banner ad

Profissionais de aviação se reúnem na “Asa Brasil”

Dois dos palestrantes já confirmados

A “2ª Convenção para Agenda de Show Aéreo Brasileira” – Asa Brasil – já tem data marcada para acontecer em São Paulo, nos 11 e 12 de novembro, no Aeroclube de São Paulo. O encontro visa reunir profissionais que se envolvem, das mais diversas formas, com eventos da área de aviação para discutir e analisar a importância de se ter uma programação de shows aéreos de qualidade pelo país, como forma de facilitar a organização desse tipo de atividade e de entreter toda a população brasileira.

O Comandante da Esquadrilha da Fumaça, Tenente-Coronel Líbero Onoda Luiz Caldas, frisa sobre a importância do evento. “A primeira convenção, no ano passado, foi muito satisfatória para todos os envolvidos. Durante a Asa, conseguimos chegar a uma possível programação anual de eventos aéreos, contando com a participação da Fumaça. A maioria pôde ser efetivada e pudemos atender a vários pedidos feitos por todo o país. Sem falar que as palestras apresentadas durante a Asa Brasil também foram frutíferas e geraram novas ideias que auxiliaram bastante os profissionais da área”, esclareceu.

O público-alvo da convenção é composto por organizadores, patrocinadores e demonstradores de shows aéreos interessados em realizar eventos profissionais e de qualidade na área. Os objetivos perpassam por vários temas, como planejamento e compatibilização de agendas, otimização dos meios, sobretudo os aéreos, elevação da confiabilidade, segurança de voo e aumento da qualidade dos eventos aeronáuticos.

*Inscrição*

Outras informações sobre a convenção e as inscrições podem ser conferidas no site: www.fumaca.org/asa2017/. O valor da inscrição para a imprensa é de R$ 65. Para interessados em geral, é de R$ 195. No dia do evento, passará para R$ 245. Acompanhe também as novidades e todas as informações da ASA BRASIL no site:www.fab.mil.br/eda e nas redes sociais da Esquadrilha da Fumaça.

Tags: , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo