banner livro

Gosto de voar

Voando
Gosto dos tons de azul da altitude,
Gosto dos tons de azul do céu encaixando-se no azul diferente do mar
E gosto da aura branca que os separa
Gosto do flare que o brilho do sol faz na nossa íris
Gosto dos sopros da natureza chacoalhando de vez em quando só pra mostrar quem é que pode mais
Gosto do ruído do ar se arrastando pela lateral de metal a 900km/h
Gosto da terceira lei de Newton mantendo mais de 400 toneladas flutuando
Gosto de perceber que sei exatamente o que cada pedaço da máquina está fazendo naquele momento
Gosto de pensar nos caminhos que o ar está fazendo ao ser engolido pelo motor
Gosto da sensação da liberdade total de saber tudo e não ter controle de nada
(Quando a gente é totalmente livre fica sem o controle da vida?)

Vôo Noturno
Gosto da escuridão da altura da noite
Gosto do azul escuro do horizonte se pondo na sua hora e forrando o laranja como um manto
Gosto do reflexo na janela e do cinza escuro das nuvens que iluminam-se por baixo
Gosto da cor de mercúrio alaranjado das luzes das cidades

Olhando assim essas duas fotos não parece que a ida é colorida e mais alegre?
Mas eu vejo aquela faixa azul da noite da volta como um sinal de que um novo colorido virá, e uma nova ida :)

Gosto de voar, e depois de mais de dezoito anos voando pelo mundo, ainda sinto-me a mesma criança olhando pela janela e admirando tudo, e pensando que lá embaixo tem gente pensando em voar.

Ouvindo: Cassia Eller – Luz dos Olhos

Tags:

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo