banner livro

Acidente com um trator e o Ed Force One – Dois motores atingidos (fotos)

O 747 que o Iron Maden está usando em sua turnê mundial sofreu um pequeno acidente hoje no Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez em Santiago, capital do Chile.

Não tenho detalhes de como aconteceu, se o trator atingiu os motores ou se o avião atingiu o trator durante o reboque para abastecimento. De qualquer maneira os danos foram extensos e vai atrasar a turnê da banda ou a turnê continuará mas não veremos o Ed Force One por alguns dias.

Pelas fotos, tanto o motor 1 quanto o motor 2 foram atingidos. O motor 1 parece ter danos mais extensos.
Imaginem os socos na mesa que alguém deve ter dado…

UPDATE: De acordo com o comunicado da banda, durante o reboque para abastecimento, em uma curva, os pinos de segurança da barra de reboque se romperam e o avião atingiu o trator de reboque, danificando os dois motores.

Mas como um pino de segurança se rompe?

Pois saibam que eles são feitos exatamente para isso.

Pinos de cisalhamento (exemplo)

Pinos de cisalhamento (exemplo apenas, não é uma cabeça de barra de 747)

Estes pinos de segurança são feitos para que se rompam em caso de esforço excessivo, desta maneira o trem de pouso do avião não é danificado. Quando um avião é rebocado, há limites máximos que devem ser obedecidos durante uma curva, se os limites forem excedidos os parafusos quebram (e fazem um bom barulho) MAS a barra continua encaixada no avião pelo pino central, porém sem controle lateral. Quando isso ocorre, o tratorista deve entrar em contato com o cockpit rapidamente e o mecânico tem que frear o avião pisando nos pedais com a máxima amplitude. Se não houver a comunicação, é difícil que o mecânico escute o barulho lá nas alturas do cockpit de um 747 e aí pode ocorrer de a barra romper até o parafuso central que não é de cisalhamento e acontece isso aí das fotos (principalmente se for em uma curva).

Aqui uma foto de um 747 acoplado ao trator e mostro onde ficam os pinos de cisalhamento, não reparem na cara do mecânico :P

Barra de reboque acoplada a um 747

Barra de reboque acoplada a um 747

Tags: , , , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo