banner livro

Precursores – Stealth Planes

250px-b-2_spirit_original Estamos já no século 21 e ainda nos admiramos quando vemos imagens de algo extraordinário como um bombardeiro B-2 voando, a sua forma totalmente “não natural”, não parecendo uma aeronave, precisando de vários computadores para se manter em vôo nivelado e quase totalmente invisível aos radares. Ficamos pensando que só com a tecnologia atual isso é possível.
Porém, observem as fotos abaixo e tomem um susto! Vejam a incrível semelhança entre esses projetos e o B-2. Agora imaginem que esses projetos são dos engenheiros alemães no final da Segunda Guerra mundial!!! Essas asas voavam e iam entrar em produção quando os aliados ganharam a guerra e tudo foi “engavetado” (ou será que foi aproveitado no ocidente? ;)
Abaixo tem fotos dos dois projetos (Horton Wing e Gotha Go 229)

O Go 229 começou como um desenvolvimento do Ho IX feito pelos Horton brothers, que possuiam grande experiência em construir planadores para a guerra. Conforme as tecnologias de motores a jato avançavam, a idéia de uma asa voadora com propulsão a jato começou a brotar na mente deles. Depois de alguns percalços com um primeiro protótipo, um segundo conseguiu voar com dois turbojatos Junkers 109-004B-1 e atingiu velocidades próximas a 600 MPH (965 KM/h). Este segundo protótipo foi perdido durante uma tentativa de pouso com apenas um motor funcionando (lembrem-se que eles não tinham os computadores para auxiliar no controle do avião). Apesar disso, os alemães ficaram tão entusiasmados com os testes que a firma de Gothaer Waggonfabrik foi agraciada com a tarefa de desenvolver ainda mais a asa voadora a jato.
Porém, com o avanço dos Aliados em todas os frontes, eles perceberam que o sonho da asa voadora estava ameaçado. A fábrica dos Go 229 foi conquistada pelos americanos (hummm… que coincidência não?) e os protótipos e todo o material de pesquisa foram arrematados e levados para os EUA, para mais testes e pesquisas avançadas.

Os cientistas Americanos voltariam a estudar o projeto de asa voadora alguns anos depois, direcionando-os ao desenvolvimento do Bombardeiro invisível B-2 Spirit, o que, em essência, tornou-se o sonho de asa voadora tornado realidade décadas anes pelo Go 229. Fotos enviadas por Rick Wrede

Tags: , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo