banner pneufree.com

iPad a bordo do cockpit na American Airlines

A American Airlines deu início a um projeto piloto que pretende introduzir o tablet da Apple na cabine de comando de seus aviões.

O iPad está em uso nos voos da AA que partem de Los Angeles rumo a Tóquio, no Japão, e a Shanghai, na China. Para testá-lo, a American Airlines precisou de uma autorização especial da FAA. Originalmente, o iPad é considerado um aparelho “classe 1”, que deve ser desligado durante as decolagens e os pousos. Somente os pilotos poderão utilizá-lo durante todo o tempo em que estiverem na aeronave.

“Os iPads permitem que os pilotos baixem atualizações, em vez de ficar esperando por revisões de papel nos documentos que precisam depois ser impressos e distribuídos”, comenta Hank Putek, líder do comitê de segurança do sindicato de funcionários da AA. De acordo com ele, o aplicativo desenvolvido especificamente para o tablet traz todas as informações sobre a rota do voo.

E já que o motivo alegado para a adoção do tablet é a diminuição de papel, ao trocar 15 quilos de papel por 600g de iPad, a empresa diminui o peso da aeronave. No fim do ano, vem uma economia de 1 milhão de dólares na conta de combustível.

O bolso e meio ambiente agradecem.

Nota do Lito:
O iPad já está em uso faz algum tempo na aviação particular e executiva e a Jeppesen (fornecedora mundial de cartas de voo) já possui aplicativos online há muito tempo. O FAA vai aprovar e homologar o uso do iPad e é bem provável que substitua os atuais EFB (Electronic Flight Bags), que apesar de terem muito mais funções, custam uma bala perto do iPad.

Aqui uma foto de um iPad instalado no painel de um Piper Cub:

 

Tags: , , ,

Sobre o Autor

Espaço dedicado aos textos dos leitores do AeM que colaboram com artigos de aviação.
banner livro
Topo