banner pneufree.com

Mundo Louco

Na última semana o valor de mercado das empresas aéreas caiu pela metade! Ou seja, como há uma bolha especulativa inflacionando o petróleo e os alimentos em escala global, os investidores estão vendendo tudo que podem de ações de empresas aéreas temendo uma recessão. Para se ter uma idéia do quanto as ações caíram, juntando as 14 maiores empresas aéreas do mundo (incluindo TAM e GOL), o valor de mercado total combinado é de 33 bilhões de dólares mas essas empresas geram vendas anuais no valor de 133 bilhões!!!!  o Yahoo por exemplo, está com um valor de mercado de 38 bilhões e no entanto a receita anual do Yahoo é de somente  7 bilhões!!  Dá pra entender??

Até dá… vou fazer uma previsão: Os carinhas que estão especulando com o valor do petróleo, vão segurar lá em cima até os EUA entrarem em recessão. Aí, vão comprar o que puderem de ações de empresas aéreas por um valor miserável de baixo e vender tudo que têm de ações de petróleo (afinal, com a recessão a demanda vai cair juntamente com o preço) e com o valor do combustível caindo as empresas aéreas que estão todas enxutas vão passar a ganhar rios de dinheiro, e assim os especuladores não perdem nunca.. só brincam com a vida de milhões de pessoas.  Fácil né?

Enquanto isso, aqui no Brasil, enquanto as aéreas internacionais querem aumentar a oferta de passageiros com aviões maiores (Air Canada e United com Boeing 777) a Infraero está tentando vetar a  vinda desses aviões por “falta de espaço” para estacioná-los em Guarulhos. No entanto, todos podem ver uma grande obra que foi iniciada ano passado no auge da crise aérea totalmente parada por falta de pagamento. Ou seja, a obra iniciou, fechou uma das taxiways e não terminou, portanto há MENOS espaço hoje do que no auge da crise aérea. Cadê o Jobim pra ver isso?

Tags: , , , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
banner livro
Topo