banner pneufree.com

Porquê o voo 1549 US Airways não afundou?

Aviões foram feitos para voar certo? São projetados e construídos para viver no ambiente aéreo e de vez em quando no solo e “quase nunca” no mar. Então como o Airbus da US Airways ficou boiando lá no rio Hudson até ser rebocado horas depois até a margem?
Bem, para entender isso é preciso entender que quando o avião decola, todas as portas, portinhas, painéis de acesso e válvulas deles precisam estar fechadas para que o avião se pressurize (panela de pressão literalmente). Acontece que, na hora de pousar ocorre o oposto, as válvulas começam a abrir deixando o ar escapar para despressurizar o avião no momento do pouso, para que seja possível pelo menos abrir a porta certo? (já tentou abrir uma panela de pressão com agua fervendo dentro? Não tente..rs.. não vai conseguir).
Então, se o Airbus tava “pousando” (amaragem é o termo correto para pouso na água), menos de 3 minutos após a decolagem, as válvulas começariam a abrir e entraria água no avião mais rápido que o previsto e talvez não desse tempo de resgatar todo mundo com aquela tranquilidade.
Então o piloto deve ter feito algo certo?
Sim, com certeza ele fez. O A320, assim como todos os Airbus (A330, A340 e até o A380) possui um botão no painel superior chamado “Ditching”, ver imagem abaixo:
Ditching Switch
Ditching significa “Amaragem”, ou seja, prepara a aeronave para entrar em contato com a água. O que acontece quando esse botão é pressionado: Ele informa aos computadores dos sistemas para manter a outflow valve (vávula que pressuriza o avião) fechada mesmo sabendo que o avião vai pousar, fecha as entradas de air “ram air” que refrigera o ar que vai para a cabine, fecha a entrada de ar de refrigeração dos aviônicos e fecha as “packs” de ar condicionado.
Pelo desenho dá pra perceber que esse botão tem uma proteção pra evitar que seja acidentalmente acionado.
Além disso, o A320 quick reference checklist possui instruções específicas para pouso na água:

IF DITCHING ANTICIPATED
APPROACH

– FOR LDG USE FLAP 3
Only slats extend, and slowly.
– MIN APPR SPEED 150 KT
– VAPP DETERMINE
Vapp is the maximum between Vref + 25 knots / 150 knots:
– L/G lever CHECK UP

AT 2000 FEET AGL
– DITCHING pushbutton ON
In case of strong crosswind, ditch face to the wind.
In the absence of strong crosswind, prefer ditching parallel to the swell. Touchdown with approximately 11 degrees of pitch and minimum aircraft vertical speed.

AT 1000 FEET AGL
– PA “CABIN CREW TAKE YOUR SEATS FOR LANDING”

AT 200 FEET AGL
– PA “BRACE BRACE”

AT TOUCHDOWN
– ENG MASTERS OFF

AFTER DITCHING
– ATC (VHF 1) NOTIFY
– EVACUATION INITIATE
– ELTinstl CHECK EMITTING

Traduzindo rapidamente: Manter a velocidade mínima de 150kts (277 km/h), Flaps na posição 3 (somente slats). A 2000ft AGL (609 metros acima do nivel do mar solo) acionar o botão de ditching e manter 11 graus de nariz para cima no momento do toque. Pelo que deu pra ver nos vídeos disponibilizados hoje, a inclinação do nariz é bem suave e compatível com o que é recomendado no checklist (QRH), porém, como o vôo durou somente 3 minutos, não houve tempo de ler o QRH, o que torna mais admirável o treinamento e profissionalismo do comandante “Sully“.
EDIT: Lembrei depois que os Airbus colocam o Checklist no ECAM (uma das telas do cockpit e não é preciso abrir o QRH, mas não diminui o feito)
Com o sistema de ditching acionado, o A320 fez uma amaragem perfeita, os comissários evacuaram a aeronave com profissionalismo impar e todos puderam se salvar. Não foi apenas milagre como muitos dizem.
Foram erros aprendidos no passado que aprimoraram os projetos dos aviões, melhoraram o treinamento de pilotos, mecânicos e comissários e a cada novo acidente, novos conceitos são aprendidos e incorporados de imediato para tornar as aeronaves cada dia mais seguras. Tivemos dois acidentes gravíssimos nos Estados Unidos em menos de 30 dias, e nenhuma vida foi perdida.
Todos estão de parabéns.

Para saber mais sobre os painéis do Airbus clique aqui.
Tem também esse PDF no SmartCockpit, de onde tirei a imagem acima.

.

NOTA:

Apos investigação foi constatado que o switch de Ditching não foi acionado pelos pilotos do US Airways. Apesar disto, a aeronave permaneceu flutuando pelo tempo necessário para uma evacuação segura.

Tags: , , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
banner livro
Topo