banner ad

O vídeo de segurança da Delta está cheio de memes. O melhor da cultura da Internet

Simplesmente sensacional.
Quem está nas “interwebs” vai se divertir muito com o novo vídeo de segurança da Delta.
Está cheio de referências e memes.
Enjoy. E veja até o final, tem blending ;)

Captura de Tela 2015-05-20 às 11.32.23

Tags: ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
  • Lucas Timm

    Genial esse vídeo!

  • Antonio Popoaski

    A versão “crushed” do final então kkkkkkkkkkkkkkkkk muito bom

    • Aquilo é o “Will It Blend?”, um daqueles canais que fazem sucesso porque agradam ao sádico e ao iconoclasta dentro de cada um de nós (e no vídeo da Delta, é o próprio cara do canal, mesmo, com o liquidificador da empresa). Uma das mais geniais sacadas de marketing de todos os tempos, de uma fabricante de liquidificadores que quer demonstrar a força e a robustez dos seus produtos triturando as coisas mais impossíveis. Na mesma linha “sádica-iconoclasta”, há o Jogwheel, em que eles botam de TUDO, mas é TUDO mesmo, num forno de micro-ondas, só para ver a pirotecnia, incêndios e explosões. Eles já têm até uma espécie de “bunker” de segurança para fazer isso. Há até um episódio em que eles põem um micro-ondas ligado (pequeno) num micro-ondas maior…

  • João Lucas Bragança

    Muito bom…. Esse tipo de vídeo e uma otima alternativa, pois mesmo importantes, as instruções são passadas de forma muito massante, já presenciei pessoas dormindo durante o processo…

  • Marcelo Fontenele

    Impossível não prestar atenção. Como diria o Sílvio Santos “Bem bolado, bem bolado”

  • José Eduardo Pinheiro

    O cachorro Doge!! kkkkkkkk

    • Alessandro Souza

      O Bulldog se não me engano é o Tillman. Ele surfa e anda de skate.

  • OLucasConrado

    Os vídeos de segurança da Delta já eram sensacionais! Nesse aí, foi o mito dos mitos!

  • Igor Chianca

    Ficou foda! Só não ganha dos da Air New Zealand com o Hobbit hehe

  • O vídeo em si (ou seja: a peça) eu não achei tão sensacional assim.
    Mas a ideia de buscar alternativas menos maçantes para as instruções de segurança e aproximar outras “tribos” ao cotidiano da aviação eu não só apoio como acho bacana pacas.
    Dias atrás a Air New Zealand também divulgou um vídeo nesse sentido, integrando o pessoal do mundo do surf às instruções de segurança dos aviões.
    Até o nosso Gabriel Medina aparece na peça:
    http://youtu.be/ADqb6ovsasE

  • A Annoying Orange deve ter ficado “annoyed” porque a TSA não deixou a Knife entrar… Pelo mesmo motivo, o Harlem Shake deles teve que ser “sin los terroristas”. O Gangnam Style teria ficado melhor com um ator oriental, ou até com o próprio Psy. E dei falta de dois memes indispensáveis: o Benny Lava e o Professor Poliakoff da Periodic Table of Videos.

    • Prabhu Deva (Benny Lava) um dos maiores coreografos da história – estou a falar sério – é ídolo lá na Índia. Mas faltou mesmo foi o Neil DeGrasse Tyson do “uii” rsrs

      • Menos, Alexandre, menos… Prabhu Deva é um grande dançarino, mas como coreógrafo está sujeito aos limites do kitsch de Bollywood e não é bem assim um Alvin Ailey, um Maurice Béjart, uma Twyla Tharp, um Giorgi Balanchine ou um Kazuo Ohno…

        • Rids

          Prabhu Deva é a meta não alcançada pelo Sidney Magal.

          • Hehe, boa definição, Rids… Não que eu despreze Bollywood totalmente – é uma forma tão consumada e assumida de kitsch que cai no extremo oposto e às vezes chega ao sublime. “Moulin Rouge!”, por exemplo, é uma homenagem explícita a Bollywood (e o Baz Luhrmann inclusive teve a ideia do filme ao ir a um cinema quando fazia uma filmagem em Mumbai), e achei que “Quem Quer Ser um Milionário?” melhorou muito da metade em diante, quando largou de vez a estética ocidental e virou Bollywood descarado. Assisto clips de filmes indianos no YouTube com frequência, especialmente quando quero rir.

            E o nível técnico nem sempre é pobre: em algumas ocasiões, é inspirado e excelente – até Gene Kelly aplaudiria de pé Prabhu, o cenário e a fotografia (disfarçaram a pobreza do cenário com uma fotografia genial à la Francis Ford Coppola na fase Zoetrope) neste vídeo, por exemplo: https://www.youtube.com/watch?v=JS-5tAh9H0I (como de hábito em Bollywood, as vozes dos cantores são dubladas e não são dos atores mesmos).

            Agora, o que não dá é achar que Bollywood (ou mesmo a Hollywood dos blockbusters) é alta cultura ou compete com ela na mesma raia – e sem querer, indiretamente foi mais ou menos isso que o Alexandre fez.

          • Não, alias nem conheço filme indiano, o fato é que o Benny Lava ou Prabhu Deva tem fama… por mais que sejam clipes até visualmente bregas quando comparados ao que vemos por aqui, o camarada tem alto sincronismo e muita qualidade no que faz.

          • Alexandre, aproveite que você está em BH e vá a um recital do Grupo Corpo na sede deles nas Mangabeiras ou no Palácio das Artes, quando houver. AQUILO são bailarinos e coreografias de verdade. (Até as exibições de final de semestre dos alunos deles são um espanto – assisti a algumas, uma colega minha de faculdade também era bailarina e professora lá, e até se casou com um dos irmãos Pederneiras.) Não são as habilidades “acrobáticas” que fazem um bailarino, embora às vezes elas até sejam necessárias. Tanto que Kazuo Ohno ainda era considerado um gênio absoluto, tanto como bailarino quanto como coreógrafo, e deixava muita gente boquiaberta ao se apresentar até depois dos 90 anos de idade (ele morreu com mais de 100), quando certamente não tinha mais agilidade nenhuma (e o butoh, o gênero dele, é de movimentos lentos, mesmo).

  • Giselle Arruda

    achei bem chato, colocar meme nao significa que vá ficar bom

    • José Eduardo Pinheiro

      Só que ficou..

  • Rafael Ribeiro

    Achei muito bom. E a vantagem é que acaba chamando atenção de todos os passageiros, que acabam prestando atenção em todas as normas de segurança.

  • Rodrigo Lombardi

    No final eu até tirei os fones. Vai que…

  • Clayton Roberto

    Achei legal, bom que tira aquele climão de “acidente” né….

  • fabriciobatera

    Muito bacana!!

  • Rids

    O maior cachê foi da cabra. O blending tá cheio de mensagens subliminares: “chemical trails is true”. hehehehehehehe

Topo