banner pneufree.com

Qantas, falha estrutural


Curioso, uma falha estrutural na área do porão de carga dianteiro. Corrosão? Isso é muito raro…agora vão inspecionar a vida inteira do avião pra saber se já houve vazamento de liquidos no porão, etc…

Detalhe: apesar da foto assustar, o buraco em si é só ali onde tem aquela coisas vermelhas, o resto todo é a carenagem da asa (wing to body fairing) que se desprendeu.

Um avião com cerca de 350 pessoas a bordo teve de fazer um pouso de emergência em Manila, nas Filipinas, depois que um grande buraco apareceu na fuselagem em pleno vôo.

O Boeing 747 da Qantas Airway havia saído de Londres em direção a Melbourne, na Austrália, via Hong Kong. O incidente ocorreu pouco depois de a aeronave deixar a cidade asiática.

Um porta-voz da Qantas disse que ninguém ficou ferido no episódio, definido apenas como um “problema técnico”.

Os engenheiros investigam o que pode ter causado o buraco de cerca de 2,5 m e 3 m de diâmetro.

Passageiros disseram ter ouvido um barulho e visto pedaços da fuselagem voar ao redor deles. Houve queda de pressão e máscaras de oxigênio foram liberadas. O avião teria perdido cerca de 6 mil metros de altitude.

Outros passageiros citados no site de um jornal com sede na Austrália disseram que uma porta pode ter se deslocado do avião durante o vôo.

O porta-voz do aeroporto de Manila, Octavio Lina, disse que parte do chão do avião foi destruída perto da área afetada, deixando à mostra a carga, e que parte do teto também caiu.

“Ao desembarcarem, alguns passageiros vomitaram. Dava para ver que eles estavam bem assustados”, disse Lina.

A passageira Olivia Lucas disse à BBC que todos ficaram “bem assustados por alguns momentos.”

“Depois, todo mundo se concentrou em colocar suas máscaras de oxigênio. Todos ficaram calmos e quietos, e houve um grande alívio quando pousamos. Todos aplaudiram o piloto”, contou Lucas.

Tags: , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
banner livro
Topo