banner livro

O Primeiro ficou pronto

Eis a foto do primeiro Boeing 757-200 da United modificado com winglets (essa pontinha da asa dobrada para cima):

757 blended winglets

Por incrível que pareça, essa pequena modificação na ponta das asas de um avião “antigo” como esse, gera uma economia de combustível de até 5% (aproximadamente 1.200.000 = um milhão e duzentos mil litros de combustível por ano por avião) simplesmente por diminuir o arrasto induzido na ponta das asas.
Aerodinâmica era a matéria que eu mais gostava quando estudava, porque tem explicação para cada curva em cada parte de um avião (e de um carro de Fórmula 1 também, só que com princípios invertidos). E mais um detalhe: Quanto mais aerodinâmico, mais bonito o avião! Vide o Concorde né?

Tags: , , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo