banner livro

Humm, estranho isso.

Lembram do A340 da Emirates que sofreu danos na decolagem lá na Austrália? Então, os pilotos daquele voo “pediram demissão”.
O porta-voz da Emirates confirmou a informação de que eles “pediram demissão” e se negou a dar maiores explicações.
A aeronave (A6-ERG) continua na Australia depois de ter sido seriamente danificada na decolagem da pista 16 que tem 3660m de comprimento. Há reportes de que além do Tail Strike, algumas antenas no final da pista também foram atingidas. Após a decolagem a aeronave seguiu para uma área de alijamento de combustível durante 30 minutos e então retornou a Melbourne.
Nenhuma informação sobre as possíveis causas do acidente foram liberadas, embora o orgão australiano de investigação não trabalhe com hipótese de falha de um dos motores como foi inicialmente divulgado.

hummm, porque será que os pilotos “se demitiram”? Que erro operacional podem ter causado para o tail strike? Não lembro de ter visto antes pilotos se demitirem durante uma investigação….

Tags: ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo