banner livro

Mecânicos versus Pilotos

Um dos leitores desse blog fez uma pergunta sobre a “desvalorização do profissional em manutenção (mecânico), e isto ocorre dentro das empresas, oficinas e mídia). Respondi que lentamente essa desvalorização vem mudando e por acaso ontem li no flight global sobre uma mudança que está sendo requerida nas investigações de acidente. As questões que estão colocando é que após um acidente, os investigadores têm acesso a quantas horas o piloto dormiu na noite anterior, horas de vôo, treinamento, etc. Mas a parte dos mecânicos, que é tão ou mais importante não é tão levada em consideração na investigação. O que adianta ter um piloto descansado no cockpit e um mecânico fatigado consertando uma pane de autopilot? É o reconhecimento da profissão vindo pouco a pouco.

Tags:

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo