banner pneufree.com

Pergunta do leitor: Posso abater horas do PC com aeronave particular?

f_112356
O leitor Gustavo Lauriano fez a seguinte pergunta: sou PP – MLTE/MNTE e no momento estou voando um RV10 de um amigo, gostaria de saber se essas horas de voo que tenho no RV10 podem ser abatidas quando for checar meu PC, você saberia me informar?

Essa é uma dúvida muito frequente dos aspirantes às licenças de piloto. E a resposta é muito simples, NÃO é possível. O regulamento é bem claro em relação a isso, embora apresente muitas ambiguidades, que talvez enfraqueça essa afirmação, porém na prática é melhor não ariscar.

Caro amigo, se você procurar você certamente encontrará alguém que lhe diga que é sim possível, posto que é uma questão de interpretação, no entanto a ANAC tem uma visão bem rígida do assunto, então é melhor não ariscar, quer voar voe, mas não lance na sua CIV essas horas! Fazendo uma alusão: essas horas são iguais às voltinhas que seu pai dava com você antes de você ter sua carteira de motorista, foram uma boa experiência, mas não constam nos autos…

Para você ter uma ideia de quão complicado é esse assunto, eu conheço quem lançou horas de aeronaves particulares na CIV e não teve problemas e conheço quem fez o mesmo e teve. Vamos supor que seu pai tenha um avião, você esta realizando todas as suas horas do PC em aeroclube homologado, porém sai com seu pai para dar umas navegadas, e agora, vale ou não vale essa experiência?

O fato é que para efeito de contagem de horas vale a que chegar primeiro, ou 150 em aeroclube, ou 200 em aeronave particular.

RBAC 61

O item 61.101 do regulamento que versa sobre o assunto fala o seguinte:

(a) O candidato a uma licença de piloto comercial deve possuir, como mínimo, a seguinte experiência de voo na categoria de aeronave solicitada:
(1) categoria avião:
(i) um total de 200 (duzentas) horas de voo, ou 150 (cento e cinquenta) horas de voo, se estas foram efetuadas, em sua totalidade, durante a realização completa, ininterrupta e com aproveitamento de um curso de piloto comercial de avião aprovado pela ANAC.

Ou seja, ao invés de abater você vai é ter que voar 50 horas a mais caso você lance na sua CIV essas horas em aeronave particular, agora se você voar 200 horas com esse seu amigo, daí sim, legalmente falando, você conseguiria sua licença. Mas veja bem, existem muitas outras coisas que devem ser levadas em consideração:

  • Seu amigo está de fato te ensinando?
  • Está cumprindo todas as manobras básicas do programa?
  • Está te corrigindo, dando-te feedbacks construtivos a cada voo?
  • Você de fato está decolando, voando e pousando em instrução essa aeronave ou ele simplesmente fala: “Está contigo”?

Eu poderia listar muitas e muitas perguntas aqui sobre o assunto, mas acho que já deu para entender a moral da história. Só quero que fique claro que eu não sou contra fazer horas em aeronave particular, inclusive estou escrevendo um artigo sobre isso, o fato é que este recurso deve ser utilizado com inteligência, pois não adianta você economizar 50 mil reais em horas de voo e quebrar o avião em que trabalha 1 mês após ser contratado.

Na internet existem muitos textos a respeito do assunto, vou recomendar alguns:


Tags: , , ,

Sobre o Autor

Sou aluno do curso de Piloto Comercial e tenho como objetivo me tornar piloto de uma grande companhia aérea.
banner livro
Topo