banner ad

Panorama da Aviação Comercial – Equador / Peru

EC_1

No Equador, o principal player é a AVIANCA EQUADOR, antiga Aerogal, que possui 5 A319 e 4 A320 na frota. É a representação da Avianca neste país, garantindo a competição direta com a LATAM Equador, que atua com seis Airbus A319. A estatal TAME entra na competição com 4 A319, 5 A320, 1 A330, 3 Embraer 190 e 3 ATR42-500, além dos 3 Quest Kodiak da sua subsidiária TAME Amazônia.

Em menor presença temos a SAERO com um par de Embraer 120 Brasília, a PETROAMAZONAS com um Embraer 145, a LAC – Lineas Aereas Cuencanas que possui CRJ700 e Boeing 737-500. E completando o cenário local, a TRANSAM, uma cargueira a serviço da DHL usando ATR42-300F.

Sua aviação é do seu tamanho territorial, compacta, porém é perceptível a importância estratégica pela presença da LATAM e Avianca no país.

Peru

O Peru possui importante localização estratégica através de Lima e isso não passou despercebido pela dupla que disputa a hegemonia continental: Avianca e LATAM, ambas têm presença significativa. O Aeroturismo também é destacado no país em suas cidades históricas e empresas se dedicam a este mercado com exclusividade.

Aerodiana

Aerodiana

Voam no Peru a cargueira AERCaribe, filial da empresa colombiana de mesmo nome, atuando com um Boeing 737-400, a Aerodiana, especializada nas linhas de Nazca, sediada em Pisco, opera seis Cessna Caravan, a Aero Transporte, atuando com um par de Antonov 32 e Beech 1900D, a Movilair concorrente da Aerodiana, com 3 Cessna Caravan, a Andesair com Dash 8-400 e DHC6-300, a STAR Peru com 2 CRJ200 e 10 Bae 146 e por fim a Peruvian Airlines e seus 737-300 e 400, esta sofre bastante ao disputar o mercado com as principais concorrentes do país.

MovilAir

MovilAir

A LC Peru, com crescimento destacado nos últimos anos, operando 6 Boeing 737-50, 5 Dash 8-200 e 1 Dash 8-400, a LATAM Peru, que domina o mercado local com 15 Airbus A319, 8 A320 e 10 Boeing 767-300, fazendo de Lima o grande hub para partidas internacionais e a Avianca Peru atuando com 1 A319, 2 A320, 1 A321, 1 A330 e 1 Embraer 190.

Tags: , ,

Sobre o Autor

Alexandre Conrado, pesquisador de aviação e profissional no segmento desde 2001
Topo