banner ad

Profissionais de aviação se reúnem na “Asa Brasil”

Dois dos palestrantes já confirmados

A “2ª Convenção para Agenda de Show Aéreo Brasileira” – Asa Brasil – já tem data marcada para acontecer em São Paulo, nos 11 e 12 de novembro, no Aeroclube de São Paulo. O encontro visa reunir profissionais que se envolvem, das mais diversas formas, com eventos da área de aviação para discutir e analisar a importância de se ter uma programação de shows aéreos de qualidade pelo país, como forma de facilitar a organização desse tipo de atividade.

A ASA Brasil é organizada pela Associação Esquadrilha da Fumaça, com apoio da Força Aérea Brasileira. A sua primeira edição foi realizada em 2016, quando reuniu cerca de 140 participantes para discutir os rumos do show aéreo no Brasil e o seu potencial de crescimento, incrementar a discussão de boas práticas, discutir a melhoria da legislação que ampara a sua realização e discutir a agenda de shows do ano seguinte. Assim, ASA Brasil colheu seus primeiros frutos já em 2017: devido à melhor organização do cronograma de eventos, conflitos de datas foram desfeitos e a participação de demonstradores e expositores pode ser melhor aproveitada, pois possibilitou a presença desses em vários shows.

O público-alvo da convenção é composto por organizadores, patrocinadores e demonstradores de shows aéreos, como pilotos, paraquedistas e aeromodelistas, interessados em realizar eventos profissionais e de qualidade na área. Os objetivos perpassam por vários temas, como planejamento e compatibilização de agendas, otimização dos meios, sobretudo os aéreos, elevação da confiabilidade, segurança de voo e aumento da qualidade dos eventos aeronáuticos.

*Inscrição*

Outras informações sobre a convenção e as inscrições podem ser conferidas no site: www.fumaca.org/asa2017. Acompanhe também as novidades e todas as informações da ASA BRASIL no site:www.fab.mil.br/eda e nas redes sociais da Esquadrilha da Fumaça.

Tags: , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo