banner livro

O Primeiro caça “Gripen E” para o Brasil já está voando

Em uma cerimônia em Linköping, na Suécia, ontem 10 de Setembro, o primeiro caça brasileiro Gripen E foi entregue para iniciar o programa de ensaios em voo. Os ensaios em voo serão feitos na Suécia e, até o final de 2020, a aeronave vem para o Brasil para dar continuidade à campanha de testes. Em 2021 começam as entregas à Força Aérea Brasileira.

Foto do caça sueco Gripen E em voo

Gripen E em foto linda no primeiro voo

Uma cerimônia foi promovida em Linköping, na Suécia, onde contou com a presença de Fernando Azevedo e Silva, Ministro da Defesa do Brasil; do Tenente-Brigadeiro Antonio Carlos Moretti Bermudez, Comandante da Força Aérea Brasileira; de Nelson Antonio Tabajara de Oliveira, Embaixador do Brasil na Suécia; do Tenente Brigadeiro Carlos Augusto Amaral Oliveira, Secretário-Geral do Ministério da Defesa; de Peter Hultqvist, Ministro da Defesa da Suécia; do Major General Mats Helgesson, Comandante da Força Aérea Sueca; e, representando a Saab, Håkan Buskhe, Presidente e CEO; e Jonas Hjelm, Vice-Presidente Sênior e head da área de negócios Aeronautics na Saab.

Comitiva na comemoração

“Tenho orgulho por, junto com a indústria brasileira, fazer parte da construção de uma parceria estratégica de longo prazo com o Brasil e a Força Aérea Brasileira. Com o Gripen, o Brasil terá um dos caças mais avançados do mundo e o programa de transferência de tecnologia permitirá ao País desenvolver, produzir e manter caças supersônicos”, diz Håkan Buskhe, Presidente e CEO da Saab.

No Brasil, o Gripen será conhecido como F-39, e representa para a Força Aérea Brasileira um significativo salto tecnológico na aviação de caça. A parceira da SAAB com o Brasil começou em 2014 com o contrato no valor de 39,3 bilhões de coroas suecas para o desenvolvimento e produção de 36 caças Gripen E/F para a FAB, incluindo sistemas relacionados, suporte e equipamentos. Os caças brasilerios Gripen E/F são desenvolvidas e produzidas com a participação de técnicos e engenheiros brasileiros.
O legal é que a partir de 2021, a montagem completa de 15 aeronaves começará no Brasil, em Gavião Peixoto, interior de São Paulo. As entregas do Gripen F (versão bi-place) devem começar em 2023.

Tags: , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo