banner pneufree.com

Solução para o problema nas portas de carga dos E-Jets da Embraer cria uma nova AD do FAA

A notícia abaixo foi tirada do Yahoo Finanças através de um link que o Leitor Luis de Deus M. Jr me enviou por e-mail. Ao ler esta notícia, você fica pensando que há um puta problema afetando os aviões da Embraer hoje, e que várias empresas “uniram forças” para encontrar saídas.
Mas acontece que não é nada disso, e a notícia não é bem essa.
A notícia correta está aqui: E-Jets Cargo Door Fix Ends Repetitive Checks. Nela está explicado que havia essa recomendação desde a primavera de 2007, porém a Embraer incorporou uma modificação nas portas dos E-Jets e que portanto, uma nova solicitação de inspeção por parte do FAA será emitida para os operadores que não fizeram as modificações emitidas pela Embraer. Ou a Informação do Yahoo foi mal traduzida ou a fonte (Dow Jones) deu uma tremenda barrigada, ou ainda, interesses escusos para compra e venda de ações com notícias imprecisas?

FAA ordena reparo em portas de jatos da Embraer
Ter, 18 Ago, 19h55
Os órgãos reguladores aéreos dos EUA e no exterior uniram forças para exigir reparos e evitar possíveis defeitos nas portas de carga e deslizadores das saídas de emergência em centenas de jatos fabricados pela brasileira Embraer, segundo informa o Wall Street Journal. Os problemas não causaram danos ou acidentes com os populares modelos Embraer 170 e 190, mas os reguladores citaram significativas questões de segurança ao ordenar a intensificação das inspeções, modificações ou revisões das partes suspeitas.

A Administração Federal de Aviação nos Estados Unidos (FAA, na sigla em inglês) propôs nesta terça-feira ordenar inspeções e reparos para assegurar que as portas de carga de proa e de popa dos jatos não abram durante o voo, o que a agência diz que “pode resultar em reduzida integridade estrutural” e possivelmente rápida descompressão. A FAA disse que existem informes de dois aviões que partiram com as portas de cargas abertas, mas sem qualquer sinal de alerta no painel para avisar os pilotos sobre o problema. A proposta indica que mais de 150 aviões operados por companhias aéreas nos EUA serão afetados.

Os órgãos reguladores de segurança aérea na Europa também adotaram uma ordem de segurança do órgão brasileiro com objetivo de substituir os deslizadores das saídas de emergência nas portas da proa do modelo Embraer 190. De acordo com a ordem da agência brasileira, o defeito pode impedir a abertura das porta em uma emergência. As informações são da Dow Jones.

Tags: ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
banner livro
Topo