banner ad

Isto é simplesmente sensacional! Realidade aumentada para pilotos

Uma startup chamada “Aero Glass” está desenvolvendo (o vídeo mostra) uma das melhores ferramentas de realidade aumentada já imaginadas para a aviação geral. Eu achei Duca!

Quando dirigimos um carro, nós vemos as placas na estrada e carros em sentido contrário, mas quando pilotamos um avião, seguimos por uma “aerovia” invisível e o tráfego muitas vezes é difícil de enxergar a menos que haja proximidade, e obviamente visibilidade.

Agora imagine se um aplicativo para ser usado no Google Glass (ou outro dispositivo heads up) pudesse desenhar as aerovias, o tráfego, o terreno, os auxílios de navegação, o aeroporto… e tudo isso independente das condições visuais!

Pois é o que a Aero Glass promete para daqui a pouquíssimo tempo. No produto que 200 pilotos estão testando, já estão disponíveis aeroportos, waypoints, tráfego ADS-B, rota do plano de voo, aerovias e pontos geográficos de interesse (cidades, vilarejos, pontos de navegação visual).

Os pilotos militares de caça já contam com algo parecido em seus capacetes de centenas de milhares de dólares, mas a tecnologia da Aero Glass vai estar disponível para o piloto privado, em 3D e 360°, independente da visibilidade.

As futuras gerações do aplicativo contarão ainda com elevação do terreno, procedimentos de chegada/saída, cones de ILS, NOTAM, GPWS em 3D e obstáculos…é o sonho de qualquer piloto do mundo! Nunca usei tanta exclamação em um texto.

No vídeo abaixo dá para perceber que o piloto tem disponível uma cadeia de informações, desde o espaço aéreo restrito, a rota completa para o destino e até o checklist.

Akos Maroy, um dos desenvolvedores, diz: “Ao invés de olhar para os instrumentos e fazer vários cálculos mentais, basicamente você terá todas estas informações projetadas sobre a realidade a sua volta, e você pode escolher o quanto de informação pode estar disponível aos seus olhos“.

Resta saber como será feita a atualização de mapas e o Nav Database, e quanto vai custar a assinatura do serviço.

Esta tecnologia parece ser um daqueles “game changer” para a aviação particular – para a aviação comercial ainda são outros quinhentos.

Tags: , , , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
  • Danilo Araujo

    Nossa que fantástico Lito.

  • Marcos

    Joselito,estou extasiado !!!

  • Cristian Smidt

    Eu havia escutado falar desse equipamento esta semana! Espero chegar rápido ao mercado, acho que tem um grande potencial para aumentar a segurança e a capacidade do espaço aéreo.

  • Não tenho nem ideia de quantos acidente serão evitados com isso, principalmente os casos de CFIT e LOC-I…

    Mas uma coisa é certa, demora um pouquinho para chegar aqui!

    • CLAUDIO LEIVA

      Quando são produtos e serviços de empresas privadas pode ter certeza que sai muito rápido. Se fosse depender de governo e tal ai seria outros quinhentos.

      • kleber peters

        Bom, acredito que dependa do governo para homologação.

  • Raphael Eduardo

    Ser capaz de navegar em condições adversas, me lembrou um sistema que a FedEx usava/usa nos MD-11 para operações em condições desfavoráveis. Sabe algo a respeito deste sistema Lito?

  • muito interessante…

  • Fabio Potter Marchi

    Bárbaro…já compartilhei no FB…parabéns!!!

  • Mucio Brettas

    Com certeza, aumentara ainda mais a segurança das aeronaves.

  • Alexandre Lehmann Holzhey

    A idéia é espetacular! E a apresentação visual da informações também! Mas fico com dúvidas, tipo: de onde vem as informações? Exemplo: o aparelho possui GPS próprio ou utiliza o existente na aeronave? O cone do ILS, será baseado em GPS ou no receptor ILS da aeronave (ou possuirá um próprio)? O tráfego, será com base em transponder próprio, da aeronave ou utilizará um FR24 da vida (acho difícil)? No site, não entram muito nestes aspectos mais técnicos.

    • Bruno Rocha

      As informações vem do próprio avião. Ele apenas as mostra de uma forma mais acessível e direta, intuitiva.

  • fabriciobatera

    Sensacional mesmo !!!

  • Hobbes

    Sou leigo na aviação, mas não seria melhor que o dispositivo utilizasse o próprio painel da aeronave pra projetar as guias? Tenho a sensação de que seria mais comodo e distrairia menos, além de facilitar o uso pra aquelas pessoas que usam óculos de grau.

    • Bruno Rocha

      Geralmente é usado a forma mas intuitiva. Provavelmente será por gráficos ou imagens similares. Dá pra ter uma boa ideia habilitando coisas parecidas num simulador de voo.

      O aparelho receberá essas informações da própria aeronave e do GPS da mesma. Nada estará “no aparelho”. Ele é apenas um meio mais intuitivo.

  • Cassio

    Sou totalmente leigo na questão de pilotar uma aeronave… trabalho no operacional. Mas putz, parece ser um baita avanço… muito top pilotar dessa forma.

  • Pedro Santos

    Bom…
    É realmente um conceito, relativamente, inovador em 100% do seu funcionamento.
    Hoje em dia, por exemplo, os capacetes dos pilotos dos caças F18, F16, F22 já têm o HUD transmitido na viseira, bem como também já não é conceito para motociclista com o Skully AR-1.
    O importante é trazer o máximo de informação, útil, para os olhos do piloto sem “engarrafar” a sua visão sem que ele possa tenha necessidade tirar os olhos e afetar a sua concentração no vôo. Digamos que é misturar o IFR com o VFR.

  • João Matheus

    Caraca!!! Pena que o brinquedo irá ser para poucos rsrsrs

  • Nano Gennari

    Eu considero uma idéia muito boa, estava meio cético desse projeto quando eu ví o primeiro vídeo pois me parecia que eles estavam querendo usar o google glass (o que seria totalmente inadequado pois o glass tem uma pequena telinha no topo do ângulo de visão), mas neste vídeo eles estão usando uma plataforma mais adequada (não conhecia este equipamento de AR da Epson).

    Eu só acho que a tecnologia não está exatamente no ponto certo no quesito de rastreamento de movimento da cabeça, o que é uma pena pois muitas da funções propostas dependem muito disso, mas eu acredito que estamos a poucos anos de ver algo do gênero funcionando 100%.

  • João Francisco De Amorim Junio

    na primeira vez que vi pensei que era fake

  • Démerson Polli

    Eu achei muito bacana a idéia. Gostaria de ver algo semelhante para automóveis… algo como um GPS integrado a um óculos… com informação de trânsito… seria muito útil, ainda mais em grandes cidades como São Paulo e Rio de Janeiro.

Topo