banner ad

Lançamento da Space Shuttle de um ângulo que você nunca viu. Estonteante. Audio original #video

Este é um dos vídeos mais sensacionais que já assisti, o lançamento de uma missão espacial filmado com GoPro presas nos tanques de combustível sólido.
Todo o som é original, apenas masterizado com melhor qualidade. Acompanhem a velocidade no canto superior do clip, vejam o momento em que a nave fica supersônica e depois quando sai da atmosfera.

SENSACIONAL, sem palavras pra esse vídeo.

Tags: ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
  • Ines MXC

    Nunca imaginei q poderia ver o voo deste jeito. Viagens espaciais foram minha primeira paixão. Eu amo as imagens do Saturnos e dos Apolos saindo das plataformas !!! Valeu, Lito!!!

  • Márcio

    Nossa, a nave chega a fantásticas 2.900 mph, é isso mesmo? Realmente impressionante! 

  • Esse vídeo é realmente estonteante…
    A algum tempo atrás quando eu assisti a este vídeo eu deixei carregando um outro sobre a história dos DC-3, lá pelas tantas, no final do vídeo, ao pousar na água, esse vídeo do DC-3 disparou e comecei a escutar um camarada contando a histório do avião (eu continuava assistindo ao vídeo da Space Shuttle)…
    Levei um tempo até entender que era outra coisa rodando em background, porque a maioria das coisas que eram ditas fazia sentido…
    kakakaka…

  • Molinaarnaiz

    joselito numa das  minhas viagens  a  orlando, eu tive   o prazer de  ver  um lançamento desses  ,,e realmente  fantastico., o  voo seguinte  foi   o fatidico  que  explodiu, molina

  • Caraca Lito!  Que postagem espetacular!!!!!     no mesmo dia ver o cockpit do 777 explicado por ti e dpois um vídeo desses!   Muitooo booomm =)   Parabéns!     

  • Caraaamba! Depois desse video eu nunca vou contestar a resistência a choques e impactos de uma GoPro! Se ela resistiu a uma decolagem do Shuttle, à passagem ao voo supersonico e a volta à Terra é porque é realmente muito boa!
    Animalesco, show o video!

  • aislanmo

    Achei impressionante o vídeo tambem! Achei interessante que quando o tanque faz o “estol de badalo” a velocidade reduz consideravelmente, e após vai ganhando velocidade de novo absurdamente, até quando entra novamente na atmosfera e começa a perder velocidade mais uma vez… show de mais!! 

  • Sem comentários. Só lembro de minha namorada dizendo assim: “Caaara ! que foi que você estava assistindo porque eu fiquei ti observando daqui e você estava com boca aberta e olhos arregalados, cheguei a desconfiar que estivesse  passando mal”. 

    OBRIGADUUUUUUUUUUUU     PELA POSTAGEM.

  • Goytá

    UAUUUUUUU!!!!

    Dica: quem tem placa de vídeo da AMD (Radeon) deve assistir no Internet Explorer 9. Odeio o IE e só o uso em último caso, mas eu estava com problemas para capturar o vídeo (lógico que eu baixei!) e quis testar em outro navegador. Para minha surpresa, a qualidade de imagem foi muito melhor, porque além de o IE 9 já usar mesmo aceleração por hardware, a última versão do Catalyst instala um plug-in da AMD (SteadyVideo) que melhora dramaticamente a qualidade dos vídeos. Tenho uma HD6850. Isso full-screen num monitor IPS de 23″ ficou ALGO!

    E caramba, essa GoPro topa qualquer parada! Alguém já filmou uma explosão nuclear em close com ela? :-)

  • Sensacional o vídeo! Impressionante!

  • Lucas

    Eu achei que a velocidade ai seria muito maior, a de escape nao é uns 10km/s? tava achando que isso ai ia chegar a uns 3-5km/s

    • Pra escapar tem que ser maior que a aceleração da gravidade, que é 10m/s™
      Joselito Sousa
      http://www.avioesemusicas.com

      Enviado pelo meu Android Gnex
      Em 22/03/2012 16:41, “Disqus”
      escreveu:

  • Zói louco por avião

    e aqueles tanques que se desprenderam, vao ficar navegando no espaço ????

    • zói louco por avião

      ignorem essa pergunta….rsrsrs

  • zói louco por avião

    quantas toneladas pesa um tanque desses?? e como eles tem certeza que vao cair no mar…

  • Rafael arienti

    O que é MPH?

    • Goytá

      Milhas por hora.

  • Skydiver69br

    Robotsssss , animalllll estas imagens , o som , tudo , vou compartilhar , abraço irmaozaooooo…….

  • Enderson Rafael

    Lito, nunca entendi uma coisa: se a nave precisa rolar para alcançar a máxima pressão dinâmica (whatever that means), por que o PAD já não a deixa na posição correta pro lançamento?

    • Porque a densidade do ar se altera conforme a altitude aumenta. É preciso livrar logo a atmosfera para diminuir a resistência, mas depois é preciso girar para se manter o mínimo controle aerodinâmico para escapar.

      Lito
      http://www.avioesemusicas.com
      Via mobile
      Em 02/07/2015 21:36, “Disqus” escreveu:

      • Enderson Rafael

        Uma vez estive lá no Cabo dias antes de um lançamento, e tentaram me explicar lá e também não entendi. Fico frustrado com essa giradinha que a nave dá logo após decolar… hahah

        • Gustavo Oliveira

          Que eu saiba essa giradinha dela tem somente a função de deixar as antenas e os sensores alinhados para uma recepção e transmissão de dados melhor para o controle da missão. Mas nada oficial. Se eu achar isso escrito eu posto a fonte.

        • Mitchel

          Assim como eu, vcs vão se impressionar com o motivo para aquela giradinha.
          Geralmente as coisas são mais simples do que imaginamos.
          No vídeo a seguir o prof Aaron Cohen, que foi gestor de projeto do Space Shuttle Orbiter, explica em uma aula do MIT o porquê da giradinha com um causo muito legal do Russo Buran, e o prof Jeff Hoffman, que foi astronauta, completa a explicação até os 54:06 min.:

          https://youtu.be/xJ2H06sseLM?t=51m43s

          1- Resumindo, a giradinha logo após a decolagem é para atingir a atitude correta (posicionamento). Inicialmente o space shuttle fica encaixado numa posição “errada” porque o pad de lançamento usado foi feito para o Apollo, e não permite o encaixe perfeito do Shuttle.

          2- Durante a subida, o shuttle continua subindo inclinado também para alívio de stress estrutural, já que o empuxo dos motores + foguetes não é simétrico em relação à todo o conjunto (combinado com o que vcs falaram da pressão dinâmica).

          3- Conforme a trajetória vai se curvando mais, é mantido o shuttle de cabeça para baixo para facilitar as comunicações (visada com antenas como o Gustavo disse), já que o tanque e os foguetes são naturalmente obstátulos a mais.

          Bacana né?!

          PS.: De outro mundo essa situação… sujeito vai pra faculdade ter mais uma aulinha e o professor é um ex-astronauta e os convidados ao longo do curso são ex-NASA, aí sim hein!

          • Enderson Rafael

            Totalmente excelente! Muito obrigado!

  • Bruno Nascimento

    Eu também recomendo esse vídeo do ”salvamento” das SRB, fantástico. youtube.com/watch?v=Gbtulv0mnlU

Topo