banner pneufree.com

Relatório Factual – Acidente do Qantas 747

O Bureau de investigação do [a]incidente com o Qantas 747 publicou o primeiro relatório factual sobre o ocorrido naquele vôo. De acordo com o relatório, um dos cilindros de oxigênio que são instalados na parte traseira do porão de carga dianteiro virou um míssil ao explodir e atravessou o chão da galley e atingiu uma das portas do lado direito do avião tão forte que distorceu o “frame”, em seguida atingiu o teto da galley e caiu novamente através do buraco no chão e saiu pelo buraco causado na fuselagem no momento da explosão. Também foi revelado que o cilindro danificou os cabos de comando do lado do co-piloto. Ambos os cabos de controle do aileron do lado do copiloto sofreram ruptura.
Isso só vem a provar a segurança e redundância que a Boeing implementa em seus aviões com o conhecimento de acidentes que ocorreram no passado. Há relatos de acidentes por fraturas em todos os cabos de comando, então inteligentemente eles são “roteados” por áreas diferentes da fuselagem, fazendo com que no evento de um acontecimento inesperado não se perca todos os comandos de uma vez. E essa filosofia não é aplicada somente às partes mecânicas, toda a parte de fiação, alimentação de barramento, tubulação hidráulica, tráfego de dados, etc, é feita de maneira redundante e independente.
Como esse incidente com o Qantas prova, essa filosofia tem salvado muitas vidas.

Tags: , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
banner livro
Topo