banner livro

Museu Aeroespacial (MUSAL)

Olá a todos amantes,profissionais e curiosos sobre aviação, me chamo Rui e sou mecânico de aeronaves, trabalho com o Lito na United em GRU.
Esse é meu primeiro post, então me perdoem por qualquer falha. Vou escrever um pouco sobre o Museu Aeroespacial localizado no Campo dos Afonsos, cidade do Rio de Janeiro. Na minha opinião é um programa imperdível para quem gosta de aviões.
O museu fica na Av. Marechal Fontenelle, 2000 – Campo dos Afonsos, bairro Sulacap. Chegamos (eu, esposa e meu amigo Enrique) ao Rio no Aeroporto do Galeão e não conheço as linhas de ônibus para lá, então fomos e voltamos de táxi, pois é um pouco distante de GIG. A entrada é franca, basta deixar o nome e identidade na portaria. O museu estava em recesso, portanto não havia guias nem monitores para dar-nos maiores detalhes. Antes de chegar aos hangares principais estão expostos aviões das decadas de 10,20 e 30. Depois você passa por várias salas e salões com exposições sobre Santos Dumont, busca e salvamento, armas, 1º Grupo de Aviação de Caça , EMBRAER, etc. A seguir vem a melhor parte, são 5 hangares repletos de aviões. São mais ou menos distribuidos por categorias (caça, tranporte, instrução, etc). Alguns exemplares são únicos no mundo, existem também protótipos como o do Bandeirante e do AMX. A grande maioria são de aviões militares que operaram na FAB, mas também existem alguns aviões comerciais como o Electra nas cores da pioneira. O grande problema do MUSAL é a falta de espaço para acomodar as aeronaves, por isso algumas estão expostas sem proteção no pátio externo sujeito as interpéries.         Existem outras aeronaves desmontadas ou sendo restauradas aguardando espaço para exposição. Segundo informação de uma pessoa que trabalha lá, existe previsão para construção de um novo prédio até 2014 o que praticamente dobraria a capacidade do museu, vamos esperar!

HS 748 Avro, designado na FAB como C-91

Apesar de tudo, é impossível não ficar maravilhado vendo alguns aviões que você está acostumado a ver somente em revistas de aviação e filmes como por exemplo: P-47 Thunderbolt, P-40 Warhawk, C-46 Commando, DC-3, Vickers Viscount, Catalina, Electra, F-104 Starfighter e muito mais. O museu poderia ser um pouco melhor iluminado, e precisa de mais espaço urgente, mas no geral é um ótimo passeio e recomendo a todos.
No dia da minha visita uma nova aeronave estava chegando para ser montada e preparada para exposição, é um protótipo do EMBRAER CBA-123 Vector que logo deve estar exposto além de um Junkers Ju-52/3m que está chegando de Portugal. Mais informações no site www.musal.aer.mil.br
Para fechar o dia com chave de ouro, volta pra casa GIG-GRU a bordo do triple seven levinho, levinho e subindo como um foguete… bom né!
Até a próxima e abraços.

Rui

PBY-5A Catalina, designado C-10A na FAB

Tags: , ,

Sobre o Autor

Espaço dedicado aos textos dos leitores do AeM que colaboram com artigos de aviação.
Topo