banner livro

Vasp

Quando viajei na “jump seat”

Quando viajei na “jump seat”

Através de um comentário numa postagem anterior, fiquei conhecendo o site Aerocast, de podcasts de um grupo de jovens aficionados por aviação, e escutei um podcast chamado Jumpseat Hunters (apesar dos nomes, o site é brasileiro e o áudio é em português). Comecei a botar lá um comentário contando da vez em que voei na […]

Leia Mais →

Leia Mais →

Injustiça é pouco… #Aerus #Brasil

Injustiça é pouco… #Aerus #Brasil

Estamos assistindo indignados ao julgamento do mensalão, assim como tantos outros casos que causaram indignação na política nacional, e as vezes parece que este “roubo” travestido de política apenas causa asco, quando na verdade ele acaba com a vida de pessoas honestas e trabalhadoras, como eu e você. Em um matéria da Folha de São […]

Leia Mais →

Leia Mais →

Vasp PP-SME, perda total em 28 de Janeiro de 1986

No dia 28 de Janeiro de 1986, no mesmo dia em que o ônibus espacial Challenger explodia em Cabo Canaveral, um Boeing 737-200 da VASP batia em um barranco na pista de Taxi do Aeroporto Internacional De São Paulo/Guarulhos. O acidente ocorreu as 7:32 quando o voo que seguiria para Confins, mas o piloto inadvertidamente, […]

Leia Mais →

Leia Mais →

Lembram do 737 da Vasp, o PP-SFI que estava em cima de uma carreta?

Lembram do 737 da Vasp, o PP-SFI que estava em cima de uma carreta?

O amigo Márcio Inforzatto, que conheci pessoalmente no aniversário de 60 anos da Fumaça, esteve em Araraquara neste fim de semana e aproveitou para tentar ver o 737 da VASP (PP-SFI) que está por lá. O avião está numa propriedade à beira da estrada que liga Araraquara ao distrito de Bueno de Andrada. Eu o […]

Leia Mais →

Leia Mais →

Junkers JU52/3M, um pouco de história, parte 1

Junkers JU52/3M, um pouco de história, parte 1

Trimotor. Um tipo de avião que encanta não? Boeing 727, Douglas DC10/MD11, Trident e se bobear até o bizarro Britten-Norman Trislander. Mas quem iniciou toda magia dos trimotores foi um avião alemão, que não só foi o work-horse de muitas linhas aéreas (sobretudo as nascidas da Lufthansa: Cruzeiro, LAB, Avianca, entre outras) como também um […]

Leia Mais →

Leia Mais →

Crônica de minha despedida dos Airbus A300 da Vasp

Crônica de minha despedida dos Airbus A300 da Vasp

Sabia que um dia chegaria! Dia pós dia, esse dia chegaria! E foi chegando, os Boeing 737-200 ao seu lado já viravam pedaços retorcidos de metal, não tardaria a chegar perto de 2 dos 3 grandes amigos! Até que amanheceu nublado em 18 de Abril de 2012, quando a máquina chegou perto do Sierra November […]

Leia Mais →

Leia Mais →

Uma breve história da VASP – Flag Carrier Paulista

Uma breve história da VASP – Flag Carrier Paulista

Em 4 de Novembro de 1933, nascia a VASP – VIAÇÃO AÉREA SÃO PAULO, 72 empresários (entre eles um sobrinho do Santos Dumont) criavam uma empresa com 2 bimotores ingleses MONOSPAR. Eram 144 mãos dadas para impulsionar uma empresa aérea. Os aviões efetuaram ao dia 12 de Novembro os primeiros vôos nas rotas São Paulo […]

Leia Mais →

Leia Mais →

Um pouco da história dos Airbus A-300 no Brasil

Um pouco da história dos Airbus A-300 no Brasil

Durante a década de 80 era possível ver em diversos aeroportos do país sete aeronaves AIRBUS A300 em operação pela VASP (3), CRUZEIRO (2) e VARIG (2). Nestes saudosos tempos o AIRBUS era um avião incomum em um país cuja frota predominante era Boeing. Foi o AIRBUS A300 o primeiro birreator widebody da história da […]

Leia Mais →

Leia Mais →

Voando nos tempos d’antanho

Voando nos tempos d’antanho

Você sabe que está ficando velho quando começa a se lembrar de certos detalhes e percebe quanta diferença existe da realidade de hoje. Assim é em relação ao meu primeiro voo, ocorrido nos antediluvianos idos de março de 1969, antes de a maioria dos leitores daqui ter nascido (e pelos meus cálculos, quando o dono […]

Leia Mais →

Leia Mais →

Aviões da VASP serão destruídos para vender como sucata

Aviões da VASP serão destruídos para vender como sucata

Quando você lê notícias como esta abaixo, não tem como não ficar indignado com o ridículo sistema judiciário brasileiro. São décadas de papéis e recursos e instâncias e ninguém resolve ou decide nada. Da mesma maneira que um criminoso confesso passa 10 anos em liberdade, vemos aviões apodrecendo Brasil afora sem que nada possa ser […]

Leia Mais →

Leia Mais →

Topo