banner livro

Por que o trem de pouso dos aviões recolhem para frente e não para trás?

Pergunta do leitor Carlos:

Boa pergunta, apesar de ter sido generalizada.

Nem todos os aviões recolhem o trem de pouso para frente, aliás se considerarmos que para cada trem do nariz há dois trens principais (que recolhem para o lado), então seria correto afirmar que a grande maioria dos trens de pouso não recolhem para frente nem para trás.

Mas se você está se referindo ao trem de pouso do nariz, existe sim uma boa razão para que o recolhimento seja para frente: esforço contrário ao sentido de recolhimento após o pouso.

Explico:

A seta vermelha mostra o sentido da força exercida no trem de pouso do nariz durante o movimento da aeronave para frente, demonstrando que a perna do trem tem que ser forte o suficiente para aguentar um enorme esforço na hora do pouso.

Agora imagine se adicionássemos ali um elemento fraco, que seria o sistema de recolhimento para trás: receita de acidente na certa não é mesmo, um esforço no mesmo sentido em que o trem recolhe não parece ser uma boa idéia.

Além da perna do trem ficar mais forte para suportar o esforço, existe outra boa razão para o trem recolher para frente: Em caso de perda de força hidráulica, o trem de pouso precisa descer apenas pela força da gravidade, e com ele descendo para trás, a força do vento vai ajudar no “abaixamento” e travá-lo no lugar.

Como tudo em aviação, isso não é uma lei escrita na pedra, embora seja o design preferido dos projetistas, mas há também aeronaves que recolhem o trem para trás, como é o caso dos Fokkers (27/50), mostrado no vídeo abaixo.

Tags: ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo