banner ad

O que os pilotos fazem pelo bem estar dos passageiros!

Imaginem a seguinte situação:

Você está no avião, no meio de uma turbulência e não consegue tomar um suco ou ler o jornal por causa do balanço da aeronave. Ou então você pode estar agarrado na poltrona, completamente aterrorizado, de olhos fechados e rezando para aquilo passar logo.

Em ambos os casos a pergunta é: Porque o piloto não desvia da turbulência?

Pois bem, hoje (05/12/2013) uma frente fria muito intensa se formou no sul do Brasil e um voo específico fez um “pequeno” desvio desta frente fria, acompanhem nas imagens:

GOL1821 Desviando da Frente Fria

GOL1821 Desviando da Frente Fria

Desvio de meros 200km para evitar a parte central (mais ativa) desta formação, vejam abaixo:

Frente Fria sobre o Sul do País.

Frente Fria sobre o Sul do País.

A parte mais intensa dela (Parte branca e rosa) estava exatamente na rota do avião. E, mesmo com o desvio, provavelmente o avião passou por um pouco de turbulência (Pra dar emoção no voo né :D )

E abaixo tem a animação (clique para ver) com as imagens de satélite em intervalos de 30 min, das 06:00 até as 11:00 (Horário de Brasília). Reparem na escala de temperaturas na parte inferior, a cor branca representa -80ºC!

Imagens fornecidas pelo CPTEC

Imagens fornecidas pelo CPTEC

Vejam como a formação se intensifica ao “subir” o país, recebendo o ar mais quente do norte e assim “alimentando o monstrinho”. O ar mais quente ao encontrar o ar mais frio se condensa. Em situações propícias, existe também correntes de ar ascendentes (Correntes Convectivas) o que resulta nas tão conhecidas cumulonimbus (CB)!

Bonitinha, mas...

Bonito, mas…

Após essa leitura já sabem, quando estiverem passando por uma turbulência na sua próxima viagem, além de ler o Guia do Lito saibam também que os pilotos estão fazendo de tudo pra tornar a viagem mais confortável.

Tags: , ,

Sobre o Autor

Amante da aviação deste criança, Bacharel em Ciências Aeronáuticas pela PUC-RS e Co-piloto ATR 600 :)
  • Lucas Timm

    Normalmente quando o G3 1821 chega em Lages, eu vou pro Salgado Filho buscar a família. Hoje eu teria que esperar…

  • Paulo Villar

    Duas perguntas:
    1-Um desvio destes atrasa em quanto o pouso?

    2-Caso o melhor caminho passe por cima de algum País vizinho, é possível desviar por lá, pedindo a devida autorização ou deverão ir pelo segundo melhor caminho? ;)

    • Gustavo Pilati

      1- Provavelmente um atraso de 45~60minutos.

      2- Passar por outro país seria a última das alternativas. Inclusive temos alguns países no Oriente Médio em que é proibido o sobrevoo devido ao risco de ataques anti-aéreo.

      ;)

      • Paulo Villar

        Mesmo aqui na América do Sul não é permitido este sobrevoo?

        Desde já, Obrigado e Abraços!

        • Rids

          Permitido é, mas algumas empresas (na verdade uma, que eu tenha percebido) evitam, por exemplo, o Uruguai na aproximação de Buenos Aires, para não pagar o uso do espaço aéreo.

          • Rids

            Acabei de ver no Flight Radar um A33 da Air Europa fazendo a mesma coisa…

          • Paulo Villar

            Eu pensei que uma “beliscada autorizada” no espaço aéreo não teria custos…
            $$$$$$$$$$$$$$
            Aprendendo…

  • Bruno

    Ontem pude acompanhar a tempestade monstro que se formou no sul e sudeste. Sou de BH e vi na pele os relâmpagos. No FlightRadar pude acompanhar vários voos contornando as nuvens. Alguns voos específicos, como os da CArgolux (747-400) manobraram por fora do cotinente para chegar ai no sul, incluso Argentina. A coisa foi feia, muito feia. Gostaria de mais informação a respeito.

    Pra quem quiser acompanhar as chuvas e tempestades ao redor do mundo, tem esse site da JAXA (NASA japonesa) onde eles tem um satélite que mostra o mapa da chuva no mundo.

    http://sharaku.eorc.jaxa.jp/GSMaP/

    Dava pra ver que ontem a coisa tava muito feia no sul e sudeste.

    http://i.imgur.com/C3djvi1.png

  • nubiatavares

    Adorei o texto. Na minha última viagem, vindo de BSB, o tempo tava ruim e, mesmo morrendo de medo (RISOS) observei toda a decolagem e voo e deu pra perceber claramente alguns desvios (eu faço sempre esse trecho e sei de cór as viradas do avião, rs) que o piloto fez pra evitar as formações (tinham muitas). Antes da decolagem, o comandante avisou que teríamos turbulência leve, o que me deixou mais tranquila. Aliás, se os pilotos soubessem como os avisos fazem a diferença para o passageiro medroso, eles dariam mais informações pra gente durante o voo. :)

  • OLucasConrado

    Voei para Lima no fim de Março e bem que reparei o avião desviando de CNs durante o voo. Ótimo artigo!

  • Rafael Sa

    Eu estava chegando em NY no dia 28/10/12, véspera do furacão Sandy, que devastou boa parte do NE Americano, tocar o solo da Big Apple. Houve um desvio que fez a chegada atrasar 1:40h, mesmo saindo pontualmente. Lendo o topico do AeM sobre gastos de combustível, imaigino que o tanque deve ter chegado na reserva. kkk. Mesmo com todo o desvio, o comandante fez diversos avisos (inclusive de somente se levantar em caso de necessidade) e houve turbulência desde o Caribe, niveis leves e moderados leves. Eu adorei, mas vi muita gente rezando pregada na poltrona

  • Evandro

    Interessante que nessa semana (16/07/15) tinha vou que saiu de Buenos Aires e estava subindo sobre o Rio da Prata, ate Uruguaiana e depois cruzava o RS de um lado a outro. Bem provavel que estavam desviando de turbulencia pesada.

  • Joao Paulo Cursino

    Rapaz, voltando de BH pro Rio, certa vez em 2003, eu notei que o avião estava fora da rota habitual, tinha feito uma curva que deu pra sentir fazer. Olhei pra fora, tinha um CB que me fez arregalar o olho, com seus mil km de altura, iluminado pelo sol baixo de um fim de tarde, em tons de amarelo e cinza. Era uma montanha líquida assustadora, e no entanto bela e sublime pra quem está do lado de fora, parecendo algodão. Até hoje não entendi por que ele desviou tão em cima (se podia tê-lo feito com mais discrição dezenas de milhas antes), mas pra mim tá bom. Pude até apreciar a beleza da natureza sem entornar o suquinho! :-)

Topo