banner livro

Panorama da aviação latino americana em 2016 – Equador

Foto: ©Casper Kolenbrander

Foto: ©Casper Kolenbrander

O Equador tem sua rede aérea operada pela Avianca Ecuador, LAC, Lan Ecuador, PetroAmazonas, SAERO, TAME e TRANSAM.

A Avianca Ecuador é a antiga Aerogal, opera hoje com 6 A319 e 3 A320, utilizando a imagem da matriz colombiana, forte na rota para as Ilhas Galápagos (daí o nome AeroGal), foi incorporada pela Avianca em 2010. A LAC, Lineas Aereas Cuencanas opera 1 CRJ700 e 1 Boeing 737-500 em linhas entre Quito, Loja, Guayaquil, Latacunga, onde está atualmente sua sede operacional. Já a LAN Ecuador foi criada em 2002 como braço da Lan Chile, opera em constante ajuste com as necessidades da matriz, sua frota tem 6 Airbus A319-132. Petroamazonas é a divisão de transporte de passageiros da empresa estatal de petroleo do país, sua frota é composta por um ERJ145 adquirido novo junto a Embraer. A SAERO, opera rotas charters e contratos com exploradores petrolificos e carga, sua frota é composta por 2 Embraer 120 Brasília e 1 Beech 1900D.

A TAME é a empresa estatal, subordinada à Força Aérea, e que nos últimos anos se modernizou, operando atualmente 4 Airbus A319, 5 A320, com motorizações variando entre IAE e CFM, 1 A330, 3 ATR42-500 e 4 Embraer 190, além de ter a subsidiária TAME Amazonia que opera destinos remotos com o Quest Kodiak (um concorrente do Caravan).

Tags: , ,

Sobre o Autor

Alexandre Conrado, pesquisador de aviação e profissional no segmento desde 2001
Topo