banner livro

Transporte Regional

Os primórdios da TABA

Os primórdios da TABA

A história da TABA já foi abordada aqui no A&M, ainda que seja merecedora de um aprofundamento relevante. Como na série de “primórdios” o que vale é a malha inicial, quando fomos pesquisar TABA na Biblioteca Nacional no Rio de Janeiro, ela não possuía publicação no “GUIA AERONÁUTICO”, de forma que apenas em 1977 tive […]

Leia Mais →

Leia Mais →

Os primeiros “Embraer” operando no Brasil

Os primeiros “Embraer” operando no Brasil

Vamos prestigiar o que é feito aqui? Depois de mostrar os primeiros Boeings de cada tipo no Brasil, vamos citar os primeiros Embraers, focando sempre na operação comercial. A Embraer nasceu a principio para atender a FAB, mas o Bandeirante logo tomou um rumo comercial sendo o embrião das operações regionais (podemos ver isso nas […]

Leia Mais →

Leia Mais →

Amaszonas e BQB – Fusão latino americana

Amaszonas e BQB – Fusão latino americana

Caso tenham acompanhado o noticiário especializado sobre aviação na América Latina, muito provavelmente tenham se deparado com a notícia da compra da uruguaia BQB pela boliviana Amaszonas. Caso não seja um fanático pela aviação latina como eu, essa notícia deve ter passado despercebido. Mas há algumas particularidades nesta negociação que gostaria de comentar. AS PARTICIPANTES […]

Leia Mais →

Leia Mais →

Os primórdios da VOTEC

Os primórdios da VOTEC

A VOTEC começou bem tímida, “dona” do pedaço do mapa que envolvia parte de Minas e o centro-oeste para cima (adentrando Goiás e Tocantins) até chegar no Pará. Sua operação regional oficial consistia de 4 vôos apenas, todos operados pelo grande BN2A Islander de 8 passageiros. Este eram os vôos: VO250 Segunda, Quarta e Sexta […]

Leia Mais →

Leia Mais →

Os primórdios da Rio Sul

Os primórdios da Rio Sul

A RIO-SUL foi bem nascida, pois tinha a VARIG e suas vantagens por trás da operação. Iniciou sua frota com Navajo, Sabreliner e Bandeirante, mas logo se converteu a um operador maciço de Bandeirantes, o foco geográfico era o Rio de Janeiro e o Sul (Rio-Sul, manjaram?). Curiosamente alguns voos de sua malha inicial foram […]

Leia Mais →

Leia Mais →

Os primórdios da Nordeste Linhas Aéreas

Os primórdios da Nordeste Linhas Aéreas

A Nordeste nasceu usando os EMB110 da TRANSBRASIL e até efetuando algumas de suas rotas (como por exemplo do vôo para Ilhéus e João Pessoa), com os Bandeirantes coloridos e a adição apenas de um N com um pequeno “E” incluso na cauda e voavam uma rede tímida composta por: RE001 Diário – Salvador 18:35/19:20 […]

Leia Mais →

Leia Mais →

Os primórdios da TAM

Os primórdios da TAM

Quando um Boeing 777-300 da TAM alinha na pista 09 ou 27 de Guarulhos partindo para a Europa, poucos recordam-se que há quase 40 anos as rotas da TAM eram completamente diferentes. Esqueça Frankfurt, Miami, Paris, a TAM voava no interior Paulista primariamente. Em Julho de 1976, no segundo mês de sua operação, a TAM […]

Leia Mais →

Leia Mais →

TAG Linhas Aéreas, o Nordeste no ar

TAG Linhas Aéreas, o Nordeste no ar

O mercado aéreo Nordestino tem novidades. A ousada entrada do empresário Delano Mota, um paraibano que resolveu investir em seu estado e em sua região. O que sabemos até o momento? Operará a partir de João Pessoa (JPA) para o interior da Paraíba Sua frota inicial será de um par de EMB120 Brasília As cores […]

Leia Mais →

Leia Mais →

LAPISA e aviação regional – Delírio que não é delírio

LAPISA e aviação regional – Delírio que não é delírio

Vejam só, quando desenhei a LAPISA algumas pessoas me chamaram de louco, especialmente por conta de algumas rotas tais como ligar Belém a Teresina via Imperatriz ou São Luís e adentrar o interior do estado. Como vimos no outro artigo, a infraestrutura local deixa a desejar em Picos e Floriano. Eis que chega a notícia […]

Leia Mais →

Leia Mais →

Na rota do delírio nordestino da Lapisa

Na rota do delírio nordestino da Lapisa

Meus caros, entramos em 2015 e por incrível que pareça, a LAPISA completa 2 anos (rs), infelizmente a inflação prejudicou o preço da Maionese e da Cajuína, reduzindo assim o potencial de viagem da empresa. Trago neste artigo uma aventura que fiz em Junho de 2014 chamada “Na rota da LAPISA” que consistiu em uma […]

Leia Mais →

Leia Mais →

Topo