banner livro

O que é aquela névoa no motor?

Antes de sair de férias, deixei um vídeo nesse post que mostrava um teste de motor de um Boeing 767 em alta potência em que dava para ver bem a névoa que se formava na entrada de ar. Alguns comentários tentavam explicar o motivo da névoa e um deles questionava onde estaria o cara que filmou, já que pela distância dava a impressão que o indivíduo seria sugado.
Em relação à distancia da entrada de ar do motor, coloco abaixo um desenho retirado do manual de manutenção da própria Boeing que mostra a distância mínima que se deve ficar de um motor na potência de decolagem:
inlet-hazard
Como se pode ver, uma distância de 9 metros já é sufucientemente segura, embora na vida real nós mantemos uma distância muito maior por preucação. Muito maior mesmo!

Para explicar a névoa dá muito mais trabalho, já que não achei nenhuma fonte com um desenho de um difusor para usar na explicação, então acabei fazendo um desenho meio tosco em cima de uma figura do manual de manutenção. Alguém já tentou desenhar uma curva usando o Photoshop? Pois é, pra quem não sabe não é nada fácil..hehe.

O que acontece na entrada de ar um motor Turbofan é o seguinte (ver figura):

 A forma da entrada de ar pela parte interna é curva (nem tanto quanto o que eu desenhei, mas é o que deu pra fazer), como se fosse a parte de cima de uma asa. Essa forma de aerofólio causa uma rápida aceleração do ar e também uma compressão desse mesmo ar, aumentando sua temperatura. Uma fração de segundo depois dessa aceleração, ocorre uma rápida expansão do ar através da desaceleração por difusão antes de passar pelas fan blades (o primeiro estágio de palhetas). Essa expansão rápida causa uma perda de pressão dinâmica com diminuição de temperatura. Será que dá pra perceber isso olhando a figura abaixo? A diferença de temperatura entre o ar externo e o que é desacelerado causa a névoa e isso independe de o dia estar húmido ou seco. 

inlet-side  

Como a quantidade de ar que pode ser ingerida com o avião parado é limitada, pode ocorrer de faltar ar na entrada (a névoa se torna totalmente branca) e ocorre um surge (stall de compresor), que pode em muitos casos danificar completamente o motor.

Tags:

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo