até meados dos anos 70 cobriam boa parte das rotas domésticas da empresa. Desse não tenho saudades. Vibração demais, barulho demais, lerdeza, desconforto… O único caso que tive até hoje de enjoo de movimento (tendo que usar o famoso saquinho) foi num Avro.

    E nem é bom pensar em quantos DC-3 estão voando ainda na África, hein Lito? Bem, mas pesquisei rapidamente sobre a Gabon Express e ela encerrou as atividades em 2004. Esse vídeo foi, então, gravado entre 1998, quando a empresa começou, e 2004. Então, não sei se ainda dá para ver Caravelles na África. De toda forma, é certo que lá eles voaram mais tempo que em qualquer outro lugar.

    Mas que tristeza que dá… O Gabão nadando em petróleo, mas só uma meia dúzia ficando rica com isso e o resto do povo nessa pobreza… Zaire/Congo, Guiné Equatorial, Angola, Zâmbia, Nigéria, África do Sul, mesma coisa, tanta riqueza e tanta pobreza junta… Não que aqui seja diferente, mas lá a coisa é muito mais extrema e dramática ainda… :-(

  • Carlostmotta

    Lito, o primeiro avião, parece ser.um Andover, versão vitaminada do 748. O caravelle ta enxuto, só trocar a cebolinha do nr 1.Interessante é a aterrisagem, com a reversão transforma o avião em uma locomotiva.

  • Andre Sencioles Vitorio Olivei

    E a frota da Buffalo Airways então? hehehe
    http://buffaloairways.com/aircraft-fleet

    Para quem quiser acompanhar o dia-a-dia deles:
    http://www.icepilots.com/

  • http://proaideal.blogspot.com Sander

    Eu ouvi um boato ha uns dias astras sobre os 727 deixarem de operar no Brasil, pois todos eles estariam chegando nos seus limites operacionais e, por tanto, a ANAC nao revalidaria os certificados desses avioes.
    Ate onde isso e verdade eu nao sei, mas eu ficaria muito triste se nao pudesse mais ver esses avioes voando pelo Brasil.

    • Goytá

      Eu já morro de saudades do 727 como avião de passageiros… Sempre foi meu avião favorito de viajar. Fiz meu último voo de 727 dez anos atrás, e já teve que ser fora do Brasil: de Detroit para Chicago, num 727-200 da United, um voo breve (40 minutos) mas muito bonito, com direito à belíssima travessia do Lago Michigan, um vasto tapete azul-acinzentado cintilante ondulado pelo vento e refletindo o sol, ficando cada vez mais próximo à medida que o avião se preparava para pousar em O’Hare. E ainda dei sorte nisso, porque a United aposentou seu último 727 uns dois meses depois. Ah, aquela decolagem possante, aquela estabilidade em voo, aquela rapidez, a vista inigualável das poltronas da frente… [suspiro]

  • Alexandre A

    São trechos do DVD DA AIR GABON, a empresa não voa mais, o Caravelle foi abandonado por lá e não sei que fim levou os HS748, mas que é bonito é! Muito bonito…

    • Alexandre A

      Desculpe o lapso é GABON EXPRESS e nao AIR GABON.

  • Gustavo Pilati

    Interessante também o fato de que na filmagem do pouso (7:10) os speedbrakes e reverso são acionados antes do toque. Operação Camboja :P

  • Josevaldo

    Eu acho esse 
    Caravelle muito bonito até hoje, eu imagino como foi na epoca em que foi lançado, devia ser uma coisa sensacional…

  • Caetano Balvedi

    Lito, eu tenho este dvd muito bom….La Belle Caravelle !!! 

    Pai do Condorde e Avô dos Airbus.

    Sds

    Caetano

  • http://www.facebook.com/people/Denilson-Carlos-Pereira-Carlos/100001484127335 Denilson Carlos Pereira Carlos

    “O mais emocionante nestes aviões antigos é que eles exigiam que fossem pilotos para pilotá-los”. (para um bombom entendedor um pingo é letra)

  • http://pulse.yahoo.com/_ZPNQMUJG3AXCY33W25ADWBSV7E Alexssandro

    Não me preocuparia a idade se as condições de manutenção fossem boas. Apesar da pista e provavelmente da falta de instrumentos o pouso do caravelle a 08:30 foi extremamente suave.

  • http://www.facebook.com/leandro.moron Leandro Pereira

    Nossa, o som desses RR Dart são incríveis. Lembro até hoje da operação do F-27 em Bauru pela TAM. Som inconfundível.

    Quanto ao Caravelle, ainda acho aquela frentona dele a mais linda de todos os aviões rs. Se pudesse juntar essa frente com as asas e empenagem de um 727, teriamos um avião pitoresco rs.

  • Fabioferg

    Eu gosto de assistir a um vídeo sobre pilotos de garimpo voando aqui no Brasil, são pistas clandestinas no meio da selva e todo tipo de risco, pelo menos três videos relacionados a este me chamaram a atenção:
    O de um piloto de bandeirantes que voa nos garimpos.
    Um 727 operando em pistas de terra em garimpos da África.
    E os DC-3 que voam na Colombia.

    Vou tentar “garimpar” os links pra vocês.

    Feliz natal a todos!

  • http://www.facebook.com/rndomingues Rodrigo Domingues

    Que sinfonia é esse motor do Caravelle!! Coisa linda!

  • Mariel Fonseca

    Tenho esse DVD da Just Planes e pesquisei bastante sobre essa companhia. Segundo o que li ela pertencia ao franco-congolês Robert Sobeck, que inclusive pilota o Caravelle no DVD. A Gabon Express desde o início de sua operação estava envolvida em esquemas de corrupção de autoridades aeronáuticas e as aeronaves estavam registradas em outro país de modo a fugir da fiscalização do Gabão.

    Além disso havia uma série de irregularidades. Isso sem falar na manutenção inadequada e na negligência de autoridades aeronáuticas congolesas corrompidas por Sobeck. O HS 748, caiu no mar em junho de 2004, logo após decolar de Libreville. O HS 748 estava sem uma bomba hidráulica em um dos motores e sem um gerador no lado oposto. O avião teve uma pane em um dos motores (o que estava sem bomba hidráulica) e tornou-se impossível controlá-lo. Sobeck foi preso, juntamente com algumas autoridades congolesas, mas parece responder ao processo em liberdade. O caso teve grande repercussão no Gabão e permanece impune até hoje.

  • Mariel Fonseca

    Ah, esqueci de dizer, mas até consegui contato com um co-piloto da Gabon Express (o que faz um walk around no HS748 logo no começo do DVD) no Youtube, depois que postei o vídeo em que ele aparecia (já removi do Youtube depois que a Just Planes reclamou direitos autorais e solicitou gentilmente que retirasse). E ele contou que a coisa lá era realmente meio louca em termos de manutenção, algo no estilo que o Lito contou nas aventuras com o Electra na África.

Topo