banner pneufree.com

Passageiros indisciplinados: velho problema com novos números

A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, na sigla original) divulgou nesta quarta-feira – 28/09 – um release que contém dados preocupantes para a indústria aeronáutica.

De acordo com a entidade, a quantidade de passageiros indisciplinados em voos comerciais segue evoluindo na contramão das estatísticas de segurança da aviação.

Entre 2007 e 2015 a IATA registrou um total de 49.084 casos de indisciplina de passageiros a bordo de aeronaves comerciais.

Somente em 2015 foram 10.854 eventos desse tipo, perfazendo 1 incidente a cada 1.205 voos ao longo do ano. A média aumentou em relação a 2014, quando houve 9.316 casos – 1 a cada 1.282 voos.

iata-info

Infográfico: IATA

A maioria dos registros de indisciplina a bordo de aviões comerciais envolve abuso verbal, descumprimento de normas aeronáuticas ou de instruções da tripulação, e outros comportamentos anti-sociais.

No braço

Em 11% dos casos reportados houve agressão física contra tripulantes, contra outros passageiros ou até mesmo contra as aeronaves, sendo que álcool e drogas estavam presentes em 23% dessa amostragem.

Em 2015, 40% das companhias aéreas ao redor do mundo tiveram que alternar algum voo por conta de comportamentos de indisciplina, causando transtorno para as empresas e para os demais passageiros.

unruly-pax

Foto: NBC News

Enquanto os acidentes com vítimas diminuem a cada ano, graças ao esforço conjunto da indústria e dos órgãos reguladores para garantir a segurança das vidas a bordo de aviões, alguns passageiros não parecem muito interessados em acompanhar esse círculo virtuoso.

Em relação ao volume total de pessoas transportadas anualmente em aviões, o número de passageiros indisciplinados é absoluta minoria. Porém a indústria sabe que 10 mil pessoas por ano atrapalhando voos é um número que não pode ser desprezado, dentro do contexto de risco que isso pode representar para as operações aéreas.

Tags: , , , , ,

Sobre o Autor

Marcelo Idiarte é observador de mídia, curioso por aviação e defensor ferrenho da Ciência. Jornalismo em pauta: meiapagina.wordpress.com
banner livro
Topo