banner pneufree.com

O piloto tem controle das rodas do avião durante a decolagem? Pode fazer curva? #perguntas

Olá! Sou amante da aviação, mas não trabalho na área….Através do Google conheci este site e achei muito interessante!!
Gostaria de fazer uma pergunta também rsrsrs…..
O que significa “não ter teto” ou “falta de teto” em aviação? (tenho uma idéia, mas gostaria de uma explicação sua ok) Posso fazer mais uma? Quando o avião vai levantar vôo ou aterrissar, o piloto tem o controle das rodas do avião, como num carro? Ele pode fazer curvas, corrigir o rumo na pista quando aterrisa etc….
Muito obrigado e acabaram de ganhar um fã do site!
Abraços!!! Jorge Henrique

Olá Jorge, impressionante como o mundo da aviação gera curiosidades não é mesmo? Afinal são tantos termos (certos e errados) tratados pela mídia, que não tem como não ficar com uma dúvida.

O que é o “Falta de Teto”?
O “teto” é uma altitude de visibilidade chamada de “Altitude de Decisão” (decision height). Existem categorias de teto e você pode ler mais sobre isso neste post, mas resumindo bem para leigos seria assim (lembrando sempre que existem muito mais definições e regras):

O teto seria então a menor altitude possível de voar até aparecer a pista na frente do mr. Magoo (por exemplo, em Categoria 1, a altitude mínima seria 200 pés (60 metros) e uma distância horizontal para avistar a pista de 550m, ou seja, se o piloto descer até os 60 metros de altura e faltando menos de 550m para avistar a pista ele NÃO conseguir ver, ficou sem “teto” e aí tem que arremeter. Como os aeroportos podem medir esta visibilidade, eles definem quando estão “sem teto” baseado na categoria que o aeroporto for qualificado, e aí os aviões têm que ficar esperando melhorar ou alternam para outro aeroporto com melhores condições. (wiki sobre Cat).
Este teto que eu falei acima é teto para voo por instrumentos ok? Para voos visuais as altitudes e distâncias são muito maiores.

Quando o avião vai levantar vôo ou aterrissar, o piloto tem o controle das rodas do avião, como num carro?

Não, não tem.
O controle direcional da roda do nariz só é efetivo até uma velocidade máxima de 60 nós (111 km/h), acima desta velocidade quem controla a direção do nariz do avião até a hora dele sair do chão é o Leme de Direção, que fica na deriva (a cauda vertical), pois a força aerodinâmica é muito mais efetiva do que o contato da roda com o chão, que vai começar a ficar leve.
Uma curiosidade sobre as rodas do trem do nariz é que elas são instaladas fora do centro do trem, um pouco mais para trás (assim como as rodas dianteiras de um carrinho de supermercado, mas obviamente não tão pronunciado). A função de ter as rodas atrás do eixo vertical do trem é que elas sempre estarão centralizadas quando o avião está em movimento para frente. Claro que há outras maneiras de se obter o mesmo resultado (no Airbus é diferente, mas Não lembro agora como) e no Lockheed Constellation as rodas eram inclinadas (cambadas) para dentro na parte inferior.

Se ainda sobraram dúvidas sobre suas perguntas, pode perguntar no comentário.

Adendo: esta velocidade de 60 nós é para aviões de grande porte, já que um Cessna 172 consegue já estar voando com a velocidade a 60 nós..rs.

Tags: , , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
banner livro
Topo